Pesquise no Leitora Viciada

24 de janeiro de 2015

Voos e Sinos e Misteriosos Destinos, de Emma Trevayne e Editora Seguinte (resenha + sorteio)

Voos e Sinos e Misteriosos Destinos (Flights and Chimes and Mysterious Times)
Emma Trevayne - Editora Seguinte / Companhia das Letras
Ilustração: Glenn Thomas
Tradução: Álvaro Hattnher
312 páginas - 2014 - R$29,90
+ informações | comprar

Sinopse:
"Nesta fábula moderna, com gosto das aventuras clássicas que encantam os jovens leitores há tantos anos, conhecemos a história de Jack Foster, um garoto de dez anos que, como qualquer um da sua idade, sonhava viver grandes aventuras. Ele morava em Londres mas estudava em um colégio interno, voltando para casa apenas nas férias, quando ficava completamente entediado.
Mas, um certo dia, Jack atravessa uma porta mágica e, do outro lado, encontra uma cidade ao mesmo tempo muito parecida e muito diferente daquela que conhecia. Em Londinium, apesar de reconhecer as ruas e prédios, ele encontra um cenário steampunk, com engrenagens e fuligem por todos os lados. Por ali era raro encontrar alguém que não tivesse nenhuma parte do corpo feita de metal. E era justamente isso que a Senhora - uma mulher rígida e temperamental que governava a cidade desde sempre - buscava: um filho de carne e osso.
Jack logo descobre que aquele lugar era extremamente perigoso, e que voltar para casa não seria tão fácil quanto tinha sido chegar até ali..."

Resenha:
A Editora Seguinte, o selo de publicações juvenis da Companhia das Letras, trouxe ao Brasil Flights and Chimes e Mysterious Times no mesmo ano de seu lançamento em língua inglesa, com o título Voos e Sinos e Misteriosos Destinos. Sempre elogio a rapidez da Seguinte em apresentar as novidades aos leitores brasileiros, assim como seu capricho com os trabalhos gráfico e editorial. A capa original foi mantida. Além de linda e rica, ela combina perfeitamente com a história. É de autoria de Glenn Thomas, responsável pelas ilustrações presentes no miolo (estas são em preto-e-branco). Fonte, diagramação e revisão merecem elogios.
Esta é uma obra de Ficção Fantástica para todas as idades, mesmo que voltada ao público infantojuvenil e adultos fãs de aventuras mágicas. O destaque do livro é seu gênero: Steampunk.
Destinado a esta faixa etária e dentro da temática, eu apenas tinha lido O Peculiar (The Peculiar, 2014, Stefan Bachamann, Galera Júnior), portanto foi uma experiência interessante. Curiosamente, a autora Emma Trevayne cita Stefan Bachamann nos "agradecimentos" de Voos e Sinos e Misteriosos Destinos, dizendo "meu camarada entusiasta de pássaros mecânicos, pela amizade peculiar." Adorei saber que os autores de steampunk infantojuvenis são colegas. A diferença é que a trama de Emma é mais harmoniosa, clara e bela. Me agradou muito mais por ter um lado doce.

A história é mágica, com ar de fábula. Muitos pontos centrais do enredo remetem a histórias infantis como Alice no País das Maravilhas (Alice in Wonderland, 1895, Lewis Carroll) e O Mágico de Oz (The Wonderfull Wizard of Oz, 1900, L. Frank Baum). O padrão seguido é de aventura de uma criança curiosa que adentra em um mundo fantástico e desconhecido. Lá ela encara seres estranhos, lugares diferentes e acaba se misturando a acontecimentos importantes e até mesmo bizarros, mudando de alguma forma esse mundo misterioso, assim como a ela mesma. Ao término, algumas belas lições de moral e sobre a vida. A criança evolui e passa a enxergar seu próprio mundo com novo olhar.
O protagonista é um menino: Jack Foster, de dez anos de idade e inconformado com o fato de seus pais estarem sempre ocupados e o ignorarem. Cansado de revezar seu tempo no internato ou sob a vigilância da babá, Jack vê na visita do enigmático Sr. Havelock a oportunidade de ir para outro mundo. Nesse aspecto, me lembrei de Coraline (2002, Neil Gaiman, Rocco), mas o mundo encontrado por Jack através do portal é totalmente diferente.

Ambientado em steampunk, todos os itens do gênero são bem desenvolvidos, especialmente para criar um clima de muita curiosidade. Temos dois cenários: Londres e Londinium. A primeira é a capital da Inglaterra do nosso mundo; a segunda é seu espelho alternativo um tanto sinistro. Tudo parece estar no mesmo lugar, porém modificado. As duas cidades parecem ocupar o mesmo espaço e são, simultaneamente, iguais e diferentes (o livro traz mapas simples).
Por Londinium desfilam e são exibidos por todos os cantos, motores a vapor, seres mecânicos, dirigíveis gigantes, engenhocas incompreensíveis. A ambientação é vitoriana, o cenário é complexo e industrializado. A autora criou locais e personagens incríveis; Emma é muito criativa. Os detalhes são agradáveis, não pesados, e embalam a leitura por cenas fantásticas.
Fadas de metal que fazem qualquer coisa por néctar de cores variadas. Diabretes assustam sob as ordens de seu dono. Dragões mecânicos cospem vapor em busca de um pouco de óleo. São algumas das figuras interessantes.

Dentre os moradores do Império das Nuvens Jack encontra três aliados exóticos. O destaque é uma boneca / máquina / menina chamada Beth Número Treze, movida à corda. Esta me lembrou muito do drama do clássico Pinóquio ou do Lenhador de Lata de O Mágico de Oz: O que é necessário para alguém ser realmente um ser humano? Foi a personagem do grupo de "heróis" pela qual me apaixonei.
O criador / pai de Beth é outro amigo que Jack encontra, o Dr. Cataplasma, mistura de médico, engenheiro e cientista. Seu local de trabalho possui um monte de bugigangas e cacarecos divertidos e estranhos. É uma mistura de laboratório de testes, oficina mecânica e consultório médico.
O terceiro a compor o time é o homem de meio rosto, Xeno. Também é um cientista e trabalha esporadicamente junto ao Dr. Cataplasma, mas não com parafusos e metal, e sim com magia. É ele o conhecedor de mitos e lendas.
Os "vilões" também são incríveis e imaginativos. A Senhora, a grande rainha do Império, não é uma vilã comum; é desequilibrada e possui uma fantasia fixa: Ter um(a) filho(a) perfeito, sem qualquer coisa inumana ou incompleta - uma criança que não existe em seu mundo. Ela me lembrou a Rainha Vermelha de Alice no País das Maravilhas. O Sr. Havelock é seu principal funcionário e o verdadeiro antagonista de Jack. Ele fará de tudo para agradar a Senhora e sabotar o menino que veio de Londres.
A autora deixa um desejo no leitor de querer conhecer mais sobre o passado de Londinium e, especialmente, de seus moradores.

A narrativa é em terceira pessoa, quase em sua totalidade pelo ponto de vista de Jack. No entanto, em alguns capítulos, a autora trabalha a visão de mundo do rival, deixando a trama bastante interessante e desenvolvendo bem as personagens e suas ações.
No começo, Jack se deslumbra e se fascina com a possibilidade de viver neste mundo secreto e mágico. Tudo é tão curioso, intrigante, maravilhoso... até mesmo o céu escuro e o ar difícil de respirar. Porém a realidade o domina através de surpresas e Jack compreende que precisa retornar para o seu próprio mundo, seu lar, sua família. Será ainda possível? Como, se tantos empecilhos surgem?
Através de uma história antiga e poderosa, Jack descobre uma possibilidade de retornar e, ao mesmo tempo, derrotar seu inimigo principal. Será que em Londinium, local onde quase tudo parece ser possível, Jack encontrará a solução?
A autora poderia publicar um conto ou romance mostrando o passado da Senhora, de Londinium... Seria fascinante.
O steampunk misturado a magia com abordagem infantojuvenil e o clima de aventura compõem uma obra excelente e única. São inúmeras mensagens sensíveis a serem encontradas, como o valor da amizade e da família, sobre autoaceitação e mais. Tudo com muita aventura, mostrando como a infância é o momento mais divertido da vida.
Se você não conhece steampunk, esta é uma excelente oportunidade. Se você é fã de obras clássicas como as aventuras de Dorothy ou Alice, precisa conhecer a de Jack, nesta história contemporânea aclimatada em steampunk.

A autora:
Emma Trevayne escritora em tempo integral. Adora música e fotografia. Também escreve livros para o público juvenil, como Coda, seu primeiro romance, e a sequência Chorus. Já morou no Canadá, Inglaterra e Estados Unidos.
BlogTwitter

Sorteio:
Quer concorrer a um exemplar de Voos e Sinos e Misteriosos Destinos da Editora Seguinte?
Duração do sorteio: de 24/01 até 10/02/2015.

Para participar preencha o formulário abaixo:
1) Ter endereço de entrega no Brasil;
2) Marcar "Clique para participar +1".
Pronto! Você já está concorrendo ao livro!

3) Opcionais:
Ao abrir as opções no formulário, você ganha mais chances ao preenchê-las, porém não é obrigatório. Preencheu a primeira, já é participante; porém quanto mais entradas preenchidas, mais chances de levar o livro!
Atenção: O formulário pede para "visitar (visit) as fanpages, mas para valer precisa curti-las. ;)

a Rafflecopter giveaway
Verifique as regras presentes no formulário, em "Terms and Conditions".



* Top Comentarista Janeiro 2015: Para o comentário valer, precisa ser sobre a resenha.

Instagram @leitoraviciada

Skoob

Online

Siga por e-mail