[Atualizada em janeiro.2018] Como enviar livros pelos Correios e como funciona a Caixa Postal

Oi, Leitoras e Leitores Viciados, anos atrás postei sobre o envio de livros dos Correios. Esta é a postagem atualizada.
Explico também como é ter uma Caixa Postal.

ATENÇÃO: a atualização mais recente desta postagem é de 07 de janeiro de 2018.




Como enviar livros pelos Correios em território nacional?
Pense em quatro coisas:
1) A modalidade - Impresso Normal, Impresso Urgente, PAC ou Sedex;
2) Com ou sem registro (Nacional ou Módico) para Impresso. PAC e Sedex têm registro automático;
3) Se vai querer algum serviço opcional como Valor Declarado ou Aviso de Recebimento, por exemplo.
4) Afixar externamente a nota fiscal ou a declaração de conteúdo (obrigatório a partir de 01/02/2018.)

Modalidades:
- Impresso (Normal ou Urgente; com Registro Nacional, sem registro ou Registro Módico);
- PAC - Encomenda Econômica (encomenda com Registro Nacional automático);
- Sedex (encomenda expressa com Registro Nacional automático; pode ser Sedex comum, Sedex10, Sedex Hoje, dentre outros, de acordo com a região);

Não tenho o hábito de enviar livro por Carta. Teoricamente, o regulamento dos Correios não deixa explícito se livro pode ser enviado por Carta. Também não colocarei os detalhes do Sedex PAC. Mas você pode utilizá-los para enviar livros. As informações estão disponíveis no site e nas agências. Qual(is)quer livro(s) acima de 2 kg deverá(ão) ser enviado(s) somente por PAC ou Sedex.
PAC é recomendada quando você precisa enviar uma caixa com mais de 2 kg (o limite do Impresso Normal) e menos de 30 kg (limite da PAC).

Registros:
Não envie livros sem registro. Você não terá garantia que ele foi postado e nem o código do objeto para rastreio. No caso da encomenda ser valiosa, no ato da postagem contrate o serviço opcional Valor Declarado.
O Registro Módico, exclusivo para livros, serve tanto para pessoas físicas quanto jurídicas é sem contrato. Pode ser utilizado na modalidade de envio Impresso. Você também pode enviar livros por PAC e Sedex, mas o Registro Nacional é automático, não poderá utilizar o Registro Módico.

A forma melhor e mais barata de envio é: Impresso Normal com Registro Módico. Utilizo o Impresso desde 2008, quando participava de uma comunidade de troca de livros no Orkut. Qualquer pessoa pode utilizar para enviar seus livros.

Nota fiscal ou declaração de conteúdo:
A partir de 1º de fevereiro de 2018 tornou-se obrigatório a nota fiscal ou declaração de conteúdo afixada na parte externa da embalagem do livro. Não importa a modalidade, isso é obrigatório, mesmo para pessoa física. Nesse caso, livro sem valor tributário, você envia com a declaração. Faça o download da folha de declaração de conteúdo dos Correios neste link oficial. Você precisará, além de nome e endereços completos, do cpf do destinatário. Todos os detalhes aqui.


Registro Módico (Preços conforme vigência de 1º de fevereiro de 2017.)
Não é a modalidade de envio, é o tipo de registro que a modalidade possui. Sempre que utilizar a modalidade Impresso ao postar seus livros, escolha o Registro Módico; custa metade do valor do Registro Nacional. Para enviar um livro pode não fazer diferença, mas imagine enviar livros para 10 destinatários diferentes? Com o Registro Módico no lugar do Registro Nacional, você economizará R$ 25,00.

Preço:
O Registro Módico custa R$ 2,50 por objeto, enquanto que o Registro Nacional custa R$ 5,00 por objeto. Segundo a vigência de 31 de julho de 2017.






Quem pode utilizar:
Qualquer pessoa física ou jurídica que envie livros em geral. Sem contrato. Pelo Registro Módico pessoa física só pode enviar livros; nenhum outro tipo de material.

O que é:
O Registro Módico é uma redução tarifária aplicado ao serviço de Registro Nacional. Pode ser utilizado junto aos serviços Impresso Normal ou Impresso Especial (Urgente). Toda e qualquer agência dos Correios possui o Registro Módico.

Impresso (Preços conforme vigência de 01 de fevereiro de 2017.)

Quem pode enviar:
Pessoas físicas e pessoas jurídicas. Sem necessidade de contrato.

O que pode ser enviado:
Catálogos, livros, fascículos, guias, lista de preços, revistas, jornais, publicações periódicas, alternativos culturais, formulários não preenchidos, prospectos de propaganda, propaganda política de partido ou de candidato, divulgação de evento.

Quais agências têm o serviço:
Toda e qualquer agência dos Correios, seja franqueada ou comum.

Limite de peso por objeto:
Até 2 kg para Impresso Normal e até 500 g para Impresso Urgente.

Embalagem:
Que resista ao peso, forma, natureza do conteúdo, manuseio e transporte. Pode ser em envelope, papel liso, pacote ou caixa. Não é obrigatória a compra da embalagem dos Correios, o consumidor pode levar a sua.
Quando o Impresso for postado fechado, na embalagem deverá constar a seguinte informação: "Fechamento autorizado. Pode ser aberto pela ECT". Não esqueça, de preferência ao lado das informações do destinatário, senão terá que esperar o livro ser aberto e fechado novamente para vistoria.
Não possui nenhum tipo de indenização automática. O serviço é opcional e precisa ser contratado no ato da postagem.

Dimensões do objeto: Verifique no site dos Correios, clicando aqui.

Registros:
Sem registro, Registro Nacional (para todo tipo de material impresso) ou Registro Módico (somente para livros).

Adicionais:
Permite uso de serviços adicionais: Registro (use o Módico para livros), Aviso de Recebimento e Valor Declarado;

Preço:
O objeto postado como impresso tem seu preço calculado de acordo com o peso, não importando a distância entre remetente e destinatário nem suas dimensões, desde que respeitados limites e regras. Caso o consumidor envie com Registro Nacional (qualquer impresso) ou Registro Módico (livros) deve somar ao valor do peso o valor do registro escolhido.
Ou seja: Valor pelo peso conforme tabela abaixo + valor do registro (Nacional R$ 5,00 ou Módico R$ 2,50). Exemplo de um livro de 530 gramas: R$ 6,25 (valor do peso do impresso) + R$ 2,50 (valor do Módico) = total de R$ 8,75.






------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Como funciona a Caixa Postal? (Preços conforme vigência de 30 de outubro de 2017)
Assino Caixa Postal dos Correios desde 2006. Já tive quatro no total e em três cidades diferentes (uma de cada vez). Em todas as minhas residências, mesmo com todos os serviços de entregas dos Correios disponíveis, sempre tive problemas para receber as correspondências, por isso experimentei o serviço.

O que é:
A Caixa Postal é uma assinatura oferecida pelos Correios a qualquer pessoa física ou jurídica, para que encomendas e correspondências sejam recebidas na agência.
Pode ser semestral, anual ou bienal, sob contrato e pagamento diretamente na agência dos Correios em que terá a Caixa Postal.
Verifique se a agência possui o serviço e se há Caixa Postal disponível. Ás vezes a agência possui até mesmo fila de espera de pessoas desejando ser assinantes.

Para assinar:
Você precisa apresentar a documentação necessária (originais e cópias): CPF; Carteira de identidade (RG), Carteira Nacional de Habilitação ou Carteira de Trabalho (Se no documento constar o número do CPF, não será necessário apresentá-lo); e Comprovante de residência.

Quanto custa:
Semestral = R$ 73,20; Anual = R$ 122,00; Bienal = R$ 244,00.

Como funciona:
Você recebe duas chaves que deverão ser devolvidas ao entregar a Caixa Postal. Caso precise fazer uma chave, somente a agência de Correios tem a permissão e custa ao assinante R$ 29,80.
Qualquer objeto de fluxo postal fica armazenado na Caixa Postal, desde que enviado pelos Correios. Ou seja, entregadores, motoboys ou qualquer outra pessoa ou empresa, mesmo que transportadoras, não podem entregar o objeto na Caixa Postal.
Qualquer objeto fica aguardando retirada na agência em questão de modo organizado. Costumo ir buscar minhas encomendas e cartas semanalmente, mas qualquer objeto fica por até 30 dias.
Se for objeto sem registro e que caiba na caixinha, ele é colocado diretamente lá. Você chega, abre com a chave e o retira. Se for objeto registrado e / ou grande para a caixinha, você encontra dentro dela o aviso impresso para a retirada a ser feita no atendimento, com as informações básicas, como número do objeto e remetente. Objetos registrados precisam de sua assinatura e apresentação de documento de identidade.
Você não precisa retirar na hora, pode ficar com os avisos e retornar posteriormente. Desde que os apresente no momento da retirada.
Segundo as regras dos Correios qualquer pessoa que retira objeto na agência, seja de Caixa Postal, ou porque os Correios não entregam na residência, ou por ser Sedex a cobrar, o destinatário tem o direito a uma fila / guichê de atendimento separado do restante dos serviços postais e bancários. Infelizmente na prática isso não ocorre e você quase sempre precisa entrar na fila para pegar seus objetos.
Faltando 15 dias para sua assinatura terminar, você recebe o aviso de renovação na caixinha e escolhe se quer ou não renová-la, mas é só guardar o contrato e anotar na agenda a data. Você tem até 15 dias após o vencimento para renovar ou não.

A Caixa Postal é ótima para quem não tem ninguém em casa para receber as entregas dos Correios. Em várias localidades a pessoa precisa ir retirar objetos na agência indicada, então uma Caixa Postal também ajuda. Recomendo a assinatura do serviço para quem quer a comodidade de buscar somente quando puder / quiser. Ou simplesmente para quem quer sigilo, porque o remetente não sabe seu endereço residencial e essa informação fica somente entre o assinante e a agência de Correios, sendo jamais divulgado sem a autorização do cliente.
Na hora de dar os dados para receber seus objetos postais, apenas nome e número da Caixa Postal (que é sempre único) são necessários. No meu caso: "Tatiana Jiménez Inda Caixa postal 111314"

Na prática as pessoas acabam pensando que o endereço está incompleto, então costumo acrescentar cidade, estado e CEP.
Em alguns cadastros informatizados permaneço com o endereço completo da agência, colocando como "complemento" Caixa Postal 111314. Porque ao preencher com CEP, automaticamente o endereço já aparece. Não tem problema, todas as formas são válidas.
O importante é ter o número da Caixa Postal correto, você sempre recebe. Qualquer problema, a gerência da agência tem a obrigação de verificar.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Em caso de dúvidas entre em contato com os Correios por telefone, site oficial ou agências físicas.
Telefones: 3003 0100 (Capitais e Regiões Metropolitanas)
0800 725 7282 (Demais localidades)
0800 725 0100 (Sugestões ou reclamações)
0800 725 0898 (exclusivo para portadores de deficiência auditiva)
3003 1383 (Informações Banco Postal)
Caso encontre problemas no contato com os Correios, como seus direitos desrespeitados, reclamações ou discordâncias sobre preços ou atendimento, entre em contato direto com a ouvidoria.

Qualquer erro sobre a postagem: leitoraviciada@yahoo.com.br. Caso tenha algo a complementar, deixe um comentário. Conto com a ajuda de todos!

Fonte: Correios.

69 comentários

  1. O tipo de post altamente informativo e necessário. Aquele que vc guarda nos favoritos porque nunca sabe quando vai precisar!!! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, O que Tem na Nossa Estante! Fico feliz que tenha auxiliado você de alguma forma ^^ Beijos.

      Excluir
  2. Tati esse post além de importante é muito explicativo, principalmente pra gente que mora em cidade muito pequena e que só tem uma agência, aqui mesmo uma vez fui enviar registro módico e não aceitaram pois confundiram com carta registrada, os próprios funcionários!
    além das tabelas de preço que ajudam na hora de saber se ta tendo cobrança abusiva ou não!
    http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thaila, quem mora em cidade grande também costuma ter esses problemas, nunca se sabe como será o atendente atrás do guichê nos Correios. Alguns, principalmente antigos, não se atualizam. O sistema e as regras mudam, mas eles parecem não acompanhar. enquanto, mesmo sendo minoria, por outro lado, encontramos funcionários superatenciosos. Por isso acho sempre bom sabermos o máximo possível.
      Também já passei por esse problema de confundirem no sistema o Impresso com a Carta. Aí o sistema barra o objeto com mais de 500 g. Engraçado como eles pensam em classificar logo como Carta se nas regras da listagem de produtos permitidos pela modalidade, não há livros.
      Eu já passei por cada coisa! Teve uma época em que diziam que o envelope tinha que ir com rasguinhos, que não poderia colocar em caixa (imagina enviar 10 livros fora de caixa?), já teve até uma atendente que inventou, não sei de onde, que livro precisava de uma "cruz" em barbante envolvendo o envelope / papel. (?)
      O lance de rasgos eu nunca compreendi, se nas regras de todo objeto, diz que a "embalagem deve resistir ao peso, manuseio e blá blá blá", então, por que rasgarem? Cômico, né?
      Isso mesmo! Sempre confira o comprovante do envio. Lá diz o peso do objeto, a modalidade, o preço pelo peso e o preço pelo Registro, tudo discriminado.
      Beijos.

      Excluir
  3. Oi Tatiana! Muito boa a sua postagem! Eu estava querendo uma caixa postal e achei muito legal e fácil de entender! Não sabia que podemos escolher pegar quando quiser! Acho muito útil esse serviço, uma vez que facilita e protege nosso endereço! Parabéns pela postagem!!

    Beijinhos
    Mirelle - meumundoemtonspasteis.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mirelle! Se a agência estiver aberta para atendimento, você pode entrar e checar sua Caixa Postal numa boa ^^ Beijos e obrigada!

      Excluir
  4. Nossa, me ajudou bastante. Vou enviar um livro de uma promoção amanhã e não sabia qual serviço utilizar e os atendentes geralmente querem que você utilize o serviço mais caro.
    Ajudou bastante. Obrigado!
    Abraço
    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Elileudo, espero mesmo que tenha te ajudado e que na prática consiga ser atendido direitinho. Geralmente eles empurram Sedex para quase tudo. Beijos.

      Excluir
  5. Realmente muito bom o texto, me ajudou bastante, esclareceu muitas dúvidas. Mas eu queria perguntar, no caso de eu não comprar uma embalagem/envelope própria (se, no caso, eu for comprar no correio mesmo), eu levo o livro apenas? Meio estúpida a pergunta, mas é a primeira vez que mando um livro... Os correios tem envelopes que transportem bem o livro? Recebi um livro uma vez envolto em plástico bolha, dentro do envelope... os correios oferecem essa opção?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Andressa, eles tem envelopes de plástico bolha.

      Aconselho mesmo a usar sua própria embalagem, sai bem mais barato. Você pode comprar papel pardo e fita adesiva transparente (durex ou aquela mais grossa) e embrulhar o livro, sempre com as dobras no lado do remetente. Sai bem mais barato. Você pode, por baixo do papel pardo, embrulhar o livro com plástico bolha. Fica super seguro.

      Mas caso vá até a agência para comprar a embalagem, você leva somente o livro e em um papel os dados para o envio, para preencher na hora.

      No site dos Correios há a lista de embalagens deles. http://www.correios.com.br/para-voce/consultas-e-solicitacoes/precos-e-prazos/servicos-nacionais_pasta/embalagens
      Ou entre no site, escolha "Correios D- F", "Embalagens", "Para comprar" e "Veja os preços de caixas e envelopes".

      Beijos.

      Excluir
    2. Obrigada! Eu realmente estava pensando nisso. Acho bem mais seguro usar plástico bolha, sempre recebo os meus livros assim e muito raramente algum chega amassado; quando chega é algo quase mínimo. Vou pesquisar os preços e ver o que me sai mais conveniente. Valeu mesmo. Beijos. :)

      Excluir
    3. Oi, Andressa, é mais seguro mesmo. No mínimo, colocar um plástico simples. Se o pacote molhar, o livro permanecerá seco. Boa sorte com as embalagens e beijos.

      Excluir
    4. Oi Tatiana, tudo bom?
      Então, não entendi quando você escreveu : "sempre com as dobras no lado do remetente."
      Poderia me explicar isso, por favor?

      Excluir
    5. Oi, posso tentar :)
      É como os envelopes prontos para as cartas: Eles têm sempre as abas para o mesmo lado, o do remetente. Envelope padrão, sabe? Você cola / fecha e a aba / dobra fica no lado em que se preenche os dados do remetente.
      Então com um livro deve ser a mesma coisa, seja um envelope ou papel pardo. Você o embrulha e cola com fita adesiva transparente ou durex transparente, dobrando as abas / bordas para o mesmo lado, como se fosse um envelope. Aí você preenche com os seus dados. No lado oposto, liso, sem nenhuma dobra / aba, você escreve os dados do destinatário.
      Caso não tenha entendido, me avise que colocarei aqui uma foto.
      Beijos.

      Excluir
  6. Oi Boa tarde! Onde posso visualizar o preço do registro módico,na página do correio?a página que eu tentei esta fora do ar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui, André: http://www.correios.com.br/para-voce/consultas-e-solicitacoes/precos-e-prazos/servicos-nacionais_pasta/impresso-normal
      Lembre-se de somar o REGISTRO.

      Excluir
  7. Oi, Tati! Hoje enviei meu primeiro livro por correio e quero te agradecer pois antes disso, lembrei desse post e vim aqui pegar as instruções e deu bem certinho, graças as suas dicas! Mais uma vez, o Leitora Viciada sendo meu melhor amigo quando eu mais preciso!
    Muito obrigada!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Georgia! Essa é a maior satisfação que posso ter, saber que ajudei alguém. Saber que meu blog serviu para alguma coisa positiva para você! Fico feliz que tenha dado certo, porque é nosso direito usar a modalidade correta ao enviar nossos objetos. Beijos.

      Excluir
  8. Oi Tati, primeiro parabéns pela presteza e clareza das informações. Vc sabe o prazo de entrega do IMPRESSO URGENTE?? No site dos Correios eles não tem essa informação. Abrs.,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Antonio, muito obrigada por comentar! Também não sei o prazo para a entrega. Acho que deve variar conforme a distância. Acho melhor ir pessoalmente a uma agência dos Correios tendo o CEP do destinatário em mãos para verificar com o atendente os prazos para Impresso Urgente e Impresso comum. Assim você compara qual é mais adequado.
      Beijos.

      Excluir
  9. Oi Tati , recebi a indicacao deste post de uma amiga . Veja meu caso: uma amiga de SP quer doar parte de sua biblioteca ( algo de uns 100 livros) e moro em Recife . Pensei nos correios mas acho que fique oneroso , o que voce me sugere ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mga, muito bonito da parte de sua amiga! Uma pena os correios não facilitarem muito a vida de quem posta livros... Infelizmente, se pesar mais de 20 kg, não aceitarão o envio com o registro Módico. Talvez seja interessante sua amiga verificar o serviço de uma transportadora. Essas empresas geralmente indicam quando um caminhão recolherá e entregará os livros, e tem seguro incluso. E no fim, sai mais barato e rápido que ir postando aos poucos pelos Correios, porque são muitos livros, e a distância, longa. Mas deve sair caro e talvez varie muito o preço, faça orçamento online ou por telefone com várias empresas, já dizendo quantas caixas são e suas medidas. Boa sorte para vocês!
      Beijos.

      Excluir
    2. Oi Tati, muitíssimo obrigada pelas informações!!! Já estava perdida no site dos Correios, as informações estão um tanto difusas e é quase necessário uma caça ao tesouro para encontrá-las e compará-las. Ainda assim, fiquei com dúvida em relação aos prazos de entrega. Você (ou alguém que esteja lendo e já passou pela experiência) sabe o prazo de entrega de um Impresso Urgente? Só encontrei do Impresso Normal e gostaria de saber se compensa o outro, pois temo que minha encomenda não chegue a tempo (presente de aniversário!). Desde já, muito obrigada. Um grande abraço! =)

      Excluir
    3. Oi Tati, muitíssimo obrigada pelas informações!!! Já estava perdida no site dos Correios, as informações estão um tanto difusas e é quase necessário uma caça ao tesouro para encontrá-las e compará-las. Ainda assim, fiquei com dúvida em relação aos prazos de entrega. Você (ou alguém que esteja lendo e já passou pela experiência) sabe o prazo de entrega de um Impresso Urgente? Só encontrei do Impresso Normal e gostaria de saber se compensa o outro, pois temo que minha encomenda não chegue a tempo (presente de aniversário!). Desde já, muito obrigada. Um grande abraço! =)

      Excluir
    4. Oi, Renata, no site dos correios existe o cálculo de prazos, onde você coloca o cep do destinatário e do remetente, tendo como resultado uma estimativa do prazo. Mas encontrei somente o de impresso. Não achei impresso urgente. Melhor perguntar o prazo na própria agência dos correios. Beijos e boa sorte.

      Excluir
  10. Tatiana, em primeiro lugar, belíssimo post. Meus parabéns! Em segundo, gostaria de saber se encomendas vindas do exterior, por transportadoras privadas, podem ser entregues na caixa postal dos correios? Grato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bruno, obrigada ^^
      Somente encomendas dos Correios podem ser recebidas em caixa postal, já que esta é um serviço exclusivo dos Correios. Qualquer encomenda entregue por outra empresa, não é recebida na caixa postal. Nenhuma transportadora será recebida na caixa postal; o objeto será recusado e retornará ao remetente.
      Beijos.

      Excluir
  11. Oi Tatiana, foi muito informativo, porém tenho que enviar um livro para minha namorada que mora em outro estado bem longe do meu, surpresa claro pelo aniversario dela, entao vai aí algumas das minhas perguntas..
    Dentro do livro gostaria de colocar uma carta dentro, pode? ou eles abrem a embalagem e o livro para examinar tudo?
    Quero que chegue o mais rapido possivel, mais que esteja em um valor bom q n passe de 20..entao que tipo de envio eu deveria fazer?
    e como posso saber que chegou?
    Desde já obg!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, não é permitido o envio de outros materiais além do livro, mas uma carta que seja fina e discreta pode ir dentro do livro. Embale-o com plástico bolha, se possível, e por cima o papel pardo. Os correios não o obrigam a mostrar o conteúdo desde que escreva abaixo do endereço do destinatário, no caso sua namorada: "impresso norma. Rwgisteo módico. Fechamento autorizado. Pode ser aberto pela ECT." Os correios podem abrir para conferir durante o trajeto, mas isso não é comum. A modalidade que você deve solicitar é "impresso normal e o registro é "módico". Você recebe um comprovante de envio com um código de 2 letras, nove números e "br". Com esse código você acessa o site dos correios e acompanha o andamento e verá lá quando for entregue. Você pode ainda acrescentar os serviços de "valor declarado" que é um seguro (mas nesse caso podem conferir o conteúdo e impedir o envio da carta). Caso seja extraviado você só receberá o valor declarado se pagar por esse extra. Recomendo o uso do valor declarado se for um livro caro. Outro extra é o "aviso de recebimento" também pago a parte, mas é desnecessário para seu caso, já que poderá acompanhar pelo site através do código do objeto. Beijos e boa aorte! Sua namorada vai adorar. Ps. Demora de 3 a 20 dias aproximadamente. Pergunte ao atendente dos correios a previsão.

      Excluir
  12. Bom dia Tatiana, primeira vez que visito o site, cheguei aqui pesquisando sobre impresso postal ( o Google me ajudou) mas fiquei com uma dúvida: Esta modalidade só serve para livros já registrados ou livros ainda não registrados também vale? Digamos que eu escrevi um original, imprimi e encadernei e quero enviar para alguém em outro estado ler. Esta modalidade seria válida ou teria de ser PAC?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Edmilson, bem-vindo. Para este caso você pode utilizar sim a modalidade "impresso", pois serve para qualquer material impresso. Mas no caso de não ter registro de livro ainda, seu manuscrito não pode levar o "registro módico", porém pode levar o "registro nacional" (que é aquele código de rastreio do objeto). Então pode postar como "impresso normal" com "registro nacional". Boa sorte e beijos.

      Excluir
  13. Parabéns pelo post, ele é muito útil! Eu sempre tive vontade de trocar livros, mas sempre ficava com um pé atrás por causa dos Correios, imaginando que, se fosse para enviar para outro estado, acabaria gastando muito, o que não valeria a pena.

    Abraços!
    Sonhos, Imaginação & Fantasia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente os Correios ainda são uma empresa que deixa o consumidor inseguro. Boa sorte com as trocas!

      Excluir
  14. Oii, achei ootima sua postagem e indiquei no meu blog!
    Quando precisei e não conhecia, me ajudou muito.
    Beijos
    http://lerporquesim0403.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Muito legal vc me ajudou bastante.Mais tipo qual o PESO máximo que uma caixa postada como impresso normal:Registro Módico pode chegar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa informação está na postagem. 20 kg é o limite de peso para o serviço impresso normal com registro módico.

      Excluir
  16. obrigado então no caso de um livro que pesa 5kg.Pelo Impresso Normal:Registro Módico ficaria 1,80+ 3,35 para cada kilo?1,80+16,75=18,55 ?? valeu *---*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, Zoro-kun, é assim: R$1,80 do valor do registro + R$8,40 pelo 1kg do impresso normal + R$3,35 por cada kg adicional (ou seja, sendo + 4) R$13,40. O valor total seria R$23,60.
      Isso se a tabela estiver atualizada, sempre precisa ver se teve aumento. E o peso deve incluir a embalagem.
      Se o livro for enviado para longe, impresso normal com registro módico é a melhor opção. Se for para perto (mesmo estado, por exemplo) pergunte para o atendente dos Correios o valor do PAC e veja qual fica mais barato.
      Beijos e boa sorte. Se precisar, imprima diretamente do site dos Correios as regras do impresso e do módico. Se não aceitarem, telefone para a ouvidoria e reclame sobre a agência em questão.

      Excluir
  17. Oi. Eu fui em uma agência dos Correios hoje, e eu não consegui enviar duas HQs (que pesam ± 530g cada uma). O atendente dos Correios me disse que o limite para Registro Módico era de apenas 500g. Ele me sugeriu um PAC, mas era inviável pra mim, custava R$28,00. Eu desisti de fazer a postagem e voltei para casa.

    Chegando em casa eu liguel para a Central de Atendimento dos Correios, e lá eles me confirmaram: "Limite de 500g, até mesmo para livros".

    Eles me disseram a verdade? Se sim, será que existe outro meio de postagem de livros que sejam baratos?

    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os Correios têm OBRIGAÇÃO de aceitar postagem de HQs em modalidade IMPRESSO NORMAL OU URGENTE com REGISTRO NACIONAL, pesando até 20 kg. Não pode utilizar o REGISTRO MÓDICO porque os Correios não consideram HQs como livros, mesmo quanto possuem ISBN. Portanto solicite modalidade / serviço IMPRESSO NORMAL e escolha o registro comum, chamado NACIONAL. Toda agência deve aceitar até 20 kg.Tanto faz ser central ou franqueada. Se você tentou e não conseguiu, telefonou e não conseguiu, abra uma reclamação no SAC. para isso é necessário um protocolo de atendimento. Se não tem, telefone novamente e anote o protocolo. Em seguida telefone para o SAC, não telefone comum. Você pode imprimir a página do site dos correios sobre as regras e limites do IMPRESSO e mostrar ao atendente o limite de 20 kg. Eles se confundiram com CARTA REGISTRA (com Módico ou registro comum) pois a carta tem limite de 500 g. Ou não sabem, porque sim, eles não sabem e procuram não saber ou simplesmente estão sendo desonestos tentando atingir cota de PAC e SEDEX enganando pessoas. Abraço.

      Excluir
    2. Faltou ali o DA de CARTA REGISTRADA*

      Excluir
  18. Oi, tudo bem ?
    Então, fiquei com uma dúvida na questão da caixa postal. Tipo, se a encomenda não for entregue pelos correios (motoboys e outros) onde a encomenda fica nos Correios ou ela deve ser mandada diretamente para sua casa?

    Obg

    XGeek
    FanPage XGeek

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tairles. Os Correios não aceitam em caixa postal nada enviado de outra forma. A encomenda por motoboy ou transportadora será RECUSADA e retornará ao remetente. Não fica com os Correios nem vai para sua casa. Você perde a entrega.. Quem tem caixa postal e comprar em loja virtual que usa transportadora precisa colocar como endereço de entrega uma residência ou qualquer endereço em que os Correios entregam. Ou seja, qualquer forma de entrega que não seja Correios não fica na caixa postal, volta para quem a enviou como recusado. Beijos.

      Excluir
  19. Oii! Amei seu post lindona. Me tira uma dúvida? Caso eu queira mandar um livros e uma capinha de Kindle, eu posso mandar via Registro Módico? E com relação à Mala direta, caso eu não tenha uma caixa postal eu posso usar esse serviço? (o destinatário possui caixa postal)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Keyseane, que bom que a postagem está sendo útil. Para enviar a capinha do kindle com oa livroa você não pode utilizar o registro módico, oficialmente é exclusivo para livros. Qualquer outro objeto não é permitido. O certo é você enviar via "impresso normal registro nacional". Você pode usar o "mala direta com registro nacional" somente se o conteúdo for promocional, amostra gratuita, publicidade ou cortesia. E só nas agências que possuem o serviço que não tem nada a ver com caixa postal. Beijos.

      Excluir
    2. Perdoa eu realmente confundi tudo! Mas minha dúvida principal foi sanada. Obrigada linda :)

      Excluir
    3. Keyseane, pergunte à vontade! Sempre que eu puder ajudá-la, tentarei :) Beijos.

      Excluir
  20. Olá, Tatiana. Quase todas as vezes que compro gibis no ML, os recebo etiquetados como "registrado econômico". Quando fui experimentar enviar dessa forma, o atendente dos Correios disse que tinha que cortar as pontas do envelope para que pudessem ver que o conteúdo eram mesmo gibis. Engraçado que os envelopes que recebia nunca chegaram desse jeito.

    Você já tinha ouvido falar nisso? E dentro das modalidades que você listou, qual delas poderia ser o tal "registrado econômico".

    Seu blog é legal, hein? Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, André, obrigada pela visita e pelo elogio ^^
      "Registrado Econômico" é um carimbo sinônimo de qualquer modalidade registrada mais econômica na categoria. Muitos objetos que recebo ou envio por "Impresso" com registro costumam ter essa identificação dos Correios. Pois é isso, segundo já me explicaram na agência em que frequento, apenas para identificação. Pode ser também da modalidade "Carta Registrada".
      No caso de gibis, você pode utilizar sim a modalidade de envio "Impresso" tanto o normal/econômico como o urgente (mais caro). Mas o registro deve ser o nacional, o registro comum mesmo (não o Módico), porque gibis não são considerados livros pelos Correios, portanto não pode ter o registro Módico.
      Resumindo, o correto é Impresso Normal registrado (registro comum nacional). Sobre isso de "cortar ou rasgar" o papel: errado. Prática há muito descartada pelos Correios. Para evitar isso, escreva o seguinte no lado do destinatário: "Impresso Normal Registrado. Fechamento autorizado. Pode ser aberto pela ECT." isso significa que quer enviar por "Impresso Normal" com registro nacional e que envia fechado, mas que autoriza que seja aberto e verificado pelos Correios durante o trajeto. Escrevendo isso, você não precisa mostrar o conteúdo; se desconfiam, têm sua autorização para abrir. Quando fazem isso, sempre em agência, o pacote é aberto, verificado e fechado. Isso é registrado no próprio pacote, data e horário de verificação, fechado e lacrado com fita dos Correios exatamente como postado. Em muitos anos que utilizo o serviço, somente uma vez tive o conteúdo verificado e o recebi perfeitamente bem.
      Resumindo: Os funcionários que estão atendendo você ou estão obsoletos ou tentando dificultar o uso do serviço, pois sempre querem que escolhamos sedex ou pac. Escreva "Fechamento autorizado. Pode ser aberto pela ECT." Em último caso, o atendente pode abrir no ato da postagem, conferir ele mesmo e postar lacrado! É proibido o envio assim, parcialmente aberto, pois você paga pelo envio para que o tem não seja danificado. Se o atendente disser que "eu posso até conferir antes de postar, mas precisa ir aberto para ser conferido em todo o trajeto." é mentira. É desnecessário, visto que consta na embalagem a mensagem de que você autoriza a checagem. Enfim, poste como "Impresso Normal" com resgistro comum nacional e escreva como indiquei. Se não conseguir, se insistirem em postar com papel rasgado, reclame no site dos Correios em Fale Conosco ou telefone para o 0800 deles.
      Beijos e boa sorte.

      Excluir
    2. Desculpe pelo texto longo, André.

      Excluir
    3. Nada! Foi bastante esclarecedor.

      O fato que relatei aconteceu em uma agência que não tenho o hábito de ir. Na que costumo utilizar, isso nunca aconteceu. Mas também nunca experimentei fazer o envio pela modalidade mais barata. Apenas por carta registrada.

      Até favoritei esse seu ótimo post pra voltar aqui sempre que tiver dúvida.

      Obrigado pela atenção e um beijo!

      Excluir
    4. Fico feliz em ter dado uma ajudinha. Volte sempre ;) Beijos.

      Excluir
    5. Oi, Tatiana.

      Essa semana postei um gibi e pedi ser como "impresso normal registrado". A atendente colou o tal adesivo "registrado econômico" que tinha falado antes aqui e escreveu embaixo "impresso". No fundo são a mesma coisa.

      Enfim, deu tudo certo. Agora já sei como é.

      Agradeço imensamente a sua orientação. ;-)

      Excluir
    6. Oi, André, obrigada pelo retorno! Deve ser etiqueta padronizada para esses tipos. Que bom que conseguiu postar direitinho!!! \o/ \o/ Beijos.

      Excluir
  21. Olá, desculpe se a resposta já está em algum lugar aqui, não sei se vi. Digamos que tenho um material de espessura fina o bastante para caber num envelope, como um adesivo. Ele não se encaixa em categorias como livro, DVD, CD, etc, e tem valor mercantil (é um produto que vendo), logo não posso enviar por carta registrada - há relatos de gente que tenta enviar produtos por carta registrada e o atendente não aceita ao perguntar o que tem no envelope, logo eu teria que mentir na agência.

    Que tipo de envio deveria usar, que tenha rastreamento? PAC pra um envelopinho de 15 x 10 com um adesivo me parece absurdo, sem falar que ficaria caro em relação ao preço do produto (7 reais). Não tenho CNPJ, então não posso usar o serviço de carta comercial registrada.

    Alguma ideia? Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Daniel, visto que não se enquadra como livro, CD, DVD, pendrive, ou etc... e tem valor mercantil (ou seja, não é cortesia), não poderá enviar por PAC se o envelope possui 15 x 10 cm (precisa ter no mínimo 11 x 16 cm para PAC) nem por Impresso, Carta ou Mala Postal. Você pode enviar apenas por Sedex; ou por PAC se aumentar um pouquinho o tamanho do envelope. Infelizmente os serviços dos Correios são caros e limitados. Beijos.

      Excluir
  22. Esse registro modico é por livro?? Pq um amigo meu vai me doar os materiais de estudo dele que ao todo pesa 19,2 kg e eu estou confusa que conta devo fazer. Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rhayani vai sair bem caro. A modalidade de serviço é IMPRESSO. Você paga pelo peso que no seu caso será 20 kg, aproximadamente R$73,00. Para ter rastreio, precisa registrar. por ser livro vale o registro Módico. Você paga um registro por caixa enviada não por livro. custa mais R$1,95. Ou seja custará uns R$75,00 ou mais pois a tabela do peso sempre aumenta em fevereiro. Recomendo que seu amigo leve a caixa até a agência e faça 2 orçamentos: IMPRESSO COM REGISTRO MÓDICO e PAC COM REGISTRO NACIONAL e veja qual fica mais barato. Aconselho a enviar aos poucos. Abraço e boa sorte.

      Excluir
  23. Oi Tatiana! Tudo bem?
    Eu tenho uma duvida, quero enviar 3 livros que no total está pesando 1.343. Eu não sei se entendi esse kg ou fração adicional.
    Eu pagaria 9,25 (referente ao kg) + 1,95 (registro módico) + 3,69?

    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jess, tudo bem :)
      Seria 8,40 por 1 kg + 3,35 pela fração adicional (343 g) + registro módico 1,95. O lance é o seguinte: Vai sair um pouco mais CARO, porque agora em FEVEREIRO/2016 os Correios atualizam as tabelas e o preço do Impresso aumentou (postei livros e reparei, mas no site deles ainda estava o preço antigo). Em breve a postagem será atualizada. Portanto, só na agência para ter certeza do valor. Vou até olhar se já disponibilizaram os novos valores no site. Beijos.

      Excluir
  24. como não entendi quase nada, alguém poderia me dizer como eu faço para enviar apostila?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena não ter compreendido minha postagem.

      Se a apostila não tem ISBN (código de barras de livro) você pode enviar das seguintes formas:
      1) "Impresso Normal" com "Registro Nacional Normal";
      2) "PAC" (já inclui registro);
      3) "SEDEX" (já inclui registro).

      Se a apostila possui ISBN válido, troque a opção 1) por "Impresso Normal" com "Registro Módico".

      Excluir
  25. Olá, post excelente.

    Gostaria de enviar chaveirinhos que não pesam nem 30g. Todos como promocionais.
    Neste caso posso enviar como Mala direta, não é ?

    Mas há limite de envio?
    Ou posso enviar 200(exemplo) ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Instabot, no caso de chaveiros promocionais, você pode utilizar a modalidade Mala Direta Postal Básica. Porém não sei como funciona, porque apenas entendo de envio de livros. Então não sei como os Correios avaliam se os chaveiros são mesmo promocionais. No caso dos livros, é comprovado através do carimbo de cortesia que as editoras costumam deixar na primeira página. Acredito que os chaveiros devam conter algum aviso de "brinde" ou "material promocional" em algum lugar.
      Segundo as regras dos Correios, o limite por peso é de 20 kg por envio, não achei nada que fale sobre limite de quantidade, mas talvez exista alguma restrição, visto que o material é promocional. Essa questão não sei realmente.
      Existe o limite do tamanho da embalagem, "a maior dimensão (comprimento ou altura ou espessura = máximo de 60 cm). A soma das dimensões (comprimento + altura + espessura) = 150 cm."
      Você pode ainda agregar o registro nacional para possuir um código de rastreio.
      Boa sorte, espero que não compliquem sua vida e você consiga enviar os chaveiros.

      Excluir
  26. Oi Tatiana! Adorei sua publicação, mas eu tenho uma dúvida que não se enquadra nos envios de livros: eu planejo enviar um CD (ele não deve passar de 400g). Já sei que não posso enviá-lo por registro módico por não ser um livro, então eu gostaria de saber quais outros meios eu poderia utilizar, uma vez que a pessoa mora em outro estado e o SEDEX é um absurdo de caro. Obrigada e parabéns pela postagem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camys! Envie o CD por "Carta Registrada", é mais barato que por Sedex ou PAC e tem código de rastreio. Beijos.

      Excluir
  27. Oi tatiana! Estou querendo enviar um livro de fotos, mas ele vem com umas coisas a mais, 2 fotos soltas, um marca paginas, mais duas folinhas e um cd, tudo isso dentro de uma caixinha também de papel. Eu conseguiria enviar por impresso?
    Obg

    ResponderExcluir

Antes da publicação, os comentários passam por moderação.
Comentários considerados spams, agressivos ou preconceituosos não serão publicados, assim como pedidos de ebooks ilegais.
Sua opinião é muito importante!
Se você tem um blog, retribuirei seu comentário assim que possível.
Obrigada por participar.

Editoras parceiras