Pesquise no Leitora Viciada

6 de agosto de 2013

Lançamentos de 02 de agosto da Companhia das Letras

Oi, Leitoras e Leitores Viciados! Esta é mais uma semana recheada de lançamentos da Companhia das Letras e seus selos/editoras:

Separados (Ailleurs)
Série Crônicas de Salicanda - livro 2
Pauline Alphen - Seguinte
Tradução: Dorothée de Bruchard
256 páginas - Ano: 2013 - R$39,50
Lançamento: 30 de julho de 2013.

Sinopse:
"No aniversário de treze luadas dos gêmeos Jad e Claris, o castelo de Salicanda estava em chamas. Por sorte, Jad conseguiu escapar do incêndio junto com seu amigo Ugh. E Claris, que tinha saído de casa, retornou a tempo de presenciar a catástrofe, mas não de encontrar Jad. Pela primeira vez separados naquele mundo quase medieval, sem tecnologia mas permeado de magia, no segundo volume da série Crônicas de Salicanda os gêmeos trilham caminhos diferentes, sem saber se um dia se reencontrarão. Enquanto Jad entra em contato com vibrações, cores e sons até então desconhecidos, Claris peregrina por cavernas e florestas e aprende uma nova forma de comunicação. Assim, cada um a seu modo, eles dão início ao aperfeiçoamento de seus talentos e se distanciam cada vez mais daquele tempo chamado infância."




As Miniaturas
Andréa del Fuego - Companhia das Letras
136 páginas - Ano: R$34,00
Lançamento: 25 de julho de 2013.

Sinopse:
"Num prédio que pode ou não existir, as pessoas se acumulam em um vasto saguão, na fila por um elevador. É o Edifício Midoro Filho, um marco imponente no centro da cidade, dezenas de andares empilhados numa arquitetura sóbria e funcional. Conforme se espalham pelos corredores, funcionários e visitantes ocupam as salas burocraticamente decoradas dos oneiros.
Cada oneiro atende sempre as mesmas pessoas. Elas não podem se conhecer e tampouco manter algum parentesco. Mas o sistema não é infalível, e, naquela manhã, o oneiro percebe que o rapaz diante de si é filho de uma de suas clientes. Conforme conduz a sessão de sonhos, oferecendo ao rapaz as miniaturas plásticas que servirão de guia durante seu torpor, o oneiro decide não comunicar à administração sobre o erro.
A partir desse equívoco burocrático, o oneiro abandonará cada vez mais seu rigoroso código de conduta para se envolver na vida do rapaz e de sua mãe, uma taxista que sobrevive a duras penas após o sumiço do marido. Numa prosa de arrebatadora força poética, Andrea del Fuego levará o leitor a um universo onde a fronteira entre sonho e realidade é tratada com um misto de rigor kafkiano e minimalismo oriental. No jogo das pequenas esculturas plásticas que auxiliam os clientes durante as sessões com os oneiros, a autora ilumina as brechas que existem entre o real e o imaginado, o amor e a dedicação."


O Anjo Esmeralda (The Angel Esmeralda: Nine Stories)
Nove contos.
Don DeLillo - Companhia das Letras
Tradução: Paulo Henriques Britto
224 páginas - Ano: 2013 - R$44,00
Lançamento: 03 de julho de 2013.

Sinopse:
"Situadas na Grécia, no Caribe, em Manhattan, numa prisão para bandidos do colarinho branco e no espaço sideral, estas nove histórias funcionam como uma fascinante introdução à prosa icônica de Don DeLillo, bem como um rico e variado panorama de sua obra.
Em “Criação”, um casal em um cruzeiro marítimo se vê preso numa ilha das Índias Ocidentais em meio a cancelamento de voos, reservas não confirmadas e uma economia prestes a entrar em colapso. Em “Momentos humanos na Terceira Guerra Mundial”, dois homens em uma nave na órbita da Terra ouvem as vozes do rádio emitidas cinquenta anos antes. Na história que dá título ao volume, as irmãs Edgar e Grace, freiras que trabalham nas ruas violentas do Bronx, confirmam o milagre do bairro, a aparição de uma criança morta.
Freiras, astronautas, atletas, terroristas e viajantes, os personagens de O anjo Esmeralda escapam às definições fáceis e teimam, às vezes frase a frase, em surpreender o leitor. Estas nove histórias mostram a medida exata em que DeLillo, com seu ouvido para o diálogo, seu antissentimentalismo e seu humor sardônico, transformou profundamente a paisagem literária americana."


Meu Coração de Pedra-pomes
Juliana Frank - Companhia das Letras
112 páginas - Ano: 2013 - R$31,00
Lançamento: 16 de julho de 2013.

Sinopse:
"Lawanda trabalha num hospital, mas não está ali para lidar com os pacientes - não oficialmente, pelo menos. Ela é uma das encarregadas da limpeza e vive sob a fiscalização da insuportável Lucrécia, que insiste em controlar seus horários e reclamar de seus atrasos. Mas, como os serviços de faxina são muito mal pagos, Lawanda precisa de outros meios para conseguir comprar os besouros que coleciona (ainda que sua mãe preferisse que ela poupasse para adquirir um apartamento). Assim, presta pequenos serviços escusos aos internos do hospital.
Ela também é colecionadora de borboletas, que costura com esmero em suas calcinhas, sempre usando a linha da mesma cor das asas. Faz esta e outras macumbas para que seu amado José Júnior largue a mulher de uma vez e fique só com ela. Na cama, Lawanda sabe que é imbatível, mas a pressão das tias velhas é grande e o rapaz tem dificuldades de se libertar.
Com humor sagaz e desbocado, Juliana Frank narra as várias facetas do universo fantástico dessa jovem mulher que foge a todas as convenções. Elogiada por escritores como Clara Averbuck e Reinaldo Moraes (Juliana é inclusive uma das roteiristas do filme Pornopopeia, inspirado no livro de Reinaldo), a autora se firma na nova cena literária brasileira com seus escritos polêmicos, que vão desde as memórias de uma ex-atriz pornô - uma “filosoquenga”, segundo ela - até as mais variadas formas de loucuras e taras de toda sorte."


A Época da Inocência
Edith Wharton - Penguin - Companhia das Letras
Tradução: Hildegard Feist
416 páginas - Ano: 2013 - R$29,50
Lançamento: 22 de julho de 2013.

Sinopse:
"No descompasso entre seus desígnios juvenis e as rígidas regras do Bom Gosto e do Bom-tom que balizam a velha Nova York no fim do século XIX, está o abastado advogado Newland Archer. Prestes a se casar com a inocente May Welland, ele conhece a prima de sua noiva, a condessa Olenska. 
Apaixonado por ela e exasperado pelas restrições do mundo a que pertence, Archer vagará em busca da verdadeira felicidade ao mesmo tempo que procura amadurecer, imerso nas tradições que se vê obrigado a seguir.
“Um estudo das complexas e íntimas relações entre coesão social e crescimento individual”, como destaca na introdução Cynthia Griffin Wolff, ensaísta e especialista na obra da autora, A época da inocência é um olhar generoso para o passado; com maturidade, Wharton busca compreender os valores que guiaram a sociedade dos Estados Unidos até a Primeira Guerra Mundial, para então saudar a nova era que estava começando. 
Com ecos do herói Christopher Newman, de O americano, de Henry James, e da trama de Anna Kariênina, de Tolstói, A época da inocência foi adaptado para o cinema em 1993 por Martin Scorcese. "


Uma Vida em Cartas (A Life in Letters)
George Orwell - Companhia das Letras
Tradução: Pedro Maia Soares
536 páginas - Ano: 2013 - R$52,50
Lançamento: 23 de julho de 2013.

Sinopse:
"Nascido numa família da classe média inglesa intimamente ligada ao colonialismo europeu na Ásia, George Orwell - não fosse seu temperamento irrequieto e contestador - poderia ter se tornado, como seu pai, um obscuro burocrata da administração imperial. Mas os horrores da exploração colonial marcaram profundamente o futuro autor de Dias na Birmânia, e em 1927 ele decide se embrenhar numa vida incerta de vagabundo, operário e escritor freelancer. Só duas décadas mais tarde, após inúmeras dificuldades pessoais e gravemente enfermo, Orwell enfim encontraria a consagração literária. 
Uma vida em cartas permite acompanhar essa singular trajetória por meio da voz inconfundível do próprio Orwell. Entre amigos, editores, parentes e simples leitores desconhecidos, o escritor britânico correspondeu-se generosamente com as pessoas que exerceram influência sobre sua vida e produção literária. Selecionada entre as várias centenas de suas cartas conhecidas, esta coletânea contextualiza os principais movimentos do autor em meio a seu ambiente político, familiar e profissional.
Com amplo aparato crítico, o livro fornece ainda valiosos subsídios para a compreensão de fatos biográficos - como sua participação na Guerra Civil Espanhola entre as fileiras de uma milícia comunista, os padecimentos decorrentes da tuberculose e a militância antipacifista durante a Segunda Guerra Mundial - e, por outro lado, da gênese dos romances e ensaios mais importantes."


Coletivos on the Table
Daniel Kondo (texto e ilustrações) - Companhia das Letrinhas
48 páginas - Ano: 2013 - R$
Lançamento: 14 de agosto de 2013.

Sinopse:
"Nada poderia ser mais simples do que um livro que apresenta os coletivos — aquelas palavras que indicam um conjunto de seres — às crianças pequenas. Mas além de singela, esta obra de Daniel Kondo é também delicada e traz ilustrações primorosas. Assim, com esta edição caprichada e bilíngue português-inglês, ficará fácil aprender sobre alcateias, manadas, enxames e outras dessas palavras tão democráticas da nossa língua."


Sem Título (Sans Titre)
Hervé Tullet - Companhia das Letras
Tradução: Júlia Moritz Schwarcz
72 páginas - Ano: 2013 - R$34,50
Lançamento: 25 de julho de 2013.

Sinopse:
"Quem já teve a curiosidade de saber como um livro é pensado, ilustrado e produzido?
Pois neste livro aqui — que por enquanto não tem título! — as crianças serão transportadas para dentro de uma história que ainda está sendo escrita e poderão entrar em contato com personagens muito simpáticos – que também não estão totalmente prontos! – e com o próprio autor, que não esperava pela visita surpresa dos leitores. Do autor de Aperte aqui, uma história descontraída e inteligente sobre os bastidores do nosso tão amado livro."


O Sexo Mais Rico (The Richer Sex)
Como a nova geração de mulheres está transformando trabalho, amor e família.
Liza Mundy - Paralela
Tradução: Elvira Serapicos
368 páginas - Ano: 2013 - R$39,90
Lançamento: 30 de julho de 2013.

Sinopse:
"Segundo o Pew Research Center, graças aos rendimentos das mulheres, os maridos tendem a se tornar cada vez mais os principais beneficiários financeiros no casamento. 
Este é um fenômeno sem precedentes e merece uma pausa para tentarmos entendê-lo. Vamos analisar o fato novamente. Os maridos tendem a se tornar cada vez mais os principais beneficiários financeiros no casamento. A história da Cinderela está sendo reescrita. 
A velha ordem foi alterada. Os homens estão se transformando no sexo dependente.
A escritora e jornalista do Washington Post Liza Mundy examina a vida de casais que estão na linha de frente dessa transformação para traçar um abrangente panorama das mudanças pelas quais o casamento e a vida doméstica irão passar. Como a nova geração de mulheres provedoras lida com o fato de pagar as despesas? 
A quem interessa mais adiar o casamento - a homens ou mulheres? Será que os homens estão pensando no casamento como as mulheres faziam antigamente: como uma aposta no potencial financeiro da esposa? Neste novo mundo de homens ascendendo socialmente através do casamento, as mulheres estão aprendendo a valorizar as novas áreas masculinas de atividade, como a paternidade e a organização do lar.
O futuro chegou. E ele é formado por casais que discutem quem deve assumir a responsabilidade pelo sustento da casa e quem deve ter liberdade para seguir um ritmo mais lento no trabalho."


Instagram @leitoraviciada

Skoob

Online

Siga por e-mail