Pesquise no Leitora Viciada

6 de julho de 2011

Série Avalon de Marion Zimmer Bradley e Diana L.Paxson

Esta é, de longe, a minha série literária preferida e As Brumas de Avalon, o meu livro do coração, que já foi lido e relido incontáveis vezes. Pensei numa postagem que apresentasse e explicasse a série de uma forma geral e auxiliasse ao leitor a iniciar ou prosseguir com a leitura e a não se sentir perdido.
Marion Zimmer Bradley escreveu os 4 volumes de As Brumas de Avalon. Estes foram publicados em 1979 e acho que nem a própria Marion imaginava a grandiosidade que acabava de criar.
Nesses 4 volumes (volume único existente em inglês) ela retrata a saga clássica do lendário Rei Arthur, focando em Avalon e no povo Celta e o conflito com a nova religião trazida pelos Romanos, a Cristã. Marion deu total destaque as personagens femininas, mostrando o quanto elas modificavam o mundo ao redor, talvez mais que os homens que estavam em batalhas. Merlin e a Senhora de Avalon tem um papel fundamental no andamento da política da Bretanha. As personagens são bem construídas e motivadas e não existem vilões nem heróis. Tornou-se um clássico da Literatura.
Em 1987 Marion publicou A Queda de Atlântida, totalmente independente de As Brumas de Avalon. Antes de ler estes 2 volumes sobre o ápice e a queda do reino perdido de Atlântida, caso o leitor já tenha lido As Brumas de Avalon, certamente ele observará algo: uma passagem presente no ínicio de As Brumas de Avalon, aonde Igraine e Uther se veem num outro reino, muito tempo antes... é Atlântida. Não há como ler as 2 sagas e não perceber isso.  Não sei se Marion já pensava em interligar os livros, ou se tudo é apenas um acaso.


Em 1993 foi publicado A Casa da Floresta, aonde a Bretanha estava sob domínio do Império Romano e o romance de uma Sacerdotiza celta e um soldado Romano é o enredo do livro, num passado de As Brumas de Avalon. Este livro já conta com a colaboração de Diana L. Paxson.


Em 1997 Marion, com colaboração de Diana novamente, lançou A Senhora de Avalon, história divida em 3 partes, ambas num único volume. Cada parte mostra um 'reinado' de uma Senhora de Avalon diferente e um período diferente da história da Bretanha, ligando diretamente A Casa da Floresta às Brumas de Avalon.
Na minha opinião, o melhor livro desta série após As Brumas de Avalon, por encaixar todas as peças do quebra-cabeça perfeitamente.
O livro vai do filho da protagonista de A Casa da Floresta, até Viviane, a Senhora de Avalon em As Brumas de Avalon, e Ana, avó de Arthur e Morgana. Conhecemos o passado místico de Avalon e como originou suas brumas que a esconde dos cristãos.
Infelizmente, Marion faleceu em 1999 deixando inacabado o livro A Sacerdotiza de Avalon, que Diana vinha ajudando-a. Então, esta terminou a história, que estava quase finalizada, e o livro é publicado em 2000. Precisamente, o livro se encaixa exatamente no meio de A Senhora de Avalon, e a protagonista é uma Sacerdotiza que se casa com o Imperador Romano, dando a luz ao famoso Constantino, o imperador que consolidou e engrandeceu o Cristianismo no mundo. Ela viaja pelo mundo e faz uma peregrinação a Terra Santa buscando por questões pessoais que interligue a Antiga Religião Pagã ao recente Cristianismo.
A partir daí Diana segue com a série a frente, justificando-se em ter prometido a Marion (amiga e cunhada) de que daria vida as ideias que foram esboçadas quando Marion era viva. Porém o Markenting é tão forte que até hoje o nome de Marion é utilizado e colocado nas capas como se fosse ela a autora.
Mesmo que Marion tenha sido a precursora das ideias, é Diana quem escreve e enfeita toda a trama.

Em 2004 Diana publicou Os Ancestrais de Avalon, nos fazendo voltar bastante no tempo, para Atlântida, e nos presenteando com mais uma bela peça para nosso quebra-cabeça mágico que é essa fantástica saga.
Com esse livro, que mais uma vez digo que Diana jura ser todo ideia de Marion, Atlântida é ligada totalmente a Avalon, agora apagando todas as dúvidas do leitor referente a isso. Voltamos a historia dos protagonistas de A Queda de Atlântida, em como a magia foi transportada para o que viria a ser Avalon e em como Stonehenge foi criado. Agora o leitor vê nitidamente que Igraine e Uther eram Tiriki e Micail como escrito anos atrás em As Brumas de Avalon, levantando essa questão da reencarnação dos personagens, o que causa grandes discussões entre os fãs da série.

Em 2007 Diana repetiu o feito e escreveu mais uma história mencionada em As Brumas de Avalon: a rainha louca Boudicca e seu papel importante na historia da Bretanha. É mais uma historia imaginada por Marion, que ambas prometeram não deixar de escreve-la. Diana cumpriu a promessa e nos apresenta uma rainha e guerreira Celta que mantem uma rebelião contra o Império Romano e sua amiga, uma alta Sacerdotiza da Casa da Floresta.
Este livro se passa antes de A Casa da Floresta e depois de Os Ancestrais de Avalon e A Espada de Avalon.
Diana mantem todas as caracterísitcas da escrita de Marion, além de personagens femininas fortes e o ar Céltico e místico em suas histórias.

Em 2009 foi publicado mais um livro: A Espada de Avalon - inédito no Brasil! Único que não li e é o livro que mais desejo neste mundo! Sempre envio e-mails a Editora Rocco, responsável pelas publicações recentes dessa série perguntando quando teremos a versão impressa brasileira de A Espada de Avalon, no entanto, infelizmente, nunca obtive uma resposta.
Quanto a Editora Imago, detentora dos direitos de A Queda de Atlântida e As Brumas de Avalon, espero por uma nova edição deles em um tamanho maior e capa mais moderna e, quem sabe, em volume único?
A Imago fez isso recentemente com uma nova e linda edição de O Incêndio de Tróia da Marion e ficou maravilhoso, já até comprei minha nova edição.

Para quem quer saber a ordem da 'Série Avalon' (entre aspas mesmo, pois oficialmente não é uma série):
Deixo aqui uma ordem cronologica, mas os primeiros a serem escritos foram os 4 volumes de 'As Brumas de Avalon'. Aconselho a ler primeiro esse e depois ler os outros na ordem cronologica, pois fica bem interessante. Ou então, podem ser lidos na ordem de publicação, como preferir. No entanto, deixo claro que os livros são independentes e podem ser lidos em qualquer ordem, salvo os volumes de 'As Brumas de Avalon' e 'A Queda de Atlântida', que possuem uma ordem correta. Há também edições deles em volume único em outros idiomas. O ano de lançamento se refere ao lançamento dos livros nos Estados Unidos, país de origem.
  1. A Queda de Atlântida - vol 1 - A Teia de Luz (Marion Zimmer Bradley) 1987
  2. A Queda de Atlântida - vol 2 - A Teia de Trevas (Marion Zimmer Bradley) 1987
  3. Os Ancestrais de Avalon (Diana L. Paxson) 2004
  4. A Espada de Avalon (Diana L. Paxson) 2009 - não publicado no Brasil, mas já em Portugal!
  5. Os Corvos de Avalon (Diana L. Paxson) 2007
  6. A Casa da Floresta (Marion Zimmer Bradley com Diana L. Paxson) 1993
  7. A Sacerdotisa de Avalon (Marion Zimmer Bradley com Diana L. Paxson) 2000
  8. A Senhora de Avalon (Marion Zimmer Bradley com Diana L. Paxson) 1997
  9. As Brumas de Avalon - vol 1 - A Senhora da Magia (Marion Zimmer Bradley) 1979
  10. As Brumas de Avalon - vol 2 - A Grande Rainha (Marion Zimmer Bradley) 1979
  11. As Brumas de Avalon - vol 3 - O Gamo Rei (Marion Zimmer Bradley) 1979
  12. As Brumas de Avalon - vol 4 - O Prisioneiro da Árvore (Marion Zimmer Bradley) 1979
Uma curiosidade: A HBO fez uma série de As Brumas de Avalon que foi exibido pelo canal. Perante o sucesso dele, foi lançado um dvd. Apesar de ser apenas uma adaptação em uma produção modesta, e de a trama correr muito rapidamente e de vários personagens terem sido ignorados, eu recomendo aos fãs que assistam ao dvd e façam suas avaliações de prós e contras. Quando chamamos a obra de "filme", estamos equivocados; foi uma série para a tv.
O lado bom são as interpretações das atrizes que dão vida a Morgana e a Viviane a alguns diálogos do filme, bem fiéis ao livro.
A minha opinião é que os livros de As Brumas de Avalon mereciam uma super produção em partes ao estilo de O Senhor dos Anéis, sonho que ainda preservo, de que um dia esse plano ainda será feito e Marion finalmente terá longas para o cinema e a altura de sua proncipal obra.

Instagram @leitoraviciada

Skoob

Online

Siga por e-mail