Pesquise no Leitora Viciada

12 de março de 2018

Lançamentos: Paralela (Grupo Companhia das Letras)

A Mulher entre Nós
Greer Hendricks e Sarah Pekkanen - Paralela / Grupo Companhia das Letras
352 páginas - R$ 34,90 - comprar

Sinopse:
"Um livro de suspense que explora as complexidades do casamento e as verdades perigosas que ignoramos em nome do amor.
Aos 37 anos, a recém-divorciada Vanessa está no fundo do poço. Deprimida, morando no apartamento de sua tia, ela não tem filhos, dinheiro ou amigos verdadeiros. Ao descobrir que Richard, seu rico e carismático ex-marido, está prestes a se casar de novo, algo dentro de Vanessa se quebra. A partir de agora, sua vida irá revolver em torno de uma única obsessão: impedir esse matrimônio. Custe o que custar.
Na superfície, Nellie se parece com qualquer outra jovem bela e sonhadora que veio para Manhattan começar sua tão sonhada vida adulta. Mas a personalidade tranquila que ostenta é apenas uma fachada. Em sua mente, perdura um segredo que a fez fugir de sua cidade natal e que a impede de caminhar em paz quando está sozinha.
Ao conhecer Richard – bem-sucedido, protetor, o homem dos sonhos – ela finalmente começa a sentir-se segura. Ele promete protegê-la de todos os males, para o resto de sua vida. Mas, de repente, ela começa a receber ligações misteriosas. Fotografias em seu quarto são movidas de lugar. O lenço que ela planejava usar em seu casamento desaparece. Alguém está perseguindo-a, alguém quer o seu mal. Mas quem?
"Se prepare, esse é um livro que você não vai conseguir parar de ler." — Glamour .
"Surpreendente. Inesquecível. Chocante." — Publishers Weekly .
"O melhor thriller doméstico desde Garota Exemplar." — In Touch Weekly."


Maktub
Paulo Coelho - Paralela / Grupo Companhia das Letras
192 páginas - R$ 29,90 - comprar

Sinopse:
"“Maktub não é um livro de conselhos — mas uma troca de experiências.” — Paulo Coelho.
Durante um ano, Paulo Coelho teve uma coluna diária chamada Maktub no jornal Folha de S.Paulo. Nela, publicava curtíssimos textos sobre os pensamentos e as inquietações de diversas culturas. Como resultado, o autor recebia diariamente diversas cartas de leitores dizendo o quanto as colunas os inspiravam e que alguns chegavam a recortar o jornal para guardar seus textos preferidos.
Foi daí que surgiu a ideia deste livro. Os textos que aqui estão são pequenas histórias, fábulas que nos convidam a pensar e ver a vida a partir de novos pontos de vista, uma oportunidade para refletir e se encontrar consigo mesmo novamente.
Para redigi-los, Paulo Coelho teve como inspiração histórias da sabedoria universal que tratam da busca da felicidade ? uma temática extremamente atual que nos leva a pensar sobre as nossas próprias verdades ao conhecer narrativas tão diversas.
“O talento de escritor do senhor Paulo Coelho, bem como sua excepcional capacidade em tocar as vidas dos homens e mulheres, por entre fronteiras e culturas, faz dele um mensageiro poderoso.” — Ban Ki-Moon, secretário-geral das Nações Unidas.
“Acreditamos nas palavras de Paulo Coelho, em um de seus mais famosos livros: ‘Com a força de nosso amor e de nossa vontade podemos mudar nosso destino e também os destinos de outros’.” — Barack Obama, ex-presidente dos Estados Unidos.
“Paulo Coelho conhece o segredo da alquimia literária.” — Kenzaburo Oe, Prêmio Nobel de literatura."

A Bruxa de Portobello
Paulo Coelho - Paralela / Grupo Companhia das Letras
320 páginas - R$ 34,90 - comprar

Sinopse:
"“Trata-se de um livro sobre uma pessoa a frente de seu tempo que precisa lutar contra os preconceitos relacionados a isso.” — Paulo Coelho.
Na obra de Paulo Coelho não faltam personagens fortes. São homens e mulheres que, para encontrar seu próprio caminho, precisam enfrentar a sociedade e, muitas vezes, eles mesmos.
A protagonista deste livro, Athena, faz parte desse grupo especial. Para contar sua história, Paulo Coelho recorre ao relato de diversas pessoas que a conheceram e conviveram com ela. Assim, sua vida aos poucos se revela, e o leitor constrói uma personagem forte, decidida a ir atrás da verdadeira história de sua mãe biológica.
Como encontramos a coragem para sermos sempre verdadeiros com nós mesmos – mesmo se não temos certeza de quem somos? – é a questão central deste romance com pitadas de amor, paixão, sacrifício e felicidade.
“Seu talento especial parece ser a habilidade de falar com todos de uma vez... Ele é um professor indulgente... e enfático.” — The New Yorker, Estados Unidos.
“Os espiritualistas e os exploradores vão devorar ansiosamente as críticas ardentes do autor de O Alquimista sobre o amor, o medo e a busca de todas as coisas significativas.” — The Washington Post, Estados Unidos.
“Paulo Coelho é o mestre da narrativa de uma busca.” — Marie Claire, Estados Unidos."

Na Margem do Rio Piedra Eu Sentei e Chorei
Paulo Coelho - Paralela / Grupo Companhia das Letras
224 páginas - R$ 29,90 - comprar

Sinopse:
"“Quem ama venceu o mundo, não tem medo de perder nada. O verdadeiro amor é um ato de entrega total.” — Paulo Coelho.
Quando foi publicado, a tiragem inicial de 30 mil exemplares de Na margem do Rio Piedra eu sentei e chorei esgotou em uma semana. Ao mesmo tempo, sua publicação em outros países já era negociada — este livro chegou a ser lançado em mais de quarenta idiomas. Um sucesso inimaginável mesmo considerando que, naquela época, Paulo Coelho já era o nosso autor mais lido internacionalmente.
Esta obra narra a história de dois amigos que se separam e voltam a se encontrar onze anos depois. Durante todo esse tempo, muita coisa mudou. Pilar se tornou uma mulher forte e independente e ele se tornou um líder espiritual extremamente carismático, capaz de influenciar multidões.
O que para Pilar, a princípio, seria um rápido encontro, se transforma em um novo relacionamento que vai fazer que ambos tenham que enfrentar seus próprios obstáculos interiores. Em um romance que fala de entrega, dor, sofrimento, perdão e esperança, Paulo Coelho nos mostra que o amor é a melhor forma de trilharmos o nosso caminho.
“[Em Na margem do Rio Piedra eu sentei e chorei], Coelho reafirma sua fé no cristianismo, evocando uma raiz pagã para a figura da Virgem Maria, identificada à Grande Deusa, ou Grande Mãe, divindade celta da fertilidade.” — Folha de S.Paulo.
“A história de Na margem do Rio Piedra eu sentei e chorei é linda e inocente como uma parábola santa.” — Cosmopolitan, França.
“A tradução simples, mas de alguma forma elevada, captura a sincera crença de que na vida diária estamos no meio do extraordinário.” — The Times, Reino Unido."

Lançamentos da Editora Paralela (do Grupo Companhia das Letras) em março de 2018.

Instagram @leitoraviciada

Skoob

Online

Siga por e-mail