Pesquise no Leitora Viciada

8 de março de 2016

Dia Internacional da Mulher: Dicas de Leitura + SORTEIO [resultado]

Oi, Leitoras e Leitores Viciados, esta é uma postagem especial para o Dia Internacional da Mulher. Trago dicas de leitura com histórias de mulheres inspiradoras ou temas feministas. Tem biografia, ensaio, ficção e até livro interativo! Esta é a minha lista; tentei ser eclética e espero que gostem.

SORTEIO: Comente nesta postagem deixando uma dica de livro em homenagem ao Dia da Mulher e participe e concorra a um exemplar do chick-lit internacional Amor ao Pé da Letra! Veja no final da postagem como participar! [Finalizado]


Parabéns a todas as mulheres que lutam por seus direitos. Não desistam! Se hoje as mulheres podem ler, estudar, trabalhar, votar, se candidatar a cargos públicos, dirigir, se divorciar ou denunciar violência sofrida, é graças às mulheres que não desistiram. Sejamos todos feministas, pois somos a favor que as mulheres tenham as mesmas oportunidades e direitos que os homens. Igualdade social, econômica, cultural!
Dicas de leitura:

Sejamos Todos Feministas
Chimamanda Ngozi Adichie - Companhia das Letras / Grupo Companhia das Letras
64 páginas - 2015 - R$14,90 - comprar
Não-ficção. Ensaio.

Sinopse:
"Chimamanda Ngozi Adichie ainda se lembra exatamente do dia em que a chamaram de feminista pela primeira vez. Foi durante uma discussão com seu amigo de infância Okoloma. “Não era um elogio. ‘Percebi pelo tom da voz dele; era como se dissesse: Você apoia o terrorismo!’.” Apesar do tom de desaprovação de Okoloma, Adichie abraçou o termo e – em resposta àqueles que lhe diziam que feministas são infelizes porque nunca se casaram, que são “antiafricanas” e que odeiam homens e maquiagem – começou a se intitular uma “feminista feliz e africana que não odeia homens, e que gosta de usar batom e salto alto para si mesma, e não para os homens”.
Neste ensaio preciso e revelador, Adichie parte de sua experiência pessoal de mulher e nigeriana para mostrar que muito ainda precisa ser feito até que alcancemos a igualdade de gênero. Segundo ela, tal igualdade diz respeito a todos, homens e mulheres, pois será libertadora para todos: meninas poderão assumir sua identidade, ignorando a expectativa alheia, mas também os meninos poderão crescer livres, sem ter que se enquadrar em estereótipos de masculinidade. 
Sejamos todos feministas é uma adaptação do discurso feito pela autora no TEDx Euston, que conta com mais de 1,5 milhão de visualizações e foi musicado por Beyoncé."

Americanah
Chimamanda Ngozi Adichie - Companhia das Letras / Grupo Companhia das Letras
520 páginas - 2015 - R$57,90 - comprar
Ficção. Romance.

Sinopse:
"Lagos, anos 1990. Enquanto Ifemelu e Obinze vivem o idílio do primeiro amor, a Nigéria enfrenta tempos sombrios sob um governo militar. Em busca de alternativas às universidades nacionais, paralisadas por sucessivas greves, a jovem Ifemelu muda-se para os Estados Unidos. Ao mesmo tempo que se destaca no meio acadêmico, ela depara pela primeira vez com a questão racial e com as agruras da vida de imigrante, mulher e negra. 
Quinze anos mais tarde, Ifemelu é uma blogueira aclamada nos Estados Unidos, mas o tempo e o sucesso não atenuaram o apego à sua terra natal, tampouco anularam sua ligação com Obinze. Quando ela volta para a Nigéria, terá de encontrar seu lugar num país muito diferente do que deixou e na vida de seu companheiro de adolescência. 
Principal autora nigeriana de sua geração e uma das mais destacadas da cena literária internacional, Chimamanda Ngozi Adichie parte de uma história de amor para debater questões prementes e universais como imigração, preconceito racial e desigualdade de gênero. Bem-humorado, sagaz e implacável, Americanah é, além de seu romance mais arrebatador, um épico contemporâneo."

Infiel: A História de uma Mulher que Desafiou o Islã
Ayaan Hirsi Ali - Companhia das Letras / Grupo Companhia das Letras
512 páginas - 2007 - R$62,90 - comprar (edição econômica R$37,90)
Não-ficção. Autobiografia.

Sinopse:
"Em novembro de 2004, o cineasta Theo van Gogh foi morto a tiros em Amsterdã por um marroquino, que em seguida o degolou e lhe cravou no peito uma carta em que anunciava sua próxima vítima: Ayaan Hirsi Ali, que fizera ao lado de Theo o filme Submissão, sobre a situação da mulher muçulmana. E assim essa jovem exilada somali, eleita deputada do parlamento holandês e conhecida na Holanda por sua luta pelos direitos da mulher muçulmana e por suas críticas ao fundamentalismo islâmico, tornou-se famosa mundialmente.
No ano seguinte, a revista Time a incluiu entre as cem pessoas mais influentes do mundo. Como foi possível para uma mulher nascida em um dos países mais miseráveis e dilacerados da África chegar a essa notoriedade no Ocidente? 
Em Infiel, sua autobiografia precoce, Ayaan, aos 37 anos, narra a impressionante trajetória de sua vida, desde a infância tradicional muçulmana na Somália, até o despertar intelectual na Holanda e a existência cercada de guarda-costas no Ocidente. É uma vida de horrores, marcada pela circuncisão feminina aos cinco anos de idade, surras freqüentes e brutais da mãe, e um espancamento por um pregador do Alcorão que lhe causou uma fratura do crânio. É também uma vida de exílios, pois seu pai, quase sempre ausente, era um importante opositor da ditadura de Siad Barré: a família fugiu para a Arábia Saudita, depois Etiópia, e fixou-se finalmente no Quênia. 
Obrigada a frequentar escolas em muitas línguas diferentes e a conviver com costumes que iam do rigor muçulmano da Arábia (onde as mulheres não saíam à rua sem a companhia de um homem) à mistura cultural do Quênia, a adolescente Ayaan chegou a aderir ao fundamentalismo islâmico como forma de manter sua identidade. Mas a guerra fratricida entre os clãs da Somália e a perspectiva de ser obrigada a casar com um desconhecido escolhido por seu pai, conforme uma tradição que ela questionava, mudaram sua vida e ela acabou fugindo e se exilando na Holanda. Ayaan descobre então os valores ocidentais iluministas da liberdade, igualdade e democracia liberal, e passa a adotar uma visão cada vez mais crítica do islamismo ortodoxo, concentrando-se especialmente na situação de opressão e violência contra a mulher na sociedade muçulmana."

Mais livros da autora:



Eu Sou Malala: A História da Garota que Defendeu o Direito à Educação e Foi Baleada pelo Talibã
Malala Yousafzai e Christina Lamb - Companhia das Letras / Grupo Companhia das Letras
360 páginas - 2013 - R$37,90 - comprar
Não-ficção. Autobiografia. RESENHA.

Sinopse:
"Quando o Talibã tomou controle do vale do Swat, uma menina levantou a voz. Malala Yousafzai recusou-se a permanecer em silêncio e lutou pelo seu direito à educação. Mas em 9 de outubro de 2012, uma terça-feira, ela quase pagou o preço com a vida. 
Malala foi atingida na cabeça por um tiro à queima-roupa dentro do ônibus no qual voltava da escola. Poucos acreditaram que ela sobreviveria.
Mas a recuperação milagrosa de Malala a levou em uma viagem extraordinária de um vale remoto no norte do Paquistão para as salas das Nações Unidas em Nova York. Aos dezesseis anos, ela se tornou um símbolo global de protesto pacífico e a candidata mais jovem da história a receber o Prêmio Nobel da Paz.
Eu sou Malala é a história de uma família exilada pelo terrorismo global, da luta pelo direito à educação feminina e dos obstáculos à valorização da mulher em uma sociedade que valoriza filhos homens. 
O livro acompanha a infância da garota no Paquistão, os primeiros anos de vida escolar, as asperezas da vida numa região marcada pela desigualdade social, as belezas do deserto e as trevas da vida sob o Talibã.
Escrito em parceria com a jornalista britânica Christina Lamb, este livro é uma janela para a singularidade poderosa de uma menina cheia de brio e talento, mas também para um universo religioso e cultural cheio de interdições e particularidades, muitas vezes incompreendido pelo Ocidente. 
“Sentar numa cadeira, ler meus livros rodeada pelos meus amigos é um direito meu”, ela diz numa das últimas passagens do livro. A história de Malala renova a crença na capacidade de uma pessoa de inspirar e modificar o mundo."

Edições para o público infantil (Companhia das Letrinhas) e juvenil (Seguinte):



Amor ao Pé da Letra
Melissa Pimentel - Paralela / Grupo Companhia das Letras
304 páginas - 2015 - R$29,90 - comprar
Ficção. Chick-Lit. Baseado em experiências pessoais da autora. RESENHA.

Sinopse:
"Achar o homem perfeito não é fácil e foi isso que a agente literária Melissa Pimentel, assim como sua personagem, Lauren, descobriu quando se mudou para Londres de um dia para o outro. 
Melissa decidiu seguir os conselhos dos mais populares livros de autoajuda para conquistar homens e criou um blog para narrar suas experiências. Nasceram daí os encontros de Lauren, que em Amor ao Pé da Letra, receberam toques de ficção, como uma legítima comédia romântica. Semi-autobiográfico."

Esperança: Dez Anos de Cativeiro - um Relato de Superação em Cleveland.
Amanda Berry, Gina DeJesus, Mary Jordan e Kevin Sullivan - Paralela / Grupo Companhia das Letras
384 páginas - 2014 - R$ - comprar
Não-ficção. Autobiografia. RESENHA.

Sinopse:
"Ariel Castro, um motorista de ônibus escolar, enganou Amanda Berry, Gina DeJesus e Michelle Knight para que entrassem em sua casa, onde as manteve acorrentadas por anos. Ao longo da década seguinte, as garotas sofreram abusos sexuais e psicológicos e foram ameaçadas de morte. 
Em Esperança, Amanda Berry e Gina DeJesus descrevem uma história de tormenta inimaginável com base em suas memórias e no diário mantido por Amanda. Com a ajuda dos premiados repórteres Mary Jordan e Kevin Sullivan, elas narram a história completa por trás das manchetes - incluindo detalhes nunca antes revelados sobre a vida e motivações de Castro -; um relato assombroso, mas inspirador, de duas mulheres cuja coragem, inocência e fé permitiram que sobrevivessem e voltassem para suas famílias."


Libertada: Uma Década de Escuridão, Uma Vida Recuperada
Michelle Knight e Michelle Burford - Fontanar / Grupo Companhia das Letras
páginas - 2014 - R$32,90 - comprar
Não-ficção. Autobiografia.

Sinopse:
"Michelle Knight foi raptada em 2002 por um motorista de ônibus escolar de Cleveland chamado Ariel Castro. Por mais de uma década, ela sofreu torturas inimagináveis nas mãos de seu sequestrador. Em 2003, Amanda Berry juntou-se a ela no cativeiro, seguida por Gina DeJesus em 2004. A fuga das três, em 6 de maio de 2013, foi notícia ao redor do mundo. Milhões de pessoas comovidas agora se perguntam: o que realmente aconteceu naquela casa, e como Michelle encontrou forças para sobreviver? Mal saída de sua própria infância problemática, Michelle estava afastada da família e lutando para reaver a guarda do filho quando desapareceu. A polícia acreditava que ela havia fugido, por isso retirou seu nome da lista de pessoas desaparecidas 15 meses após o seu sumiço. Castro a atormentava com isso, lembrando que ninguém procurava por ela, que o mundo lá fora a esquecera. Mas Michelle não se deixava abater. Comovente, chocante, e por fim triunfante, Libertada revela os detalhes da história de Michelle, incluindo os pensamentos e orações que a ajudaram a encontrar coragem para suportar suas inimagináveis circunstâncias e construir, a partir de agora, uma vida que valha a pena ser vivida. Ao compartilhar seu passado e seus esforços para criar um futuro, Michelle se torna a voz dos que não têm voz, e um poderoso símbolo de esperança para milhares de crianças e jovens que desaparecem todo ano."

Capitolina
Vários autores / ilustradores - Seguinte / Grupo Companhia das Letras
191 páginas - 2015 - R$39,90 - comprar
Não-ficção. Interativo. Movimento social. Ilustrações.

Sinopse:
"A revista on-line Capitolina surgiu em 2014 como uma alternativa à mídia tradicional voltada para meninas adolescentes. Sua proposta é criar um conteúdo colaborativo, inclusivo e livre de preconceitos, abordando temas como relacionamentos, feminismo, cinema, moda, games, viagens e muito mais.
Esta edição reúne os melhores textos publicados em um ano de revista, além de vários artigos inéditos, todos eles ilustrados. No total, são 41 jovens escritoras e 23 artistas talentosas. Para completar, há atividades interativas para que cada leitora ajude a construir o livro e dê a ele seu toque pessoal. As leitoras vão encontrar conselhos, dicas, reflexões, muito apoio e, principalmente, a sensação de que não estão sozinhas."

Vamos Juntas?: O Guia da Sororidade para Todas
Babi Souza - Galera Record / Grupo Editorial Record
144 páginas - 2016 - R$34,90 - comprar
Não-Ficção. Movimento social.

Sinopse:
"Toda mulher já se sentiu insegura na hora de sair sozinha na rua. O risco de ser abordada, perseguida ou assediada é uma realidade. Mas, um dia, uma moça chamada Babi Souza teve uma ideia simples e revolucionária: da próxima vez em que você estiver sozinha, olhe para os lados. Pode ter outra mulher andando na mesma direção. Por que não vão juntas?
Logo, o movimento Vamos Juntas? conquistou moças em todo o Brasil, se tornando um símbolo de união feminina e feminismo, na defesa por direitos iguais entre homens e mulheres. Aos poucos, muitas mulheres mudaram sua forma de enxergar o dia a dia e a moça ao lado.
Além de dados sobre o feminismo, que mostram como ainda há tanto a ser conquistado, este guia traz relatos de mulheres que aprenderam, junto ao Vamos Juntas?, a enxergar companheiras umas nas outras. A se unir, ao invés de rivalizar."

Vire a Página: Livro de Atividades para Esquecer o Seu Ex
Rebecca Beltrán - Verus / Grupo Editorial Record
144 páginas - 2015 - R$25,00 - comprar
Não-ficção. Interativo.

Sinopse:
"Um livro com mais de cem atividades para exorcizar os seus demônios e esquecer o seu ex. Escreva, recorte, cole, desenhe e pinte, mas, acima de tudo, divirta-se e espaireça. Quando terminar, você vai perceber que o sol continua nascendo todas as manhãs. Vire a página!"

A Cor Púrpura
Alice Walker - José Olympio / Grupo Editorial Record
336 páginas - 2016 - R$49,90 - comprar
Ficção. Romance.

Sinopse:
"Nova edição revisada, em novo formato e com nova capa da obra-prima de Alice Walker vencedora do Pulitzer.
Um dos mais importantes títulos de toda a história da literatura, inspiração para a aclamada obra cinematográfica homônima dirigida por Steven Spielberg, o romance A Cor Púrpura retrata a dura vida de Celie, uma mulher negra no sul dos Estados Unidos da primeira metade do século XX. Pobre e praticamente analfabeta, Celie foi abusada, física e psicologicamente, desde a infância pelo padrasto e depois pelo marido. Um universo delicado, no entanto, é construído a partir das cartas que Celie escreve e das experiências de amizade e amor, sobretudo com a inesquecível Shug Avery. Apesar da dramaticidade de seu enredo, A cor púrpura se mostra extremamente atual e nos faz refletir sobre as relações de amor, ódio e poder, em uma sociedade ainda marcada pelas desigualdades de gêneros, etnias e classes sociais."

Presos que Menstruam
Nana Queiroz - Editora Record / Grupo Editorial Record
294 páginas - 2015 - R$42,90 - comprar
Não-ficção. Reportagem.

Sinopse:
"Carandiru feminino. A brutal vida das mulheres tratadas como homens nas prisões brasileiras.     Grande reportagem sobre o cotidiano das prisões femininas no Brasil, um tabu neste país, Nana Queiroz alcança o que é esperado do futuro do jornalismo: ao ouvir e dar voz às presas (e às famílias delas), desde os episódios que as levaram à cadeia até o cotidiano no cárcere, a autora costura e ilumina o mais completo e ambicioso panorama da vida de uma presidiária brasileira. Um livro obrigatório à compreensão de que não se pode falar da miséria do sistema carcerário brasileiro sem incorporar e discutir sua porção invisível. Presos que menstruam, trabalho que inaugura mais um campo de investigação não idealizado sobre a feminilidade, é reportagem que cumpre o que promete desde a pancada do título: os nós da sociedade brasileira não deixarão de existir por simples ocultação – senão apenas com enfrentamento."


Preciosa
Sapphire - Editora Record / Grupo Editorial Record
192 páginas - 2013 - R$39,90 - comprar
Ficção. Romance.

Sinopse:
"Livro que deu origem ao premiado filme de Lee Daniels produzido por Oprah Winfrey e estrelado por Gabourey Sidibe.
Aguardado primeiro romance da americana Sapphire (autora da coletânea de poesia American dreams, recebida pela crítica com uma das melhores estreias literárias da década de 1990).
Uma narrativa intensa sobre adversidades e os mecanismos para lidar com elas. Claireece Precious Jones suportou inimagináveis dificuldades em sua curta trajetória. Abusada pela mãe, estuprada pelo pai, ela cresce pobre, obesa, embrutecida, analfabeta, desprezada e, no geral, ignorada. Em seu próprio dialeto, ela se revela para os leitores: as humilhações constantes, os sonhos desfeitos e a resignação com que enfrenta a própria vida.
Mas por causa da gravidez é forçada a abandonar a escola — o último e precário vínculo que a ligava ao restante do mundo — e é convidada a frequentar um centro de aprendizado alternativo. Ali, no fim da linha, está a senhorita Rain, uma jovem professora, radical e batalhadora por meio da qual Precious terá a possibilidade de recuperar sua voz e sua dignidade, descobrindo um mundo novo no qual poderá finalmente entender os próprios sentimentos e se expressar de uma maneira que nunca antes havia imaginado."

O Diário de Anne Frank (Edição Definitiva)
Anne Frank - Editora Record / Grupo Editorial Record
352 páginas - 2006 - 2014 - R$49,90 - comprar
Não-ficção. Autobiografia.

Sinopse:
"O depoimento da pequena Anne Frank, morta pelos nazistas após passar anos escondida no sótão de uma casa em Amsterdã, ainda hoje emociona leitores no mundo inteiro. Seu diário narra os sentimentos, medos e pequenas alegrias de uma menina judia que, com sua família, lutou em vão para sobreviver ao Holocausto.
Lançado em 1947, O Diário de Anne Frank tornou-se um dos maiores sucessos editoriais de todos os tempos. Um livro tocante e importante que conta às novas gerações os horrores da perseguição aos judeus durante a Segunda Guerra Mundial.
Agora, seis décadas após ter sido escrito, este relato finalmente é publicado na íntegra, com um caderno de fotos e o resgate de trechos que permaneciam inéditos. Uma nova edição que aprofunda e aumenta nossa compreensão da vida e da personalidade dessa menina que se transformou em um dos grandes símbolos da luta contra a opressão e a injustiça. E consagra O Diário de Anne Frank como um dos livros de maior importância do século XX. Uma obra que deve ser lida por todos, para evitar que atrocidades parecidas voltem a acontecer neste mundo."

Edição especial em capa dura:



A Escolha de Yasmeena: Uma História Real de Guerra, Estupro, Coragem e Resistência.
Jean Sasson - Best Seller / Grupo Editorial Record
256 páginas - 2015 - R$37,90 - comprar
Não-ficção. Biografia. RESENHA.

Sinopse:
"A história real de guerra, estupro, coragem e resistência de uma libanesa durante a invasão do Kuwait pelo Iraque. 
Em um relato emocionante, Jean Sasson compartilha com o mundo a história real de Yasmeena, uma linda e corajosa comissária de bordo libanesa. Quando Saddam Hussein invade o Kuwait, atrasando o voo de Yasmeena, soldados iraquianos levam-na à prisão feminina, onde suas memórias trazem à tona impiedosos ataques sexuais, incansáveis torturas e um desolador cenário sociopolítico. Em A escolha de Yasmeena, o leitor terá acesso à angustiante realidade de ser a favorita do Capitão da prisão e proteger sua amiga, Lana, de um brutal estuprador. Neste enredo instigante, percorra junto de Sasson o momento da fuga destemida e o encontro, em refúgio, com a paz."

Alguns livros da autora sobre mulheres reais no Oriente Médio: Mayada, Filha do Iraque (Baseado em fatos reais) e a Trilogia da Princesa (Biográficos).



A Casa do Céu
Amanda Lindhout e Sara Corbett - Novo Conceito / Grupo Editorial Novo Conceito
448 páginas - 2013 - R$34,90 - comprar
Não Ficção. Autobiografia. RESENHA.

Sinopse:
"Quando criança, Amanda escapava de um lar violento folheando as páginas da revista National Geographic e imaginando-se em lugares exóticos.
Aos dezenove anos, trabalhando como garçonete, ela começou a economizar o dinheiro das gorjetas para viajar pelo mundo. Na tentativa de compreendê-lo e dar sentido à vida, viajou como mochileira pela América Latina, Laos, Bangladesh e Índia. Encorajada por suas experiências, acabou indo também ao Sudão, Síria e Paquistão.
Em países castigados pela guerra, como o Afeganistão e o Iraque, ela iniciou uma carreira como repórter de televisão. Até que, em agosto de 2008, viajou para a Somália — “o país mais perigoso do mundo”. No quarto dia, ela foi sequestrada por um grupo de homens mascarados em uma estrada de terra.
Mantida em cativeiro por 460 dias, Amanda converteu-se ao islamismo como tática de sobrevivência, recebeu “lições sobre como ser uma boa esposa” e se arriscou em uma fuga audaciosa. Ocupando uma série de casas abandonadas no meio do deserto, ela sobreviveu através de suas lembranças — cada um dos detalhes do mundo em que vivia antes do cativeiro —, arquitetando estratégias, criando forças e esperança. Nos momentos de maior desespero, ela visitava uma casa no céu, muito acima da mulher aprisionada com correntes, no escuro e que sofria com as torturas que lhe eram impostas. De maneira vívida e cheia de suspense, escrito como um excepcional romance, A Casa do Céu é a história íntima e dramática de uma jovem intrépida e de sua busca por compaixão em meio a uma adversidade inimaginável."

Sobrevivi... Posso Contar
Maria da Penha - Armazém da Cultura
212 páginas - 2012 - R$50,00 - comprar
Não-ficção. Autobiografia.

Sinopse:

"O livro Sobrevivi...Posso cContar relata a vida da autora que sofreu uma cruel, dolorosa e covarde violência. Maria da Penha oferece sua história como uma forma de contribuir com transformações urgentes, pelos direitos das mulheres a uma vida sem violência. História que muito tempo depois a tornou protagonista de um caso de litígio internacional emblemático para o acesso à Justiça e para a luta contra a impunidade em relação à violência doméstica e violência familiar contra as mulheres no Brasil.Ícone dessa causa, sua vida está hoje também simbolicamente subscrita e marcada sob a lei número 11.340 ou lei Maria da Penha."

A Bibliotecária de Auschwitz
Antonio G. Iturbe - Agir
384 páginas - 2013 - R$40,90 - comprar
Não-ficção. Biografia.

Sinopse:
"Um emocionante romance baseado na história verídica de uma jovem checa, a bibliotecária do Bloco 31, de Auschitwz – Dita Dorachova - com quem o autor teve oportunidade de falar e que resgata do esquecimento uma das mais comoventes histórias de heroísmo cultural.
Auschwitz-Birkenau, o campo do horror, infernal, o mais mortífero e implacável. O Bloco 31 tinha 500 crianças, e neste lugar onde os livros eram proibidos, a jovem Dita escondia todas as noites os frágeis oito volumes da biblioteca mais pequena, recôndita e clandestina que jamais existiu.
No meio do horror, Dita dá-nos uma maravilhosa lição de coragem: não se rende e nunca perde a vontade de viver nem de ler porque, mesmo naquele terrível campo de extermínio nazi, abrir um livro é como entrar para um comboio que nos leva de férias.
Um livro diferente de tudo o que já leu sobre o Holocausto e de que poucos têm conhecimento. Pela primeira vez ficamos a saber da existência de livros num campo de extermínio.
Minuciosamente documentado, e tendo como base o testemunho de Dita Dorachova, a jovem bibliotecária checa do Bloco 31, este livro conta a história inacreditável, mas verídica, de uma jovem de 14 anos que arriscou a vida para manter viva a magia dos livro, ao esconder dos nazis durante anos a sua pequena biblioteca, de apenas oito volumes, no campo de extermínio de Auschwitz.
Este livro é uma homenagem a Dita, com quem o autor tanto aprendeu, e à memória e valentia de Fredy Hirsh, o infatigável instrutor judeu do Bloco 31 que criou em segredo uma pequena escola e uma ainda mais minúscula biblioteca, apenas com oito livros."


Resistência: A História da Mulher Que Desafiou Hitler
Agnès Humbert - Agir
326 páginas - 2008 - R$30,90 - comprar
Não ficção. Autobiografia.

Sinopse:
"No início da década de 1940, a Segunda Guerra Mundial se formava no horizonte e o poderio nazista ocupava cada vez mais áreas da Europa. Em Paris, uma historiadora de arte se rebela contra o governo francês e o domínio nazista e decide usar as palavras como arma de guerra. Resistência conta a história real e emocionante de Agnès Humbert, que se tornou uma das maiores vozes da resistência antinazista na Europa e um ícone da luta pela liberdade de expressão em todo o mundo."

Mulheres: Retratos de Respeito, Amor-próprio, Direitos e Dignidade
Carol Rossetti - Sextante
160 páginas - 2015 - R$44,90 - comprar
Não-ficção. Ilustrações.

Sinopse:
"Em 2014, a ilustradora Carol Rossetti começou a desenhar mulheres diversas para testar seus lápis de cor. Nunca poderia imaginar que suas criações despretensiosas ganhariam o mundo e iriam viralizar na internet a ponto de se tornarem matéria na CNN.
Com um traço característico e frases inspiradoras, Carol quebrou tabus e espalhou uma mensagem que ecoou em mulheres do mundo todo: somos fortes, merecedoras de respeito e especiais do jeito que somos, independentemente de opiniões e julgamentos alheios.
Agora, essa mensagem ganha o formato de livro e inclui textos sobre os temas centrais abordados em suas ilustrações, como corpo, estilo, identidade, relacionamentos e superação.
“Existem mulheres negras, brancas, morenas, latinas, asiáticas, indianas, indígenas. Existem engenheiras, donas de casa, prostitutas, senadoras, artistas, executivas, atrizes. Há mulheres cegas, surdas, mudas. Mulheres bipolares, deprimidas, ansiosas.
Existem heterossexuais, lésbicas, bissexuais, arromânticas, pansexuais, assexuais. Mulheres cristãs, ateias, budistas, islâmicas.
Há mulheres que não são ativistas, que nunca ouviram falar em feminismo, que nunca discutiram racismo. Mulheres que lutam de formas diferentes, a partir de ideias que não conhecemos. Existem mulheres que têm vergonha de compartilhar suas escolhas por medo de serem julgadas. E mulheres que discordam de tudo isso que eu disse até aqui.
Cada uma tem sua própria história, e acredito que todas elas merecem ser ouvidas e representadas. Minha abordagem será abrangente, convidando todos os que dividem comigo essa ideia de liberdade a celebrar a diversidade do ser humano."

O Rouxinol
Kristin Hannah - Arqueiro
432 páginas - 2015 - R$39,90 - comprar
Ficção. Baseado em fatos reais. RESENHA.

Sinopse:
"França, 1939: No pequeno vilarejo de Carriveau, Vianne Mauriac se despede do marido, que ruma para o fronte. Ela não acredita que os nazistas invadirão o país, mas logo chegam hordas de soldados em marcha, caravanas de caminhões e tanques, aviões que escurecem os céus e despejam bombas sobre inocentes.
Quando o país é tomado, um oficial das tropas de Hitler requisita a casa de Vianne, e ela e a filha são forçadas a conviver com o inimigo ou perder tudo. De repente, todos os seus movimentos passam a ser vigiados e Vianne é obrigada a fazer escolhas impossíveis, uma após a outra, e colaborar com os invasores para manter sua família viva.
Isabelle, irmã de Vianne, é uma garota contestadora que leva a vida com o furor e a paixão típicos da juventude. Enquanto milhares de parisienses fogem dos terrores da guerra, ela se apaixona por um guerrilheiro e decide se juntar à Resistência, arriscando a vida para salvar os outros e libertar seu país.
Seguindo a trajetória dessas duas grandes mulheres e revelando um lado esquecido da História, O Rouxinol é uma narrativa sensível que celebra o espírito humano e a força das mulheres que travaram batalhas diárias longe do fronte.
Separadas pelas circunstâncias, divergentes em seus ideais e distanciadas por suas experiências, as duas irmãs têm um tortuoso destino em comum: proteger aqueles que amam em meio à devastação da guerra – e talvez pagar um preço inimaginável por seus atos de heroísmo."


As Espiãs do Dia D
Ken Follett - Arqueiro
448 páginas - 2015 - R$44,90 - comprar
Ficção. Baseado em fatos reais. RESENHA.

Sinopse:
"Segunda Guerra Mundial. Na fúria expansionista do Terceiro Reich, a França é tomada pelas tropas de Hitler. Os alemães ignoram quando e onde, mas estão cientes de que as forças aliadas planejam libertar a Europa.
Para a oficial inglesa Felicity Clairet, nunca houve tanto em jogo. Ela sabe que a capacidade de Hitler repelir um ataque depende de suas linhas de comunicação. Assim, a dias da invasão pelos Aliados, não há meta mais importante que inutilizar a maior central telefônica da Europa, alojada num palácio na cidade de Sainte-Cécile.
Porém, além de altamente vigiado, esse ponto estratégico é à prova de bombardeios. Quando Felicity e o marido, um dos líderes da Resistência francesa, tentam um ataque direto, Michel é baleado e seu grupo, dizimado.
Abalada pelas baixas sofridas e com sua credibilidade posta em questão por seus superiores, a oficial recebe uma última chance. Ela tem nove dias para formar uma equipe de mulheres e entrar no palácio sob o disfarce de faxineiras.
Arriscando a vida para salvar milhões de pessoas, a equipe Jackdaws tentará explodir a fortaleza e aniquilar qualquer chance de comunicação alemã – mesmo sabendo que o inimigo pode estar à sua espera.
As Espiãs do Dia D é um thriller de ritmo cinematográfico inspirado na vida real. Lançado originalmente como Jackdaws, traz os personagens marcantes e a narrativa detalhada de Ken Follett."

O Pomar das Almas Perdidas
Nadifa Mohamed - Tordesilhas / Alaúde
296 páginas - 2016 - R$ - comprar
Ficção. Baseado em fatos reais. RESENHA.

Sinopse:
"Hargeisa, segunda maior cidade da Somália, 1987. A ditadura militar que está no poder faz demonstrações de força, mas o vento que sopra do deserto traz os rumores de uma revolução, e em breve, pelos olhos de três mulheres, vamos assistir ao mergulho do país em uma sangrenta guerra civil.Aos 9 anos, atraída pela promessa de ganhar seu primeiro par de sapatos, a menina Deqo deixa o campo de refugiados onde nascera. Em circunstâncias dramáticas, conhece Kawsar, uma viúva que logo em seguida é presa e espancada por Filsan, uma jovem soldado que deixara a capital para reprimir a rebelião que crescia no norte. Intimista, singelo e poético, O pomar das almas perdidas nos lembra de que a vida sempre continua, apesar do caos e do sofrimento."

Um Teto Todo Seu
Virginia Woolf - Tordesilhas / Alaúde
20 páginas - 2014 - R$34,00 - comprar
Não Ficção. Ensaio.

Sinopse:
"Baseado em palestras proferidas por Virginia Woolf nas faculdades de Newham e Girton em 1928, o ensaio Um teto todo seu é uma reflexão acerca das condições sociais da mulher e a sua influência na produção literária feminina. A escritora pontua em que medida a posição que a mulher ocupa na sociedade acarreta dificuldades para a expressão livre de seu pensamento, para que essa expressão seja transformada em uma escrita sem sujeição e, finalmente, para que essa escrita seja recebida com consideração, em vez da indiferença comumente reservada à escrita feminina na época."

A Vida Secreta das Abelhas
Sue Monk Kidd - Paralela / Companhia das Letras
256 páginas - 2014 - R$32,90 - comprar
Ficção. Romance. RESENHA.

Sinopse:
"Nova edição de um dos livros de maior sucesso dos últimos anos, um clássico instantâneo que já foi adaptado para o cinema. Tendo como pano de fundo os anos 1960, A Vida Secreta das Sbelhas é uma história marcante sobre o poder feminino e o poder do amor.
A adolescência de Lily Owens tem sido complicada. Ela não se lembra da morte da mãe, há mais de dez anos, e sua relação com o pai é mais que difícil. Em 1964, quando completa catorze anos, ela decide fugir junto com sua babá Rosaleen.
Lily sai a caminho de Tiburon, a cidade que parece esconder alguma resposta sobre a vida de sua mãe. Chegando lá, ela e Rosaleen são acolhidas por três irmãs. Aos poucos, Lily descobre um mundo mágico de abelhas, mel e da Madona Negra.
Com a ajuda das irmãs Boatwright —August, May e June —, Lily tenta desvendar sua história. Será que ela conseguirá enfrentar os demônios de seu passado e se tornar uma jovem independente?"

A Invenção das Asas
Sue Monk Kidd - Paralela / Grupo Companhia das Letras
328 páginas - 2014 - R$32,90 - comprar
Ficção. Romance. Baseado em fatos reais. RESENHA.

Sinopse:
"Em sua terceira obra, Sue Monk Kidd, cujo primeiro livro ficou por mais de cem semanas na lista de mais vendidos do New York Times, conta a história de duas mulheres do século XIX que enfrentam preconceitos da sociedade em busca da liberdade. Sue Monk Kidd apresenta uma obra-prima de esperança, ousadia e busca pela liberdade. Inspirado pela figura histórica de Sarah Grimke, o romance começa no 11º aniversário da menina, quando é presenteada com uma escrava: Hetty “Encrenca” Grimke, que tem apenas dez anos. Acompanhamos a jornada das duas ao longo dos 35 anos seguintes. Ambas desejam uma vida própria e juntas questionam as regras da sociedade em que vivem."

A Cidade do Sol
Khaled Hosseini - Nova Fronteira
368 páginas - 2013 - R$29,90 - comprar
Ficção. Romance.

Sinopse:
"Mariam tem 33 anos. Sua mãe morreu quando ela tinha 15 anos e Jalil, o homem que deveria ser seu pai, a deu em casamento a Rashid, um sapateiro de 45 anos. Ela sempre soube que seu destino era servir seu marido e dar-lhe muitos filhos. Mas as pessoas não controlam seus destinos. Laila tem 14 anos. É filha de um professor que sempre lhe diz - 'Você pode ser tudo o que quiser.' Ela vai à escola todos os dias, é considerada uma das melhores alunas do colégio e sempre soube que seu destino era muito maior do que casar e ter filhos. Mas as pessoas não controlam seus destinos. Confrontadas pela história, o que parecia impossível acontece - Mariam e Laila se encontram, absolutamente sós. E a partir desse momento, embora a história continue a decidir os destinos, uma outra história começa a ser contada, aquela que ensina que todos nós fazemos parte do 'todo humano', somos iguais na diferença, com nossos pensamentos, sentimentos e mistérios."

O Conto da Aia
Margaret Atwood - Rocco
368 páginas - 2006 - R$48,00 - comprar
Ficção. Distopia.

Sinopse:
"Narrado em um tempo onde ninguém tinha direito à defesa, onde não existia mais liberdade, respeito; onde jornais, revistas e filmes foram queimados, onde o conhecimento ficava restrito a um segmento mínimo e as mulheres só tinham valor quando geravam filhos, O Conto da Aia, de Margaret Atwood, acaba se transformando em uma ficção científica dolorosamente real. Estamos em Gilead, mas daria para contar a mesma história de qualquer canto do planeta.
Offred, uma das aias do principal governante, pode sair para comprar comida nos mercados. Mas também é obrigada a ajoelhar-se e orar para que o comandante a engravide, uma vez que, junto a todas as outras, as aias passam a existir apenas se tiverem os ovários férteis. A ironia, o humor, a percepção aguçada e o talento da autora transformaram este relato em uma significativa metáfora do século XXI."

A Mão Esquerda da Escuridão
Ursula K. Le Guin - Aleph
296 páginas - 2014 - R$39,90 - comprar
Ficção. Ficção Científica.

Sinopse:
"Genly Ai foi enviado a Gethen com a missão de convencer seus governantes a se unirem a uma grande comunidade universal. Ao chegar no planeta Inverno, como é conhecido por aqueles que já vivenciaram seu clima gelado, o experiente emissário sente-se completamente despreparado para a situação que lhe aguardava. 
Os habitantes de Gethen fazem parte de uma cultura rica e quase medieval, estranhamente bela e mortalmente intrigante. Nessa sociedade complexa, homens e mulheres são um só e nenhum ao mesmo tempo. Os indivíduos não possuem sexo definido e, como resultado, não há qualquer forma de discriminação de gênero, sendo essas as bases da vida do planeta.
Mas Genly é humano demais. A menos que consiga superar os preconceitos nele enraizados a respeito dos significados de feminino e masculino, ele corre o risco de destruir tanto sua missão quanto a si mesmo."

As Brumas de Avalon:
1) A Senhora da Magia
2) A Grande Rainha
3) O Gamo-Rei
4) O Prisioneiro da Árvore
Marion Zimmer Bradley - Imago
252 / 231 / 230 / 239 páginas - 2008 - R$44,00 cada - comprar: volume 1, volume 2, volume 3, volume 4
Ficção. Fantasia.

Sinopse:
"Neste enorme e emocionante romance escrito em 1979 em quatro volumes, a lenda do rei Artur é contada pela primeira vez através das vidas, das visões e da percepção das mulheres que nela tiveram um papel central.
Igraine, Viviane, Guinevere, Morgana. Elas revelam, com as suas vidas e sentimentos, a lenda de Artur, como se fosse nova de, ao mesmo tempo, levam o leitor a integrar-se na história, de maneira natural e profunda.
Assim, esta obra proporciona uma narrativa soberba de uma lenda, e a recriação dessa lenda, bem como a brilhante contribuição para a literatura do ciclo arturiano."

Alguns outros livros feministas da autora, do mundo Darkover: A Dama do Falcão, A Corrente Partida e A Casa de Thendara.




Trilogia das Joias Negras:



1) A Filha do Sangue
2) Herdeira das Sombras
3) A Rainha das Trevas
Anne Bishop - Saída de Emergência Brasil / Arqueiro
432 / 480 / 512 páginas - 2014 - 3º volume em breve) - R$39,90 cada - comprar: volume 1, volume 2
Ficção. Fantasia.

Sinopse:
"Há 700 anos, num mundo governado por mulheres e onde os homens são meros súditos, O Reino Distorcido se prepara para o cumprimento de uma antiga profecia: a chegada de uma nova Rainha, a Feiticeira que tem mais poder que o próprio Senhor do Inferno.
Três homens estão dispostos a dar a vida por Jaenelle. Mas há quem seja capaz de tudo para controlar ou destruir a Rainha. Conseguirá ela cumprir seu destino como detentora do maior poder que o mundo já conheceu?"

Sorteio:
Concorra a um(01) exemplar de Amor ao Pé da Letra, chick-lit da Melissa Pimentel e da Editora Paralela / Grupo Companhia das Letras.

Para participar é obrigatório:
1) Ter endereço de entrega no Brasil;
2) Comentar nesta postagem indicando 1 livro em homenagem ao Dia Internacional da Mulher;
3) Clicar no formulário abaixo deixando seu nome utilizado ao comentar. PRONTO!

Extras) O formulário abrirá mais entradas. Quanto mais você preencher, mais chances tem no sorteio, mas não são campos obrigatórios.
Observações: A opção "Visite Leitora Viciada no Facebook" e "Visite Editora Paralela no Facebook" somente serão válidas se o participante curtir as páginas. O regulamento completo está no formulário Rafflecopter. Os comentários do blog são moderados. Por favor, aguarde publicação ;).

Resultado: A sorteada é Tarin Andreoni, comentou como Tarin. A vencedora tem até 48 horas para responder ao e-mail enviado.

Formulário: (funciona em desktop ou celular.)

a Rafflecopter giveaway


Dúvidas? leitoraviciada@yahoo.com.br


Instagram @leitoraviciada

Skoob

Online

Siga por e-mail