Pesquise no Leitora Viciada

6 de novembro de 2011

Serial killer engana editora com pseudônimo e lança livro infantil

Um serial killer condenado conseguiu enganar uma editora e publicou um livro infantil, que agora está causando polêmica por estar a venda no site da Amazon.

Charles Kembo foi condenado à prisão perpétua em junho de 2010 por homicídios cometidos entre 2002 e 2005. Suas vítimas eram todas adultas.

Cinco meses antes, ele havia fechado um contrato com a editora Publish America para lançar seu livro infantil, "The Trinity of Superkidds Book One: Quest for Water", cuja trama gira em torno de um mundo sem água, poluído e que será salvo por três jovens. O livro, de 372 páginas, pode ser adquirido por US$ 15.95.

Mas, ao escrever o livro e já prevendo problemas, Kembo usou o pseudônimo J.D. Bauer.
"Os pais vão ficar horrorizados ao descobrirem que o livro que eles compraram para o filho foi escrito por um serial killer", disse Andy Kahan, advogado criminal em Houston, ao "Huffington Post".

Kembo, sem revelar sua real identidade, chegou a dar uma entrevista sobre o livro, na qual afirmou que na primeira semana a obra vendera 14 mil exemplares e que ele havia recebido propostas para adaptar o livro para os cinemas.

Nem a editora nem a loja virtual responderam a denúncia. As informações são do "Huffinton Post".

Fonte: Uol

Instagram @leitoraviciada

Skoob

Online

Siga por e-mail