Pesquise no Leitora Viciada

29 de março de 2012

Imaginários Volume 3, de vários autores, Editora Draco

Imaginários 3 - Contos de fantasia, ficção científica e terror
Série Imaginários - volume 3
Ana Cristina Rodrigues, Cirilo S. Lemos, Douglas MCT, Eduardo Spohr, Fábio Fernandes, Fernando Santos de Oliveira, Lidia Zuin, Marcelo Ferlin Assami, Marcelo Galvão e Rober Pinheiro - Editora Draco
128 páginas - Ano: 2010
Organização: Erick Santos Cardoso
Ilustração da capa: Osnei Roko - R$22,90

Sinopse:
"Neste terceiro volume da coleção Imaginários da Editora Draco organizado por Erick Santos, os autores Eduardo Spohr, Marcelo Ferlin Assami, Rober Pinheiro, Douglas MCT, Lidia Zuin, Marcelo Galvão, Cirilo S. Lemos, Fernando Santos de Oliveira, Ana Cristina Rodrigues e Fábio Fernandes desafiam as fronteiras do real e apresentam excelentes histórias de fantasia, ficção-científica e terror."

Skoob | Editora Draco | hotsite da série


Conto a conto:
  • A Torre das Almas - Eduardo Spohr;
  • Breve relato da ascensão do Papa Alexandre IX - Marcelo Ferlin Assami;
  • As Noivas Brancas - Rober Pinheiro;
  • Bonifrate - Douglas MCT;
  • Dies Trae - Lidia Zuin;
  • Vida e morte do último astro pornô da Terra - Marcelo Galvão;
  • Corre, João, corre - Cirilo S. Lemos;
  • Uma segunda opinião - Fernando Santos de Oliveira;
  • Maria e a fada - Ana Cristina Rodrigues;
  • O Primmeiro Contacto - Fábio Fernandes.


    Resenha:
    O terceiro volume de Imaginários mantém o padrão dos anteriores, tanto na qualidade gráfica quanto no conteúdo literário. Pessoalmente este volume foi o que mais gostei da série (mas ainda tenho o 4 para ler). Cada volume da série é independente e forma uma coleção muito interessante. Ótimos momentos de leitura e diversão para os fãs da literatura fantástica nacional. Vocês podem também conferir as resenhas que fiz para o volume 1 e para o volume 2.
    Como é comum ocorrer, alguns contos agradam mais que outros, porém todos são excelentes. Mesmo sendo diferentes em narrativa e estilo (afinal são de escritores distintos), a leitura flui e agrada a todos os fãs de gêneros fantásticos. Também gostei muito da capa e projeto gráfico.
    Parece que nesse volume o destaque está para alguns subgêneros da Ficção Científica, como o Cyberpunk e o Steampunk. Claro que existem contos mais puxados para a fantasia ou terror.
    Alguns dos contos estão disponíveis na Amazon em e-book. Para adquiri-los é só clicar na capinha de cada um.

    A coletânea inicia muito bem com o autor Eduardo Spohr, famoso pelo sucesso A Batalha do Apocalipse. A Torre das Almas, como eu deduzi, faz parte desse universo e imagino ser interessante a todos os fãs do livro que leiam este conto. Não tive a oportunidade ainda de ler A Batalha do Apocalipse, mas gostei muito desse aperitivo, onde uma equipe de anjos enviados por Gabriel investiga na Terra um caso de um espírito aprisionado. Claro que a história, embora curta, traz outros acontecimentos cheios de ação.

    O segundo conto é Breve relato da ascensão do Papa Alexandre IX e o autor Marcelo Ferlin Assami conseguiu criar uma história muito mais complexa que o longo título. Confesso que tive certa dificuldade em ler o conto e reli muitos trechos diversas vezes. Ás vezes eu perdia o fio condutor principal. No entanto, creio que seja uma deficiência minha, porque o conto é muito bem escrito, surpreendente e fantasticamente criativo. Espigas de milhos mutantes e uma motocicleta sanguinária devoradora, numa trama fluida e de saltos temporais. Pequenos fatos integram uma teia instigante e curiosa, mesmo que possa ser um pouco confusa para alguns leitores.

    Em seguida vem o conto de Rober Pinheiro, intitulada As Noivas Brancas. Uma história fantástica e uma excelente aventura com mistura de Space Opera e Cyberpunk. O ritmo da narrativa é intenso e os ambientes e seres apresentados são incríveis e estranhos. O conto possui boas doses de ação e violência. Mercenários espaciais liderados um anti-herói sarcástico precisam recolher e entregar uma carga formada por mulheres bonitas, indefesas e condenadas. Um pouco machista, mas divertido.

    O que dizer de Bonifrate de Douglas MCT? Perfeito, eu me apaixonei por cada detalhe, e são muitos! O conto é uma releitura de uma história infantojuvenil clássica com elementos da Ficção Científica, principalmente do Steampunk. Diferentemente do clássico referente, Bonifrate transmite uma carga dramática e singela sem ser sentimental demais. É uma fábula um pouco sombria e envolvente. Vai para minha lista de contos preferidos.

    Dies Irae de Lidia Zuin é um dos melhores do livro. A autora mostra componentes do Cyberpunk, como hackers, drogas, gangues e a cibernética num submundo social cruel. Mesmo não agregando nada de novo ao subgênero, o conto é intensamente bem detalhado, com a violência e decadência perseguindo a protagonista. Ela é uma hacker que divulgou filmes com assassinatos, estupros e torturas sádicas e reais. Agora ela é a caça.

    O conto Vida e morte do último astro pornô da Terra mostra uma realidade alternativa com grande toque sarcástico. Marcelo Augusto Galvão usa o humor negro para apresentar um mundo onde os biôs foram construídos para serem utilizados em filmes pornôs, substituindo os astros do mercado pornográfico. Um conto inteligente e divertido que faz críticas ao desemprego tecnológico e falta de princípios morais.

    Corre, João, corre é o conto que mais surpreende na coletânea, por ser o mais poético e humano. O protagonista imperfeito é cativante. De início não entendi o porquê de o conto estar em Imaginários, apesar de ser maravilhosamente bem escrito. De repente, o choque, a surpresa: o fantástico surge, trazendo um pouco de terror. João encontra-se numa situação desesperadora e não sabe muito bem como agir, porém nada de ficar de braços cruzados. Estaria ele louco ou realmente isso tudo estaria ocorrendo? Parabéns ao autor Cirilo S. Lemos.

    O conto seguinte é de Fernando Santos de Oliveira. Com Uma segunda opinião o autor trouxe uma história de terror leve que eu a classificaria mais como feita para o público juvenil. Uma garota excluída dos grupos populares da escola se sente humilhada com uma determinada situação e decide se vingar dos colegas causadores do constrangimento. Ela encontra uma menina desconhecida e sombria na biblioteca esquecida e passa a seguir todos os seus conselhos, praticando maldades e entrando num jogo macabro. A protagonista é ingênua e sem autoestima.

    O penúltimo conto do livro é uma Fantasia Histórica graciosa: Maria e a fada, escrito pela historiadora Ana Cristina Rodrigues. Além de termos um ótimo conto com magia intrincada nos acontecimentos, nos deparamos com informações sobre História, inseridas de forma leve e complementar. A origem mística de uma importante família da Idade Média é passada de geração em geração, preservando seus segredos mágicos. Gostei muito dos detalhes, uma mistura de realidade com fantasia muito bem equilibrada.

    Fábio Fernandes escreveu um conto ousado: Como seria se um brasileiro tivesse escrito uma história de Ficção Científica no estilo de Space Opera em 1929? Com direito a grafia antiga, bem diferente da nossa atual e com os "absurdos" da Ciência típicos da época, quando a ficção era mais ainda especulativa. O Primmeiro Contacto me atraiu e ao mesmo tempo me repeliu, dependendo do momento. Um conto muito original, desafiador e interessante.

    Agora é partir para Imaginários volume 4!

    Contos que mais gostei: Bonifrate; Dies Irae; Corre, João, Corre; Maria e a Fada.



    Trechos:
    "Zarion enfiou a mão dentro da jaqueta e materializou sua espada, tirando uma lâmina de meio metro de onde não havia absolutamente nada." A Torre das Almas, Eduardo Spohr.
     "Um leve torpor começou a tomar conta dos moradores de X. Se olhassem pelas janelas da prefeitura veriam as espigas gigantescas a assumir a forma dos cidadãos, que iam ficando mais e mais sonolentos." Breve relato da ascensão do Papa Alexandre IX, Marcelo Ferlin Assami.
    "Um novo tranco e cruzamos a atmosfera até o centro de um continente ressequido pelo calor abrasivo dos dois sóis gigantes, um lugar coberto de sombras vivas e parcamente adornado com três ou quatro árvores murchas e retorcidas." As Noivas Brancas, Rober Pinheiro.
    "Carlo caminhou por silhuetas familiares. Todos os corpos tinham o mesmo tamanho, os mesmos maneirismos e forma de andar ou se mover, e vestiam o mesmo uniforme, mas ignoraram sua presença. Usavam máscaras de prata com pequenos orifícios e jamais revelavam seu rosto." Bonifrate, Douglas MCT.
    "Enlouquecida pelo medo, ordenou à máquina que deletasse toda e qualquer informação guardada. Da rede, tentou apagar todo o registro que remetesse a sua pessoa virtual. Mas nada é realmente perdido, na internet." Dies Irae, Lidia Zuin.
    "No dia seguinte, Nicholas Richards deixava para trás não só o subemprego, mas também a mãe com eterno hálito de vinho barato o padrasto que abusou dele sexualmente durante a infância e adolescência, o trailer apertado onde viviam." Vida e morte do último astro pornô da Terra, Marcelo Galvão.
    "Centenas de vozes a desfiar um cantochão monótono, formado por choros inconsoláveis, preces tristes e lamentos agudos; João, assustado, cutuca o pai, que parece alheio ao desfile de um cortejo que vem subindo a rua." Corre, João, corre, Cirilo S. Lemos.
    "A garota do outro lado da mesa começou a falar coisas terríveis. Suas ideias eram tão obscuras quanto sua imagem que ainda se escondia no meio das trevas." Uma segunda opinião, Fernando Santos de Oliveira. 
    "Estendeu a caixa para Maria, que, incrédula, abriu. La Marche não mentira nem exagerara. Era uma escama dourada, imensa, perfeitamente entalhada, de uma forma que jamais artífice algum conseguiria fazer." Maria e a Fada, Ana Cristina Rodrigues. 
    "Elle vê o immenso salão adjacente aos hangares e acompanha em silêncio os trabalhos dos computadores. Cuidando das immensas machinas estão os homens que as inventaram." O Primmeiro Contacto, Fábio Fernandes.

    A série:
    Grandes e novos autores exploram infinitos imaginários nesta série de coletâneas da Editora Draco. A coleção Imaginários trará, a cada volume, contos inéditos que explorarão o fantástico em todas as suas variantes, contando histórias de ontem, de hoje, de amanhã e – por que não? – de nunca.
    Cada livro é totalmente independente do outro, mantendo o padrão de qualidade e estilo gráficos.
    Está aberta a seleção para Imaginários em Quadrinhos!

    Os outros livros:
    Imaginários 1 - Contos de fantasia, ficção científica e terror
    Gerson Lodi-Ribeiro, Giulia Moon, Jorge Luiz Calife, Ana Lúcia Merege, Carlos Orsi, Flávio Medeiros, Roberto de Sousa Causo, Osíris Reis, Martha Argel, Davi M. Gonzales e Richard Diegues
    128 páginas - Ano: 2009
    Organização: Tibor Moricz, Saint-Clair Stockler e Eric Novello
    Ilustração da capa: Osnei Roko - R$22,90
    Resenha!

    Sinopse:
    "Neste primeiro volume da coleção Imaginários da Editora Draco organizado por Tibor Moricz, Saint‑Clair Stockler e Eric Novello, os autores Gerson Lodi-Ribeiro, Giulia Moon, Jorge Luiz Calife, Ana Lúcia Merege, Carlos Orsi, Flávio Medeiros, Roberto de Sousa Causo, Osíris Reis, Martha Argel, Davi M. Gonzales e Richard Diegues desafiam as fronteiras do real e apresentam excelentes histórias de fantasia, ficção-científica e terror."

    Imaginários 2 - Contos de fantasia, ficção científica e terror
    Tibor Moricz, Saint‑Clair Stockler, Eric Novello, João Barreiros, Jorge Candeias, Alexandre Heredia, Sacha Ramos, Luís Filipe Silva e André Carneiro - Editora Draco
    128 páginas - Ano: 2009
    Organização: Tibor Moricz, Saint-Clair Stockler e Eric Novello
    Ilustração da capa: Osnei Roko - R$22,90
    Resenha!

    Sinopse:
    "Neste volume da coleção Imaginários da Editora Draco, os organizadores Tibor Moricz, Saint‑Clair Stockler e Eric Novello também participam com contos fantásticos ao lado dos autores João Barreiros, Jorge Candeias, Alexandre Heredia, Sacha Ramos, Luís Filipe Silva e André Carneiro, desafiando as fronteiras do real e apresentando excelentes histórias de fantasia, ficção-científica e terror."

    Imaginários 4 - Contos de fantasia, ficção científica e terror
    Erick Santos Cardoso, Leonel Caldela, Fábio M. Barreto, Georgette Silen, Luiz Bras, Nazarethe Fonseca, Cris Lasaitis, Antonio Luiz M. C. Costa, Claudio Brites e Renato A. Azevedo
    128 páginas - Ano: 2011
    Organização: Erick Santos Cardoso
    Ilustração da capa: Osnei Roko - R$24,90
    Resenha em breve!

    Sinopse:
    "Grandes e novos autores exploram infinitos imaginários nesta coletânea da Editora Draco. A coleção Imaginários trará, a cada volume, contos inéditos que explorarão o fantástico em todas as suas variantes, contando histórias de ontem, de hoje, de amanhã e – por que não? – de nunca. Neste quarto volume da coleção Imaginários da Editora Draco o organizador Erick Santos Cardoso participa com um conto fantástico ao lado de Leonel Caldela, Fábio M. Barreto, Georgette Silen, Luiz Bras, Nazarethe Fonseca, Cris Lasaitis, Antonio Luiz M. C. Costa, Claudio Brites e Renato A. Azevedo, extrapolando as fronteiras do real e apresentando excelentes histórias de fantasia, ficção-científica e terror. É hora de começar a viagem. Prepare-se para uma aventura inesquecível da primeira à última linha, nessa coleção que já é referência do que há de melhor na literatura fantástica nacional."

    Vocês podem adquirir seus exemplares diretamente pelo site da Editora Draco  e podem utilizar Pagseguro como forma de pagamento.

    Instagram @leitoraviciada

    Skoob

    Online

    Siga por e-mail