A Escolha, de Nicholas Sparks, Editora Novo Conceito

A Escolha
Até onde devemos ir em nome do amor?
Nicholas Sparks - Editora Novo Conceito
307 páginas - Ano: 2012 - R$24,90

Sinopse:
"Travis Parker possui tudo o que um homem poderia ter: a profissão que desejava, amigos leais, e uma linda casa beira-mar na pequena cidade de Beaufort, Carolina do Norte. Com uma vida boa, seus relacionamentos amorosos são apenas passageiros e para ele, isso é o suficiente. Até o dia em que sua nova vizinha, Gabby, aparece na porta.
Apesar de suas tentativas de ser gentil, a ruiva atraente parece ter raiva dele. Ainda sim, Travis não consegue evitar se engraçar com Gabby e seus esforços persistentes o levam a uma jornada que ninguém poderia prever.
Abrangendo os anos agitados do primeiro amor, casamento e família, A Escolha nos faz confrontar a questão mais cruel de todas: Até onde você iria manter o amor de sua vida?"


Links: Novo Conceito | Skoob | degustação


Resenha:
Outra escolha acertada da Novo Conceito. Trocadilhos à parte, esse é um excelente livro feito sob medida para as pessoas mais sentimentais e sensíveis. De uma forma geral um texto envolvente, simples e ao mesmo tempo muito gracioso.
Na simplicidade do cotidiano, em detalhes de vidas e pessoas comuns e em cenários aparentemente sem importância, Nicholas Sparks parece fazer mágica e transformar tudo isso numa história bastante especial.
O autor cria com facilidade extrema simpatia por todas as personagens, mostrando o quanto a vida de cada um é única. O leitor sente que a história poderia ser a sua, devido à forma natural em que Nicholas narra a história, emociona e toca o coração de qualquer leitor.
Alguns podem se emocionar mais que outros, enquanto uma minoria pode apenas pensar que terminou um bom livro, mas isso é inegável: Nicholas tem a sua fórmula pronta, perfeita e inabalável; por mais que ele utilize os mesmos esquemas e fatores para criar e desenvolver seus enredos, ele sempre consegue presentear seus leitores com uma nova história, atraente e charmosa história, como todas as outras. Mesmo percebendo que os ingredientes são os mesmos, não consigo deixar de admirar seu talento e A Escolha de certa forma me pareceu melhor desenvolvido que outros livros que li do autor.

A capa, apesar de possuir uma foto bonita e simbolizar os encontros do casal no deque (0nde tudo começa), não os retrata fielmente – aparentemente falando. Na verdade, a cena é mostrada várias vezes no livro, mas o casal em nada se parece com este. Gabby, por exemplo, possui lindos cachos ruivos (mas o vestuário combina com ela) e Travis se veste de maneira esportiva, quase como um surfista e é bem atlético.
O ponto forte da capa, além de reproduzir um cenário importante, está no pássaro entre o nome do autor e o título do livro. Quem lê compreende o simbolismo e sabe o porquê desse detalhe, embora o destaque fique para os cães, um pombo foi o convidado especial.
Como sempre, sou repetitiva, eu sei, o trabalho gráfico e editorial da Novo Conceito está perfeito para mim.

O livro é dividido em duas partes, sendo a primeira mais longa que a segunda. No entanto, é na segunda que encontrei a intensidade e me emocionei. Ao ler a primeira parte, pensei que o livro seria apenas mais uma boa história romântica, com cenários de tirar o fôlego e casal cativante, mas me enganei ao chegar à segunda parte.

Antes de tudo temos um prólogo com o momento atual, depois uma primeira parte com catorze capítulos sobre o passado e a segunda parte com oito capítulos onde retornamos ao presente e o epílogo para fechar com chave de ouro.

Na primeira parte conhecemos as personagens: Travis, um homem atraente, que adora esportes radicais e viver a vida intensamente. Nunca consegue ter um relacionamento durável e mora na mesma cidade onde nasceu e possui um cachorro chamado Moby. Além de seu trabalho com o pai e passeios divertidos, ele possui três grandes amigos que sempre o visitam e levam juntamente suas mulheres e filhos.
Gabby se muda para a casa ao lado de Travis para estar mais próxima do namorado que parece nunca estar presente em sua vida e, embora trabalhe num local movimentado da cidade, sente-se sozinha e sem amigos, tendo apenas a companhia de sua querida cachorra Molly.
E a partir de um desentendimento que tem como fator principal seus cães, Travis e Gabby se conhecem. A atração entre eles é inevitável, embora eles sejam superficialmente muito diferentes um do outro e Gabby comprometida com Kevin.
Os opostos se atraem e a primeira parte do livro serve para conhecermos o histórico de cada um, até mesmo das personagens secundárias, como o casal de conhece e se apaixona.
Logo na primeira parte, um deles precisa fazer uma escolha importante.

Eu pressentia que o autor guardava algo emocionante, porém não imaginava o que seria. Não imaginaria que dentre tantas escolhas, uma delas seria o drama central (mentira, era o que eu esperava, afinal é só refletir sobre o título do livro), mas não esperava que fosse tão forte. Estava desprevenida e parei em choque.
Nicholas me fez retornar ao passado de minha vida e relembrar de uma das semanas mais duras que sofri. Só que não revivi minhas lembranças apenas. Retornei ao passado para refletir e me colocar na pele de outra pessoa, momento inédito para mim. Foi duro e isso me fez agarrar o livro com força e correr as páginas para saber o final.
Na segunda parte, mais curta e muito mais densa, outra escolha precisa ser tomada.

Apesar de eu imaginar como seria o desfecho, confesso que o autor soube criar um clima de suspense, elevá-lo a um grande clímax e mantê-lo até o último instante possível. Admirável essa artimanha, já que eu esperava apenas um livro romântico com uma pitada de drama, mas encontrei suspense também.

Fechei o livro, repensei a situação parecida que vivenciei, e não pude parar de pensar em como o Nicholas faz isso: nos apresenta fatos e pessoas comuns e mexe com o coração de quem lê. Como ele busca na simplicidade da vida os mais profundos sentimentos e dilemas da alma humana?
Adorei três personagens, o casal Travis e Gabby, claro e a irmã de Travis, Stephanie. Com sutileza e sem roubar a cena do casal, ela tempera a trama com bons diálogos e boas cenas.
Uma observação: adorei os cães! Eles refletem as personalidades de seus donos, eles são importantes e trazem alegria à história. Amei os cachorros e percebi o quanto a Novo Conceito arrasou na criação do kit do livro!

Recomendo esse livro para quem gosta de cenários apaixonantes e claro: muito romance. A primeira parte é toda focada no lado romântico e na relação entre Gabby e Travis.
De início, alguns leitores, como eu, podem achar a história um pouco entediante. Você pensa em como a relação deles surge, cresce e envolve o leitor, mas fica imaginando que falta algo ao livro. Fica imaginando que parece que o romance não vai a lugar algum. Pensa quando algo de diferente irá surgir.
Por isso eu recomendo: paciência, pois vale a pena esperar.
E o autor não faz isso para engrossar o livro, de forma alguma! Ele precisa realmente mostrar e provar o quanto o amor e respeito entre eles evoluem; o quanto o envolvimento é profundo e como o elo forte entre os dois nasce.
Nicholas precisava criar este vínculo entre o leitor e o casal. Precisava criar uma enorme ligação e simpatia tanto com Gabby quanto com Travis. A primeira parte não serve apenas para eles se apaixonarem; ela foi escrita para o leitor se apaixonar por eles!

E ao seguirmos para a segunda parte, levamos um susto. Sem poder comentar sobre esses capítulos, digo que ao chegar ali o leitor compreende o porquê da primeira parte, o motivo do autor reforçar as personalidades de Gabby e Travis, a trajetória do casal e tudo que foi anteriormente mostrado. Precisamos disso, não apenas para sofrermos a comoção necessária devido ao apego a eles e sua história, mas também para notarmos a mudança drástica na vida e rotina de todos ao redor. E que tudo depende de uma escolha essencial, um peso, uma prova de amor única. Uma mensagem linda num livro simples.


Booktrailer:


O autor:
Nicholas Sparks é um dos escritores mais adorados do mundo, oito vezes considerado o número 1 de acordo com o New York Times, com mais de 50 milhões de cópias impressas em todo o mundo. Todos os seus livros foram considerados sucessos dentro e fora dos Estados Unidos, sendo traduzidos para mais de quarenta idiomas. Vários dos romances de Nicholas Sparks foram adaptados para filmes, como Querido John, A Última Música e Noites de Tormenta.
Ele mora na Carolina do Norte com sua esposa e família.
Site | Revista eletrônica


Sorteio:
Quer ganhar o kit cedido pela Novo Conceito? O sorteio está no final, mas ainda dá tempo. Vai até o dia 18 de setembro, participe!

20 comentários

  1. Oi Tati,
    Nossa, que resenha linda! Fiquei com o coração na mão de curiosidade sobre a segunda parte!
    Quero muito esse livro e espero ganhar na promoção aqui do blog!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa sorte, Lindsay, a segunda parte deixa o coração na mão! Uma linda história. Beijos.

      Excluir
  2. Olá, Tati ^.^
    Bem, acho que posses materiais não são fontes de felicidade substancial, sim, nesse ponto sou bem romântico. Acho que sem um sentimento maior que lhe mova, o que você venha a viver sempre vai ter uma sensação de ser vão, logo sentir tristeza e coisas ainda mais "pesadas" vai ser frequente demais. Vamos ver como isso é conduzido no livro...
    Huuuummm, como já disse, sou romântico, então, acredito que o formato do enredo vai me agradar. Essa simplicidade no desenvolvimento deve ser justamente o motivo do sucesso enorme que ele faz, uma vez que histórias românticas por si mesmas já são algo que muitos leitores consumem e quando isso vem em um embrulho que torna crível é esperado destaque para essa obra, se for bem escrita e divulgada. Muitos autores tem mesmo uma fórmula para escrever e raramente fogem dela, mas isso não torna necessariamente as obras ruins, só acho que alguns leitores podem ficar saturados disso. A Novo Conceito é mesmo cuidadosa com a parte gráfica dos livros, até onde me recordo, não sei de um deslize sequer. Poxa, romance com suspense e drama...hummm...esse livro, tenho que ler! kkkkkkkkkkkk Parabéns pela resenha!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me emocionei MUITO por ter vivido uma situação igual á do livro há anos. Beijos.

      Excluir
  3. Espero ganhar esse livro na promoção, porque fiquei mto empolgada pra ler esse livro, afinal, ele é do meu autor favorito, só o nicholas consegue me deixar com essa vontade louca de ler. beijos!

    ResponderExcluir
  4. Nossa que resenha!!! Já estava com vontade de ler o livro pela sinopse, a resenha me encantei mais ainda. Outra coisa que me chamou a atenção foi o suspense colocado pelo autor, agora tenho certeza que vou gostar muito dessa leitura.
    Vou torcer pelo sorteio, porém se não for dessa vez, vou atrás desse livro rsrs. Simplesmente amei!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super obrigada! O suspense é leve e na medida certa, sem ser nada forçado e eu adorei. Beijos.

      Excluir
  5. Fiquei encantada com a resenha e me deu vontade de ler mais este livro, ainda irei lê ele.
    Parabéns pela resenha, ficou muito boa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada!! Espero que possa ler logo o livro e gostar tanto quanto gostei. beijos.

      Excluir
  6. Bem, não sei o que dizer. Sou a estranha que nunca leu - embora tenha "Um Homem de Sorte" - os livros do Nicholas Sparks ou assistiu a um filme baseado em seus livros. Sei lá, sempre tem outro mais empolgante na frente. Não sou muito fã de romances água com açúcar. Mas dizem que o cara é realmente bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vejo os romances do Nicholas como "água com açúcar". Os vejo como realistas. Beijos.

      Excluir
  7. Nossa gostei da resenha, ficou bem escrita, esse ainda não li, mas em breve vou ter a oportunidade de ler.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que possa ler (e se emocionar) em breve. Beijos.

      Excluir
  8. Nicolas como sempre criando algo pra fazer nossos corações chorar. Ele realmente sabe c0omo construir uma história de amor verdadeira. Foi uma resenha bem construida, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O autor soube construir um relacionamento simples e sincero e ao chegar ao clímax, nos comovemos, não há como ser indiferente. Beijos.

      Excluir
  9. Minha relação com esse livro do Sparks é delicada, pois como ainda o li e vi várias resenhas mais ou menos sobre ele. Mas meu conceito vai continuar sendo o melhor possível.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gostei e recomendo. Nem todas as pessoas compreendem que a primeira parte é essencial para que crie vínculos do leitor em relação ao casal1 Muitos acham que é "enrolação", mas não é! é muito importante. Como se comover com o conflito no final se não existir o apego? Beijos, você está certa.

      Excluir
  10. Também gostei muito desse livro. Acho que ele passa uma mensagem muito bonita e nos faz refletir após a leitura.Foi o primeiro livro que li do Sparks.

    ResponderExcluir
  11. Oi Tati,

    Esse foi o primeiro livro do autor que eu li, E nossa, gostei bastante. Não tinha muitas expectativas e acabei me surpreendendo.

    Beijos.
    Juan Silva - http://asasliterarias.com/

    ResponderExcluir

Antes da publicação, os comentários passam por moderação, então aguarde, por favor.
Comentários considerados spams, agressivos ou preconceituosos, não serão publicados, assim como pedidos de e-Books ilegais.
Sua opinião é muito importante! Através dos comentários é que posso tentar fazer um blog mais interessante.
Se você tem um blog, retribuirei seu comentário assim que possível.
Obrigada por participar.

Editoras parceiras