Pesquise no Leitora Viciada

16 de dezembro de 2015

[Encerrado - resultado] O Projeto Ascendant, de Drew Chapman e Editora Record (Grupo Editorial Record) RESENHA + SORTEIO

O Projeto Ascendant (Ascendant)
Garrett Riley - livro 1
Drew Chapman - Editora Record / Grupo Editorial Record
Tradução:
476 páginas - 2015 - R$45,00
Comprar: Amazon | Americanas | Casas Bahia | Extra | Livraria Cultura | Livraria da FolhaLivraria Saraiva | Ponto Frio | Shoptime | Submarino

Sinopse:
"Números não mentem. Governos, sim.
Garrett Reilly, aos 26 anos, tem poucas preocupações na vida: fumar maconha, jogar videogame e ganhar muito dinheiro como o melhor funcionário de uma corretora de Wall Street. Ele tem uma habilidade especial: reconhece padrões onde pessoas comuns veem apenas o caos. E é assim que percebe uma torrente de títulos da dívida pública do governo dos Estados Unidos sendo oferecida de uma só vez no mercado, o que causaria a ruína da economia norte-americana... Mas isso pode representar algo ainda mais grave.
Há uma guerra sendo travada, e ninguém foi capaz de notá-la. Quedas nas bolsas de valores, enormes desvalorizações imobiliárias, caos e destruição em servidores do Google. Sem dúvida, um inimigo poderoso está por trás de todas essas ações. E, para combater essa ameaça, as Forças Armadas precisam de alguém diferente, alguém preparado para desafios mais complexos em tempos mais difíceis. Em meio a um mundo de incertezas, resta a grande dúvida: seria Garrett Reilly o homem certo para salvar os Estados Unidos?"

Resenha:

O Projeto Ascendant (The Ascendant, 2014é o primeiro volume da série protagonizada por Garrett Reilly, escrita por Drew Chapman e publicada no Brasil pela Editora Record (do Grupo Editorial Record) em setembro de 2015. O próximo livro é The King of Fear, 2015 (ainda inédito no Brasil). Parece ser o tipo de série em que os volumes seguem determinada cronologia, mas funcionam também como leitura independente ou fora de ordem. O final do livro um é completo e satisfatório, porém com vários ganchos para a continuidade.
A edição possui orelhas largas, diagramação simples, páginas amareladas (papel off-white) e revisão impecável. A capa nacional é mais detalhada que a original e todo o design é convidativo, com papel brilhoso e letras do título em relevo.
O Projeto Ascendant é ficção científica em ritmo de thriller. com ação (psicológica e física) mostrada em narrativa em terceira pessoa e mais de 100 capítulos em menos de 500 páginas - já dá para notar como a velocidade é alucinante! A classificação correta é thriller tecnológico ou techno-thriller e há muito tempo eu não encontrava um livro recente tão bom nesse gênero. Provavelmente fãs de Tom Clancy, Michael Crichton, John Grisham ou Clive Cussler (e até mesmo Dan Brown) aprovarão Drew Chapman, embora diferenças sejam notáveis e bem-vindas.


Além de possuir todas as características típicas dos thrillers tecnológicos clássicos, como suspense, detalhes técnicos e militares facilmente explicados, espionagem e conspiração, o enredo tem uma base supermoderna, sustentada em tecnologia geek. É um livro que certamente marca o gênero pela inovação, mesclando geopolítica e espaço virtual; militares e hackers, em uma guerra travada através do controle da comunicação e da automatização. A fórmula é parcialmente nova, pois enquanto a maioria os autores tem dificuldades em criar suspense contemporâneo devido às tecnologias constantemente em atualização, Drew Chapman se apodera disso para renovar.
Mostra como o poder intelectual é maior que o físico e as armas cibernéticas podem ser mais eficientes e impactantes na sociedade atual que exércitos completos. A globalização e a permanente conexão das pessoas, governos e empresas à internet podem controlar o mundo e todas as vidas. A comunicação instantânea e o acesso total às informações através de uma rede de dados praticamente ininterrupta e onipresente se transformam em uma bomba online que pode parar nações - talvez o mundo inteiro - sem utilizar e deslocar aparatos militares e soldados. Quase sem mortes. Em O Projeto Ascendant a guerra clássica e física se embaralha à guerra virtual e intelectual. O conhecimento enfrenta a força bruta.
Através do controle das informações e o esforço mental de um pequeno e seleto grupo uma guerra pode ser iniciada ou evitada de um modo incrível e curioso. Inteligência, especialização, internet e o domínio das linguagens de programação controlam o funcionamento de quase tudo: Usinas nucleares, comunicação civil e militar, registros diversos, logística industrial, radares, satélites, mídia e o mercado financeiro.



O Projeto Ascendant é criado pelo Governo dos Estados Unidos com intenções militares, para evitar crises e guerras e a peça fundamental para o plano se concretizar é o civil Garrett Reilly, um jovem genial que trabalha no mercado financeiro e tem o dom de enxergar e prever padrões em meio ao caos, percebendo e descobrindo preciosidades, incluindo perigosas que mais ninguém vê. As Forças Armadas e o Governo precisam dele, porém há empecilhos: A personalidade antipática e nada patriótica do rapaz. Ele odeia os militares e, embora ganhe muito dinheiro no mercado financeiro, trabalhando para uma firma em Wall Street, ele não se importa com o potencial fantástico que possui nem o que faz com isso; quer apenas mais dinheiro para passar o tempo jogando videogame, hackeando, arrumando brigas em bares e dormindo com mulheres por uma única vez.
Como transformá-lo em um soldado geek? E ainda por cima o líder de um projeto importante, grande e poderoso? Como fazer Garrett ajudar seu país e fazer brotar nele responsabilidade e patriotismo?
É interessante como ele se perde em reflexões sobre princípios morais, mas sem perder a personalidade e ainda assim evolui ao descobrir finalmente seu potencial brilhante. Não é um protagonista bondoso e correto. Na verdade é antipático e arrogante, o que deixa a trama mais instigante.
Os pontos fracos da trama: romance forçado; fragilidade na elaboração de personagens femininas; determinada personagem enigmática que surge e se vai sem maiores explicações (Talvez um ponto a ser explorado futuramente em outros volumes?). Porém é fácil ignorá-los com tantos outros pontos sensacionais como a variedade do núcleo principal. Os parceiros e aliados de Garrett são bem diferentes entre si. Pessoas que provavelmente não se uniriam sob outras circunstâncias.
Ataques à economia e o caos iminente prestes a assolar os Estados Unidos e, consequentemente, o mundo inteiro. Do outro lado do mundo, na China, uma revolução popular com uma liderança empolgante, forte e com milhões de seguidores. O grupo de Garrett é o único a perceber e a tentar interligar uma infinidade de informações e acontecimentos globais que não parecem ter ligações à princípio. O talento do rapaz é essencial, mas os obstáculos são mortais e incontáveis. Em quem confiar quando todos, até mesmo o Governo americano está mentindo? São muitos mistérios para o protagonista e o(a) leitor(a)! Uma crítica sobre o lado negativo que militares e governantes podem apresentar, assim como a importância deles para o funcionamento da sociedade. Grandes questões são abordadas em um livro aparentemente despretensioso. Concordando ou não com os questionamentos, certamente há muito a ser refletido.

Uma leitura que me deixou ansiosa, curiosa e positivamente confusa! O autor explica tudo de modo prático para leigos compreenderem; entretém e simultaneamente perturba, porque acorda o(a) leitor(a) para o pensamento de que todos os países e sociedades estão interligados, de uma forma ou de outra. Se uma economia se desestabiliza, se a política enfrenta crise, se nações entram em choque, todo o mundo acompanha é atingido, em diferentes níveis. A forma de guerrear mudou e em O Projeto Ascendant enfrentamos dilemas não apenas políticos, mas éticos e morais, sobre como quem detém o conhecimento é o verdadeiro controlador. O mundo sobrevive a guerras diretas, seletivas, socioeconômicas, ideológicas e até mesmo invisíveis. Saímos da Guerra Fria para um mundo multipolar e globalizado; espionagem e terrorismo se uniram ao avanço tecnológico incrível, modificando as formas de guerrear. Este livro é um exemplo fictício e assustador sobre o rumo que a humanidade está tomando.
Em meio a tanta tecnologia, a descoberta de como nada faz sentido sem as motivações verdadeiramente humanas e instintivas. Confiança e crença em ideais guiam massas populares. Princípios morais e humanitários guiam indivíduos, sociedades, o mundo. Conhecimento é poder, mas sem ética tudo pode ser perdido.
Espionagem, conspiração, política, ação, tecnologia, cultura, economia - uma mistura convincente, inteligente e interessante em um thriller moderno, geek e altamente misterioso!
Livro sob medida para ser adaptado por Hollywood em um filme eletrizante. O livro ganhará um seriado de TV pela Fox!

O autor:
Drew Chapman é roteirista formado pela Universidade de Michigan em História.
Se mudou para Los Angeles e começou a trabalhar na produção de filmes, em projetos para Disney, Fox, Universal, Warner Bros. e Sony.
Trabalha extensivamente na televisão, onde escreve sob o nome de Andrew Chapman e vendeu pilotos para ABC, Fox, Amazon, ABC Family e Sony.
Seu primeiro romance é O Projeto Ascedant, cujos direitos foram comprados pela Fox para se tornar uma série de TV.
Site | Facebook | Twitter


Sorteio:

Para participar precisa preencher o formulário abaixo:
1) Ter endereço de entrega no Brasil;
2) Marcar "Clique para participar" no formulário.
Pronto, você já está concorrendo ao livro!
3) Opcionais:
Ao clicar em participar você abre as opções no formulário e ganha mais chances ao preenchê-las, porém não é obrigatório. Preencheu a primeira, já é participante; porém quanto mais entradas preenchidas, mais chances!
As opções "Visite *Fanpage*" serão válidas apenas se o participante curtir as páginas.
Duração do sorteio: de 16/12/2015 até 03/01/2016.

Formulário:

a Rafflecopter giveaway

[ENCERRADO! Vencedora: Maristela G. Rezende | Atualização: 04/01/2016 | 12:56.]



As regras estão no formulário, qualquer dúvida, entre em contato: leitoraviciada@yahoo.com.br




Instagram @leitoraviciada

Skoob

Online

Siga por e-mail