Kindle começa a ser vendido! (Kindle X Kobo)



Kindle, o e-Reader da Amazon começa a ser vendido no Brasil! Nesta quinta-feira (20/12/2012) será comercializado exclusivamente pelas lojas físicas da Livraria da Vila. De forma online a venda é através do Ponto Frio - e virtualmente, as vendas já começaram! O modelo mais simples do Kindle custará R$299,00. Nos Estados Unidos, ele é vendido por US$89,00.

A Livraria da Vila será a única loja física a comercializar o produto até janeiro de 2013. São seis lojas em São Paulo e uma Campinas (SP). Veja os endereços:
São Paulo
• Rua Fradique Coutinho, 915 (Tel: 11 3814 5811)
• Alameda Lorena, 1731 (Tel: 11 3062 1063)
• Shopping Cidade Jardim. Av. Magalhães de Castro, 12000 (11 3755 5811)
• Av. Moema, 493 (11 5052 3540)
• Shopping Higienópolis. Av. Higienópolis, 618 (11 3660 0230)
• Jk Iguatemi. Av. Juscelino Kubitschek, 2041 (11 5180 4790)
Campinas
• Shopping Galleria. Rod. Dom Pedro I, S/ Nº (19 3766 5160)

Na loja virtual do Ponto Frio a venda já começou! E por enquanto é a única loja online a vender o Kindle.


Kindle X Kobo
O modelo a ser vendido no Brasil é clássico básico do Kindle. Apesar de boas qualificações, o Kindle chega ao Brasil com dois pontos negativos: o preço e a tela. Aqui custará R$ 299. Nos Estados Unidos, a mesma versão, sem exibição de anúncios, sai por US$89,00 (cerca de R$185,00 sem impostos). A tela (preto e branco) é de 6 polegadas, o aparelho pesa 170 gramas e tem pouco mais de 2 GB de armazenamento (além do serviço de nuvem da Amazon).

Em comparação com seu rival Kobo, recém-chegado ao Brasil pela Livraria Cultura, o modelo a ser vendido aqui não é touch, apenas dispõe de alguns botões na parte inferior do aparelho para controle de página e ajustes.
O Kobo, além de touch screen possui uma tela que imita papel, tornando mais confortável a leitura em ambientes claros. Essas telas só foram implementadas pela Amazon nos seus modelos Paperwhite (que imite luz)- que por enquanto, não chegarão ao Brasil. Usuários dizem que este modelo do Kindle, embora prometa ter tela igual papel, reflete bastante luz e não é 100% como papel. Usuários do Kobo garantem o contrário, que sim é como papel. Me baseei em comentários de usuários brasileiros no Facebook da Amazon sobre ambos os modelos lançados no Brasil. Não é a minha opinião, já que nunca tive em mãos os aparelhos.
O Kobo pesa 200 gramas.
Além disso, uma crítica à Amazon e seus e-Readers de maneira geral, é que não aceita o epub, o mais comum entre os livros digitais.
A Kobo, por sua vez, apesar de estar vinculada à Livraria Cultura no Brasil, aceita e-books de qualquer loja virtual, incluindo livros epub.
E o Kobo possui 2 GB e aceita cartões de memória SD de até 32 GB. E promete trazer em breve outros dois modelos ao Brasil: Koboglo (para ler no escuro) e o Kobomini  (menor).

O usuário brasileiro que transferir sua conta americana para cá, pode enfrentar alguns problemas. Exceto por livros e aplicativos, o usuário perderá todo o conteúdo já adquirido ou assinado por sua conta anterior. Ele não terá mais acesso a publicações diárias e periódicos estrangeiros, filmes previamente adquiridos, Amazon Cloud Player e a biblioteca de músicas.

Em compensação usuários garantem que a bateria do Kindle dura mais que a do Kobo.

Amazon no Brasil
No fim, todas as grandes editoras do País assinaram (com exceção da Editora Saraiva). Quem ainda não está feliz com a novidade são as livrarias, que podem perder parte do seu público de livro físico para o formato digital.
O que para mim, como leitora, não faz sentido, já que por enquanto a maioria dos e-books estão com preços elevados. Por exemplo, o mais vendido no momento: Cinquenta Tons de Cinza. Nas livrarias online o preço do livro físico é quase o do e-book na Amazon. No Submarino e na Saraiva ele custa R$29,90 enquanto o e-book na Amazon custa R$22,41!!

E vocês? Preferem livro físico ou e-book? Preferem o Kobo Touch ou o Kindle clássico (modelos disponíveis no Brasil)?

Fonte: Amazon e Estadão.

9 comentários

  1. Oi linda!!
    Já queria mesmo a tempos o kindle, mas adiei agora comprei online tava esperando chegar o e mail da Amazon.br. Acompanhando o site do Ponto Frio ta pra chegar ate amanhã mas creio q chega hoje se assim for 2 dias p/ chegar...

    Então, Adoro livro papel, minha estante esta cada dia mais linda e sou colecionadora de livros isso é fato.
    O preço do kindle nem é tanto o problema mas o preço dos ebooks. Mas tem livros que não tenho vontade de ter na estante mas tenho curiosidade.
    Não é o caso desse 50 tons nem uma coisa nem outra, triste isso... (rsrs)

    (Alguém disse no jornal, não sei quem nem em qual jornal) "Quem foi que disse que bom sexo tem de ser mirabolante? Fazer acrobacias na cama?" Concordo mais é muito!! Mas isso é outra estória.

    Voltando, eu tenho livros maravilhosos no meu pc, to contando com isso, se não der vou ficar muito p da vida... Acredito q vá me ajudar a ler mais e a comprar mais livros físicos é nisso q estou apostando.
    Ah e a saber a presentear mais pessoas com livros personalizados, ou seja, com o gosto de quem eu amo. (mas o que isso tem a ver com o kindle? O.o

    Bjk e
    boas leituras!!

    ResponderExcluir
  2. Sinceramente, não sei qual e-reader escolheria, mas, por enquanto, não me preocupo com isso. Quando estiver com o dinheiro, aí vou pesquisar cada um com calma, perguntar a usuários e só então comprar.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que escolheria o Kobo, mas talvez compre um tablet por causa das HQs. Beijos.

      Excluir
  3. Eu, por via das dúvidas, comprei os dois, um para mim e um para o meu marido, já que os dois oferecem coisas diferentes. Por exemplo, a tela touch pra ele é ótima, eu já prefiro os botões do Kindle. Em compensação, eu acho os "troféus" que a Kobo dá um mimo; meu marido nem liga. =))

    Parabéns pelo site! ;)

    ResponderExcluir
  4. Ah, só um comentário! Aqui ó: "O Kobo, além de touch screen possui uma tela que imita papel, tornando mais confortável a leitura em ambientes claros. Essas telas só foram implementadas pela Amazon nos seus modelos Paperwhite (que imite luz)- que por enquanto, não chegarão ao Brasil"
    O Kindle também possui essa tela. É uma tecnologia chamada e-ink, que quem meio que criou (meio!!) foi a Amazon. Ok, não foi ela, mas ela que criou o e-reader, então eu a amo, hahahaha.
    O que o Kindle 4 não possui é a tela touch. E tanto o Kindle 4 quanto o Kobo não são visíveis no escuro, só o Kindle Paperwhite (como você já disse) e o Koboglo (como você já disse também, hahaha)
    =]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Netinha, obrigada pela informações essenciais e ajuda! Fico muito feliz quando as pessoas ajudam nessas questões, pois eu nunca vi nem o Kobo nem o Kindle em mãos e minha base é apenas as informações encontradas na internet. Nada melhor que os próprios usuários auxiliarem como você, muito obrigada!! Beijos.

      Excluir
  5. Paulo: Prefiro mil vezes o Kobo, o Kindle é muito cheio de frescura, e o livro que comprar posso ler em qualquer lugar o do kindle só se tiver o software da amazon instalado, o kobo aceita livros de outros lugares o kindle não, mais enquanto não tiver com um preço acessível não compro de jeito nenhum, tanto o leitor quanto os e-books estão com preços absurdos, continuo com os livros de papel que gosto mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por compartilhar sua experiência e opinião. Também prefiro o Kobo. Beijos.

      Excluir

Antes da publicação, os comentários passam por moderação, então aguarde, por favor.
Comentários considerados spams, agressivos ou preconceituosos, não serão publicados, assim como pedidos de e-Books ilegais.
Sua opinião é muito importante! Através dos comentários é que posso tentar fazer um blog mais interessante.
Se você tem um blog, retribuirei seu comentário assim que possível.
Obrigada por participar.

Editoras parceiras