Pesquise no Leitora Viciada

22 de setembro de 2014

embuscadoamor.com, de Emma Garcia e Bertrand Brasil (Grupo Editorial Record)

embuscadoamor.com (Never Google Heartbreak)
Emma Garcia - Bertrand Brasil
Tradução: Caroline Caires Coelho
364 páginas - Ano: 2014 - R$35,00 - Chick-lit

Sinopse:
"Quando seu noivo, Rob, rompe o noivado pela terceira vez, Viv faz o que qualquer garota faria: procura as respostas para suas mazelas no Google. Ao se deparar com inúmeras histórias de abandono e sofrimento, ela decide criar seu próprio site de autoajuda para pessoas que tiveram o coração partido.
Contudo, depois de passar pelos três estágios essenciais do rompimento, a heroína começa a acreditar que ainda não é tarde demais para tentar – e conseguir – dar uma virada."

Links: Grupo Editorial Record | degustação | Skoob | comprar

Resenha:
A Bertrand Brasil publicou mais um chick-lit adulto de boa qualidade: embuscadoamor.com, de Emma Garcia, com capa mais bonita que a original. O fundo em tons pastel em contraste com a caricatura da moça em cores vivas lembra bastante os designs dos blogs femininos atuais. O interessante é que esta boneca, pelo menos para mim, não é unicamente a protagonista. É a representação de todas as mulheres conectadas, não apenas à internet, mas a vida moderna, agitada e mutável, um símbolo feminino audacioso. Sem perder o romantismo, presente através dos corações flutuando.
O título em português também combina mais! O significado é a busca pelo amor verdadeiro, que mesmo não sendo a meta principal da vida de alguém, é sempre mais que bem-vindo.
A protagonista busca literalmente pelo seu amor. Ela pisou na bola, vários imprevistos e desencontros ocorreram e ele... Sumiu.
É uma história sobre questões comuns das mulheres que alcançam (e ultrapassam) os 30 anos de idade: A vida profissional, a interação com a família e amigos, o lar próprio, a busca pela estabilidade financeira, o planejamento de se ter filhos (ou não) e a relação amorosa equilibrada. Acima de tudo, é um livro sobre realização pessoal, valorizar os relacionamentos que nos fazem bem e autoestima em primeiro lugar.

É um chick-lit europeu, ou seja, mais irônico e ácido que o estadunidense tradicional. As situações são cômicas, mas a irreverência predomina. Além do sarcasmo e de cenas engraçadíssimas do cotidiano feminino, as piadas são intensas e as situações, hilárias! O humor da protagonista é tão honesto e sincero que beira a autodepreciação. Tudo com sensibilidade, claro. É um livro doce, mesmo nos momentos mais amargos; é divertido, mesmo nas horas mais deprimentes.
Prefiro o termo comédia romântica para este tipo de história, seja literária ou cinematográfica. Pois acho que, embora seja uma leitura mais voltada para as mulheres (estas certamente se identificam mais e aproveitam melhor o conteúdo subentendido), o público masculino também gosta, ao menos uma parcela, que ri e se diverte com a obra.
Ou seja: O público-alvo é feminino, mas o masculino lê e curte também. Assim como a faixa etária não se resume à da protagonista, é uma leitura adulta para todos maiores de idade, por se tratar de questões ocidentais comuns que boa parte enfrenta.

A narrativa é em primeira pessoa e a escolha é correta, porque além de Viv ser muito engraçada, ela relata os fatos sinceramente, de modo espontâneo. A verdade crua e sem mentiras.
Viv não quer ostentar nenhuma postura falsa aos leitores, é uma mulher sem afetações, que deseja apenas passar a boa impressão às pessoas ao redor porque assim deseja ser: Uma mulher realizada, bem-resolvida, feliz e madura. Só que não. Na prática a vida é mais complicada e tão sonhada perfeição... Quase inalcançável.
Então, perceber aos 32 anos que seu noivo com mais de 5 anos de relacionamento vive rompendo porque não quer se casar (e possivelmente não ter filhos), que sua carreira está longe de ser como sonhara (na verdade o perigo da demissão cresce), e que a realidade é dura, bem diferente da planejada há uma década... É um choque. Mas necessário, do tipo que dói e serve para acordar a atrapalhada Viv e fazê-la buscar pelo amor próprio, para assim, encontrar o amor romântico.
A estrutura do livro é interessante. São trinta e três capítulos bem-humorados com títulos que remetem ao conteúdo do site fictício embuscadoamor.com. Metade ou uma página de abertura de cada capítulo traz conteúdos sortidos do site. São conversas no fórum ou chat, testes para autoavaliação, dicas em forma de listas ou textos, extraídos do embuscadoamor.com, sempre relacionados ao momento narrado a seguir pela Viv.


Esta criou um site com dicas sobre relacionamentos românticos e experiências diversas de pessoas que sofreram por amor e estão tentando superar a crise, ou que já o encontraram e compartilham como. As indicações do site vão desde "O que fazer e o que não fazer para impressionar seu ex" até "Os dez mandamentos do rompimento" ou "Trilha sonora para uma decepção amorosa". São apenas detalhes, pois o livro não é nada autoajuda, é um romance de fazer gargalhar e refletir como todo mundo faz besteiras na vida, mesmo quando se sabe o que não se deve fazer!
Viv é cativante, natural e enrolada. O leitor acompanha os altos e baixos da moça na tentativa de superar o término do relacionamento com Rob, homem perfeito, um príncipe moderno que toda mulher deseja para si. Mas será isso mesmo? Será Rob a perfeição de companheiro? Será Viv uma mulher desesperada para se casar?
Através dessa dinâmica história, Viv se apresenta, se reformula e se encontra. Se transforma na pessoa que sempre foi, mas que estava escondida. Abandona a fantasia e máscara da Viv pronta para agradar Rob e a sociedade e finalmente se solta em busca da felicidade.
E, claro, no meio dessa jornada a autora traz personagens apaixonantes (ou odiosas, igualmente queridas), que relembram ao leitor de que pessoas perfeitas e cem por cento satisfeitas não existem. Amigos e entes queridos que tentam fazer Viv enxergar a verdade, pois ela está cega de amor.
A história é cheias de mudanças, reviravoltas e exibe a transformação de uma mulher comum, que comete um erro atrás do outro, até começar a perceber cada um deles.

As personagens secundárias conquistam, seja por serem positivas ou negativas na vida de Viv.
Rob, seu ex-noivo, é o retrato de homem arrogante e desdenhoso, que por conseguir excelente patamar financeiro, acha que é superior às pessoas. O passado não é o ponto do livro, mas percebe-se que Viv se apaixonou por um homem diferente. É a personagem que quer segurar Viv e não permitir seu desenvolvimento, às vezes intencionalmente.
Lucy é a melhor amiga bem-sucedida na profissão e na cama. Liberal e intensa, não busca pelo amor, mas sabe que de repente ele pode surgir. Até lá, nada de estresse, somente bons momentos, vários drinques e transas malucas. É a personagem que tenta fazer Viv se soltar e fazer o que gosta, não o que precisa.
Max é o melhor amigo, embora ele e Lucy não se deem bem. Os dois são muito intensos, mas diferentes. É o cara descolado, que não coloca a vida financeira em primeiro lugar, porém vive satisfeito com a inconstante profissão de pintor. Aproveita as surpresas que não planejar a rotina pode proporcionar e tem mulheres o tempo inteiro atrás dele. É a personagem que tenta convencer Viv a não levar tudo tão a sério.
Christie é a assistente de Viv em seu desanimado emprego. A mais jovem é tão ou mais atrapalhada que Viv e mesmo cheia de aparentes boas intenções, contribui para a carreira de Viv despencar. Com o rompimento do noivado, Viv deixa as outras áreas da vida em segundo plano, especialmente a profissional e a familiar.
Outras personagens são engraçadas e importantes: A avó de Viv, sempre tão compreensiva e animada; Sam, a principal rival de Viv em boa parte da trama; Michael, o colega de trabalho superestranho; as chefes que são apelidadas por Viv com nomes desaforados; Dave, o gato, que em certa parte é o ouvinte e testemunha do drama de Viv.

embuscadoamor.com é um livro de elenco completo, protagonista louca e encantadora, cenas deliciosamente hilárias, linda história de amor e lições de superação, satisfazendo qualquer fã de chick-lit. Não faço parte desse grupo e mesmo assim o livro me divertiu!
Um livro para mostrar que a felicidade está nos momentos e relacionamentos mais simples e... imperfeitos da vida!
Recentemente e autora publicou a sequência imediata de embuscadoamor.com, intitulada OMG Baby!. Adorei a notícia, porque embuscadoamor.com termina com clima de continuação à vista.

Playlist do livro:
(contém a "Trilha sonora para um decepção amorosa" e outras músicas citadas no livro.)

embuscadoamor.com (Never Google Heartbreak) by Tatiana Jiménez Inda on Grooveshark


A autora:
Após se formar na universidade, Emma Garcia trabalhou como professora e viajou pela Ásia até voltar para Londres e assumir o cargo de designer de quebra-cabeças infantis.
Após inúmeros contratempos conseguiu encontrar alguém que a fez se sentir divertida. ambos se mudaram para York, Inglaterra, onde vivem até hoje com seus três filhos.

Links: Site | Twitter

Instagram @leitoraviciada

Skoob

Online

Siga por e-mail