Pesquise no Leitora Viciada

29 de outubro de 2014

Um Amor de Cinema, de Victoria Van Tiem e Verus Editora (Grupo Editorial Record)

Um Amor de Cinema (Love like the Movies)
Victoria Van Tiem - Verus Editora / Grupo Editorial Record
Tradução: Débora Isidoro
294 páginas - Ano: 2014 - R$28,00
+ informações | comprar

Sinopse:
"Neste irresistível romance, Kenzi Shaw, uma designer fanática por filmes, é lançada nas águas turbulentas do amor — ao estilo de Hollywood — quando seu lindo ex-namorado lhe propõe uma série de desafios relacionados a comédias românticas para reconquistar seu coração.
Que garota não gostaria de vivenciar a cena das compras de Uma linda mulher? É o desafio número dois da lista. Ou tentar fazer os passos de dança de Dirty dancing? É o número cinco. Uma lista, dez momentos românticos de filmes e várias aventuras depois, Kenzi se pergunta: ela deve se casar com o homem que sua família adora ou arriscar tudo por um amor de cinema?"

Resenha:
Amor à primeira vista. Foi o que ocorreu entre mim e esta publicação de setembro da Verus Editora (Grupo Editorial Record). Ao ver a lista de lançamentos, não hesitei em marcá-lo como (super) desejado. Lançado em inglês no mês de fevereiro, imediatamente recebeu críticas e resenhas positivas, tendo os direitos vendidos para diversas editoras de outros países. Ainda bem que logo chegou ao Brasil.
A capa é viva, pop, animada. Como um cartaz de filme, ela convida o leitor para a diversão. Além de condizente com o conteúdo, possui o clima cinematográfico das comédias românticas, tema central deste livro cheio de bom humor. Mais que um livro para mulheres, é leitura para todos que gostam de rir e de romance. Livro recomendado especialmente para os que amam assistir a filmes românticos recheados de obstáculos divertidos.
Como o subtítulo da edição explica: "Uma lista. Dois caras. Dez filmes." - O leitor se prepara para a vibrante história de uma protagonista fanática por filmes românticos que, prestes a completar trinta anos de idade, encontra-se dividida entre dois pretendentes amorosos e uma lista contendo dez das suas comédias românticas favoritas!
Não sou a maior fã de chick-lits ou livros românticos. Estava há um longo tempo procurando por um título que misturasse comédia e amor e que realmente me marcasse profundamente, mas nunca encontrava um livro apaixonante. Li alguns chick-lits e romances bons, porém agora posso afirmar que tenho finalmente um para chamar de meu! Um Amor de Cinema é viciante, romântico e engraçado.


Todos os ingredientes da receita padrão dos chick-lits estão presentes, mas é inovador e diferente. Sinceramente, é uma história como às dos filmes em questão. O melhor da comédia romântica é encontrado aqui, mas em outro formato, o literário. Não tem erro: Quem gosta dos filmes vai simplesmente amar este livro!
O leitor se sente dentro de um filme ao acompanhar a aventura da protagonista. As palavras facilmente se transformam em cenas, é uma leitura totalmente visual e dinâmica. O livro é tão evolvente que minha sensação foi também a de criar trilha sonora durante a leitura. Conforme eu lia, as músicas dos filmes citados se misturavam à movimentada trama. Foi uma experiência excelente.
A narrativa em primeira pessoa é adorável, assim como a protagonista. Fácil de gostar, simples assim. Heroína que conquista logo no começo da leitura. É o melhor da autora, ela é direta, não desperdiça o tempo do leitor, arrebatando-o imediatamente.
Outra característica do estilo da autora é a naturalidade. Victoria Van Tiem soube transportar todos os elementos e referências das obras cinematográficas para a narrativa, sem forçar. Não é como notas de rodapé; essas referências realmente se enquadram no texto, fazem parte dos acontecimentos e pensamentos da protagonista, sempre com observações hilárias, comparando sua vida às vidas das personagens.
O enredo é criativo e inteligente, mostrando como uma história cômica e romântica diverte, simultaneamente surpreende e pode ser levada à sério. Os diálogos são ótimos e os acontecimentos trazem divertidas reflexões. Nunca me diverti tanto com um livro.
Destaque para os títulos dos capítulos, trocadilhos com nomes de filmes sempre relacionados com os acontecimentos do livro.

As personagens são um pouco clichê, mas irresistíveis. Temos o "cara certo" e o "cara errado", ambos críveis e compreensíveis. Temos a amiga duvidosa, que em vários momentos parece mais uma inimiga. Por outro lado, existe a colega sempre presente e que aos poucos mostra seu valor, em meio às trapalhadas.
A família exigente e pouco acessível emocionalmente forma um núcleo importante para decifrarmos o modo como a protagonista interpreta a vida e os relacionamentos em geral. Destacam-se a mãe e a cunhada no time "do contra" e a tia como o apoio.
O mais significativo e fascinante fato do livro é que a protagonista possui dois homens disputando-a e um incrível romance, mas somente ela pode se salvar. Não é o herói romântico com o qual ela sempre sonhara. Tudo depende dela! Ela evolui, cria coragem, enfrenta a si mesma e decide definitivamente ter o controle sobre sua vida. Abandona a área de conforto, resolve se tornar independente e enfrentar a todos que estão sempre se metendo em sua vida e decidindo por ela. Acompanhamos seu amadurecimento e torcemos por ela.

Kensington é uma jovem mulher prestes a completar trinta anos, avaliando sua vida. Ela trabalha como designer na mesma empresa do noivo bonitão Bradley. Sua família nunca apoiou as escolhas, mas aprova o noivado, o único acerto de Kenzi sob o ponto de vista de seus pais, seu irmão, e até mesmo, de sua cunhada. O casamento dos sonhos e a desejada maternidade estão bem próximos da concretização.
Kenzi planeja continuar na carreira segura na agência de publicidade, pois seu sonho de montar o próprio ateliê não seria a decisão profissional correta.
Sua vida não é como as das heroínas de seus filmes românticos, mas o que fazer? Vida real é... real. Seu fanatismo por comédias românticas é apenas um hobby e viver um amor de cinema é um sonho, apenas um sonho secreto.
O mundo de Kenzi começa a mudar quando seu ex-namorado Shane repentinamente retorna da Inglaterra para os Estados Unidos, invadindo a vida de Kenzi e causando dúvidas sobre o rumo e metas escolhidas. Shane propõe à Kenzi viver dez cenas das dez de algumas comédias românticas preferidas de Kenzi. Ela não pode negar, seu emprego depende disso e todos na empresa contam com seu sucesso, até mesmo seu noivo.
Mas o que acontece quando Kenzi percebe que a ideia da proposta faz parte dos planos de Shane para reconquistá-la? Como Kenzi se sente quando a lista resgata seus antigos sonhos esquecidos?
Ao executarem as cenas dos filmes, Kenzi e Shane vivem momentos emocionantes, cômicos, únicos. São boas dez escolhas da autora, mas existe uma cena extra, que não estava na lista, não de uma comédia romântica. É a cena sensual. Temos outro extra esplêndido, o epílogo. Final previsível, mas executado de jeito superempolgante, digno de Hollywood.

Não apenas os filmes da lista estão presentes no livro, outros são lembrados ou citados. Quem já assistiu sentirá vontade de revê-los e relembrar os detalhes das cenas. E se você ainda não tiver algum deles, vai correr para conhecê-los.
Nem todos curtem livros de amor meloso ou chick-lits. Mas todas as pessoas, mesmo as que não gostam de assumir, apreciam uma boa história romântica divertida. Rir e se emocionar ao mesmo tempo é uma sensação agradável, que resgata os melhores momentos da vida.
O livro é perfeito, nem parece uma estreia. A autora apresenta uma ideia simples, mas elaborada, de modo formidável.
Um Amor de Cinema é assim: Irresistível, viciante e prazeroso. A jornada da auto- descoberta de uma jovem que busca a coragem para se libertar dos limites sociais, em que todos escolhem por ela. A aventura de uma mulher que decide mergulhar em um sonho, sem medo de errar e do que os outros pensarão sobre ela. Viver um grande amor como nos filmes. Quem nunca desejou?
Leitura obrigatória para os fãs do mundo encantador e engraçado das comédias românticas - e da vida real.
Prepare a pipoca, assista às principais comédias românticas do cinema e leia Um Amor de Cinema!

"Você não quer se apaixonar. Você quer se apaixonar em um filme." — Sintonia de Amor.

Kit cortesia perfeito enviado pelo Grupo Editorial Record.

A autora:
Victoria Van Tiem é escritora, artista, faixa preta, mãe, esposa e cuidadora relutante de um porco barrigudo, Poppy.
Quando não está escrevendo, bancando a motorista de seus filhos adolescentes ou mantendo o porco longe dos jardins dos vizinhos, Victoria se entrega a seus dois passatempos favoritos: um bom livro e filmes românticos.
Site | Facebook | Twitter




A lista:
  1. Sintonia de Amor (1993)
  2. Uma Linda Mulher (1990)
  3. O Diário de Bridget Jones (2001)
  4. Vestida para Casar (2008)
  5. Dirty Dancing: Ritmo Quente (1987)
  6. Gatinhas e Gatões (1984)
  7. Simplesmente Amor (2003)
  8. Digam o que Quiserem (1989)
  9. Mensagem para Você (1998)
  10. O Casamento do meu Melhor Amigo (1997)
Playlist com trailers dos filmes:



Playlist do livro:
*com músicas presentes na história e / ou temas dos filmes da lista:


Um Amor de Cinema (Love like the Movies) by Tatiana Jiménez Inda on Grooveshark


Instagram @leitoraviciada

Skoob

Online

Siga por e-mail