Pesquise no Leitora Viciada

21 de agosto de 2016

Sua Secretária: Desfeita, de Melanie Marchande e Giz Editorial

Sua Secretária: Desfeita (His Secretary: Undone)
Sua Secretária (A Novel Deception) - livro 1
Melanie Marchande - Giz Editorial
Tradução: Camila Fernandes
256 páginas - 2016 - R$29,90
Comprar: Amazon | Livraria Cultura | Livraria Saraiva | Submarino
Recomendado para maiores de idade.

Sinopse:
"Depois de cinco anos trabalhando para o sr. Ryan, a paciência de Meghan com as manias e a grosseria do chefe bilionário já está no fim. Não importa que ele seja bonito e sexy...
Para suportar a pressão, ela busca refúgio na leitura de uma série de livros eróticos escritos por Natalie McBride. Meg se torna fã, chegando a trocar correspondência com a autora.
Mas seu mundo vira do avesso com a revelação de uma incrível coincidência: Natalie, na verdade, não existe. Os livros foram escritos por seu detestável chefe. E ele, sem saber que “Sua Secretária” é uma fã, pede a ela que encarne Natalie McBride em eventos de divulgação dos livros.
E não é apenas isso que Meg descobre. Ryan tem vários outros interesses; e ela faz parte de todos eles.
A tensão entre os dois aumenta até que um tórrido e complicado caso de amor comece.
Com humor, reviravoltas e cenas sensuais que farão este livro pegar fogo em suas mãos, “Sua Secretária” certamente vai te surpreender, fazer rir, chorar e corar."

Resenha:

Não tenho o hábito de consumir literatura erótica, gênero adulto que nos últimos anos dominou as listas de mais vendidos em ficção, como as séries Cinquenta Tons de Cinza (E. L. James, Intrínseca), Crossfire (Sylvia Day, Paralela) e A Garota do Calendário (Audrey Carlan, Verus). A verdade é que os romances eróticos sempre possuíram fãs, quase sempre vendidos como romances de banca. Ao dominarem as vitrines das livrarias com formato padrão e belas capas, quase sempre em preto e branco, o gênero consolidou-se e não vejo mais ninguém com vergonha de mostrar que é fã. Na Amazon e Wattpad os fãs encontram muitas opções independentes Já eu, raramente me interesso por eles e é ainda mais raro sentir necessidade de resenhá-los, justamente por não saber muito o que falar sobre, pois quase sempre os acho muito semelhantes. Então encontrei um erótico diferente. Ele me atraiu e, por isso, não poderia passar em branco sem uma resenha.
A Giz Editorial (adoro seus títulos de fantasia nacional!) está ampliando seu catálogo sob o planejamento de publicar mais literatura estrangeira, focando na ficção. Sua Secretária: Desfeita, da norte-americana Melanie Marchande é o primeira aposta da Giz. Melanie se tornou conhecida como autora independente na Amazon, combinando o melhor do tradicional erótico a itens divertidos de chick-lits. Em inglês, His Secretary: Undone, publicado em 2014, é o primeiro volume da série A Novel Deception, composta também por His Secretary: A Unveiled, Meeting Mr. Steele e publicações spin-off. Gostei de Sua Secretária: Desfeita exatamente pela pegada divertida e pela protagonista cheia de personalidade.


Meghan está acima do peso, mas ela cativa principalmente pela personalidade feminista e sarcástica, embora tenha seu lado triste. Eu nunca havia visto romance erótico com protagonista plus size e só isso já bastou para ter minha atenção.
Ela trabalha há 5 anos como secretária do megaempresário Adrian Risinger, um bilionário sexy e autoritário. Sempre muito exigente e excêntrico, Adrian é um chefe perfeccionista e que vive para o trabalho, explorando ao máximo sua secretária, a eficiente e irônica Meghan, que parece ser a única sem papas na língua para bater de frente com ele. Meghan é a única ousada o suficiente para enfrentar o patrão. E ela sabe que pode: Sem ela ele jamais faria tudo o que faz, por mais dinheiro e poder que possua, porque é ela quem consegue lidar bem com todos os funcionários. Ele pode ter desenvoltura frente aos outros empresários, mas é ela quem compreende e trata de todos os assuntos perante os funcionários, além de cuidar de todos os detalhes da vida profissional de Adrian.
Mas ele possui um segredo: É autor de uma série erótica que está bombando nas vendas e críticas! Adrian escreve sob o pseudônimo Natalie McBride, pois não pode expor sua figura de homem de negócios. Ele se realiza como Natalie até chegar a um beco sem saída: precisa fazer algumas sessões de autógrafos e encontro com seus leitores (quase todos são mulheres). Como ele pode fazer isso sem revelar sua identidade?
Meghan é fã de Natalie e não sabe que a autoria é de Adrian. Ela chega até mesmo a trocar e-mails pessoais com Natalie... falando sobre o chefe insuportável dela, comparando-o aos bilionários dos romances eróticos! Até o momento em que Adrian expõe seu segredo para Meghan e a encurrala: ele pede que ela finja ser Natalie McBride! E oferece também um pagamento gordo pela turnê que ela deverá fazer. Junto a ele, claro, que agirá como seu empresário. Por hotéis e restaurantes caros, usando roupas de grife chiques. O problema é aturar o patrão durante o trabalho extra...


A narrativa é em primeira pessoa pela voz de Meghan. A linguagem é coloquial, simples, direta e muito sincera. Meghan é inteligente, honesta e fala vários palavrões. Muitas pessoas não gostam desse tipo de vocabulário durante a leitura (não gosto), mas achei o estilo de Meghan muito engraçado e íntimo.
A ironia não está presente apenas na personalidade da protagonista, mas em todo o livro. Prevalece a intenção de "brincar" com as características tradicionais da literatura erótica atual, recheada de protagonistas se rendendo aos encantos e pegadas de bilionários bonitões. Claro, Sua Secretária: Desfeita ironiza, mas contém esses itens queridos. Durante a turnê Natalie McBride há até uma mesa redonda de debate sobre o assunto. E a obra é assim mesmo: sexy, irônica e engraçada.
O tom mais sério, embora coadjuvante, fica para a relação de Meghan com a mãe. Insatisfeita com o rumo da vida profissional de Meghan, a mãe pega no pé da filha, mesmo esta sendo adulta e independente. O pai é omisso e a mãe é irritante o tempo todo, desprezando a filha acima do peso. Meghan é feliz com suas medidas, mas somente se evitar conversas com a mãe, que tenta derrubar sua autoestima. Gostei de como a autora aborda a questão do peso de Meghan, mostrando como ela se sente à vontade, linda e sensual, quebrando todos os padrões!
Outro tema, bem mais secundário, é o trabalho voluntário de Meghan: ajudar gatinhos abandonados. Ela não tem mais tempo disponível e repensa sua vida profissional: até que ponto está valendo trabalhar tanto para o Sr. Adrian? Por que tantas horas extras e levar trabalho para casa? Ainda mais agora que Meghan reflete se deve se manter como Natalie McBride.
Outra observação sobre Sua Secretária: Desfeita é que Adrian é o escritor de obras eróticas. Ele se realiza com isso. Seriam fantasias pessoais dele? A autora derruba o mito de que homens não gostam de literatura erótica através de um homem escritor. Relembra o preconceito com o fato dele esconder sua identidade ao publicar os livros.


O choque inicial é a surpresa de Meghan ao saber que seu chefe irritante é sua autora preferida de livros eróticos. Depois de discussões e muito sarcasmo entre Adrian e Meghan, o relacionamento esquenta bastante, especialmente quando Meghan percebe que é ela quem está comandando o chefe.  E ele está adorando. Ambos experimentam novidades na cama e seu envolvimento é convincente. O casal rende cenas quentes que garante a satisfação dos fãs do gênero. Não é algo que procuro durante as leituras e não sou uma boa avaliadora desse requisito, mas acho que a autora se sai muito bem, embora o destaque para mim tenha sido o pano de fundo.
Acredito que leitores(as) fãs do gênero gostarão muito do casal, apreciarão o lado hot e simultaneamente, se divertirão bastante. A Giz anunciou a novidade como "Uma apimentada comédia romântica, ou uma história erótica bem humorada!" e acertou na chamada, pois é exatamente assim.
Sua Secretária: Desfeita possui muitas descrições detalhadas sobre o sexo do casal protagonista e é um livro recomendado a maiores de idade e admiradores do gênero erótico. Mas explora também a personalidade da protagonista e cria cenas divertidas sem quebrar o clima. O livro agrada a partir do momento que se inicia a leitura ciente que o foco da trama é o envolvimento sexual. De um modo geral, como ficção, o livro possui poucas falhas; mas como ficção erótica cumpre o prometido e ainda traz divertimento com jeito de comédia romântica.
A Giz Editorial expande seu acervo com um romance erótico. O exemplar apresenta a tradicional qualidade da editora, com miolo em papel amarelado e ótimas revisão e diagramação. A tradução é de  Camila Fernandes.

A autora:
Melanie Marchande é uma jovem escritora que ama criar histórias divertidas, picantes e, ocasionalmente, úmidas sobre duas pessoas que não conseguem viver uma sem a outra. Ela adora bilionários macho alfa, heroínas curvilíneas e apimentadas e pizza. Não necessariamente nessa ordem.
Site | Facebook | Twitter | Instagram


Instagram @leitoraviciada

Skoob

Online

Siga por e-mail