Pesquise no Leitora Viciada

15 de setembro de 2012

Do Seu Lado, de Fernanda Saads, Editora Novo Conceito

Do Seu Lado
O grande amor de sua vida pode estar mais perto do que você imagina
Fernanda Saads - Novo Conceito Jovem
320 páginas - Ano: 2012 - R$29,90

Sinopse:
"Após um longo tempo de terapia para se recuperar de um fora, Sarah parece estar bem. Quer dizer, ela já recuperou seu peso normal e consegue pensar em outras coisas além de Bruno. O problema é que no fundo ela vive fantasiando o dia em que esbarra com ele na rua e: pimba! Ela está linda e radiante e ele percebe a mancada que deu.
Seus planos são simples: reconquistar Bruno e depois dar o troco que ele merece. Mas o destino lhe prega uma peça quando Nestor, seu chefe, pede que ela visite um novo cliente e, de repente, tudo vira de cabeça para baixo. Lá está ela de frente para o seu antigo amor, que parece mais irresistível do que nunca!
Enquanto isso, seu melhor amigo, Igor, sempre presente e irritantemente perfeito, não suporta vê-la cair nas garras do bonitão outra vez. Sarah terá que lutar contra os próprios conceitos para descobrir o verdadeiro sentido do amor."

Links: Skoob | Novo Conceito | degustação

Resenha:
Este livro é um chick-lit e possui todas as características agradáveis que o gênero precisa possuir: é alegre, divertido, dinâmico e charmoso. Mesmo naqueles momentos mais tensos, tristes ou dramáticos, é impossível não deixar de sorrir, porque é o retrato de como por pior que seja determinada situação, existe sempre um ângulo descontraído e engraçado. Por mais desastroso que o momento seja, nada melhor do que encontrar detalhes cômicos, surpresas graciosas e se divertir durante a leitura. Do Seu Lado é um ótimo chick-lit nacional.

Eu não gosto dessa classificação: chick-lit, "literatura para mulherzinha". Acho essa taxação um pouco preconceituosa, embora tenha se tornado uma referência e esteja cada vez mais sendo utilizada pelo público. Prefiro pensar que esse tipo de leitura é como os filmes hollywoodianos que intitulamos comédia romântica. Dessa forma, apesar do gênero continuar agradando mais às mulheres que aos homens, ainda acho que causa menos estranheza no homem que gosta ou está interessado em ler chick-lit pensar no livro simplesmente como romântico ou comédia romântica.
Do Seu Lado, por exemplo, certamente é um livro mais centrado no público feminino jovem adulto, mas acredito que a leitura agrade e divirta homens também.

Tanto que acho que no caso de Do Seu Lado, não foi por acaso que a capa foge um pouco do estilo do gênero. Os tons de azul discreto escapam da mesmice das capas coloridas, geralmente com desenhos, cores mais vibrantes, geralmente rosa ou vermelho... Acho que a Novo Conceito acertou totalmente na escolha dessa capa. Vemos uma jovem mulher pensativa olhando por uma janela e embaixo a foto de uma grande cidade. Será que a capa não foi criada para mostrar que não é necessariamente um livro apenas para mulheres? Para atrair homens e mulheres que não curtem o gênero? Acho que a proposta foi essa e eu gostei dessa ideia.

Sou contra esse machismo de que homem não deve ler chick-lit ou assistir comédia romântica - que para mim é tudo muito semelhante. É questão de gosto, de estar em busca de um entretenimento prazeroso, leve, descontraído, que faz sorrir, e ás veze rir e chorar ao mesmo tempo. É para quem é romântico, mas gosta de ver o bom humor presente no cotidiano dos amores e paixões.
Sou contra também esse feminismo que prega que as mulheres não devem se prender aos chick-lits (e filmes de comédia romântica) por não possuírem conteúdo, ser um material descartável e que pouco acrescenta ao cérebro. Discordo totalmente. Acho que todo gênero literário agrega algo ao leitor, nem que seja diversão, desde que o livro seja bem escrito. E Do Seu Lado é muito bem escrito, dentro de seu estilo e proposta.

Do Seu Lado possui uma linguagem simples, bastante diálogos e cenas rápidas. A narrativa é em primeira pessoa e contada no presente, o que me causou um pouco de incômodo no início. Porém depois de me acostumar e, gostei muito da protagonista e com a história em si. Me diverti muito, tanto que li o livro em poucas horas e nem percebi. Fiquei triste quando acabou e ao mesmo tempo satisfeita pelas horas alegres que passei ao lado dele.

Sarah, a protagonista, nos conta como sua vida se perdeu em fantasia e idealizações longe da realidade. Embora seja uma jovem mulher independente, bonita, moderna e elegante, possui um emprego nada glamoroso como arquiteta.
Não possui muito tempo para a família, embora possua ótimos laços familiares e é totalmente dependente de seu melhor amigo, psicologicamente falando. São inseparáveis, trabalham juntos, se divertem juntos e ele até ajuda com os projetos mais complicados dela.
Ela possui uma vida agitada, que fica mais confusa ainda ao reencontrar seu ex-namorado. Ela faz terapia, apesar de faltar a várias sessões e perdeu peso, está linda e triunfante. Reencontrar o ex que causou tanto mal a ela traz a sua mente a ideia de vingança.
Toda a sua família sempre desaprovou o relacionamento com esse ex-namorado (Bruno), com quem ela apenas perdeu seu tempo. Seu melhor amigo, que faz tudo por ela, também sempre o detestou. Parece que apenas ela não enxergava que o relacionamento não era bom para ela.
Igor é um destaque no livro. O amigo que ao mesmo tempo consegue ser engraçado, que é eclético nos programas que Sarah escolhe para se entreterem, ele é sério e todo correto, sem se atrasar aos compromissos e sempre levando o trabalho a sério.

Este é o ponto de partida do livro: Sarah reencontra Bruno, que parece mais bonito e irresistível do que nunca e que além do perdão, quer provar que mudou. Por outro lado, Sarah finge estar no comando de tudo, de ter uma vida perfeita, de ter mudado para uma mulher totalmente segura, enquanto começa a ficar cada mais confusa com os fatos que vão surgindo no decorrer da história. Ela tenta não perder o foco.

Outras personagens engraçadas do livro são Renata, uma amiga antiga que Sarah reencontra e Fátima, uma socialite novata que contrata Sarah para reformar sua residência - esta então traz cenas e diálogos cômicos! Outra personagem que gostei é a doce e esperta avó de Sarah, que prova que a experiência de vida faz a pessoa ter uma visão mais ampla de tudo.

Um livro que apesar destacar as confusões do cotidiano, os encontros e desencontros do dia-a-dia e as dúvidas de Sarah perante todo o seu futuro, tanto amoroso quando profissional, são passadas algumas mensagens simples:
Crescimento. Necessitamos crescer. E ás vezes isso dói ou é muito complicado. Devemos nos desapegar de coisas, de pessoas ou de lembranças.
Devemos dar mais atenção e valor a família e amigos de verdade. Através de gestos simples, rápidas, mas sinceras visitas, diálogos amistosos - tudo isso melhora nossas relações e aproxima as pessoas.
Não vejo o título do livro apenas como a procura pelo amor, que pode estar bem próximo, ou achamos que está e erramos... Vejo também como valorizar as pessoas que realmente estão do seu lado, que sempre estão com você, principalmente quando você mais precisa delas. E o inverso, você está ao lado de quem você ama quando precisam de você? E será que você insiste em manter ao seu lado as pessoas erradas? Como enxergar nos pequenos gestos que determinada pessoa pode estar ao seu lado e ao mesmo tempo ser uma presença falsa e superficial?

Além de muito divertido e dinâmico, gostei bastante do lado romântico e descontraído com que a autora expõe um tema que já foi muito utilizado em filmes, através de uma escrita bem simples, porém envolvente.
É o tipo de livro que você lê para se divertir e distrair, embora possam ocorrer reflexões. Não tem a pretensão de pesar nem de ser uma leitura rebuscada. Pelo contrário.
O final é previsível, mas a forma corrida como a autora o apresenta, é muito interessante. Num último segundo até surge uma pontinha de dúvida.
A coragem e ousadia que surge em Sarah, mesmo que aos tropeços, é admirável e, claro, engraçado!

O que mais gostei no livro foi que apesar de eu e Sarah sermos bem diferentes, vivi uma história semelhante a dela - romanticamente comparando-as.
A Novo Conceito está de parabéns por mais uma ótima publicação. Ainda mais sendo um livro de uma autora nacional talentosa. Espero por mais obras assim.
Recomendo o livro para quem procura por diversão e uma leitura confortável.

Booktrailer:



A autora:
Fernanda Saads nasceu em 24 de maio de 1981 em João Pessoa.
É formada em Administração de Empresas pela Universidade Federal da Paraíba. Considera chick-lit o gênero literário mais alegre, e por isso, resolveu escrever Do Seu Lado, um romance que vai deixar os leitores com um sorriso no rosto. É autora de As Confissões de Laura Lucy e, além de escrever, trabalha na área financeira. Atualmente, mora em João Pessoa com o marido e a filha.


Sorteio:
Quer ganhar o kit cedido pela Novo Conceito? O sorteio está no final, mas ainda dá tempo. Vai até o dia 18 de setembro, participe!

Instagram @leitoraviciada

Skoob

Online

Siga por e-mail