A Vida da Capitã Marvel de Margaret Stohl e Panini Comics (Marvel Comics)

A Vida da Capitã Marvel (The Life of Captain Marvel)
Margaret Stohl - Panini Comics (Marvel Comics)
Desenhos: Carlos Pacheco e Marguerite Sauvage - arte-final: Rafael Fonteriz
Cores: Marcio Meniz - capas: Julian Totino Tedesco - letrar: Gisele Tavares
Tradução: Dandara Palankof - adaptação: Carlos Pimentel
124 páginas - R$ 19,90 - distribuição nacional em bancas e comic-shops - comprar

Sinopse:
"A origem definitiva da Capitã Marvel! Quando súbitos ataques de ansiedade a afetam no meio de uma luta, Carol se vê rememorando uma vida que há muito pensava ter deixado para trás. Mas há segredos perturbadores na vida da Capitã Marvel - e o que ela vai descobrir transformará toda sua vida!
(The Life of Captain Marvel Vol. 2 #01-05)."

Resenha:
Com a estreia do primeiro filme solo de uma super-heroína da Marvel, a Panini Comics Brasil publica encadernados especiais da Capitã Marvel. Geralmente as histórias de Carol Danvers saem em publicações mix, ou seja, junto às HQs de outros super-heróis, mas com o sucesso do filme da heroína mais poderosa da Terra, publicações exclusivas da personagem se tornam urgentes, tanto para quem já é fã quanto para o novo público. Esta é lançamento de fevereiro de 2019 e o material é capa cartão e miolo em papel LWC (lightweight coated) e os pontos de vendas são bancas tradicionais e comic-shops.
Estas histórias em quadrinhos são atuais, pois foram publicadas originalmente pela Marvel Comics nos Estados Unidos de setembro de 2018 a fevereiro de 2019 e marcam uma nova fase da personagem. A Panini traduziu (tradução de Dandara Palankof e adaptação de Carlos Pimentel) e publicou rapidamente no Brasil e, conforme divulgado na sinopse, esta é uma edição essencial para fãs da Capitã Marvel, com a origem definitiva de seus superpoderes! Além disso, o foco é sua vida pessoal e familiar e o relacionamento com sua mãe e entre seus pais. É um conteúdo completo, com início, meio e fim, e não é necessário estar acompanhando as HQs Marvel para usufruir da leitura.
A referência do título deste arco, A Vida da Capitã Marvel, é uma minissérie de 1985 também em cinco partes, mas estrelada pelo Capitão Marvel, o Mar-Vell, figura importante para Carol. Portanto, na catalogação original da Marvel Comics esta publicação é The Life of Captain Marvel Volume 2.


O ponto de partida da história de autoria de Margaret Stohl, escritora de livros young adult e de fantasia e roteirista de HQs e videogames, é um colapso psicológico de Carol. Atuando como vingadora e Capitã Marvel, ela passa a sofrer mais crises de ansiedade. Durante os ataques, revive memórias e situações que havia enterrado. Atordoada e sob o risco de machucar alguém durante as missões, Carol decide se retirar por um tempo. Afinal, não se pode fugir de si mesma nem ignorar suas raízes. Portanto, às vezes é preciso voltar para casa. E é isso que Carol decide fazer: limpar os esqueletos de seu velho armário.
Mais especificamente, em Harpswell, no Maine, onde Carol e a família costumavam passar as férias de verão para escapar de Boston, Massachusetts. Onde vivem agora, sua mãe, Marie, e seu irmão, Joe, duas personagens de grande destaque na trama, especialmente a mãe. Realmente vibrei com as novidades e me emocionei com um acontecimento específico. Outra pessoa importante, porém em menor escala, é Louis Lee, antigo amigo de Carol, mas em sua primeira aparição. Achei interessante a relação entre eles, que foram amigos de infância e adolescência, e ver como ele sempre admirou Carol, muito antes dela ser superpoderosa, importante, vingadora e protetora dos céus. Ah, Chewie, a "gata-flerken" de Carol vai com ela para a casa da família, claro.


Carol enfrenta problemas pessoais e nem imagina que vai se deparar com algo muito perigoso. Em um momento sensível e de guarda abaixada, uma arma é ativada e a pacata cidade litorânea de férias de Carol está prestes a mudar. A família é atingida não apenas por revelações. O que Carol descobre mudará seu mundo inteiro e coloca todos em risco, mas será que ela enfrentará o perigo sozinha? São muitas surpresas e o final deixa consequências permanentes, um marco na vida de Carol, a descoberta definitiva de sua origem e um novo artefato.
Dentre os Vingadores, há uma aparição rápida na primeira história de Pantera Negra, Thor, Mulher-Hulk e Capitão América, e a participação discreta mas marcante do Homem de Ferro em todo o arco. Tony Stark mantém contato com Carol durante o período em que ela fica com a família, preocupado e apoiando a amiga.
A história possui cinco partes: Encurralada (Trapped), Caçada (Hunted), Capturada (Caught), Desafiada (Challenged) e Defendida (Championed). Todas seguem um fio principal, o presente, mas com muitos flashbacks importantes. Carlos Pacheco é o responsável pelo desenho do presente, com arte-final de Rafael Fonteriz e cores de Marcio Meniz; enquanto Marguerite Sauvage cuida de todas as ilustrações referentes ao passado. Gostei das duas artes, mas estava mais ansiosa pelo passado que o presente; o roteiro é muito bem estruturado, valorizando ambas: as revelações do passado são empolgantes e se mesclam aos acontecimentos do presente, causando impacto direto, inclusive na parte de ação, luta e risco. Uma história familiar se torna mais intensa e perigosa. Mesmo com uma ação legal, certamente o lado psicológico e particular de Carol se sobressai e para mim foi a melhor parte, mesmo com um final bem triste. Adoro ver um pouco mais do lado pessoal dos super-heróis, ainda mais neste caso, que completa de vez a origem dos superpoderes.


É uma jogada incrível, porque não altera a história cânone já contada, mas sim a complementa e engrandece em definitivo! O que Chris Claremont começou a fazer lá em 1978 finalmente foi concluído: transformar Carol em uma super-heroína autêntica e independente. Apenas em 2018/2019 é que Carol deixa de vez de ser um produto derivado do Capitão Marvel. Mas atenção, ela não se desvincula dele. A importância de Mar-Vell para Carol permanece como algo além do título. Na verdade, até se intensifica e parece se tornar mais cara, mais valiosa. Mar-Vell foi e continua sendo uma pessoa querida e admirada por Carol. Ele aparece em alguns flashbacks bem saudosistas e eu os achei sensíveis, pois mostram amizade, cumplicidade e amor entre os dois. A memória e a importância para com Mar-Vell na história de Carol são mantidos, mas é oficial: Carol homenageia Mar-Vell no codinome, mas não é mais derivada dele. Nunca foi, nós apenas não sabíamos! Na verdade, o Império Kree continua sendo particularmente essencial na mitologia da super-heroína. Senão ainda mais!
Mar-Vell e a máquina Psico-Magnitron deram poderes kree para Carol Danvers. Será? Isto é o que você sabe e é a ponta de um iceberg.



(As capas originais)






Encontrei algumas referências bem legais, como várias a Star Wars e outras menores como a The Bangles, Red Sox e Carl Sagan.
A faixa etária recomendada pela Marvel para esta HQ é a partir de 12 anos. E embora seja lançamento de fevereiro, em muitos locais a HQ só chegou às bancas em março. Portanto, dá tempo de adquirir a sua (R$ 19,90).
Agradeço à Panini Comics por ter compilado as cinco publicações da minissérie em encadernado único no Brasil, e não ter publicado o material em mixes das mensais. Ficou mais organizado, bonito e prático. Adorei poder ler tudo de uma vez e guardar na estante para ficar mais fácil de reler. Minha única reclamação desta edição é que ao contrário das capas originais, apenas uma das alternativas foi publicada em página inteira, a de Adam Hughes. As outras quatro (Joe Quesada e Richard Isanove, Sana Takeda, Fiona Staples e Artgerm) ocupam uma única página e ficaram pequenininhas.



Em março já temos outro encadernado da Capitã Marvel, uma republicação de uma fase muito empolgante e importante. Capitã Marvel: Mais Alto, Mais Longe, Mais Rápido e Mais, em capa dura, traz roteiro de Kelly Sue DeConnick e arte de David López e custa R$ 40,00 nas livrarias especializadas e comic shops. Está à venda na loja online da Panini e na Amazon.
Panini, publique mais encadernados da Carol Danvers, por favor.



Quer saber mais sobre a Capitã Marvel das histórias em quadrinhos Marvel? Se ainda não leu, confira a postagem especial Mais Alto, Mais Longe, Mais Rápido! A Vida da Capitã Marvel: quem É Carol Danvers das HQs.


Nenhum comentário

Antes da publicação, os comentários passam por moderação, então aguarde, por favor.
Comentários considerados spams, agressivos ou preconceituosos, não serão publicados, assim como pedidos de e-Books ilegais.
Sua opinião é muito importante! Através dos comentários é que posso tentar fazer um blog mais interessante.
Se você tem um blog, retribuirei seu comentário assim que possível.
Obrigada por participar.

Editoras parceiras