Pesquise no Leitora Viciada

16 de outubro de 2012

Lançamentos da segunda semana de outubro da Companhia das Letras

Lançamentos do dia 11 de outubro da Companhia das Letras:


A poesia das coisas simples, de Moacyr Scliar
“A poesia das coisas simples” é o título de uma crônica de 1990, escrita quando Rubem Braga fez o que, segundo Scliar, ninguém esperava: partiu deste mundo. Afinal, reflete o escritor, se ele já era “o velho Braga”, por que não ficou para sempre entre nós, mesmo velho? O texto comenta como Braga transformou a crônica, “tradicionalmente vista como um gênero menor, numa categoria literária de importância neste país [...] e transformou o cotidiano em matéria-prima para um trabalho literário de primeira grandeza”. Também Moacyr Scliar, afirma Regina Zilberman no prefácio, com sua “linguagem límpida, com toques de humor”, se tornou “um dos mais importantes cronistas da literatura brasileira das décadas finais do século XX e peimeira do século XXI”. Em uma de suas últimas crônicas, de novembro de 2010, o autor fala de Tolstói, “o primeiro hippie”. Nela o jovem septuagenário Scliar saúda as qualidades de vigor intelectual, independência e rebeldia de espírito do jovem octogenário russo — qualidades que também caracterizaram esse nosso escritor tão queridos de seus leitores.

Lição de coisas, de Carlos Drummond de Andrade
Um dos marcos na carreira de Carlos Drummond de Andrade, Lição de coisas, publicado há exatos cinquenta anos, aprofunda o percurso da lírica do itabirano e traz alguns elementos ainda mais ousados. Alternando a dicção filosófica, a leveza e a busca por novas formas de expressão poética, os 37 poemas reunidos neste volume constituem um dos capítulos mais expressivos da poesia brasileira do século XX, e sem dúvida ainda perduram entre os cumes da obra de um autor cuja riqueza expressiva parece inesgotável.


Instagram @leitoraviciada

Skoob

Online

Siga por e-mail