Batman: Criaturas da Noite, de Marie Lu e Arqueiro

Batman: Criaturas da Noite (Batman: Nightwalker)
Coleção Lendas da DC - livro 2
Marie Lu - Arqueiro
Tradução: Mariana Serpa
256 páginas - 2018 - R$ 29,90 (impresso) e R$ 19,99 (eBook) - trecho
Comprar: Amazon | Cultura | Saraiva | Submarino
Sorteio de 02 a 23/04.

Sinopse:
"As criaturas da noite estão caçando a elite de Gotham. Bruce Wayne é o seu novo alvo.
Bruce Wayne está prestes a completar 18 anos e herdar a fortuna de sua família, além do controle das indústrias Wayne. No entanto, no dia do seu aniversário, ele faz uma escolha impulsiva e é condenado a prestar serviço comunitário no Asilo Arkham, uma mescla de prisão e hospital psiquiátrico onde estão detidos os criminosos mais desequilibrados da cidade.
Lá ele conhece Madeleine, integrante das Criaturas da Noite, um grupo radical que deseja acabar com a elite de Gotham. Até então, a moça se recusava a confessar seus crimes ou informar à polícia os futuros ataques que planejavam, mas ela resolve se abrir para Bruce Wayne, dando início a um perigoso jogo de sedução e inteligência.
Será que o jovem Wayne vai conseguir convencê-la a revelar todos os seus segredos ou ela está apenas manipulando-o para arruinar Gotham?  Enquanto o golpe final das Criaturas da Noite se aproxima, Bruce percebe que não é tão diferente de Madeleine. E, mesmo longe de se tornar o Cavaleiro das Trevas, precisará provar que está preparado para deter uma das maiores ameaças que Gotham já presenciou."

Resenha:

Os super-heróis dominaram o mundo pop, atingindo diversos públicos, espalhados por muitas mídias além das histórias em quadrinhos. Batman: Criaturas da Noite (Batman: Nightwalker), escrito pela Marie Lu, autora das séries Legend, Warcross e Jovens de Elite, foi publicado em fevereiro de 2018 no Brasil pela Editora Arqueiro. Este é o segundo livro da coleção Lendas da DC (DC Icons), uma parceria da Warner Bros. e da DC Comics com a Random House Books, que visa transportar as personagens icônicas DC para livros Young Adult. A Arqueiro tem sido rápida com a série e manteve a mesma tradutora do livro anterior, Mariana Serpa. O primeiro volume é Mulher-Maravilha: Sementes da Guerra (Wonder Woman: Warbringer), da Leigh Bardugo, autora de Grisha e Six of Crows, foi publicado ano passado e também já resenhado aqui no blog. O próximo será o YA da Mulher-Gato (Catwoman: Soulstealer) e está sendo escrito pela autora das séries Trono de Vidro e Corte de Espinhos e Rosas, a Sarah J. Maas. O último volume divulgado da coleção é de responsabilidade de Matt de la Peña, autor da série Infinity Ring, e será com o Superman.
Embora formem uma bela coleção padronizada, cada um é uma leitura independente sem ordem cronológica ou ligações diretas. Também não necessitam de nenhum conhecimento prévio do universo DC Comics, ou seja, qualquer pessoa pode ler sem medo de não compreender. Por ser voltado ao público juvenil, com certeza arrebatará novos fãs. Cada livro é centrado em uma personagem emblemática, contando sua origem reimaginada pelo autor.
Batman é um dos super-heróis mais populares e queridos do mundo, mas também um dos mais complexos. Se como personagem já é intimidador o suficiente, imagine a responsabilidade que Marie Lu carregou enquanto escrevia esta versão antes do Batman. Pois é exatamente isso: uma história sobre Bruce Wayne, não exatamente sobre Batman.


Neste livro, ele acaba de completar 18 anos e ser emancipado, receber o controle da fortuna bilionária deixada pelos pais e assumir as empresas Wayne. Não sabemos muito sobre a adolescência de Bruce, fase essencial para a formação de qualquer pessoa. A autora convida a mergulhar no passado e a descobrir quem era o jovem rapaz, ainda cursando o Ensino Médio, mas já cheio de responsabilidades e reflexões, que se tornará o Batman.
Ele não tem tempo para pensar sobre sua maioridade, pois uma gangue extremista que se autodenomina Criaturas da Noite está aterrorizando os cidadãos da elite de Gotham City. Bruce se aventura em um ato impulsivo mas bem-intencionado e é condenado a prestar serviços comunitários no Asilo Arkham, hospital psiquiátrico para criminosos insanos e um dos locais fictícios mais populares entre os fãs de HQs, por onde já passaram vilões como Coringa, Pinguim, Arlequina e Charada. Sinceramente não imaginaria isso como punição para nenhum adolescente, mesmo já com 18 anos, mas estamos em Gotham. Tudo é possível nessa cidade, ainda mais quando falamos sobre sua administração.
Ali ele conhece Madeline Wallace, (personagem que eu adorei completamente )acusada de assassinatos em nome das Criaturas da Noite. Ao menos é o que a polícia e a detetive Carolina Draccon supõem, pois a jovem permanece em silêncio. Nenhum policial ou médico é capaz de fazê-la falar, até que Madeline misteriosamente começa a conversar em particular com Bruce, através do grosso vidro da cela, enquanto ele limpa o corredor. Destaque para o complexo relacionamento entre eles, gostei bastante dessa parte, é profundo e convincente. À medida que eles se aproximam, Bruce trabalha para desvendar os mistérios da gangue, descobrir alguma pista do próximo passo (visto que ele é um dos prováveis alvos) e talvez conseguir que Madeleine seja libertada. Ele desconfia que a moça é inocente. Será? Ele vai começar a entender que na vida nem tudo se resume a certo ou errado, bom ou mau.
Outra personagem excelente é seu mordomo, guardião e amigo Alfred. Outros três adolescentes completam o elenco principal, além dos vilões que dão o título ao livro.


Ficção-científica leve com muita ação e algumas críticas sociais. A autora mistura eficazmente personagens e locais já familiares dos fãs aos inéditos Criaturas da Noite e Madeleine, evitando afetar a mitologia do Batman, principalmente por se tratar de uma história de origem. Não causa problema algum à narrativa e cronologia do herói; na verdade acrescenta itens bem interessantes que podem e deveriam ser utilizados novamente nos quadrinhos ou outras plataformas. Uma versão Young Adult que respeita um dos maiores super-heróis, mostrando um rascunho do homem que Bruce será, provando que ele é mais que "apenas" o Batman. Ele pode não ter superpoderes, mas seu raciocínio é genial. Ele é assombrado, ousado, inteligente e capaz de improvisos, mesmo que ainda um esboço de quem ele será. Não deve ser fácil entrar na mente de Bruce, mas Marie Lu conseguiu apresentar uma versão teen interessante: por ter narrativa em terceira pessoa, a autora explora apenas o necessário sobre Bruce, deixando ainda um pouco de mistério sobre detalhes de seu modo de pensar e seus sentimentos. É um vislumbre muito bem-apresentado.


Leigh Bardugo foi brilhante com Mulher-Maravilha, enquanto Marie Lu, mesmo não se saindo tão bem, criou uma ótima aventura com Batman, com seu estilo de escrita viciante e repleto de adrenalina. É uma autora que sabe trabalhar bem as personalidades tanto de personagens femininas como masculinas, sempre multifacetadas, e em tramas movimentadas, ousadas e breves, sem enrolação. A construção e desenvolvimento da trama funcionam tão bem que se retirássemos todas as ligações com o Batman ainda assim teríamos um ótimo Young Adult de ação e leve si-fi.
Enquanto a jovem Diana Price desenvolve sua força guiada por profundos sensos de justiça e bondade e igualdade, Bruce Wayne opera em um mundo com infinitos tons de cinza, entre sombras e nuances labirínticas. Numa sociedade cheia de falhas, principalmente de caráter, e mergulhada em crimes, corrupção e desigualdade, ele sente necessidade em ajudar, especialmente resolvendo mistérios aparentemente impossíveis.
A Editora Arqueiro anexou ao término de Criaturas da Noite um trecho do livro anterior, Mulher-Maravilha: Sementes da Guerra, mas você pode ler ambos os textos no site da editora. Clique aqui e leia uma degustação do livro do Batman, e aqui para experimentar o livro da Mulher-Maravilha. Mal posso esperar pelo da Mulher-Gato da Sara J. Maas, com certeza também será uma grandiosa aventura. Já quero!
O exemplar da Arqueiro é maravilhoso, com a capa original, orelhas e páginas amareladas.



Participe do sorteio em parceria com a Editora Arqueiro, valendo um exemplar! De 02 a 23 de abril de 2018. Clique aqui.



A autora:
Marie Lu é a autora das séries Warcross e Jovens de Elite e da aclamadíssima trilogia Legend. Ela se formou na Universidade do Sul da Califórnia e trabalhou como designer na indústria de videogames. Atualmente escritora em tempo integral, passa as horas livres lendo e jogando. Mora em Los Angeles com o marido e um cãozinho mestiço de chihuahua e corgi.
Twitter | Facebook | InstagramTumblr

Editoras parceiras