Aproveite: 3 meses por R$ 1,99 para novos assinantes

publicidade

Dicas de leitura: as HQs mais importantes dos X-Men #02: Anos 1970

As melhores histórias dos X-Men nos quadrinhos!

Esta é a segunda postagem da série de recomendações de leitura com histórias em quadrinhos dos X-Men da Marvel. Cada post abrange uma década e nesta você encontra as HQs que acho mais importantes para a mitologia X-Men publicadas durante os anos 1970. Caso não tenha visto a postagem dos anos 1960clique aqui.

Década de 1970

Ao atingir o ano de 1970 com a edição #66, o título X-Men passou a ter apenas reimpressões. Em 1975 a Marvel publicou a primeira história inédita na avulsa Giant-Size X-Men #01. A partir da edição #94 os X-Men oficialmente passam a ser Fabulosos e na #95 o título muda de apenas The X-Men / X-Men para The Uncanny X-Men.
Anos Incríveis
Título original: The Hidden Years
Ano: 1999-2001
Nº de edições: 22
Edições: X-Men: The Hidden Years vol.1 01-22

Como os X-Men ficaram cinco anos sem publicações inéditas, surgiu bem posteriormente a ideia de mostrar o que aconteceu durante os anos perdidos. Um título em série foi lançado em 1999 com a intenção de preencher a cronologia da equipe no início da década de 1970, quando The Uncanny X-Men (# 67-93) trazia reimpressões.
O que os X-Men fizeram de 1970 a 1975? O que aconteceu com a equipe? X-Men: Anos Perdidos / The Hidden Years tenta responder a essas questões do período perdido em 22 edições publicadas até 2001, com roteiro e arte de John Byrne (que foi desenhista fixo nos anos 1970 e cooperou em vários roteiros) com a ajuda de Tom Palmer. O título foi cancelado, pois o editor-chefe da época, Joe Quesada, achava que poderia causar confusão com outros títulos X em andamento. No Brasil foram publicadas apenas as 12 primeiras edições.


No Brasil: Super-Heróis Premium - X-Men #06-16 (2001, Abril Jovem).



Segunda Gênese
Título original: Second Genesis
Ano: 1975-1976
Nº de edições: 8
Edições: Giant-Size X-Men vol. 1 #01 + The Uncanny X-Men vol.1 #94-100
* Páginas complementares foram publicadas posteriormente em Classic X-Men (1986).

Os X-Men foram reformulados e os responsáveis foram Len Wein e Dave Cockrum com a edição especial Giant-Size X-Men #01, para em seguida, Chris Claremont assumir o roteiro. A segunda formação da equipe contou com internacionalização dos membros - o que foi ótimo para uma HQ que tem como temas o preconceito e a diversidade cultural. Wolverine, Tempestade, Colossus, Noturno, Solaris, Banshee e Pássaro Trovejante foram enviados pelo Professor Xavier, juntamente de Ciclope, para resgatarem os X-Men Garota Marvel, Anjo, Destrutor e Polaris (Fera tornou-se um Vingador). A ameaça é Krakoa, a ilha viva! A interação entre os membros é bem interessante (como Pássaro Trovejante com dificuldades em seguir ordens e Ciclope sendo muito exigente com os novatos) e o trabalho em equipe precisa prevalecer. Se passa cronologicamente após Uncanny X-Men #66 e antes de #94, onde Ciclope lidera a nova equipe depois da despedida da original.
Após a Segunda Gênese temos algumas aventuras bem legais que nos preparam para A Saga da Fênix. Os X-Men enfrentam o Conde Nefária, o demônio N'Garai, uma entidade que controla Polaris e Destrutor e o Dr. Steven Lang e seus planos de seguir os passos de Trask e reativar um projeto anti-mutante. Além disso, o Professor X tem pesadelos recorrentes sobre uma batalha no espaço e sai de "férias", enquanto temos vislumbres do Clube do Inferno. Até que durante a folga natalina os X-Men são atacados pelos Sentinelas, que levam uma parte da equipe para fora da Terra. Os demais agora precisam ir ao resgate e descobrem que Xavier também foi sequestrado. Stan Lee e Jack Kirby, seus criadores, fazem uma participação.


No Brasil: Superaventuras Marvel #16 (1983, Abril Jovem); minissérie X-Men Classic I  #01 (1993, Abril Jovem); Coleção Oficial de Graphic Novels Marvel #111 (2017, Salvat Brasil)



A Saga da Fênix
Título original: The Phoenix Saga
Ano: 1976-1977
Nº de edições: 8
Edições: The Uncanny X-Men vol. 1 #101-108
* Material complementar foi publicado posteriormente nas primeiras edições de Classic X-Men (1986), onde Uncanny X-Men foi republicada com páginas extras.

A Saga da Fênix foi publicada em oito partes e mostra como Jean Grey, a Garota Marvel, se torna a receptora da Força Fênix e utiliza seus novos poderes. Após uma missão no espaço, os X-Men retornam. No entanto, o escudo protetor do ônibus espacial falha e a radiação cósmica ameaça destruí-lo. Jean usa sua capacidade telecinética para tentar proteger seu corpo da radiação enquanto os demais permanecem na célula de vida. Pilotando a nave, Jean não resiste e a radiação começa a matá-la. Seu pedido de socorro é ouvido pela entidade cósmica Fênix e une sua essência à de Jean. Os X-Men chegam à Terra em segurança e Jean ressurge como a poderosa Fênix!
Os X-Men entram em uma nova fase repleta de aventuras mais dinâmicas e perigosas. Enfrentam ameaças como Black Tom Cassidy, Fanático, Magneto, Eric Escarlate e Senhor do Fogo e passam por locais como a Ilha Muir e avançam até o espaço, ao Império Shiar, onde lutam contra Guarda Imperial Shiar com o apoio dos Piratas Siderais. Nesse momento, a Fênix mostra seu grandioso poder. Esta é a estreia da lendária dupla Chris Claremont e John Byrne nos X-Men, que produziria então um dos melhores materiais dos X-Men.


No Brasil: Almanaque Marvel #09-14 (1980-1981, RGE); Grandes Heróis Marvel #24 (1989, Abril Jovem), X-Men Classic II #01-04 (1995, Abril Jovem); Coleção Histórica Marvel: X-Men #02 (2014, Panini Comics); Coleção Oficial de Graphic Novels Marvel #25 (2014, Salvat Brasil).



Magneto Triunfa
Título original: Magneto Triumphant!
Ano: 1978
Nº de edições: 3
Edições: The Uncanny X-Men vol.1  #111-113

Prosseguindo com a fase de Chris Claremont e John Byrne, onde boa parte dos principais conceitos dos X-Men foram traçados, a equipe enfrenta seu arqui-inimigo Magneto. Fera, que faz parte dos Vingadores, vai até a mansão X e a encontra vazia. Seguindo as coordenadas do Cérebro, ele acha os X-Men trabalhando como artistas de circo. Precisam encarar Mesmero e, em seguida, Magneto, que leva todos do Texas, Estados Unidos, ao sul da Antártida.
Alguns pontos são muito interessantes, como o triunfo de Magneto. Sim, ele vence, porque, à primeira vista, os X-Men não trabalham bem em equipe. Mas Magneto desconhece a Força Fênix em Jean. Ela e Fera se separam acidentalmente dos outros, que acabam sendo dados como mortos.


No Brasil: Almanaque do Hulk #07 (1982, RGE); X-Men: Edição Histórica #01 (2001, Mythos); X-Men: Magneto Triunfa (2016, Panini Comics).



Salvem a Terra Selvagem
Título original: To Save the Savage Land
Ano: 1978
Nº de edições: 3
Edições: The Uncanny X-Men vol.1 #114-116

Este arco de três histórias por Chris Claremont e John Byrne ocorre seguidamente a Magneto Triunfa. Enquanto Fênix e Fera contam ao Professor X sobre a morte dos X-Men, Tempestade, Wolverine, Ciclope, Colossus, Noturno e Banshee sobreviveram e estão na Terra Selvagem. Eles pensam que Jean e Ferra não resistiram.
É mais uma boa aventura em meio aos dinossauros e nativos da região. Depois de reencontrarem o vilão Sauron, Ka-Zar pede ajuda aos X-Men em nome das tribos. Há uma ameaça mortífera: Garokk, o Homem Petrificado, e a sacerdotisa Zaladane. Além disso, parece que o clima tropical da Terra Selvagem está sendo afetado pelo frio congelante da Antártida. A batalha na última edição é intensa e dura!
As diferenças entre Ciclope e Wolverine são reforçadas: o líder não aceita ajudar Ka-Zar, pois prioriza o retorno dos X-Men para o lado do Professor X, enquanto Wolverine topa ajudar os nativos logo de cara. Outra diferença é o "luto" por Jean Grey. Fica nítido que Wolverine sente mais que Ciclope.


No Brasil:Almanaque do Hulk #08 (1982, RGE); X-Men: Edição Histórica #01 (2001, Mythos); X-Men: Magneto Triunfa (2016, Panini Comics).



A Submersão do Japão!
Título original: The Submergence of Japan! | Twas The Night Before Christmas
Ano: 1979
Nº de edições: 2
Edições: The Uncanny X-Men vol.1 #118-119

Claremont e Byrne fazem os X-Men viajarem mais. Logo após deixarem a Terra Selvagem, eles são resgatados por um navio de carga e pesquisa e passam seis semanas com a tripulação. Desembarcam em Agarashima, ilha japonesa de Honshu, e se deparam com uma tempestade de fogo que parece ter destruído a cidade, onde reside o ex-membro Solaris, o único que pode ajudar os X-Men nesse momento (pois não têm dinheiro ou passaportes). Wolverine lê o jornal local e diz que havia sido emitido um alerta de terremoto, surpreendendo a todos por falar japonês. Tempestade se preocupa com a população, enquanto Ciclope quer encontrar um meio de contatar o Professor. Mas este acompanhou a namorada Lilandra ao Império Shiar. Paralelamente, Fênix viaja até o Centro de Pesquisas da Ilha Muir de Moira MacTaggert e lá é recebida por Destrutor, Polaris e Homem Múltiplo.
Os X-Men enfrentam os Mandroides e Moses Magnum no Japão, com participações de Misty Knight, Colleen Wing e Mariko Yashida.

No Brasil: Almanaque do Hulk #09 (1982, RGE); X-Men: Edição Histórica #01 (2001, Mythos); X-Men: Magneto Triunfa (2016, Panini Comics).



Wolverine: Procurado Vivo ou Morto!
Título original: Wanted: Wolverine Dead or Alive! | Shoot-Out at the Stampede!
Ano: 1979
Nº de edições: 2
Edições: The Uncanny X-Men vol.1 #120-121

Mal saem do Japão e os X-Men já se aventuram no Canadá. Na Sala de Guerra do Ministério da Defesa do Canadá, o primeiro-ministro observa uma gravação de um embate ocorrido entre os X-Men e Víndix (The Uncanny X-Men #109) e decreta que querem Arma X de volta como agente secreto do governo canadense. Víndix reúne os membros da Tropa Alfa Estrela Polar, Shaman, Pássaro da Neve, Sasquatch e Aurora para buscarem Wolverine.
Essa é uma história em duas partes dos X-Men versus a Tropa Alfa! Como se isso não bastasse para convencer você a ler, é a primeira aparição da Tropa Alfa. E tem mais: as missões fora dos Estados Unidos foram valiosas, mostrando que os X-Men não estão restritos a um território, ainda mais com membros de variadas partes do globo. Claremont e Byrne também fizeram um excelente trabalho nas personalidades de cada personagem, assim como seus relacionamentos, mas o destaque foi mesmo Wolverine, que se tornou popular!


No Brasil: Almanaque do Hulk #09 (1982, RGE); Superaventuras Marvel #39 (1985, Abril Jovem); Marvel Saga #05 (1992, Abril Jovem); X-Men: Edição Histórica #01 (2001, Mythos); Os Maiores Clássicos da Tropa Alfa #01 (2007, Panini Comics); X-Men: Magneto Triunfa (2016, Panini Comics)


Você encontra Magneto Triunfa + Salvem a Terra Selvagem + A Submersão do Japão + Wolverine: Procurado Vivo ou Morto + outras histórias (com Arcade e Guardião) da fase Claremont / Byrne no encadernado da Panini X-Men: Magneto Triunfante.



Proteus
Título original: Proteus
Ano: 1979
Nº de edições: 4
Edições: The Uncanny X-Men vol.1 #125-128
* Páginas complementares foram publicadas posteriormente em Classic X-Men #32-33 e #36 (1986).

Algumas edições antecessoras traziam discreto suspense sobre o Mutante X da Ilha Muir que culminou no arco em quatro histórias, que se tornaria épico com o embate entre os X-Men e Proteus, o mutante mais poderoso do mundo. Nesta época, era comum detalhes despercebidos se transformarem em algo muito importante em alguma edição futura, o que deixava os leitores com expectativas, e foi assim com o Mutante X, enquanto outras coisas eram desenvolvidas, ele "surgia".
Kevin Mctaggert, filho de Moira e seu ex-marido, um político poderoso, ameaçou os X-Men com a habilidade de alterar completamente a realidade a seu redor. Fruto de um relacionamento abusivo, Kevin foi também aprisionado pela própria mãe. A cientista acreditava que os poderes descontrolados de Kevin acabariam consumindo a ele mesmo e, por isso, o mantinha em uma cela capaz de anular as habilidades mutantes até que pudesse encontrar uma cura para o filho. A cela acidentalmente é danificada e Kevin escapa, deixando um rastro de cadáveres por onde passa.
Os X-Men precisam deter Proteus e descobrir um ponto fraco ou um modo de parar a matança. Destaque para Colossus e Moira e para o equilíbrio entre ação e emoção. Mais uma história marcante por Claremont e Byrne. Mas o melhor ainda estava por vir!


No Brasil: Marvel Saga #03 (1992, Abril), Superaventuras Marvel #20-23 (1984), X-Men: Edição Histórica #02 (2002, Mythos), X-Men: A Saga da Fênix Negra (2016, Panini).

[Atualização: 21/02/2018 | 14:43 a postagem com HQs dos anos 1980 parte 1 está online]
[Atualização: 01/03/2018 | 02:08 a postagem com HQs dos anos 1980 parte 2 está online]
[Atualização: 03/04/2018 | 16:22 a postagem com HQs dos anos 1990 parte 1 está online]

Nenhum comentário

Os comentários são moderados, portanto, aguarde aprovação.
Comentários considerados spams, agressivos ou preconceituosos não serão publicados, assim como os que contenham pirataria.
Caso tenha um blog, retribuirei seu comentário assim que possível.

Pesquise no blog

Parcerias