Pesquise no Leitora Viciada

30 de agosto de 2014

Se Eu Ficar, Gayle Forman e Editora Novo Conceito

Se Eu Ficar (If I Stay)
Viva para amar.
If I Stay - livro 1
Gayle Forman - Editora Novo Conceito
Tradução: Amanda Moura
224 páginas - Ano: 2014 - R$29,90

Sinopse:
"Depois do acidente, ela ainda consegue ouvir a música. Ela vê o seu corpo sendo tirado dos destroços do carro de seus pais – mas não sente nada. Tudo o que ela pode fazer é assistir ao esforço dos médicos para salvar sua vida, enquanto seus amigos e parentes aguardam na sala de espera... e o seu amor luta para ficar perto dela.
Pelas próximas 24 horas, Mia precisa compreender o que aconteceu antes do acidente – e também o que aconteceu depois. Ela sabe que precisa fazer a escolha mais difícil de todas.
Se ela ficar."

Links: Novo Conceito | degustação | Skoob | comprar

Resenha:
O Grupo Editorial Novo Conceito é a editora responsável pela linda edição do best-seller Se Eu Ficar (If I Stay), da autora Gayle Forman. Adaptado para o cinema, o filme homônimo tem estreia no Brasil marcada para o dia 04 de setembro de 2014.
Com receio do livro não atingir minhas expectativas, tentei controlar a ansiedade adiando a leitura. Pode parecer estranho, mas foi uma tentativa de valorizar o livro. Como em breve o filme chega às telonas, li o livro, mas tive um problema: Durou apenas um dia.
Confesso que Se Eu Ficar me conquistou desde o princípio e me segurou até o final. Um livro que mostra que não importa a complexidade do desenvolvimento enredo, uma boa história sempre conquista o leitor, mesmo com abordagem simples.
A diagramação é fofa, com notas musicais por todas as páginas. Todo o trabalho está ótimo e a edição conta ainda com entrevistas especiais e o início da continuação Para Onde Ela Foi (Where She Went). Este mostra o que aconteceu posteriormente, sob narração / ponto de vista de Adam, namorado de Mia.

Já em Se Eu ficar, a narrativa é da Mia, e se alterna entre presente (o acidente e a internação da protagonista) e o passado (flashbacks onde Mia compartilha suas lembranças em profundas reflexões).
O presente segue linha cronológica organizada, com a duração de exatamente um dia. O que acontece com Mia durante as horas em que está em coma no hospital? O que ela sente, o que ela pensa, o que ela vai fazer?
O passado, por outro lado, segue uma ordem psicológica, ou seja, cronologicamente caótica, mas com sentido completo quando relacionado às ideias e sentimentos de Mia no presente. A duração é imprecisa, pois são diversos momentos da vida da menina e sua família. São fatos aleatórios que ilustram quem Mia é.
A relação entre as histórias que Mia relembra com o presente é simples: Conforme ela reflete sobre sua situação, os motivos de estar entre a vida e a morte e, ao mesmo tempo, observando tudo ao redor de seu corpo na cama do hospital, Mia pensa em todos os fatos importantes para ela, portanto, é uma narrativa introspectiva.


Sabe o que dizem sobre antes de morrer assistir em um segundo toda a sua vida como se fosse um filme? Mia passa um dia relembrando tudo, sejam situações casuais ou importantes.
É uma narrativa delicada e muito íntima, que se conecta ao leitor de forma rápida.
O que acontece conosco após a morte? Mia reflete não apenas sobre a vida, mas também sobre a morte. Através de uma história comovente e escrita básica, a autora levanta questões muito profundas sobre o sentido da vida e existência pessoal. Por que existimos? Não a humanidade como um todo, mas a importância da vida de cada indivíduo.
Qual é o impacto dos relacionamentos na vida de uma pessoa?

Mia tem uma vida maravilhosa, com família unida e feliz. Os pais são presentes, liberais e compreensivos, sempre apoiando a menina e estimulando-a. O irmão caçula é fofo, esperto e divertido, sempre com observações especiais que só uma criança curiosa apresenta. A melhor amiga é tão chegada que as duas mais parecem irmãs. O começo da amizade foi inusitado. O namorado é charmoso, bonito e amável.
Mia está perdendo tudo isso, até a razão de viver.
A paixão pela música está presente entre as personagens. O pai de Mia tocou em uma banda de punk rock, a mãe e o irmão adoram música e o namorado está começando a fazer incrível sucesso com a banda de rock. Mas Mia é diferente, ela ama música clássica e é violoncelista. Até os amigos da família são ligados a música. Mia se sente um pouco deslocada e a música, tão importante em sua vida, é apenas um exemplo.
Na verdade, mesmo tendo uma vida perfeita, se sente um pouco perdida, seja na escola, em casa, no relacionamento amoroso. Ela tem tudo para ser completamente feliz, porém sente que falta algo em seu coração.

Então o choque ocorre. A curiosidade do livro, é que existe inversão dos fatores padrões. O clímax da história já acontece no começo, não no final. Então o leitor mergulha com Mia em seus conflitos e o clímax fica em espera, aguardando a solução... Instigante, diferente.
Sua vida está por um fio e, aos poucos, Mia está perdendo tudo. Tudo mesmo! Agora, ela sabe de verdade o que é estar incompleta e essa é uma das mensagens da autora: O que é importante para você? De verdade, no fundo do seu coração?
O conflito central surge: Se o corpo está em coma, mas ela circula livremente pelo hospital, enquanto familiares e amigos se revezam na sala de espera, é ela quem decide se fica ou se vai? Se vive ou morre? Ela pode acordar do coma quando desejar? Como? E mesmo que decida viver, o que vai acontecer, agora que tudo mudou? "E se eu ficar" - é a pergunta que ela se faz, relembrando os mais doces momentos da vida.


Gostei de Mia desde o princípio, assim como a rápida evolução pessoal que a menina é obrigada a desenvolver em apenas alguns instantes. Sua família me conquistou de imediato, ao contrário de seu namorado. Não me conectei com o romance entre eles. Passei a gostar de Adam sinceramente apenas na reta final da história. Então ainda tenho dúvidas se gostarei da continuação, que será publicada em outubro, também pela Novo Conceito.
Embora seja um drama e uma situação extremamente difícil e triste, a vida de Mia é bonita e divertida, então o livro traz cenas engraçadas, variadas e envolventes. Eu, por exemplo, sou muito emotiva em relação às perdas e sofrimentos, porém não chorei. Nem cheguei perto das lágrimas. Na verdade, esperava que o livro fosse muito mais dramático. A história é triste, mas a autora não se aproxima do desespero que a situação da protagonista apresenta.
O conflito da protagonista me envolveu e a escrita singela da autora me capturou. Se Eu Ficar é uma história melancólica e doce. A simplicidade carrega nas entrelinhas as mais intensas mensagens sobre amar e ser amado e valoriza a vida, mesmo nos momentos mais sombrios. Viva para amar.
Todo leitor com coração se emocionará durante a leitura, até mesmo os mais durões, ao menos um pouco. Uma obra que traz reflexões sobre amor, família e a busca pela razão de se viver.

"Se eu ficar. Se eu viver. A escolha é minha." - página 75.

A autora:
Gayle Forman começou sua carreira escrevendo para a revista Seventeen com a maioria de seus artigos centrada nos jovens e preocupações sociais. Mais tarde ela se tornou uma jornalista freelancer para publicações como a revista Details, Jane Magazine, Glamour Magazine, The Nation, Elle Magazine e Cosmopolitan Magazine.
Em 2002, ela e seu marido Nick fizeram uma viagem ao redor do mundo. Acumulou uma riqueza de experiências e de informações que mais tarde serviu como base para seu primeiro livro. Em 2007 ela publicou seu primeiro romance para jovens adultos, intitulado de Sisters In Sanity, onde ela se baseia em um artigo que tinha escrito para a revista Seventeen. O romance Se Eu Ficar, fez Forman levar vários prêmios, entre eles o Indie Choice Award de 2010.

Links: Site | Twitter | Facebook

Trilha sonora do livro:

Música é importante na história. É o que aproxima Mia e Adam. Liga Mia a seus pais. Mesmo que os seus gostos sejam diferentes. Fornece as notas que impulsionam a vida de Mia. Várias canções são citadas ou estão presentes no livro.
Escute as músicas:

If I Stay by PowLa :) XD <3 on Grooveshark

Próximo livro:
Trailer do filme:





Instagram @leitoraviciada

Skoob

Online

Siga por e-mail