O Projeto Rosie, Graeme Simsion, Editora Record

O Projeto Rosie (The Rosie Project)
Graeme Simsion - Editora Record
Tradução: Ana Carolina Mesquita
320 páginas - Ano: 2013 - R$30,00

Sinopse:
"Para se ter a vida de Don Tillman, não é preciso muito esforço. Às terças-feiras come-se lagosta com salada de wasabi (seguindo um roteiro com refeições padronizadas que evitam o desperdício de ingredientes e de tempo no preparo); todos os compromissos são executados de acordo com o cronograma – alguns minutos reservados para a prática do aikido e do caratê antes de dormir; uma hora para limpar o banheiro; três dias da semana reservados para suas idas à feira – e se, apesar dessa programação, algum desagradável contratempo surgir em sua rotina, não há nada que não possa ser solucionado com meia hora de pesquisa científica.
Exceto as mulheres.
Até o momento, a única coisa não esclarecida pelos estudos no campo de atuação de Don, a genética, é o motivo para sua incapacidade de arrumar uma esposa. Uma namorada ao menos? Ou até mesmo uma amiga para somar ao seleto grupo de amigos de Don, formado por Gene, também professor na universidade, e a mulher dele, Claudia, psicóloga e esposa muito compreensiva.
Para solucionar esse problema do modo mais eficaz, Don desenvolve o Projeto Esposa, um questionário meticuloso que irá ajudá-lo a filtrar candidatas inadequadas a seu estilo de vida: fumantes JAMAIS, e mulheres que se atrasam por mais de cinco minutos ou que usam muita maquiagem estão fora dos critérios pouco flexíveis que o levarão à mulher ideal.
O único problema é que um questionário desse tipo exige tempo e dedicação, duas coisas que começaram a diminuir exponencialmente no cotidiano de Don desde que ele conheceu Rosie: fumante, vegetariana e incapaz de chegar na hora marcada. Ou esse era o único problema até Rosie entrar na vida de Don e – despretensiosamente, uma vez que ela nunca se candidatou ao Projeto Esposa – mostrá-lo que a mulher ideal não existe, mas o amor, sim."

Links: Record | Skoob | degustação

Resenha:
Boa escolha de título. São tantos acontecimentos e planos ligados a ele (O Projeto Rosie), que o livro poderia ter sido nomeado de diversas formas, e todas seriam adequadas: O Projeto Pai e O Projeto Esposa, por exemplo. O resultado final é mais abrangente, já que inclui os dois citados por mim.
A capa é exatamente como a ideia central da trama: Aparentemente simples e discreta, mas detalhista, profunda e com interpretações diversas.
Bicicleta, microscópio, flores, lagosta, coração, coquetel... - tudo interligado. A capa não é apenas fofa e romântica, ela possui símbolos presentes na história e que integram a vida do protagonista e seus projetos muito elaborados.
O fundo é um papel quadriculado, excelente para representar a organização contínua do protagonista referente ao mundo ao seu redor, e o título em letra cursiva, como uma anotação manual.
Capa totalmente perfeita.

O Projeto Rosie tem sido tratado como um romance chick-lit, uma comédia romântica, um livro leve, descontraído e engraçado. Sim, ele é. Porém observei e interpretei diversas nuances. Embora não saiba se estou certa, gostaria de compartilhar minha visão, mas de forma a não atrapalhar a surpresa de quem ainda não o leu, ou seja: Sem spoilers, não se preocupem.
Desde as primeiras páginas imaginei se Don, o protagonista, sofria de um certo transtorno. No decorrer da leitura fui tomando anotações mentais e mesmo depois de ler os trinta e seis capítulos, continuo com a mesma ideia na cabeça. Pesquisei um pouco e embora seja estudante medíocre de Psicologia (visto que iniciei meu primeiro período da graduação), interpreto Don dessa forma e encontrei justificativas para seu complexo comportamento.
Enquanto a maioria das pessoas tem enxergado nele um "nerd maníaco cheio de TOCs" (transtorno obsessivo compulsivo, termo utilizado erroneamente para generalizar qualquer tipo de mania, então o erro já começa aí) ou um homem chato, eu vi muito mais em Don, e essa personagem me causou afeição imediata. Conforme mais eu lia, mais eu gostava dele, principal item de favoritar o livro na minha estante.
Não, não é uma caricatura, é uma pessoa de verdade; Don não é o padrão difundido do transtorno, Don é real. Ele não é assim por falta de aptidões ou vontade fraca e sim por ser diferente.
A melhor coisa é que o autor apresenta isso como um caso, não um problema.

A narrativa é de Don, em primeira pessoa e o autor soube manter o mesmo incrível tom do início ao fim, o que deve ter sido difícil. Mesmo sendo uma escrita prazerosa, simples e que leva o leitor a passar páginas e páginas sem perceber os minutos correndo, notei um padrão forte totalmente compatível com a personalidade de Don. Isso causa veracidade à história, mesmo ela sendo ficcional. Don mantem sua narrativa de tal forma que se torna mais real a cada capítulo do livro. Grande capacidade do autor de convencimento.
Como Don é complexo! Ele é um geneticista genial, metódico, científico ao extremo. Além de pesquisador, ele dá aulas e palestras, portanto não possui problemas em lidar com o público. Seu problema está nas interações pessoais. Ele não consegue estar dentro dos padrões sociáveis pré-estabelecidos. Ele se relaciona com as pessoas de forma peculiar. Consegue ter amigos e relacionamentos, porém não da forma comum.
É muito muito bonito, possui trinta e nove anos de idade e uma boa saúde, se preocupa com seu bem-estar físico e mental - não social. Portanto, ele cuida de sua aparência por questões de saúde, não estéticas. Então ele pratica ativamente artes marciais, exercícios físicos e mantem uma alimentação e rotina equilibradas e planejadas - planejamento até demais.

Nessa parte começam suas dificuldades: Ele possui planos e horários para tudo, além de várias manias que precisam ser repetidas frequentemente, do mesmo modo. Suas refeições, horas de sono, trajetos de um local ao outro, faxina, conversas... Tudo, sim, tudo, é monitorado, cronometrado e elaborado previamente. Se imprevistos surgem ele sempre procura rapidamente por um plano B, o importante é não ficar sem planejamento.
Isso afeta sua vida pessoal e profissional diretamente. O lado particular fica confuso; o profissional, excelente. Uma forma simples de resumir Don: Ele segue a lógica, não a emoção. E não é por escolha. Ele é assim.
Ele não desperdiça tempo com coisas que acha desnecessárias e fúteis, como comprar roupas à toa (e que não sejam adequadas ao uso correto), não perde tempo escutando música ou navegando em redes sociais. Se sua rotina precisa mudar, ele sofre com isso.
Por possuir uma inteligência muito acima do normal somada a sua falta total de habilidade em se relacionar socialmente quando o foco é pessoal, sua narrativa, interação com as demais personagens e diálogos são hilários.

O livro é muito engraçado, eu me surpreendi por estar sorrindo e até mesmo rindo em vários momentos! É muito difícil uma leitura me provocar isso. Mas os acontecimentos sob o ponto de vista de Don são cômicos, mesmo quando não há a intenção direta disso ocorrer.
Ele calcula e raciocina cientificamente o tempo todo, sempre com estatísticas e descrições minuciosas. Ele chega a enumerar e ordenar seus pensamentos ao nos contar a história e assim compreendermos melhor como a mente complexa dele funciona. É muito diferente da maioria das pessoas.
Arrisco dizer que o autor traz o lado bem-humorado para demonstrar na verdade o drama vivido por Don, sua dificuldade de se relacionar e de, consequentemente, encontrar uma esposa.
A premissa do livro é essa: Don planeja, como tudo na vida, a encontrar a parceira ideal. Ele não é capaz de sentir emoções como a maioria da população, mas isso não significa que não queira ser como ela.
Com o Projeto Esposa ele inicia a busca pela mulher ideal para ele. O casal de amigos (Gene e Claudia) o auxilia indiretamente quando possível. Eles são psicólogos e tentam ajudar Don a conviver melhor com os outros, porém possuem seus próprios problemas, que agregam algumas situações ao livro.

O autor nos apresenta Rosie, uma das "heroínas" mais bem construídas que eu já gostei - e que não é uma heroína comum, outro rótulo derrubado. Personagem rara, ainda mais em livros românticos. Ela entra na história e você começa a desenvolvê-la na mente, criá-la, e de repente... Descobre que a personagem enganou o leitor.
Rosie é espetacular! Ela parece feminista, liberal e feliz, mesmo com seus problemas pessoais. Mais para frente, percebi que a ideia do autor não foi mostrar essa Rosie, e sim outra, mais profunda.
Sendo totalmente o oposto da mulher ideal (na verdade completamente "inadequada" na classificação de Don), ela é marcante e passa a ser importante na vida do protagonista. Ela o choca e naturalmente o faz sair do "lugar-comum" em que ele tem vivido.

Com a desculpa de um relacionamento lógico, profissional e não-emotivo, Don sente algo especial por Rosie e tenta lidar com isso e essa é a essência do livro.
Uma história que não serve para mostrar como "os opostos se atraem", não! É para mostrar como para existir um bom relacionamento as pessoas não precisam estar dentro de padrões, elas apenas se aceitam. Se descobrem, percebem, notam as diferenças, defeitos e qualidades. E o segredo é a compreensão. Cada um busca entender como o outro é e o respeita dessa forma.
Não existem fórmulas científicas, nem explicações lógicas. E por isso Don se sente perdido.
Ele não é capaz de amar? Não pode se apaixonar e amar romântica e emotivamente como nós estamos acostumados? Como vemos nos filmes românticos?
E surge novamente a barreira do padrão. Padrão criado por nós, pela sociedade. Don não se encaixa nesse padrão, porém é capaz de amar sim, do jeito dele, com sua mente lógica e superando a si mesmo nas relações interpessoais.
Don não precisa mudar para agradar Rosie e vice-versa. Eles precisam se aceitar e descobrir que um relacionamento amoroso pode ser diferente e ainda assim, intenso em seu próprio modo.
É difícil, é doloroso, é bonito.

Um livro que faz rir, não chorar, mas que é um drama. É belo, emocionante, tocante e envolvente. A narrativa lógica e até mesmo robótica de Don é capaz de emocionar muito mais que muitas narrativas melodramáticas e apelativas que já li.
Talvez o livro devesse ser classificado como sick-lit, porém vou assumir: Chega de classificações, rotulações. Chega de apontar isso ou aquilo! Este livro é maravilhoso, é como Don: Peculiar.
Quem não enxerga isso, precisa sair desse mundo que nos deixa reféns de condutas sociais onde tudo é catalogado, padronizado e, consequentemente, certo ou errado. Chega de preconceitos.

Comprar: Nas melhores livrarias físicas e on-line.
Vocês podem comprar o livro nas melhores livrarias e lojas online ou diretamente com a Editora Record: Através do e-mail de marketing do Grupo Editorial Record mdireto@record.com.br ou o telefone (21) 2585-2002, de segunda a sexta-feira, das 8: 30 às 18:00 horas.

O autor:
O australiano Graeme Simsion hoje é escritor em tempo integral, mas antes de se dedicar totalmente à Literatura era consultor de tecnologia da informação e professor.
É casado com Anne, professora de Psiquiatria e autora de ficção erótica, com quem tem dois filhos.
Site.

Resenhas de blogues parceiros:
Doce Insensatez
Este já Li
Fulana Leitora
No Limite da Leitura


63 comentários

  1. Tatiiiii
    Vc disse tudo... esse livro é tão bom que dispensa qualquer rotulação!
    Sim, Don é peculiar!!!
    O que mais achei interessante é que quando convivemos com pessoas assim, não é legal, nem divertido como no livro!
    Mas, ele sabendo disso resolveu abrir mão de um pouco de suas características que são difíceis de lidar, em nome do amor!!! Isso é fantástico e na minha humilde opinião, a única maneira de conseguirmos mudar de verdade!!!

    Beijos

    Chrys Audi
    blog Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Chrys!!!
      Livro perfeito, protagonista ultra cativante mesmo :)
      Na vida real é sempre muito complicado, porém ficção assim serve para romper preconceitos, barreiras e tabus, não é mesmo? Leva as pessoas a refletirem que nem sempre algo é "problema" ou até mesmo "doença"; simplesmente é ser diferente.
      A força de vontade dele é inspiradora!
      Beijos.

      Excluir
  2. Tati, se eu te contar que esta é a sexta resenha do mesmo livro que eu leio você acredita?
    senão, eu juro que é verdade! 80% dos blogs que eu sigo resolveram fazer resenha dele hoje hahaha
    mas uma coisa é certa, todas elas falaram a mesma coisa do livro: que ele é ótimo... muito divertido!
    uma coisa que eu não tinha me tocado, e que ninguém das outras blogueiras comentou foi o fato dele possuir toc. olha que eu acho que você está certa :P

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rayme, também percebi, será que combinamos? XD
      Sim, é leitura especial, ótima, divertida (para qualquer um) e reflexiva (para quem quiser, claro).
      Na verdade sua condição é mais séria (que gera TOCs, ações repetitivas, pensamento lógico, problema em romper planos e rotina...)
      Prefiro não opinar na resenha, porque posso estragar a leitura do pessoal. Sem contar que é minha visão pessoal, sabe? Caso queira discutir em particular, me envie um e-mail: leitoraviciada@yahoo.com.br
      Beijos.

      Excluir
  3. cara eu me apeguei ao dom de tal forma e olha q nem li o livro, preciso dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagine depois de ler, Alice? Você vai se apaixonar :) Beijos.

      Excluir
  4. Oi Tati, eu adorei a capa desse livro! E me chamou a atenção logo pela sinopse.
    É a primeira resenha que leio e adorei, fiquei com mais vontade de ler. Gostei da história parece mesmo ser bem especial. Já está na lista das minhas próximas comprinhas :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza gostará do livro, Fernanda, super recomendo!! Beijos.

      Excluir
  5. Eu realmente não consigo entender como você consegue. Envolver quem está lendo a resenha dentro do livro de que está falando sem dar sequer um spoiler, e sem ser extremamente crítica ou dar muitos elogios. Adorei!
    O livro realmente me chamou bastante a atenção, adoro livros que me fazer rir ;) Vou ler assim que conseguir.
    Beijo, e se quiser me fazer uma visita, será bem vinda ;)

    eisaminhahistoria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Eu realmente não consigo entender como você consegue. Envolver quem está lendo a resenha dentro do livro de que está falando sem dar sequer um spoiler, e sem ser extremamente crítica ou dar muitos elogios. Adorei!
    O livro realmente me chamou bastante a atenção, adoro livros que me fazer rir ;) Vou ler assim que conseguir.
    Beijo, e se quiser me fazer uma visita, será bem vinda ;)

    eisaminhahistoria.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Duqueza, muito obrigada!! Me sinto realizada em saber que algumas pessoas como você gostam de alguma resenha que escrevo e absorvem a minha intenção, é recompensador.
      Ainda acho que devo modificar várias falhas que possuo como resenhista, porém tenho a certeza: Faço com dedicação e carinho, tento expressar o que senti e observei durante a leitura.
      Retribuirei a visita.
      Beijos.

      Excluir
  7. Oi Tati! Primeiramente, tenho que dizer que me encantei por esse livro pela capa... Eu achei ela tão fofa e atrativa! Imediatamente me interessei, porque sou dessas pessoas que se interessa primeiro por uma capa bonita, rs.
    Então, eu li várias resenhas sobre ele, mas confesso que a sua foi a melhor, de longe! Vc conseguiu passar tantas coisas sobre o livro que eu não tinha visto ninguém citar!
    Eu já estava muito curiosa sobre como o Don era, e fiquei ainda mais depois de ver a sua descrição dele. Me encanta saber que ele não é como os outros protagonistas.. Seu jeito diferente de lidar com o mundo com certeza me deixou com cada vez mais vontade de ler esse livro.
    Sua resenha ficou perfeita, de verdade!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi Tati! Primeiramente, tenho que dizer que me encantei por esse livro pela capa... Eu achei ela tão fofa e atrativa! Imediatamente me interessei, porque sou dessas pessoas que se interessa primeiro por uma capa bonita, rs.
    Então, eu li várias resenhas sobre ele, mas confesso que a sua foi a melhor, de longe! Vc conseguiu passar tantas coisas sobre o livro que eu não tinha visto ninguém citar!
    Eu já estava muito curiosa sobre como o Don era, e fiquei ainda mais depois de ver a sua descrição dele. Me encanta saber que ele não é como os outros protagonistas.. Seu jeito diferente de lidar com o mundo com certeza me deixou com cada vez mais vontade de ler esse livro.
    Sua resenha ficou perfeita, de verdade!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana! O livro é mesmo encantador! Me encantei pela capa e mais ainda pela história :) Espero que ocorra o mesmo com você!
      Muito obrigada por se identificar com minha resenha, um comentário como o seu é um tesouro, para relembrar todos os dias ;)
      Obrigada e beijos.

      Excluir
  9. O livro me conquistou logo de cara pela capa, quando li a sinopse fiquei muito curiosa.
    Agora com as resenhas que li, definitivamente ele entrou pra lista dos "must have"
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi Tatiana
    Projeto Rosie parece ser um romance que foge do padrão e conquista desde a primeira página, e não tem um teor romântico ou meloso. Notamos a transformação de Don, assim como percebemos que está se apaixonando. Mas a história foca principalmente no comportamento nada social do personagem Don. Acredito que a história é despretensiosa e diverte qualquer leitor.
    Bjus

    ResponderExcluir
  11. Oi Tati
    Projeto Rosie parece ser um romance que foge do padrão e conquista desde a primeira página, e não tem um teor romântico ou meloso. Notamos a transformação de Don, assim como percebemos que está se apaixonando. Mas a história foca principalmente no comportamento nada social do personagem Don. Acredito que a história é despretensiosa e diverte qualquer leitor.
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tâmara, e esse comportamento nada social do livro diverte e emociona, de forma sutil e agradável. Beijos.

      Excluir
  12. Quero ler esse livro, todo mundo está falando dele, e na maioria das vezes muito bem.
    Gostei de saber sobre a capa e sobre o nome do livro, porque as vezes não tem nada a ver com a história e ficamos nos perguntando o porque daquele nome e daquela capa... rs

    Até mais
    Niii
    http://amordelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal, Niii, leia assim, acho muito difícil não gostar! alguns talvez não compreendam o Don, mas quem compreende se apaixona hehehe
      Beijos.

      Excluir
  13. Olá!! gostei muito da resenha, bem explicada, clara e sem spoilers...hehehe
    Parece ser um livro bem legal e eu, particularmente, gosto muito de livros escritos em primeira pessoa.
    Sem contar que pessoas como DOn, como vc disse existem.
    Gostei

    ResponderExcluir
  14. SEGUIDOR: WILLIAN

    Resenha bem escrita, abordando o conteúdo de forma inteligente, nos dando uma boa noção sobre o enredo, despertando o interesse dos leitores, vale a pena dar uma conferida.

    ResponderExcluir
  15. AHHH! Agora fiquei ainda mais empolgada. Adoro romance leve e não se tú já leu "Fiquei com seu número" de Sophie Kinsella , mas ouvi falar ótimas coisas dela (:
    Sabe , eu ainda estou dando meus primeiros passos em um blog pessoal também sobre livros e não estou sendo muito discreta ,mas gostei muito do jeito que escreveu sua resenha porque se a capa já te convence tú termina de completar ao escrever.
    Vou deixar esse livro em uma futura cesta de comprar (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Caroline, consegui há pouco tempo um exemplar de Fiquei com seu Número e também ouvi maravilhas do livro. Livros divertidos fazem bem, né?
      O Projeto Rosie é MUITO especial!
      Boa sorte com seu blogue e seja sempre bem-vinda.
      Beijos.

      Excluir
  16. Eu só hoje li 3 resenhas desse livro e não me canso de descobrir mais coisas do que parece que vai se tornar meu livro preferido Tatiana, esse Don é muito divertido, vou querer rir um pouco com ele, nesse livro lindo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu favoritei o livro e o estou recomendando a todos. É lindo, espero que goste tanto quanto eu, Cristiane <3
      Beijos.

      Excluir
  17. Quero muito ler esse livro, a cada resenha nova que leio, fico com mais vontade! Já me sinto apaixonada por Don, adorei a maneira como você descreveu ele, foi mais a fundo, não foi tão superficial como outras que vi. Adorei! Parabéns! Com certeza ele já está na minha lista de livros para ler! *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal que tenha gostado da forma como descrevi Don, ele me cativou ^^
      Boa leitura e beijos.

      Excluir
  18. TATIANA!
    Confesso que não entendi bem como Don pode conquistá-la porque afinal, ele deve ser um tremendo chato, todo certinho e tal... Como é livro, pode ser que o autor tenha colocado uma pitada de humor e por isso você foi conquistada, não sei...
    Fato é que estou bem curiosa por ler esse livro e saber como Rosie vai mudar a vida de Don.
    adorei a resenha bem detalhada.
    Uma semana esplendorosa, produtiva e abençoada!
    Paz, amor e muita luz!
    cheirinhos
    Rudy
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rudynalva, justamente por ele ser chato e tentar mudar é que ele me conquistou. Mas ele não é "chato" não, ele tem distúrbio. Mas é fofo do jeito dele hehehe
      Beijos.

      Excluir
  19. Só a capa já me chama a atenção, imagina o restante do livro, então...
    Parabéns pela resenha, está clara como a neve! Me bateu uma vontade ENORME de ler O Projeto Rosie :)

    ResponderExcluir

  20. Don parece divertido nessa busca ela mulher ideal e isso deve criar ótimas situações. Mas o amor é q nos escolhe e quando acontece não avisa, tira nossos pés do chão sacode nossa vida... tão bom! Quero saber como esse casal vai se resolver.
    Mas confesso que tenho medo da minha gana por esse livro, depois de tantos comentários favoráveis... Essas expectativas é que me deixam um tanto frustrada se o final não for a contento ou mesmo o desenrolar do livro... Minha ansiedade por ele é alta, mas tô confiante que Don e Rosi me conquistarão.

    ResponderExcluir
  21. Ótima resenha fiquei ainda mais curiosa em ler!!! Sua resenha está bem completa não deixando dúvidas que é uma boa pedida de leitura!
    bjins
    http://miimix.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, que bom que gostou da resenha.Espero que goste do livro. Beijos.

      Excluir
  22. Fiquei muito interessada pela história, que parece ter momentos de humor associados a romantismo, a novas descobertas. Achei bem bacana essa coisa de acompanhar a evolução do personagem, a sua transformação. É uma história que me deixou com muita vontade de ler, principalmente para a ver a bagunça que a Rosie faz na vida arrumadinha de Don.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito interessante ver a superação do Don. Beijos.

      Excluir
  23. Adorei a resenha, acho simplesmente impossível conhecer o amor da sua vida através de entrevistas. Mas parece que o Don foi mais adiante. Sou prova fiel de que as pessoas diferentes podem sim dar certo, eu e meu amor estamos juntos há 19 anos. Quero muito ler.
    Nome de seguidora: Miriam Guiraldelli

    ResponderExcluir
  24. Adorei a resenha, acho simplesmente impossível conhecer o amor da sua vida através de entrevistas. Mas parece que o Don foi mais adiante. Sou prova fiel de que as pessoas diferentes podem sim dar certo, eu e meu amor estamos juntos há 19 anos. Quero muito ler.
    Nome de seguidora: Miriam Guiraldelli

    ResponderExcluir
  25. É o meu mais que desejado no momento. Amei capa, o título sugestivo e essa sinopse deliciosa!
    Don parece que vai me divertir nessa busca pela mulher ideal e isso deve criar ótimas situações. Mas o que ele ainda não aprendeu é que o amor é q nos escolhe e quando acontece não avisa, tira nossos pés do chão sacode nossa vida… tão bom q seja exatamente assim, cheinho de surpresas!
    Minhas expectativas são altas e isso é que me deixa um tanto frustrada se o final não for a contento… Mas tô confiante que Don e Rosie me conquistarão. COnfio na sua resenha e indicação!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que Don e Rosie conquistem você. Realmente quando temos altas expectativas sobre um livro, as chances de ter 100% de satisfação é complicado hehehe
      Beijos.

      Excluir
  26. Adorei a resenha. Quero muito este livro! Amei, amei :D

    ResponderExcluir
  27. Oi Tatiana,nossa a resenha está maravilhosa,adorei a dica de livro.Don tinha uma “vida programada” nos mínimos detalhes até para encontrar uma namorada, e esse questionário para encontrar uma esposa…
    Realmente as situações vão ser constrangedoras e engraçadas através de um protagonista masculino,com certeza garantia de uma boa leitura e bons momentos para sorrir ao acompanhar Don em seu projeto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanessa, o livro é encantador, eu me diverti. Não tinha grandes expectativas e me surpreendi bastante. Beijos.

      Excluir
  28. Gostei muito da sua resenha, eu achei diferente a história por conta do Don fazer entrevistas e o amigo dele escolher uma que não é dos parâmetros dele. A capa brasileira é linda.
    bj

    ResponderExcluir
  29. Gostei muito da sua resenha, eu achei diferente a história por conta do Don fazer entrevistas e o amigo dele escolher uma que não é dos parâmetros dele. A capa brasileira é linda.
    bj

    ResponderExcluir
  30. Primeiro quero dizer que sua resenha é ótima!
    O livro deve ser muito bom, pois coloca um homem como personagem principal, mostra seus dramas no dia a dia.
    Por ser ele que narra a história deixa a gente saber todos sentimentos, sensações reais dele com a Rosie.
    Quero ler com certeza.

    Beijinhos**

    ResponderExcluir
  31. Oi Tati!
    Venho acompanhando varias resenhas desse livro e cada vez fico com mais vontade de lê-lo. Por ele ter um protagonista masculino, e pela história em si. Don parece ser um cara bem chato, mas ao mesmo tempo é bem engraçado e peculiar.
    Acredito que ele encontra a Rosie que é totalmente diferente dele, para ensina-lo que nem todo mundo é perfeito e que a gente pode se apaixonar pelo outro mesmo sendo tão diferente da gente!
    É uma história que vale a pena, quero muito ler1
    Beijos ;)

    ResponderExcluir
  32. Estou super interessada em conhecer a história, em ver como o Don vai permitir-se amar e ser amado e como a Rosie vai furar o bloqueio dele, modificando a vida desse homem tão metódico.
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  33. eu li a resenha da alba do psychobooks e de muitos outros bloguei e praticamente todos disseram que foi a melhor leitura do ano. eu quero muuuito ler agora mais eu estou atolado nas minhas leituras, eu gostei dessa proposta do personagem protagonista ser desse jeito porque de um jeito eu me identifico com ele. enfim, estou ansioso pra ir na livraria e comprar. um beijo *--*

    ResponderExcluir
  34. Essa não é a primeira resenha que leio desse livro, mas foi a mais generosa com certeza!!! Você caprichou mesmo! Parabéns, deu vontade de correr para ir atrás do livro uma vez mais \o/

    ResponderExcluir
  35. Nao conhecia o livro, mas depois dessa magnifica resenha, bateu uma vontade imensa de correr na livraria e compra-lo haha!
    Adoro historias desse genero

    ResponderExcluir
  36. Muito encioso para ler esse livro, parece ser uma história bem diferente de outras que eu já li, é sempre muito iteresante se envolver com novas histórias!

    ResponderExcluir
  37. Muito bom esse livro! quero muito ler ele!

    ResponderExcluir
  38. Desde que vi a capa do livro tive vontade de ler me parece um ótimo livro. Li varias resenhas sobre ele e todos falam maravilhas e estou até ficando com medo de ler ele e me decepcionar por ter grandes expectativas. De todos as que li a sua com certeza foi a mais detalhada. O livro já está na minha lista para a próxima compra.
    Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  39. É a primeira resenha que leio que não tacha o Dom de chato e metódico, voce conseguiu enxergar nele suas excentricidades, mas continua sendo um ser humano, adorei isso! Eu já queria ler esse livro, por ser um chick lit, mas voce colocou muito bem, ele é muito mais que isso! Amei sua resenha e quero agora, mais que nunca ler O projeto Rosie! :)

    ResponderExcluir
  40. Esse livro parece ser perfeito. Já li algumas resenhas, e fiquei curiosa para ler. Se contar que amo capas de livros, e a desse está perfeita <3

    ResponderExcluir
  41. Fiquei curiosa para ler e ver se vou reparar nos traços que tu reparou sobre o Don ter ou não algo além de manias rígidas. Gosto de livros que tem algo sobre transtornos mentais (mania de psicóloga), e agora preciso ler esse hahahaha
    Sem falar que todo mundo está falando bem do livro, né? Como tu disse, parece ser um livro leve e engraçado.

    ResponderExcluir

Antes da publicação, os comentários passam por moderação.
Comentários considerados spams, agressivos ou preconceituosos, não serão publicados, assim como pedidos de ebooks ilegais.
Sua opinião é muito importante! Através dos comentários é que posso tentar fazer um blog mais interessante.
Se você tem um blog, retribuirei seu comentário assim que possível.
Obrigada por participar.

Editoras parceiras