Pesquise no Leitora Viciada

21 de julho de 2018

Lançamentos: Companhia das Letras, Penguin Companhia, Alfaguara e Objetiva (Grupo Companhia das Letras)

Lançamentos de julho de 2018 da Companhia das Letras, Penguin Companhia, Editora Alfaguara e Editora Objetiva, todos do Grupo Companhia das Letras.
A um Passo
Elvira Vigna - Companhia das Letras / Grupo Companhia das Letras
216 páginas - R$ 49,90 (impresso) e R$ 34,90 (ebook) - comprar

Sinopse:
"Considerada uma das maiores escritoras brasileiras contemporâneas, Elvira Vigna costumava declarar que A um passo era seu romance preferido. O livro fragmentado e bastante experimental foi publicado originalmente em 1990, com o título A um passo de Eldorado, e depois teve uma nova edição, com uma série de mudanças — inclusive o título —, em 2004. A obra é pouco conhecida e passou despercebida pela imprensa à época, razão pela qual Vigna dizia tê-la como favorita.
Nos capítulos curtos, cada personagem conta a história do outro, tornando explícita as dificuldades do próprio narrar. Há um suposto crime de assassinato, em que dois amantes estariam envolvidos, e a vingança por um abuso sofrido na infância, mas são o banal e o cotidiano que irão fornecer a matéria para construir uma recusa da lógica previsível das coisas. Com sua típica ironia mordaz, a autora de Nada a dizer e Como se estivéssemos em palimpsesto de putas constrói a trama como um jogo de xadrez inusitado e fascinante.
“Tendo já publicado vários outros romances, todos marcados por um estilo peculiar (a autora é uma dentre os poucos que conseguem criar uma linguagem própria, inconfundível, dentro da literatura contemporânea), Elvira Vigna radicaliza, em A um passo, a sua leitura corrosiva da vida urbana brasileira dos dias de hoje, vida tempestuosa onde quase todos são exilados, estrangeiros dentro de seu próprio território.” — Maria Esther Maciel."

Ciência na Alma
Richard Dawkins - Companhia das Letras / Grupo Companhia das Letras
Organização: Gillian Somerscales
520 páginas - R$ 79,90 (impresso) e R$ 39,90 (ebook) - comprar

Sinopse:
"Apesar de abarcar três décadas de produção escrita, este livro não poderia ser mais atual e urgente, num mundo cada vez mais irracional e hostil aos fatos. Já na sua introdução apaixonada, Richard Dawkins faz um alerta insistindo para que a razão volte a ser protagonista e que os sentimentos — mesmo aqueles que não representam coisas abjetas como a xenofobia, a misoginia e outros preconceitos — fiquem de fora das escolhas eleitorais. Em mais de quarenta ensaios, artigos, palestras e cartas, recentemente revistos pelo autor, são escrutinadas uma série de questões, entre elas a importância das evidências empíricas, e há uma crítica enfática da má ciência, da presença da religião nas escolas e de movimentos como os que negam a gravidade das mudanças climáticas. Com o ardor de sempre, o cientista defende “a verdade sagrada da natureza” e homenageia as glórias e as complexidades do mundo natural com seu virtuosismo típico.
Neste momento em que pessoas nos altos cargos dos governos questionam a evolução, Dawkins se pergunta o que Darwin pensaria de seu próprio legado e celebra a ciência, que possui muitas virtudes das religiões, mas está livre do lado negativo da superstição e do preconceito."

Dinheiro, Eleições e Poder
Bruno Carazza - Companhia das Letras / Grupo Companhia das Letras
432 páginas - R$ 69,90 (impresso) R$ 39,90 (ebook) - comprar

Sinopse:
"Especialista em direito e economia, Bruno Carazza criou uma metodologia original para destrinchar as engrenagens do sistema político brasileiro. Para escrever Dinheiro, eleições e poder, ele compilou e cruzou um volume imenso de dados sobre doações de campanhas eleitorais, tramitação de projetos, votações e atuação parlamentar, que são contextualizados por fragmentos das delações premiadas e dos depoimentos de testemunhas ouvidas nas várias fases da Operação Lava Jato e do julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE.
O autor mostra como o perfil do financiamento eleitoral no Brasil foi se concentrando em grandes doadores, que seguem uma lógica estritamente empresarial – muito mais que ideológica. Baseado em dados sobre participação em frentes parlamentares, propositura de emendas e posicionamento nas principais votações, Carazza analisa como os eleitos tendem a retribuir as doações recebidas das grandes empresas. Por fim, o autor apresenta alternativas para baratear nossas eleições, combater práticas como o “caixa dois” e diminuir a influência econômica em nossa democracia."

Mac e seu Contratempo
Enrique Vila-Matas - Companhia das Letras / Grupo Companhia das Letras
288 páginas - R$ 59,90 (impresso) e R$ 39,90 (ebook) - comprar

Sinopse:
"Mac é um entediado homem de meia-idade, desempregado, que vive às custas da mulher, ocupando seus dias com caminhadas pelo Coyote, fictício bairro de Barcelona, e com leituras paranoicas do horóscopo — que acredita conter mensagens codificadas direcionadas a ele. Como costuma ocorrer nos romances de Enrique Vila-Matas, a única saída para o protagonista é a literatura: somente os livros podem salvar Mac desta vida. É assim que surge a ideia amalucada de tentar reescrever o primeiro livro de Sánchez, um escritor de sucesso que, por acaso, é seu vizinho. O que está em jogo aqui é a ideia de repetição, e o que Vila-Matas parece assinalar é que toda escrita é repetição e que a criação literária é sempre evocação de algo que se leu um dia. A jornada literária deste personagem quixotesco arremessará o leitor num tornado de citações e de livros dentro do livro capaz de questionar os conceitos do que é escrever (e ler) literatura nos dias de hoje."

Maquinação do Mundo
José Miguel Wisnik - Companhia das Letras / Grupo Companhia das Letras
304 páginas - R$ 64,90 (impresso) e R$ 39,90 (ebook) - comprar

Sinopse:
"Numa viagem circunstancial a Itabira, cidade natal de Drummond, José Miguel Wisnik deparou com traços do passado e sinais contemporâneos que levaram à elaboração de Maquinação do mundo, um dos mais originais e envolventes livros de nossa crítica literária. Ensaísta de mão-cheia, Wisnik identifica na atividade mineradora uma questão crucial para um escritor apegado ao provinciano lugar de origem e ao mesmo tempo marcado por um sentimento cosmopolita do vasto mundo.
Ao descobrir um veio inexplorado pela bibliografia sobre um de nossos maiores poetas, José Miguel Wisnik pôs seu brilhantismo e erudição a serviço da imaginação crítica. Mobilizando vasto repertório da produção drummondiana, o ensaísta defende a atualidade dessa literatura no panorama atual, em que o espaço público se encontra em linha de faccionalização e a cultura deixou de ser baliza de autorreconhecimento da sociedade. Com Maquinação do mundo, Wisnik não apenas reposiciona a obra de Drummond como torna evidente a dimensão política de que a arte e a cultura se investem hoje."

Contos Completos
Caio Fernando Abreu - Companhia das Letras / Grupo Companhia das Letras
760 páginas - R$ 79,90 (impresso) e R$ 39,90 (ebook) - comprar

Sinopse:
"Publicados entre as décadas de 1970 e 1990, os contos de Caio Fernando Abreu são o retrato de uma geração. Os tempos autoritários e sombrios dos anos de chumbo aparecem nesta reunião não apenas como pano de fundo, mas como parte constituinte de uma prosa que se consagrou pelo estilo combativo e radical. Vida e obra, aqui, se misturam a ponto de biografia se transformar em literatura e vice-versa.
Em Contos completos, o leitor tem a chance de percorrer toda a produção do autor no gênero da prosa breve. O volume abarca seis títulos — Inventário do irremediável (1970), O ovo apunhalado (1975), Pedras de Calcutá (1977), Morangos mofados (1982), Os dragões não conhecem o paraíso (1988) e Ovelhas negras (1995) —, além de dez contos avulsos, sendo três deles inéditos em livro. O livro inclui, por fim, textos de Italo Moriconi, Alexandre Vidal Porto e Heloisa Buarque de Hollanda, que jogam luz sobre a atualidade de Caio Fernando Abreu.
Ao escrever sobre amor, morte, medo, sexualidade, solidão e alegria, o autor de Onde andará Dulce Veiga? constrói personagens complexos e absolutamente profundos em cada detalhe. Com verve e sensibilidade, o “escritor da paixão”, na alcunha de Lygia Fagundes Telles, soube como ninguém combinar delírio e lucidez, euforia e angústia, luz e sombra."

O Vermelho e o Negro
Stendhal - Penguin Companhia / Grupo Companhia das Letras
648 páginas - R$ 54,90 (impresso) e R$ 37,90 (ebook) - comprar

Sinopse:
"O vermelho e o negro conta a história de Julien Sorel, um jovem pobre e talentoso que, nos convulsivos anos de 1830, deixa para trás sua origem provinciana para circular entre as altas esferas da sociedade parisiense.
Mas o passado é traço difícil de apagar, e tão fortes quanto a determinação de Julien são as paixões que o dominam: o jovem tenta sufocar lembranças pessoais e a admiração ardente que nutre por Napoleão, figura non grata nos salões burgueses da Restauração, mas o faz em vão.
Crônica mordaz de seu tempo e romance inaugural do gênero psicológico, não é à toa que esta obra cumpriria à risca o destino vaticinado por seu autor, vindo a ser compreendida apenas muitos anos após sua publicação."

Oeste
Carys Davies - Alfaguara / Grupo Companhia das Letras
128 páginas - R$ 44,90 (impresso) e R$ 29,90 (ebook) - comprar

Sinopse:
"Quando o viúvo Cy Bellman lê uma reportagem sobre ossos antiquíssimos e colossais encontrados no meio de Kentucky, ele logo decide sair de sua pequena vila na Pensilvânia para conferir se os rumores são verdadeiros — seria possível que os gigantescos monstros ainda estivessem vivos e vagando pelas terras além do rio Mississipi?
Com a promessa de voltar em menos de dois anos e escrever sempre que possível, Bellman parte e deixa para trás sua pequena fazenda e sua filha, Bess, aos cuidados da irmã. Com nada além da tia e dos animais que o pai cria, Bess cresce a olhos vistos e seu desamparo começa a ficar cada vez mais nítido. Mesmo ainda sendo uma menina, o perigo de um predador sexual a ronda naquela árida região.
Ao se embrenhar cada vez mais no Oeste, Bellman encontra paisagens e perigos inesperados. Mesmo contando com um companheiro de origem shawnee, que não fala seu idioma, a viagem de Cy Bellman será imprevisível."

Hipnotizados
Brenda Fucuta - Objetiva / Grupo Companhia das Letras
240 páginas - R$ 44,90 (impresso) e R$ 29,90 (ebook) - comprar

Sinopse:
"Todo dia, em algum lugar do planeta, algum jovem está fazendo uma foto ou um vídeo sensual e mandando para outra pessoa por meio de seu computador, tablet ou celular. Mais de 20% de nossos adolescentes foram intimidados, humilhados ou discriminados por meio do ciberbullying. É por esses e outros motivos que muita gente desconfia que a inteligência artificial cobrará um preço alto por facilitar nossas existências. Mas o fato é que, embora existam movimentos que pregam a desconexão, ninguém quer viver sem acesso à internet, muito menos os adolescentes, essa geração que já nasceu conectada.
Mesmo sendo nativos digitais, os adolescentes carecem de um guia para a convivência ética — o respeito à privacidade, os direitos e deveres de um novo tipo de cidadania, a digital. Também continuam precisando de um diálogo aberto e sem preconceito sobre sexualidade e pluralidade. A internet é um recurso fabuloso de comunicação e contato humano, mas pode produzir violência e sofrimento em um ambiente de preconceito e moralismo. Não são raras práticas de mutilação como o self-cutting, a pornografia infantil e o grooming (quando um adulto seduz um menor), ou o sexting. Tudo isso pode gerar depressão, ansiedade e até mesmo o suicídio. Porém, há espaço para a orientação e a reflexão.
Com uma linguagem leve e acessível, Brenda Fucuta procura entender o que os próprios adolescentes pensam sobre isso e busca respostas para uma convivência pacífica entre gerações."

Instagram @leitoraviciada

Skoob

Online

Siga por e-mail