Pesquise no Leitora Viciada

5 de dezembro de 2018

Dicas de presente de Natal #4: 10 livros da Companhia das Letras + 2 HQs da Quadrinhos na Cia.

Mais uma postagem com dicas de livros para presentear neste Natal. Se você ainda não escolheu quais títulos dar para quem gosta, não escreveu ainda sua cartinha para o Papai Noel nem sabe qual livro comprar para o amigo secreto, confira dez recomendações incríveis com publicações de 2018 feitas pelo principal selo do Grupo companhia das Letras! Dez livros variados da Companhia das Letra para fazer quem ama livros ainda mais feliz:

E ainda, como bônus, duas graphic novels excelentes lançadas pelo selo de histórias em quadrinhos do grupo, o Quadrinhos na Cia.

Os Contos, Lygia Fagundes Telles
Lançamento de novembro | 752 páginas | R$ 99,90 (impresso em capa dura) e R$ 44,99 (ebook)
Comprar na Amazon.

Os contos completos da grande escritora Lygia Fagundes Telles são reunidos pela primeira vez em um único volume. A edição é em capa dura. Uma obra-prima para todos, indispensável para os fãs da autora.


"Lygia Fagundes Telles é considerada pela crítica uma das maiores escritoras brasileiras e, sobretudo, uma contista extraordinária. Pela primeira vez, o leitor tem acesso à mais completa antologia de contos da autora, em uma edição especial que inclui, além de suas principais coletâneas, diversos escritos esparsos, há tempos fora de catálogo. Dos primeiros contos, concebidos na juventude, até sua produção mais madura, Lygia exibe sua maestria na narrativa curta, sempre com sensibilidade e sutileza, em textos impecáveis."

Contos Clássicos de Terror, vários autores
Lançamento de novembro | 408 páginas | R$ 59,90 (impresso em capa dura)
Comprar na Amazon.

O melhor das histórias de medo, uma seleção de tirar o fôlego e perder o sono. Neste livro, Stephen King, Shirley Jackson, Machado de Assis e outros dividem as páginas para mostrar toda a potência das histórias assustadoras. Edição em capa dura!


"Transitando entre o gótico, o horror e o terror — mas sem se afiliar a nenhuma dessas categorias com exclusividade —, os dezenove contos deste livro reúnem o melhor das histórias de medo. De Machado de Assis e João do Rio a Lygia Fagundes Telles; de Edgar Allan Poe e Robert Louis Stevenson a Stephen King, grandes nomes da literatura mostram ao leitor toda a potência do gênero.
Com seleção e introdução de Julio Jeha, esta antologia traz uma história de H. P. Lovecraft inédita no Brasil, além de uma nova tradução do conto “A loteria”, de Shirley Jackson. Em Contos clássicos de terror, o mal absoluto, o sofrimento de ocasião e até a maldade disfarçada de bem revelam personagens complexos e narrativas impressionantes."

Explosão Feminista, Heloisa Buarque de Hollanda
Lançamento de novembro | 536 páginas | R$ 69,90 (impresso) e R$ 39,90 (ebook)
Comprar na Amazon.

Um panorama múltiplo da quarta onda feminista no Brasil de 2013 até hoje. Para curiosos e estudiosos sobre o feminismo nos campos da arte, cultura e universidade.


"Fruto de extensa pesquisa, este livro procura apontar de onde vem a força avassaladora do feminismo na última década e as mudanças pelas quais passou ao longo dos anos. A professora e escritora Heloisa Buarque de Hollanda, um dos nomes mais importantes na área cultural e nos estudos de gênero no Brasil, convoca jovens que estão marcando presença no ativismo, na poesia e nas artes para mostrar pontos de convergência e divergência entre os muitos feminismos que compõem o cenário brasileiro atual. Como podemos definir esta quarta e explosiva onda? Quem são as mulheres que estão à frente dos movimentos hoje e o que elas reivindicam? Como a militância vem impactando a política, o comportamento e, sobretudo, a criação artística?"

Sobrevivendo no Inferno, Racionais Mc's
Lançamento de outubro | 144 páginas | R$ 34,90 (impresso) e R$ 23,90 (ebook)
Comprar na Amazon.

A principal obra do maior grupo de rap do Brasil agora publicada em livro, contundente como sempre e atual como nunca. Leitura obrigatória do vestibular da Unicamp.


"Na virada para os anos 1990, os Racionais MC’s emergiram como um dos mais importantes acontecimentos da cultura brasileira. Incensado pela crítica, o disco Sobrevivendo no inferno vendeu mais de um milhão e meio de cópias. Agora publicados em livro, precedidos por um texto de apresentação e intermeados por fotos clássicas e inéditas, os raps dos Racionais são a imagem mais bem-acabada de uma sociedade que se tornou humanamente inviável, e uma tentativa radical, esteticamente brilhante, de sobreviver a ela. "
“Foi com Sobrevivendo no inferno que a juventude negra e periférica se formou. Por causa deste disco muita gente se graduou em autoestima e não entrou para a faculdade do crime.” — Sérgio Vaz
“O relato não frio, histórico e real da mentalidade que massacra e exclui no Brasil.” — Criolo

Ritmo Louco, Zadie Smith
Lançamento de março |528 páginas | R$ 79,90 (impresso) e R$ 39,90 (ebook)
Comprar na Amazon.

Duas amigas de infância apaixonadas por dança seguem caminhos diferentes neste novo e exuberante romance da premiada autora de Sobre a beleza. Best-seller do New York Times.


"Duas garotas de ascendência negra sonham em ser dançarinas — mas apenas uma delas, Tracey, tem talento. A outra, a narradora, tem ideias: sobre ritmo e identidade, sobre música e raça, sobre o que torna uma pessoa verdadeiramente livre. É uma amizade próxima, mas complicada, que termina abruptamente por volta dos vinte e poucos anos, para nunca mais ser revisitada, mas também nunca esquecida.
Ritmo louco começa com a narradora voltando a Londres após ser demitida de seu emprego como assistente pessoal de uma cantora pop mundialmente famosa. Ao perambular pela cidade, a história do passado vai sendo revelada — e Tracey tem papel fundamental nela. Alternando entre estes dois tempos, o do presente e os anos 1980 e 1990, Zadie Smith cria um brilhante romance de formação que coloca em movimento reflexões profundas e atuais sobre cor, raça, gênero e, sobretudo, pertencimento."

As Últimas TestemunhasSvetlana Aleksiévitch
Lançamento de setembro | 272 páginas | R$ 34,90 (impresso) e R$ 23,99 (ebook) | trecho
Comprar na Amazon.

Neste livro doloroso e potente, a Nobel de literatura Svetlana Aleksiévitch reuniu os relatos francos de vários sobreviventes da Segunda Guerra que, quando crianças, testemunharam horrores que nenhum ser humano jamais deveria experimentar.


"A Segunda Guerra Mundial matou quase 13 milhões de crianças e, em 1945, apenas na Bielorrússia, havia cerca de 27 mil delas em orfanatos, resultado da devastação tremenda causada pelo conflito no país. Entre 1978 e 2004, a jornalista Svetlana Aleksiévitch entrevistou uma centena desses sobreviventes e, a partir de seus testemunhos, criou uma narrativa estupenda e brutal de uma das maiores tragédias da história. A leitura dessas memórias não é nada além de devastadora. Diante da experiência dessas crianças se revela uma dimensão pavorosa do que é viver num tempo de terror constante, cercado de morte, fome, desamparo, frio e todo tipo de sofrimento. E o que resta da infância em uma realidade em que nada é poupado aos pequenos? Neste retrato pessoal e inédito sobre essas jovens testemunhas, a autora realizou uma obra-prima literária a partir das próprias vozes de seus protagonistas, que emprestaram suas palavras para construir uma história oral da Segunda Guerra."

21 Lições para o Século 21, Yuval Noah Harari
Lançamento de agosto | 446 páginas | R$ 54,90 (impresso) e R$ 29,90 (ebook) | trecho
Comprar na Amazon.

O novo livro do autor de Sapiens e Homo Deus explora as grandes questões do presente e o que podemos fazer para melhorá-lo.


"Como podemos nos proteger de guerras nucleares, cataclismos ambientais e crises tecnológicas? O que fazer sobre a epidemia de fake news ou a ameaça do terrorismo? O que devemos ensinar aos nossos filhos?
Em Sapiens, Yuval Noah Harari mostrou de onde viemos; em Homo Deus, para onde vamos. 21 lições para o século 21 explora o presente e nos conduz por uma fascinante jornada pelos assuntos prementes da atualidade. Seu novo livro trata sobre o desafio de manter o foco coletivo e individual em face a mudanças frequentes e desconcertantes. Seríamos ainda capazes de entender o mundo que criamos?"

Um Artista do Mundo Flutuante, Kazuo Ishiguro
Lançamento de maio | 232 páginas | R$ 49,90 (impresso) e R$ 34,90 (ebook) | trecho
Comprar na Amazon.

Um romance sensível e comovente do vencedor do prêmio Nobel, ambientado no Japão após a Segunda Guerra Mundial. “Há muitos bons escritores, mas poucos bons romancistas. Kazuo Ishiguro pertence a este escasso grupo. Seu segundo romance, Um artista do mundo flutuante, é do tipo que aprofunda a consciência do leitor, ensinando-o a ler mais sensivelmente.” — The New York Times Book Review.


"Masuji Ono, protagonista e narrador deste primoroso romance do vencedor do prêmio Nobel de literatura, é um homem de seu tempo. Pintor de grande renome do Japão antes e durante a Segunda Guerra Mundial, ainda jovem Masuji desafiou o pai para seguir a vocação artística e, durante seu desenvolvimento criativo, lutou contra as amarras da arte tradicional japonesa para dar lugar a uma produção propagandística a serviço de seu país. Usando a influência de que gozava perante as autoridades do governo imperial, Ono buscava ajudar pessoas de bem em situações menos favorecidas do que a sua.
Ambientado nos anos imediatamente após a rendição, o romance descortina a vida de Masuji já aposentado, procurando entender as mudanças vividas pelo país e impressas na mentalidade da geração mais jovem, da qual fazem parte suas duas filhas. Ao procurar entender por que as negociações para o casamento da mais nova delas foram abruptamente interrompidas, o protagonista se vê levado a rememorar sua vida de artista e professor respeitado e a enfrentar a consequência dos próprios atos no destino de seus descendentes.
Retrato comovente de um momento histórico cujos desdobramentos se veem até os dias de hoje, Um artista do mundo flutuante é também um poderoso romance sobre a velhice, a culpa e a passagem do tempo."

Passagem para o Ocidente, Mohsin Hamid
Lançamento de abril | 176 páginas | R$ 42,90 (impresso) e R$ 29,90 (ebook) | trecho
Comprar na Amazon.

Uma história de amor e de esperança em meio à guerra. Eleito um dos dez melhores livros do ano de 2017 pelo jornal The New York Times e pela revista Time, entre outras publicações. Recomendado por Barack Obama: "Um dos melhores livros do ano."


"Numa cidade não nomeada, os jovens Saeed e Nadia iniciam um romance constrangido pelas pressões religiosas e sacudido pela crescente violência de uma guerra civil. Quando ouvem rumores da existência de portais clandestinos que levam a outros países, eles resolvem se arriscar numa aventura sem volta. Ao lado dos protagonistas, o leitor é levado aos mais diversos cenários geográficos e humanos, numa jornada vertiginosa e cheia de surpresas.
“Uma visão mágica da crise dos refugiados” é como o jornal britânico The Guardian definiu Passagem para o Ocidente. Por sua mistura singular de realismo e fantasia, bem como por sua prosa precisa e contundente, o livro foi um dos finalistas do Man Booker Prize e considerado um dos melhores de 2017 por publicações como o jornal The New York Times e a revista Time."

O Sol na Cabeça, Geovani Martins
Lançamento de março | 120 páginas | R$ 34,90 (impresso) e R$ 23,90 (ebook) | trecho
Comprar na Amazon.

Com a estreia de Geovani Martins, a literatura brasileira encontra a voz de seu novo realismo. Nos treze contos de O Sol na Cabeça, deparamos com a infância e a adolescência de moradores de favelas – o prazer dos banhos de mar, das brincadeiras de rua, das paqueras e dos baseados –, moduladas pela violência e pela discriminação racial. Leitura recomendada por João Moreira Salles, Chico Buarque, Milton Hatoum, Nelson Motta e Marcelo Rubens Paiva. Geovani Martins foi eleito Brasileiro do Ano na Cultura pela Isto É.


"Em O Sol na Cabeça, Geovani Martins narra a infância e a adolescência de garotos para quem às angústias e dificuldades próprias da idade soma-se a violência de crescer no lado menos favorecido da “Cidade partida”, o Rio de Janeiro das primeiras décadas do século XXI.
Em “Rolézim”, uma turma de adolescentes vai à praia no verão de 2015, quando a PM fluminense, em nome do combate aos arrastões, fazia marcação cerrada aos meninos de favela que pretendessem chegar às areias da Zona Sul. Em “A história do Periquito e do Macaco”, assistimos às mudanças ocorridas na Rocinha após a instalação da Unidade de Polícia Pacificadora, a UPP. Situado em 2013, quando a maioria da classe média carioca ainda via a iniciativa do secretário de segurança José Beltrame como a panaceia contra todos os males, o conto mostra que, para a população sob o controle da polícia, o segundo “P” da sigla não era exatamente uma realidade. Em “Estação Padre Miguel”, cinco amigos se veem sob a mira dos fuzis dos traficantes locais.
Nesses e nos outros contos, chama a atenção a capacidade narrativa do escritor, pintando com cores vivas personagens e ambientes sem nunca perder o suspense e o foco na ação. Na literatura brasileira contemporânea, que tantas vezes negligencia a trama em favor de supostas experimentações formais, O sol na cabeça surge como uma mais que bem-vinda novidade."

Bônus: Duas graphic novels da Quadrinhos na Cia.:

A Revolução dos Bichos: o Clássico de George Orwell em Quadrinhos, George Orwell e Odyr
Lançamento de setembro | 176 páginas | R$ 69,90 (impresso) | trecho
Comprar na Amazon.

A obra-prima de George Orwell adaptada para os quadrinhos. Clássico moderno, A Revolução dos Bichos ganha vida e movimento no traço do gaúcho Odyr. Ao narrar a insurreição dos animais de uma granja contra seus donos, a obra mostra como o conflito os leva a uma tirania ainda mais opressiva que a dos humanos.


"Odyr passou os últimos anos envolvido numa empreitada desafiadora: transformar em quadrinhos um dos maiores clássicos da literatura mundial, A revolução dos bichos. Em tinta acrílica, fazendo com que cada página se tornasse uma verdadeira obra de arte, Odyr deu forma à narrativa de George Orwell — e a personagens antológicos como os porcos Napoleão e Bola-de-Neve. Escrita em plena Segunda Guerra Mundial e publicada em 1945, essa breve narrativa causou desconforto ao satirizar ferozmente a ditadura stalinista numa época em que os soviéticos ainda eram aliados do Ocidente na luta contra o eixo nazifascista. Mas não só. Mais de sessenta anos depois, A revolução dos bichos se tornou uma alegoria universal sobre as fraquezas humanas que levam à corrosão de grandes ideias e projetos de revolução política."

A Origem do Mundo: Uma História Cultural da Vagina ou a Vulva vs. o Patriarcado, Liv Strömquist
Lançamento de junho | 144 páginas | R$ 69,90 (impresso) | trecho
Comprar na Amazon.

Por que as sociedades alimentaram uma relação tão esquizofrênica com a vagina ao longo dos séculos? Por que a menstruação é um tema apagado de nossa cultura quando costumava ser algo sagrado para os povos ancestrais? A Origem do Mundo escancara interditos e desafia mitos e tabus. Um livro genial, catártico e absolutamente necessário.


"Se “o pessoal é político”, como dizia o slogan da segunda onda feminista, iniciada nos anos 1960, Liv Strömquist criou um livro radical. Com humor afiado, a artista sueca expõe as mais diversas tentativas de domar, castrar e padronizar o sexo feminino ao longo da história. Dos gregos antigos a Stieg Larsson, das mulheres da Idade da Pedra a Sigmund Freud, de Jean-Paul Sartre a John Harvey Kellogg (o inventor dos sucrilhos), da fábula da bela adormecida a deusas hindus, de livros de biologia ao rapper Dogge Doggelito, A origem do mundo esquadrinha nossa cultura e vai até o epicentro da construção social do sexo. Para Liv, culpabilizar o prazer é um dos mais efetivos instrumentos de dominação — graças à culpa, a maçã é venenosa e o paraíso mantém seus portões fechados. Uma crítica hilária, libertadora e instrutiva sobre o sexo feminino."

Veja as postagens com indicações de lançamentos 2018 de outros selos do Grupo Companhia das Letras: Editora Suma | Editora Seguinte

Participe do #DesafioDasLivrarias 
Vá até uma livraria, compre um livro e publique uma foto ou vídeo nas redes sociais, marcando ao menos três amigos e desafiando-os a fazer o mesmo! Vamos presentear com livros no Natal e impulsionar o mercado editorial.

Skoob

Online

Siga por e-mail