Pesquise no Leitora Viciada

29 de maio de 2012

Promo Surpresa: Top Comentarista#1 + Feliz Aniversário, Querida Estranha de Tatiana Busto Garcia, Sá Editora

Oi, Leitores Viciados! Resolvi fazer uma surpresa e premiar o Top Comentarista do blogue!
Após instalar um widget na lateral do blogue contendo os cinco Top Comentaristas mais recentes, decidi dar um prêmio para o vencedor. Foi contabilizado quem comentou mais, valendo os últimos 1000 comentários presentes no blogue.

Ah! E a resenha do prêmio está aí na postagem.



O vencedor é o @cyberlivingdead, o Ednelson Junior. O prêmio é o livro Feliz Aniversário, Querida Estranha da Tatiana Busto Garcia, uma publicação da Sá Editora.

Informações e resenha:

Feliz Aniversário, Querida Estranha
Tatiana Busto Garcia - Sá Editora
168 páginas - Ano: 2011 - R$29,90

Sinopse:
"Numa segunda-feira de extremo calor, em que todos esqueceram de seu aniversário, nada poderia ser mais tedioso para Sara que comparecer a uma sessão de terapia.
Mas as coisas tomam rumo diferente quando ela testemunha um assalto e é trancada com outro refém, um jornalista bem mais velho que ela, no depósito de um edifício comercial.
Confinada num espaço minúsculo com um desconhecido, é que Sara, ironicamente, enfrentará de verdade seus piores medos pela primeira vez. E aí, então, tudo vira de cabeça para baixo.
Tatiana Busto Garcia trabalha com o rico universo dos jovens urbanos. Seus conflitos e expectativas são confrontados em um texto de diálogos cheio de referências bem captadas pela escritora, o que resulta em grande empatia com o público leitor, permitindo que o livro seja trabalhado em salas de aula e em grupos de leitura."

Links: Skoob | Sá Editora | degustação

Resenha:
Uma leitura rápida e dinâmica. Um livro para ser devorado numa única leitura, uma história onde praticamente só existe uma cena central e duas personagens. Diferente!
Uma linguagem moderna e descolada. A autora faz o uso de gírias (até mesmo palavrões) e referências populares de forma direta, principalmente com trechos de músicas de rock e fatos comuns do cotidiano.
A forma como a autora escreve é objetiva e sem rodeios, apesar de gerar um certo suspense.
Ao mesmo tempo, a leitura é descontraída, possui um humor negro, capaz de fazer o leitor rir, mesmo em momentos que isso deveria ser impróprio.

A narrativa oscila entre o presente e rascunhos escritos pela protagonista e divide-se entre pensamentos e reflexões. A protagonista está escrevendo um livro e acaba compartilhando suas ideias com um desconhecido.
O destaque está no diálogo intenso e com poucas interrupções. Através dessa conversa cheia de confissões, conhecemos a fundo as personagens e suas vidas.
Os temas principais são os relacionamentos, principalmente os familiares, as diferenças entre gerações e a busca por autoconhecimento.

Os protagonistas, (Sara e Francisco) duas pessoas completamente diferentes e que nunca haviam se visto, são presas num pequeno cômodo durante um assalto à um prédio e obrigados a passar a tarde juntos.
O detalhe é que esse fato ocorre justamente no dia do aniversário da adolescente. Ela estava no prédio aguardando o horário de sua terapia. Ninguém lembrou de seu aniversário, nem a mãe. A menina, que já é revoltada, encontra-se desolada.

Já Francisco, um homem tranquilo de 40 anos, é acomodado e sem expectativas de vida, com problemas na área profissional e sentimental. O conflito entre os dois é inevitável. Na verdade, Sara redireciona toda a sua raiva e frustração em cima do pacato desconhecido. Além da revolta, ela acha que está sempre certa de tudo e é bastante inflexível sobre suas opiniões.
No entanto, Sara mostra o quanto sua personalidade é forte, algumas de suas reflexões e análises sobre a vida e as pessoas a seu redor são engraçadas, embora um tanto ácidas. Ela é irônica e sarcástica, sem se preocupar nem um pouco com os sentimentos dos outros; afinal ninguém se preocupa com os dela, sob seu ponto de vista.

A partir do conflito inicial entre os dois e das diferenças de ideia e idade, a autora tece um elo entre as personagens. Acabam interagindo, conversando, discutindo e até mesmo compreendendo um ao outro.
Eles acabam se abrindo e confessando sonhos interrompidos, ideias frustradas, tristezas pesadas.
O estranho do livro é que desgostei tanto de Sara quanto de Francisco, mas não conseguia, de forma alguma, abandonar a leitura. Queria saber se o encontro inesperado originaria uma amizade, se essa experiência diferente marcaria a vida deles, se isso os modificaria. Só mesmo lendo para verificar, porque essa história é incomum. As futilidades, observações e devaneios de Sara são hilários.

Uma leitura ágil que faz o leitor refletir sobre si mesmo, sobre o rumo de sua vida. Um livro que fala sobre preconceito com os que são diferentes de nós. Uma mensagem de que ninguém é perfeito, que devemos ter sempre em mente que cada pessoa é uma vida única, exclusiva e complexa em pensamentos e sentimentos.

Trechos:
"Eu odeio pessoas que escrevem blogs, não gostaria nunca de me tornar uma delas. Aliás, eu não sei se odeio mais as pessoas que escrevem blogs ou as que leem blogs."
"Não consigo parar de alimentar a ideia idiota e infantil de que a minha mãe fingiu que se esqueceu do meu aniversario e que, quando eu chegar em casa vou encontrar uma festa surpresa. Rá! Essa é boa, Sara, conte mais uma."

A autora:
Tatiana Busto Garcia nasceu em 13 de abril de 1981, em Santos, litoral de São Paulo. A ficção sempre fez parte de sua vida. Cresceu em meio a personagens que ela e o irmão inventavam para seus filmes ou novelas amadores, ora atuando, ora dirigindo, ora observando a vida pelo visor de uma câmera de vídeo que ganharam em meados de 1986. Formada em cinema, a autora morou na Inglaterra, Espanha e Austrália, onde fez cursos de aperfeiçoamento, tendo já trabalhado como jornalista e professora, atuando atualmente como roteirista, diretora de arte, produtora, designer, ilustradora, diretora teatral e atriz. Já recebeu dois prêmios literários de estímulo da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, e o Prêmio “Mário Covas” de Contos, da Prefeitura de Santos.

Continuem comentando, pois de tempos em tempos premiarei o Top Comentarista, sempre baseado nos últimos comentários no blogue.

Instagram @leitoraviciada

Skoob

Online

Siga por e-mail