Garota Exemplar, Gillian Flynn, Editora Intrínseca

Garota Exemplar (Gone Girl)
Gillian Flynn - Editora Intrínseca
Tradução: Alexandre Martins
448 páginas - Ano: 2013 - R$39,90

Sinopse:
"Em Garota exemplar, a narrativa não linear de Gillian Flynn se alterna entre duas perspectivas opostas e conflitantes, construindo uma atmosfera dúbia, capaz de fazer o leitor mudar de opinião a cada capítulo. Com um humor perspicaz, o thriller expõe as consequências psicológicas da deterioração de um relacionamento íntimo. Se para muitos o problema está em acordar e perceber que não se conhece muito bem a pessoa com quem se divide a cama, Flynn alerta: o inferno pode ser conhecê-la bem demais.
Na manhã do quinto aniversário de casamento, Amy desaparece da nova casa, às margens do Rio Mississipi. Tudo indica se tratar de um sequestro, e Nick imediatamente chama a polícia, mas logo as suspeitas recaem sobre ele. Exibindo uma estranha calma e contando uma história bem diferente da relatada por Amy em seu diário, ele parece cada dia mais culpado, embora continue a alegar inocência. À medida que as revelações sobre o caso se desenrolam, porém, fica claro que a verdade não é o forte do casal."

Links: Intrínseca | Skoob

Resenha:
Garota Exemplar é um livro perfeito em todos os requisitos (trabalho gráfico, editorial, premissa, desenvolvimento do enredo, narrativa, personagens, clímax, final, mensagens). Está na minha prateleira de preferidos e livros psicologicamente desafiadores, chocantes e provocantes.
A complexidade do livro atinge variados níveis e se desdobra em diversas ramificações. Não é uma leitura difícil, mas sua quantidade de mensagens e interpretações atingem várias camadas do raciocínio do leitor, se ele se deixar levar pelo livro.

A capa possui um fundo negro com as letras em cor forte e fluorescente (muito mais viva em mãos que pelas imagens na internet), mostrando unicamente pontas dos fios de cabelo de uma mulher loira. Gostei mais do título em português que no original, é mais fiel.
Temo que minha resenha não chegue perto de mostrar meus pensamentos em relação à história, então creio que este texto seja apenas uma tentativa, um mero rascunho. Não consigo analisar Garota Exemplar, sei apenas que é um dos melhores livros que li na vida.

É um thriller psicológico, sem dúvida. Existe ação, confronto físico e cenas pesadas. Porém o embate central é completamente psicológico e sentimental. A pressão mental, os pensamentos jogados na narrativa, a forma como tudo é exposto, contado e recontado traz perturbação e choque ao leitor. É uma leitura pesada disfarçada de simples.
Existem dois pontos de vista antagonistas no livro:
Amy, a Garota Exemplar, psicóloga e totalmente perfeita. Linda, filha única, de família rica e bem estruturada, Amy inspirou (e popularizou e enriqueceu) os pais por toda a sua vida. Eles são escritores famosos pela série infantil Amy Exemplar, claramente baseada na filha - ou na filha que eles acham ter.
Amy não é apenas uma mulher linda, ela é excessivamente inteligente e possui um raciocínio e sarcasmo fora do comum. Ela é a típica nova-iorquina, gosta de badalação, variedade, cultura e vida agitada;
Nick, o garoto sortudo, porque se casou com a Garota Exemplar. Até mesmo ele ganha uma projeção nos livros infantis sobre Amy, embora os sogros não sejam explícitos. O Capaz. Porque Amy é exemplar e seu marido, apenas Capaz.
Jornalista e, embora bonito e de bom nível cultural, um homem comum, comparando-se à esposa. Possui uma irmã gêmea incomum e uma família dividida, pois os pais se divorciaram. Tanto seu pai como sua mãe estão doentes.
Sua vida em nada se assemelha à perfeição da vida de Amy, nem dinheiro ele tem, enquanto Amy é rica. E diferentemente de Amy, Nick não é excepcional nem gênio, só um cara que gosta de escrever.
Amy parece estudar tudo e todos, abordar qualquer assunto e manter toda conversa filosófica e profunda. Nick é conhecedor de filmes e cultura pop, afinal, é sobre isso que ele escreve. Nick não é de Nova Iorque. Ele vem do interior do Missouri.

A narrativa é típica de um thriller psicológico; possui uma estrutura bem definida e caprichada, porém não linear. O livro é dividido em três partes, e basicamente as interpretei da seguinte forma: A primeira possui Nick como vilão em potencial e Amy como vítima cativante; na segunda parte, embora os leitores possam se dividir em relação à Amy ou Nick, é notável a ideia da autora de inverter bruscamente os papéis, deixando Nick como injustiçado e Amy como a vingativa; na terceira, última e breve parte, o conflito final - ao iniciarmos essa parte da leitura, não sabemos mais que papéis cada um exerce. Não é claro nem sutil. Nesse momento eu já havia roído minhas unhas (hábito que nem possuo) e enlouquecido com essa história.
É o embate final de esposa versus marido; vilão(ã) versus herói(ína).
O leitor precisa se decidir: Qual lado você apoia? Como eles passam de casal feliz e apaixonado para inimigos mortais?

Cada capítulo é narrado por um deles. Começamos com Nick e o ponto de partida é o desaparecimento assustador de sua querida Amy. A mulher Exemplar parece ter sido arrancada de dentro do lar do casal.
Quando chega a vez da narrativa de Amy, percebemos que é em forma de diário. E voltamos no tempo, porque se inicia contando como Amy e Nick se conheceram, se apaixonaram e se casaram.
A alternância entre diário dela explicando todo o relacionamento do casal e a narrativa atual dele culmina na decadência do casamento.
O sumiço misterioso de Amy ocorre justamente na manhã do quinto aniversário de casamento. Ninguém viu nada, ninguém sabe de nada, porém Amy deixa indiretamente pistas através de bilhetinhos em comemoração à data.
Nick é o principal suspeito e também sofredor. Afinal, ele é um marido injustiçado e perdido sem sua esposa ou um psicopata que a fez desaparecer? Amy está em cativeiro, fugiu ou está morta?
O leitor chega a um ponto da história em que os diferentes pontos de vista e versões diferentes dos mesmos acontecimentos trazem um chocante e verdadeiro fato: Nenhum dos dois narradores é confiável. Os acontecimentos não batem, as histórias não se encaixam; percebe-se mentiras e detalhes ocultados em ambas as narrações. Apesar das justificativas, os dois mentem, enganam e parece existir uma guerra por poder e superioridade. Não a comum "guerra de sexos", mas uma guerra de egos, uma disputa por quem está certo.

O ponto forte do livro, além da narrativa original e arrebatadora é o desenvolvimento do enredo. Na segunda parte Nick continua a narrar. Ele tenta se focar no presente e através dele sabemos as reações das personagens envolvidas na historia, como os pais de Amy, os moradores locais, conhecidos de Amy (inimigos, amigos, ex-namorados), detetives do caso e sua irmã gêmea. No entanto, o retorno ao passado e a tentativa de desvendar os últimos rastros de Amy são inevitáveis e trazem à trama momentos arrepiantes e muito movimentados.
Amy narra fatos, incluindo alguns mesmos narrados por Nick. Portanto o leitor se sente dividido. Percebe que deseja escolher um lado - mesmo que seja o lado errado ou antiético.

A autora provoca o leitor de tal forma que ele se sente enganado e incapaz de desvendar todo o mistério. Diversas soluções são imaginadas, porém quanto mais o desfecho se aproxima, mais a autora sacode a história, empolgando e enlouquecendo o leitor.
Entre a dúvida de quem mente e quem conta a verdade, as páginas são dissecadas e aos poucos começamos a compreender os dois lados. Com certeza todo leitor terá sua preferência (Amy ou Nick), mas também não escapará do clímax escandalosamente doloroso.
Julgamos, condenamos, descobrimos e perdoamos personagens - independentemente da verdade ou da inocência deles. São personagens profundas, de caráter duvidoso, de instinto cruel, de máscaras aparentemente perfeitas e de ego inflado.

Quantas pessoas vivem em relacionamentos em disputa constante e subconsciente? Não apenas relacionamentos amorosos, como o tema central do livro (casamento), mas qualquer relacionamento humano. Quantas pessoas vivem disputando com outras sem ninguém desncofiar? Sejam amigos, irmãos, pais e filhos, colegas de trabalho. Uma batalha subconsciente sobre quem é melhor, quem domina o outro, quem manda na relação.
Não uma competição descarada como colegas de trabalho desejando uma vaga superior ou de estudantes querendo ser o primeiro colocando na turma, mas uma disputa mais sutil, envergonhada ou despercebida como um irmão ansiando ter mais a atenção dos pais que o outro ou amigos inseparáveis que até se admiram, sem perceberem, no entanto, que se invejam.
A autora toca em um assunto tabu e surpreendente: Disputa de poderes em um relacionamento humano. Íntimo, difícil de ser percebido, assumido e controlado. Utilizando um casal que se ama, mas que usa o outro para se sentir superior, a autora traz uma história inteligente de extremos com um final chocante. Chega ao cúmulo de um relacionamento competitivo.

Linhas repletas de interpretações duvidosas, que nos fazem mudar de opinião constantemente. Itens presentes na história mais poderosos que um quebra-cabeça, simbolicamente misteriosos. Um exemplo assustadoramente real. Com certeza uma pessoa com o mínimo de nível intelectual perceberá que é um livro marcante para toda a vida.
Cada leitor interpretará os acontecimentos e atitudes de uma forma particular e sentirá seu íntimo pesando, mesmo as pessoas com o mais puro coração. Seus relacionamentos nunca mais serão os mesmos - pelo menos alguns. Personagens que possuem suas justificativas próprias e que disputam o veredicto positivo do leitor.
Um livro sobre escândalos secretos, relacionamentos doentios e neuróticos. Um livro que merece toda a crítica positiva que tem recebido; adulto, desafiador e perturbador. Que faz pensar, refletir e se desesperar pelo final.
Esta resenha não consegue expressar nem um terço do que senti e pensei ao ler Garota Exemplar, porém não posso comentar mais sem atrapalhar com spoilers.
Descubra você, quem é a Garota Exemplar e todas as garotas existentes em uma só. Você não vai se arrepender em ler esta complexa história.

Críticas:
"Contundente, ardiloso, arrebatador. Um livro inteligente, cheio de camadas e com personagens extremamente bem construídos." - The New York Times 
"O retrato de um casamento tão aterrorizante que vai fazer você passar um bom tempo pensando em quem realmente é a pessoa que está ao seu lado na cama." - Time
"Um thriller arrebatador, o retrato magistral do desenrolar de um casamento." - The New Yorker 
Comprar:
Americanas | FNAC | Submarino | Leitura | Martins Fontes | Saraiva | Siciliano | Livraria da Travessa

A autora:

Gillian Flynn é jornalista e, antes de se dedicar integralmente à carreira de escritora, trabalhou por dez anos como crítica de cinema e TV para a Entertainment Weekly. Nascida na cidade de Kansas, no Missouri, e formada em jornalismo e inglês pela Universidade do Kansas, Gillian escreveu durante dois anos para uma revista de negócios na Califórnia e concluiu um mestrado em jornalismo na Northwestern University, em Chicago.
Além de Garota exemplar, é autora dos premiados Sharp Objects e Dark Places. Seus livros foram publicados em vinte e oito países e tiveram os direitos de adaptação cinematográfica vendidos. Atualmente, Gillian mora em Chicago com o marido e o filho.

Sorteio:
De 04/06 até 25/06/2013 está rolando sorteio de um exemplar de Garota Exemplar cedido pela Editora Intrínseca. Participem!!





79 comentários

  1. Taaaaati do céu... A primeira vez que li esse livro foi tão corrida que não deu para avaliar tão bem... Acho que por isso que não fiz resenha, desejo muito lê-lo novamente para dissecar essa história.
    Sua resenha me deixou empolgada nível extremme, juro. Próxima parada na livraria ele volta na bolsa õ/

    Beijoos,
    http://www.segredosentreamigas.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Barbara, acho bom, você leu tão corrido, não foi?
      Esse livro merece serrelido, merece estar presente na estante, merece uma leitura bem atenta.
      Foi muito complicado resenhar a fundo sem contar exatamente nada dos elementos surpresa. Obrigada.
      Beijos.

      Excluir
  2. Esse com certeza é um dos livros que mais quero ler no momento.
    Gostei da resenha, realmente a história bem interessante, prende a gente.
    Beijos....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Dany! Acho que esse vai entrar para o meu Top 2013!! \o/
      Beijos.

      Excluir
  3. Garota Exemplar parece um daqueles livros que você fica dividida e só a verdade para acabar com a dúvida.
    Tati sua resenha me deixou muito tensaaa, abordou pontos que não tinha lido em outras resenhas despertou ainda mais minha curiosidade.
    Quero muito ler. ><

    Bjão,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Thiana! Fico tão feliz quando alguém diz que comentei coisas diferentes na resenha :) Mas sempre sem spoilers, claro.
      Beijos, recomendo o livro!

      Excluir
  4. Li muitas criticas positivas sobre esse livro, por isso quando vi uma promoção comprei logo. Ainda não consegui parar e lê-lo, contudo o pouco que eu li, me agradou bastante.
    E vc esta de parabéns pela resenha, porque vc conseguiu passar a essência da história, sem deixar escapar nenhuma revelação crucial.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Janaina, quando tiver um tempo disponível leia o livro sem pressa. É o tipo de livro que nos faz querer correr com a leitura, tamanha curiosidade criada, mas também é um livro especial, que deve ser degustado devagar, analisado... É excelente!
      Obrigada! Nunca conta nada que a editora já não tenha divulgado.
      Beijos.

      Excluir
  5. Oi Tati, tudo bem?
    Parabéns pela resenha! super bem detalhada, adorei!
    Lendo sua resenha descobri coisas que não sabia sobre o livro, como a disputa entre o casal, não imaginava que isso acontecesse entre os dois, fato interessante.
    Eu particularmente acho que a Amy não tem nada de Garota Exemplar, mas só lendo mesmo pra descobrir!
    Bejos ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nessa!
      Achei que essa "disputa" entre eles é a peça chave do livro. Muito bem colocada pela autora!
      Acho que a Amy é completamente exemplar, no jeito dela. Todo mundo no livro acha ahahaha
      Beijos.

      Excluir
  6. A resenha me deixou mais confiante sobre esse livro! Pois vi algumas criticas bem negativas que fez minha vontade de lê-lo ficar a zero, mas lendo sua resenha, pude ver com outros olhos Garota Exemplar, acho que vale a pena dar uma chance :D

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que para não gostar de Garota Exemplar a pessoa não deve ser fã de thrillers psicológicos. Se o leitor não se deixar levar pela pressão psicológica causada pela história, ele corre o risco de não conseguir aproveitar a leitura e entrar no clima - pode desgostar. Defendendo o livro, que é excepcional e ciente de que nenhum livro agrada a todas as pessoas, Garota Exemplar precisa e merece muita atenção. Assim, não há como não gostar.
      Beijos.

      Excluir
  7. Terminei de ler o livro AGORA e estou com adrenalina correndo solta até agora! Inacreditável, toda a sagacidade da Amy e toda a confusa compreensão e reviravolta que o Nick consegue adquirir a final. Adorei sua resenha, li outras 3 além da sua e em nenhuma ninguém expressava tão bem como você quanto ao que senti dos conflitos psicológicos existentes. Amy (nada) exemplar nada mais é do que muitas mulheres são, só que com muito dinheiro, inteligência, coragem e sem escrúpulos.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Manuela, fico muito realizada em ver que você se identificou muito com minha resenha! Nossa, que notícia feliz!!
      Você está certíssima sobre sua visão de Amy!
      Amy e Nick entram pro ranking de casais marcantes.
      Beijos.

      Excluir
  8. Já tinha ouvido falar bem do livro, mas não tão bem assim. A princípio achei que era só um disfarce de coisa séria para um livro de relacionamento, mas estou vendo que é justamente o contrário: é a coisa séria sobre os relacionametos humanos sem disfarce nenhum, aliás, somente com aprofundamento das coisas nos lugares mais contundentes. Ótima resenha, me convenceu a ler mais um livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Riala! Acho que a grande questão é justamente essa: A Amy sempre quis ser "perfeita" em tudo e ao casar, queria o relacionamento perfeito. Para ela!
      O livro depende muito da interpretação do leitor e eu caí dentro da leitura. Me envolvi demais!
      Espero que goste de minhas recomendações :)
      Beijos.

      Excluir
  9. Eu tô louca por esse livro.
    As resenhas que já li dele só aumentam essa minha vontade de lê-lo.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Esse livro é completamente diferente dos quais eu costumo ler, + quando li a sinopse me deu vontade de ler, porem fiquei um pouco com o pé atras por ser algo que não estou acostumada a ler. Agora depois de ler essa resenha me deu mas vontade de ler, ótima resenha, Parabéns!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal, Giselle, saber que a resenha ajudou a aumentar o interesse pelo livro. É sempre bom lermos estilos diferentes, experimentarmos nocas leituras. Quem sabe você não gosta?
      Beijos e obrigada!

      Excluir
  11. eu adoro thriller psicológico, e isso é o que mais me deixa doida para ler o livro!
    sinto que irei adorar ele! consegui perceber que você gostou bastante do livro, mas é difícil retratar mesmo o quanto gostamos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Rayme, se você adora thriller psicológico precisa conferir Garota Exemplar!
      Gostei mesmo do livro! E é um livro muito complicado de ser resenhado, porque não gosto de spoiler algum.
      Beijos.

      Excluir
  12. Realmente o livro é muito bom;Só vejo elogios sobre ele e a autora.Ainda não o li,mais com certeza vou ler.Também não poderia ficar de fora da minha lista.depois de tão exultante resenha.Adorei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Beth! Eu também vi muitos elogios.
      Obrigada e beijos.

      Excluir
  13. Estou louca para ler esse livro, só ouvi falar bem dele.

    ResponderExcluir
  14. Puxa que resenha : de casal apaixonado á inimigos mortais !!!
    Quero muito esse livro , estou super ansiosa para lê-lo , ainda mais agora com essa narrativa sua...

    Beijos!!! Ana *_*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é uma das questões: Como o casal apaixonado cria inimigos mortais? De melhores amigos à antagonistas que se odeiam?
      ;) Beijos, Ana!

      Excluir
  15. "Capaz de fazer o leitor mudar de opinião a cada capítulo " essa eu quero ler :D muito bom!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Paula, leia e confirme hehehe ;)
      Você vai gostar!!
      Beijos.

      Excluir
  16. Já ouvi bastantes amigos elogiando meu livro e confesso que fiquei na vontade,, quero ler. Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  17. Todo mundo já leu esse livro menos eu, tô doido pra ler
    Parece ser viciante, acho que quando for na Bienal eu vou comprar.

    ResponderExcluir
  18. Todo mundo já leu esse livro menos eu, tô doido pra ler
    Parece viciante, quando eu for na Bienal, acho que vou comprar lá

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, muita gente já o leu, está entre os mais vendidos do Brasil.
      É viciante, sim, espero que possa lê-lo e se viciar também :)
      Beijos.

      Excluir
  19. Esse livro já estava na minha lista de desejados só que depois dessa resenha apaixonaa não tem como não colocá-lo como prioridade na minha lista de próximas compras. Eu já sou fascinada por thrillers psicológicos mas me pareceu que a grande sacada do livro é mostrar mais de um ponto de vista sem que o leitor saiba qual a verdade por trás das versões apresentadas. Quero muito ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Cris, me apaixonei mesmo pelo livro!
      Você que é fã de thrillers psicológicos precisa conferir Garota Exemplar e dar a sua opinião :)
      A autora nos confunde de forma tão deliciosa, o livro é demais!
      Beijos.

      Excluir
  20. Já tinha lido uma outra resenha desse livro e fiquei maravilhada e morrendo de medo de você contar mais do que eu não queria saber rsrsr.
    Gosto muito desse tipo de leitura e já estou muito curiosa pra ler com todos os comentários positivos da resenha.
    Adoro surpresa e ter um final diferente do apontado deve ser maravilhoso não vejo a hora de ler esse livro , tudo indica para uma ótima leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cristiane, pode confiar: Sempre tenho ocuidado com spoilers, odeio resenha que apenas tem resumo do livro.
      As chances de você gostar do livro são muito maiores que não gostar.
      Puxando o saco do livro admito que só não gosta quem não está no clima.
      Beijos.

      Excluir
  21. Adoro livros de suspense, drama, thriller psicológico!
    Tenho 'Garota Exemplar' nos desejados desde que soube do lançamento e a vontade de ler só vem aumentando mais e mais a cada resenha positiva que leio!
    É muito bom quando lemos um livro com avidez, quando o quebra-cabeça vai se encaixando e descobrimos a verdade... Preciso desse livro na minha estante! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Amanda, eu também o desejava há muito tempo, então minhas expectativas eram altas e o livro consguiu atingí-las! \o/
      Espero logo vê-lo em sua estante!
      Beijos.

      Excluir
  22. Eu me apaixonei por todas as resenhas desse livro e logo quis adicioná-lo na lista para compras. Achei fantástica sua resenha...Voc~e abordou vários pontos, sem vazar informações importantes da história. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Summy! Recomendo a compra do livro ;)
      Beijos.

      Excluir
  23. Antes de mais nada: Que mancada Amy! Isto não se faz!
    Quem é digno de dizer algo contra a Garota Exemplar? Ainda não li, mas é impressionante o quanto as críticas são positivas! Realmente, até a capa me parece perfeita, sem aquela frescurada na maior parte dos livros atuais. Com certeza está na minha lista de compras!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cello, também gostei da simplicidade da capa. É a prova de que nem sempre são necessários adornos e exageros para deixar um livro bonito.
      Beijos e boas compras :)

      Excluir
  24. Nossa que resenha é essa gente? Você gostou mesmo desse livro hein? Parabéns. Adorei.
    Sério super ansiosa pra ler e se vier pra minha estante como presente será muito bem vindo. :)

    Beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu AMEI o livro, sério mesmo! Gostei mais que o norma de "gostar" :) Por isso pedi para a parceira Intrínseca para sorteá-lo, eu tinha que compartilhar um exemplar com o leitor sortudo.
      Espero que goste tanto quanto eu!
      Beijos.

      Excluir
  25. Uau, simplesmente uau. Foi a resenha mais instigante e cativante que li sobre esse livro. De fato, só pela sua resenha me bateu vontade de lê-lo. Já tinha visto algumas pessoas comentando sobre ele, mas até então esse tipo de Thriller psicológico não havia me chamado atenção, mas diante do que li aqui, estou super curiosa pra comprovar e experimentar essa estória.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Susane, quando gostamos demais de um livro fica complicado resenhá-lo, porque pensamo se não ficou à altura (ao mesmo tempo em que não se pode contar a história).
      Espero que possa em breve ler e formar sua opinião à respeito :)
      Beijos.

      Excluir
  26. quero muito ler esse livro! Muita pessoas já me disseram que é ótimo, e pela renha parece mesmo! Mas quero ler pra ter certeza, haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sempre bom conferirmos pessoalmente :)
      Beijos e boa leitura.

      Excluir
  27. putz vei, depois q eu li a resenha... necessito ler esse livro e urgente .

    ResponderExcluir
  28. Quero muito esse livro, desde o primeiro dia, a primeira resenha... Estou cada vez mais curtindo os thrillers psicológicos!
    Estou nas páginas finais de No Escuro - se vc ainda não leu, por favor, é maravilhoso!
    Ao lado dele, Garota Exemplar é um dos mais que desejados desse ano!
    Adoro essa habilidade da autora em construir um raciocínio - ou uma linha de investigação, para os mais sherlockianos, rsrs - e depois desconstruir tudo. Deixar o leitor duvidando das próprias conclusões é um talento não muito comum. Acho que a autora, pelos comentários que já li sobre o livro - sabe fazer isso muito bem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Manu, muito obrigada pela dica. Vou pesquisar sobre No Escuro, não o li. Estou começando a conhecer profundamente thrillers psicológicos e estou gostando muito!
      Beijos.

      Excluir
  29. Uau que resenha. Fica difícil sendo um livro que além de ter gostado muito de conseguir expor tudo que sentiu ao lê-lo. Isso sendo uma história de tantas interpretações e mudança de opinião em relação a Amy - A Garota Exemplar e seu marido Nick.Tantas dúvidas colocadas que quero poder tirar minhas próprias conclusões.

    Saleta de Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Irene, super recomendo que o leia e tenha suas próprias conclusões. Espero que goste bastante. OBrigada.
      Beijos.

      Excluir
  30. Eu já tinha lido outras resenhas sobre o livro, e tinha gostado do suspense  que tem sobre a historia, mas não quero criar muitas expectativas para não me decepcionar. Vou ler e tirar minhas conclusões. 

    ResponderExcluir
  31. Eu já tinha lido outras resenhas sobre o livro, e tinha gostado do suspense  que tem sobre a historia, mas não quero criar muitas expectativas para não me decepcionar. Vou ler e tirar minhas conclusões. 

    ResponderExcluir
  32. Nunca pensei que Garota Exemplar fosse um livro policial, pensei que era mais um romance, talvez aqueles colegiais. Me impressionei com a resenha e espero ler logo esse livro.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Viviane! Garota Exemplar é um thriller psicológico. Eu nem gosto muito de gênero policial, mas adorei este livro!
      Obrigada e beijos.

      Excluir
  33. Nossa eu não consegui largar esse livro depois que comecei a ler, devorei em dois dias e achei muuito bom e muito perturbador ao mesmo tempo!! estou tentando escrever agora uma resenha no blog, mas muito difícil falar sobre ele !!

    ResponderExcluir
  34. Sou loucaaaaaaaa pra ler esse livro,as unhas tão ficando até no cotoco.
    A cada resenha sobre esse livro e me interesso mais ainda por ele.
    E ainda mais como você falou sobre,amei mais ainda.

    Beijos e abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Michelle, espero que possa ler logo para voltar a deixar as unhas maiores :)
      Beijos e obrigada.

      Excluir
  35. Já li muitas resenhas desse livro, e o impressionante é que todas elas foram positivas. E aqui tem mais uma. kkkkk
    Isso é o que procuro em um thriller psicológico: confrontos, pontos de vistas diferentes, cenas pesadas, mudanças de personalidade e posicionamentos. Todo livro desse gênero deveria nos surpreender e nos inquietar. Pelo que entendi, esse livro faz isso e muito mais. O que posso dizer é que estou muito curioso pra ler.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A minha é super positiva, Nardonio, o livro está entre os melhores de 2013 até agora, para mim.
      Esse livro possui tantas coisas subentendidas... Espero que cada leitor encontre algumas, as "suas".
      Beijos e boa leitura.

      Excluir
  36. Parece que vai render uma ótima leitura,estou doida para ler.

    ResponderExcluir
  37. Perdi o folego agora, sua resenha me deixou sem ar... Doida pra ler este livro pois parece o tipo de livro que gosto... Até o momento só vi uma resenha negativa deste livro, mas ele tem saldo pra isso... Parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da minha resenha. Tentei explicar tudo que passou pela minha cabeça durante a leitura, sem entregar o desenvolvimento do enredo.
      Nenhum livro, na verdade NADA, agrada a todo mundo, não é mesmo? O importante é a gente observar os argumentos utilizados na resenha, tanto negativa quanto positiva. Aí ver se faz sentido :)
      As pessoas podem até não gostar do livro como eu gostei, mas não podem dizer que meus argumentos são sem sentido ahahaha
      Espero muito que curta o livro e mergulhe nele como eu. Que viaje :)
      Beijos e boa leitura.

      Excluir
  38. Adorei a resenha, realmente "Garota Exemplar" é um execelente livro, que sem dúvidas nenhuma eu preciso ter >.< Amei. beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais que recomendado :)
      Espero que o leia em breve.
      Beijos.

      Excluir
  39. Nunca li um thriler psicológico e acho que é por isso que esse livro tem me chamado a atenção. Pela tua resenha, a história parece realmente ser bastante complexa e diferente de qualquer outro livro. Pelo menos foi a impressão que tive.

    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thrillers psicológicos bons sempre mexem com o leitor. Acho melhores que os thrillers de ação, embora curta os dois.
      Experimente!!
      Beijos.

      Excluir
  40. Uma amiga minha leu, adorou e total me recomendou dizendo que era a minha cara. E confesso que por estar com muita vontade de lê-lo acabei não lendo toda a resenha, com medo de que "estragasse" um pouco surpresas de se ler o livro sem saber quase nada a respeito. Mas as partes que li da ótima resenha só me deixaram ainda muito mais a fim de ler esse livro logo pois adoro histórias com essa temática. E, o fato de ser contado por diferentes pontos de vista ao longo do livro é algo que não estou acostumado, estou curioso para ver como isso funciona.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que máximo que sua amiga gostou e recomendou! Corre pra ler, já que ela acha a sua cara! Acho que vai gostar \o/
      Nunca se preocupe em ler minhas resenhas, eu nunca conto mais que a sinopse ;) Não faço resumos dos livros, tento falar mais do que senti e pensei sobre a história.
      Beijos e boa leitura.

      Excluir

Antes da publicação, os comentários passam por moderação, então aguarde, por favor.
Comentários considerados spams, agressivos ou preconceituosos, não serão publicados, assim como pedidos de e-Books ilegais.
Sua opinião é muito importante! Através dos comentários é que posso tentar fazer um blog mais interessante.
Se você tem um blog, retribuirei seu comentário assim que possível.
Obrigada por participar.

Editoras parceiras