Visite as casas de Anne Frank

Annelies Marie Frank, uma adolescente alemã de origem judaica, se tornou uma das pessoas mais comentadas da História após a publicação de O Diário de Anne Frank, em 1947. Ela nasceu em 12 de junho de 1929, na cidade de Frankfurt, Alemanha, foi vítima do holocausto durante a Segunda Guerra Mundial e morreu em fevereiro de 1945, aos 15 anos de idade.
Hoje teria sido o aniversário dela, que completaria 90 anos. Ela morou a maior parte da vida em Merwedeplein, Amsterdã, nos Países Baixos. Com a invasão nazista, a população judaica foi perseguida e levada a campos de concentração. A família de Anne Frank se escondeu por dois anos em um edifício comercial em Prinsengracht, Amsterdã, mas o único sobrevivente foi Otto Frank, pai de Anne.
Otto voltou à Amsterdã e descobriu que o diário de Anne estava em mãos de Miep Gies, uma austríaca que ajudou a família. Otto publicou o diário e, desde então, é um dos livros mais traduzidos do mundo, para mais de setenta idiomas!


Conheça as duas casas em Amsterdã onde Anne Frank morou. A grande novidade lançada hoje é uma nova exposição:


A casa de Anne Frank em Merwedeplein (Casa de Anne Frank e Fundação Holandesa de Literatura)



Este foi o lar verdadeiro da família de Anne Frank, a casa onde eles viveram antes de irem ao famoso esconderijo! Ela fica na rua Merwedeplein 37 e graças ao projeto Google Arts & Culture em parceria com a Fundação Anne Frank, você pode agora visitar virtualmente a antiga moradia de Anne Frank e sua família através de uma exposição on-line em 360 graus. É a primeira vez que isto é possível virtualmente.


A casa foi revitalizada e redecorada com itens e móveis originais da década de 1930. Ela abriga desde 2005 a Fundação Holandesa de Literatura, um refúgio para escritores estrangeiros que não têm liberdade para trabalhar e escrever em seus países de origem. Na Casa de Anne Frank em Merwedeplein estas pessoas encontram tolerância, liberdade e apoio.
Passeie pelos 3 andares da casa, clique aqui e faça uma tour virtual em 360° pela Casa de Anne Frank!


A outra casa, bem mais conhecida:

O esconderijo em Prinsengracht (Museu Casa de Anne Frank)



Desde 1957, a "casa-esconderijo" no edifício na rua Prinsengracht 263-267 se tornou um museu. O local é visitado por milhares de pessoas anualmente. Ali você encontra o Museu Casa Anne Frank, um ponto turístico mundialmente famoso, num dos canais, com a estátua da Anne Frank no nº 281.
 A plaquinha "Anne Frank Huis" fica na rua Prinsengracht, mas a entrada principal, a do museu, fica na rua Westermarkt 20. Veja abaixo e a maquete completa do imóvel, onde a parte circulada de vermelho é a Casa Esconderijo de Anne Frank. O restante do imóvel era a empresa do pai de Anne. O esconderijo ficava preservado atrás de uma estante de livros, com uma passagem secreta.


O edifício e o livro se popularizaram mais recentemente com o livro / filme A Culpa É das Estrelas. Para quem vai presencialmente os ingressos são vendidos online no site oficial, mas 20% são reservados para venda no dia na rua Westermarkt, mesmo quarteirão.


Você pode conhecer virtualmente o Museu Casa Anne Frank neste link. Não está no Google e sim no site oficial. É proibido aos visitantes fotografar e filmar, então é bem legal poder ver o esconderijo desta forma.


Já no site do Google (Google Arts & Culture) você encontra uma exposição online sobre a vida de Anne Frank com documentos e fotografias históricas e muita informaçãoClique aqui para ver o material presente no Google Arts & Culture. Lá tem o único vídeo existente de Anne Frank!



Observação final:
Atenção, não confunda as casas: a primeira da postagem é a casa onde a família viveu antes da invasão nazista (Merwedeplein 37); já o esconderijo ficava no outro imóvel, no edifício comercial do pai de Anne (Prinsengracht 263-267), para onde a família se mudou após a invasão nazista na Holanda, onde Anne escreveu o diário. Ambos os endereços ficam em Amsterdã, mas são lugares diferentes. Vi muitos sites brasileiros (muitos mesmo) misturando os dois locais como se fossem o mesmo.

Quer saber mais sobre as casas? Visite o site Ducs Amsterdam. Recomendo!

O livro:

O Diário de Anne Frank
São três versões disponíveis: o impresso em brochura comum por R$ 49,90, a edição impressa em capa dura por R$ 79,90 e o ebook por R$ 14,90. Clique aqui para comprar na Amazon.


"Um dos livros mais importantes do século XX O depoimento da pequena Anne Frank, morta pelos nazistas após passar anos escondida no sótão de uma casa em Amsterdã, ainda hoje emociona leitores no mundo inteiro. Seu diário narra os sentimentos, os medos e as pequenas alegrias de uma menina judia que, como sua família, lutou em vão para sobreviver ao Holocausto. Lançado em 1947, O Diário de Anne Frank tornou-se um dos livros mais lidos do mundo. O relato tocante e impressionante das atrocidades e dos horrores cometidos contra os judeus faz deste livro um precioso documento e uma das obras mais importantes do século XX."

Em formato de histórias em quadrinhos (clique nas capas para saber mais):


Nenhum comentário

Antes da publicação, os comentários passam por moderação.
Comentários considerados spams, agressivos ou preconceituosos, não serão publicados, assim como pedidos de ebooks ilegais.
Sua opinião é muito importante! Através dos comentários é que posso tentar fazer um blog mais interessante.
Se você tem um blog, retribuirei seu comentário assim que possível.
Obrigada por participar.

Editoras parceiras