publicidade

Festival 10 Anos da Penguin no Brasil

Em comemoração aos 10 anos da Penguin no Brasil e a criação da Penguin Companhia, acontece de 20 a 26 de julho uma série de bate-papos e depoimentos sobre alguns dos autores e livros mais célebres da Penguin. As conversas serão transmitidas ao vivo no canal do YouTube da Companhia das Letras e os leitores podem contribuir com perguntas no próprio chat da respectiva live (programação abaixo).


Aproveite a comemoração para comprar os títulos da Penguin Companhia em promoção na Amazon! Clique aqui, são mais de 100 livros com desconto!

Programação completa:



20/7, Segunda
- 18h: Conversa sobre Jane Austen com Julia Romeu e Fabiane Guimarães
- 20h: Depoimento sobre "Cândido, ou o otimismo" com Alexandre Vidal Porto

Julia Romeu nasceu no Rio de Janeiro em 1980, é formada em jornalismo pela PUC-RJ, mestra em literatura de língua inglesa pela UERJ, atua como tradutora há mais de quinze anos.

Fabiane Guimarães é escritora e mora em Brasília. Seu primeiro romance, Apague a luz se for chorar, será publicado em 2021 pela Alfaguara.

Alexandre Vidal Porto é escritor, diplomata, mestre em direito pela Universidade de Harvard e foi colunista do jornal Folha de São Paulo. Finalista do prêmio Jabuti com seu romance Cloro, atualmente vive em Frankfurt.


21/7, Terça
- 18h: Conversa sobre Marquês de Sade com Rosa Freire D'Aguiar
- 20h: Depoimento sobre Machado de Assis com José Luiz Passos

Rosa Freire D’Aguiar atuou como jornalista na Europa e ao retornar ao Brasil, traduziu obras do italiano, espanhol e, principalmente, do francês.

José Luiz Passos é crítico, tradutor e romancista. Um de seus últimos romances, O marechal de costas, foi publicado pela Alfaguara em 2016.


22/7, Quarta
- 18h: Conversa sobre Platão com Maria Cecília Reis e Eduardo Giannetti
- 20h: Depoimento sobre Euclides da Cunha com Ronaldo Correia de Brito

Maria Cecília Reis é professora da Universidade Federal do ABC, escritora e tradutora, responsável por verter do grego o tratado De Anima de Aristóteles.

Eduardo Giannetti nasceu em Belo Horizonte, em 1957. Formado em economia e ciências sociais pela USP, foi professor na Universidade de Cambridge, na FEA-USP e no Insper São Paulo.

Ronaldo Correia de Brito, escritor cearense, é médico de formação pela UFPE. Em 2007, foi escritor residente na Universidade da Califórnia. É autor de contos e romances, e angariou o Prêmio São Paulo de Literatura.


23/7, Quinta
- 18h: Conversa sobre Charles Baudelaire com Júlio Castañon e Marília Garcia
- 20h: Depoimento sobre Joaquim Nabuco com Angela Alonso

Júlio Castañon nasceu em Juiz de Fora e formou-se na UFRJ. É tradutor, escritor e pesquisador aposentado da Fundação Casa de Rui Barbosa. Já traduziu autores como Barthes, Bataille e Sartre.

Marília Garcia é poeta, tradutora, editora e foi a primeira mulher brasileira a vencer o prêmio Oceanos de literatura em 2018 com o livro Câmera lenta, publicado pela Companhia das Letras.

Angela Alonso, professora do Departamento de Sociologia da USP e pesquisadora do Cebrap, atualmente também é colunista no jornal Folha de S.Paulo.


24/7, Sexta
- 18h: Conversa sobre Charles Dickens com Paulo Henriques Britto e Sandra Maggio
Paulo Henriques Britto é poeta, contista, ensaísta, professor e um dos principais tradutores brasileiros da língua inglesa. 

Sandra Maggio é professora titular do Departamento de Línguas Modernas do Instituto de Letras da UFRGS. Seu principal foco de atuação e pesquisa são as literaturas de língua inglesa produzidas no período vitoriano e eduardiano.


25/7, Sábado
- 18h: Conversa sobre William Shakespeare com Lawrence Flores Pereira, José Francisco Botelho e Otávio Marques da Costa
- 20h: Depoimento sobre Maria Firmina dos Reis com Jarid Arraes

Lawrence Flores Pereira, professor da Universidade Federal de Santa Maria, também é pós-doutor e professor pesquisador na Universidade de Massachusetts. Além de professor, é também tradutor e poeta.

José Francisco Botelho é mestre em Letras pela UFRGS, jornalista, escritor e tradutor. Traduziu diversas obras como Contos da Cantuária, segundo lugar no prêmio Jabuti, em 2013.

Otavio Marques da Costa, paulistano, formado em história e direito pela USP, atua hoje como publisher na Companhia das Letras.

Jarid Arraes nasceu em Juazeiro do Norte (CE) em 1991, é escritora, cordelista e poeta. Atualmente vive em São Paulo e é fundadora do Clube da Escrita Para Mulheres.


26/7, Domingo
- 17h30: Conversa sobre James Joyce com Caetano Galindo e Antônio Xerxenesky
- 19h: Depoimento sobre Lima Barreto com Lilia Moritz Schwarcz

Caetano Galindo, curitibano, nasceu em 1973 e é um premiado tradutor. Também autor, sua obra Sim, eu digo sim: uma visita guiada ao Ulysses de James Joyce, pela Companhia das Letras, foi finalista do Prêmio Rio de Literatura.

Antônio Xerxenesky, escritor e tradutor, já teve sua obra traduzida para o francês e espanhol. Com o livro F foi finalista do Prêmio São Paulo de Literatura e da primeira seleção do Prix Médicis Étranger.

Lilia Moritz Schwarcz é historiadora, antropóloga e professora titular na FFLCH – USP e Global Scholar na Universidade de Princeton. Como autora, recebeu diversos prêmios, dentre eles o Jabuti e o Farrar Strauss & Giroux.

Para saber mais, acompanhe a Penguin-Companhia no Instagram (@penguincompanhia), confirme sua presença no evento do Facebook e se inscreva no canal do YouTube da Companhia das Letras.

Nenhum comentário

Os comentários são moderados, portanto, aguarde aprovação.
Comentários considerados spams, agressivos ou preconceituosos não serão publicados, assim como pedidos de ebooks ilegais.
Sua opinião é muito importante!
Se você tem um blog, retribuirei seu comentário assim que possível.

Parcerias