Livrarias: Quanto custa deixar um livro bem exposto?

A Folha de São Paulo publicou uma matéria sobre como expor livros com destaque é caro e o espaço das grandes livrarias disputado.



Leia a matéria na íntegra.
É de 29 de dezembro de 2012, mas achei muito importante.
Escrita por Raquel Cozer.

24 comentários

  1. Sabia que as livrarias cobravam, mas não tinha ideia do tanto que era!!!!!!
    Caramba... quase o valor de publicação! rsrs
    Bjs,
    Nica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Nica, também sabia disso, e como voce, não sabia que poderia ficar realmente caro.
      Mas uma coisa é verdade: isso nao ocorre apenas em livrarias. Acontece no comércio de uma forma geral, em todos os setores!
      Beijos.

      Excluir
  2. Nunca imaginei quanto custaria!
    Adorei a indicação da matéria!

    Beijos
    Rizia-Livroterapias
    http://livroterapias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou. Eu tinha que compartilhar. Beijos.

      Excluir
  3. Uau! Nunca imaginei que fosse tão caro um simples posicionamento numa livraria! Imaginava que as lojas organizavam de acordo com os títulos que estivessem sendo mais requisitados ou que vendessem mais. Bom, é mais uma maneira de ganhar dinheiro.

    desconstruindoaspalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre soube disso. Não sou contra, afinal marketing é importantíssimo em todos os setores comerciais. Isso é realizado em salão de beleza, farmácia, loja de departamento, supermercado. Repare como algumas marcas ou produtos possuem mais destaque. O espaço físico é tão disputado quanto um comercial em tv, rádio, site, encarte, revista. Sim, tudo é anúncio comprado!
      Beijos.

      Excluir
  4. Oi Tati. Acho que esse é um dos motivos para, apesar da isenção de impostos, o livro ser tão caro no nosso país. As editoras são tolas ao pagar tudo isso. Ainda mais se pensarmos na grande quantidade de pessoas que compra seus livros na internet.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo pela internet isso também ocorre. Livros em destaque no Submarino por exemplo?? Com certeza é espaço alugado, assim como em muitas livrarias online. E não para por aí: o Skoob, que é rede social de leitores, também aluga seu espaço. Até os blogues literários fazem isso, fechando parceria para divulgar ou colocar um selo. A diferença é quanto se paga, o que se vende. Os blogueiros ganham livros, as livrarias, sites de entretenimento, skoob, revistas e lojas online, dinheiro. É o mundo capitalista e a competição acirrada. Beijos.

      Excluir
  5. CARAMBA!! O_o ADOREI o post. Não sabia que os valores eram TÃO altos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também nao imaginava os valores. E atençao para o que diz a reportagem: valores, períodos podem variar, de acordo com o que foi fechado entre as partes. Beijos.

      Excluir
    2. Pois é... Meu sonho é ter uma livraria depois que eu me aposentar (ou quando surgir a oportunidade de criar uma) hahaha Já é bom eu estar acostumado a ver esses preços altos. =D

      Excluir
  6. Bem interessante, e isso só vem para reafirmar que não há marketing gratuito. E que tudo (ou quase) pode ser comprado.

    Bj
    Livro Lab

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,Aline, exatamente! Não existe marketing gratuito em lugar algum, em nenhum setor comercial! Com os livros, seja em livrarias ou sites, não seria diferente.
      Os blogueiros literários ou não devem sempre analisar bem as parcerias. Este é mais um motivo.
      Beijos.

      Excluir
  7. Muito bom esse post. Eu sinceramente não havia pensado que era cobrado, mas já era de se imaginar né. Propaganda é tudo. Bem alto o preço cobrado. bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fernanda! Exatamente! Propaganda é tudo, e custa caro quando é um campo concorrido. Beijos.

      Excluir
  8. Nossa, Tati, nunca imaginaria que esse era o preço cobrado... se bem que toda propaganda precisa de um investimento alto mesmo. Mas tenho certeza que dá retorno, ou ninguém pagaria, né?

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Ju!
      Como no ditado: "Nem relógio trabalha de graça."
      Afinal, livrarias são lojas comerciais antes de tudo.
      Beijos e obrigada.

      Excluir
  9. O que me faz imaginar que aquele posterzinho de Lorde Supremo na porta da Cultura foi uma nota preta.

    A livraria Germânica em Blumenau uma vez tinha uma espécie de pôster do livro "O Ceu Está em Todo Lugar" do mesmo papel da capa sabe? Imagino que isso tenha saído bem caro também.

    Isso aí acontece em todo o comércio tanto de lojas físicas como na internet é bem caro mesmo :'(

    beijos
    www.intheskyblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensei exatamente nisso quando vi O Lorde Negro na foto. Ficou lindíssimo, deve ter custado caro. A Novo Conceito é uma das editoras que mais investe em marketing. Beijos.

      Excluir
  10. É, bem que a gente podia ganhar dinheiro com isso né... Afinal de contas, olha só tanto de propaganda que fazemos dos livros! E praticamente de graça >.<

    @morenalilica
    Doce Insensatez

    ResponderExcluir
  11. Por isso que eu vou direto naquelas estantes enormes , lotadas de títulos diversos e sem organização.

    Encontro coisa por acaso. Amo isso!

    ResponderExcluir

Antes da publicação, os comentários passam por moderação, então aguarde, por favor.
Comentários considerados spams, agressivos ou preconceituosos, não serão publicados, assim como pedidos de e-Books ilegais.
Sua opinião é muito importante! Através dos comentários é que posso tentar fazer um blog mais interessante.
Se você tem um blog, retribuirei seu comentário assim que possível.
Obrigada por participar.

Editoras parceiras