Lançamentos: Grupo Companhia das Letras

Em abril, a maioria dos lançamentos do Grupo Companhia das Letras foi disponibilizada em versão digital. Assim que possível, as obras serão também impressas e distribuídas em formato físico.

Lançamentos de abril de 2020 do Grupo Companhia das Letras, incluindo Companhia das Letras, Portfolio-Penguin, Editora Paralela, Editora Seguinte, Quadrinhos na Cia. e Zahar.


O Amanhã Não Está à Venda
Ailton Krenak - Companhia das Letras
25 páginas - e-book gratuito, baixe o seu: Amazon | Kobo | Google Books

Sinopse:
"As reflexões de um de nossos maiores pensadores indígenas sobre a pandemia que parou o mundo.
Há vários séculos que os povos indígenas do Brasil enfrentam bravamente ameaças que podem levá-los à aniquilação total e, diante de condições extremamente adversas, reinventam seu cotidiano e suas comunidades. Quando a pandemia da Covid-19 obriga o mundo a reconsiderar seu estilo de vida, o pensamento de Ailton Krenak emerge com lucidez e pertinência ainda mais impactantes.
Em páginas de impressionante força e beleza, Krenak questiona a ideia de "volta à normalidade", uma "normalidade" em que a humanidade quer se divorciar da natureza, devastar o planeta e cavar um fosso gigantesco de desigualdade entre povos e sociedades. Depois da terrível experiência pela qual o mundo está passando, será preciso trabalhar para que haja mudanças profundas e significativas no modo como vivemos.
"Tem muita gente que suspendeu projetos e atividades. As pessoas acham que basta mudar o calendário. Quem está apenas adiando compromisso, como se tudo fosse voltar ao normal, está vivendo no passado […]. Temos de parar de ser convencidos. Não sabemos se estaremos vivos amanhã. Temos de parar de vender o amanhã." "

Cartas Extraordinárias: Mães
Vários autores - Companhia das Letras
Organização: Shaun Usher
192 páginas - comprar

Sinopse:
"Do organizador de Cartas extraordinárias, um volume de trinta cartas excepcionais escritas por, para ou sobre mães que evocam as alegrias e tristezas que a maternidade traz para pais e filhos.
Aos quinze anos, Winston Churchill recebeu uma carta em que sua mãe demonstrava estar decepcionada com seu boletim escolar. "Fui preguiçoso", ele responde. Neste livro, Shaun Usher reúne essas e outras correspondências inesquecíveis que têm as mães como protagonistas. Amáveis, espirituosos ou doloridos — às vezes mais de uma coisa ao mesmo tempo —, os escritos oferecem um retrato tão emocionante quanto complexo dessa relação intrínseca à nossa existência.
Com cartas de Otto Lara Resende, Caitlin Moran, Sylvia Plath, Martin Luther King Jr., George Bernard Shaw, Laura Dern, Louisa May Alcott, Bette Davis, Richard Wagner e muitos outros."

A Fonte da Autoestima: Ensaios, Discursos e Reflexões
Toni Morrison - Companhia das Letras
456 páginas - comprar

Sinopse:
"Uma das escritoras mais célebres e reverenciadas de nossos tempos, Toni Morrison sempre foi uma hábil observadora do mundo. Em A fonte da autoestima, encontramos uma rica coletânea de textos sobre sociedade, cultura e arte.
As palavras de Toni Morrison são transcendentais não só em seus romances, mas também nas obras de não ficção. Neste livro, encontramos uma instrutiva reunião de seus ensaios e discursos mais importantes, como um texto sincero e comovente sobre sua busca pelo verdadeiro Martin Luther King Jr., um elogio emocionante a James Baldwin, uma oração ardente pelos mortos do 11 de setembro, entre outros.
A autora, que recebeu em 1993 o prêmio Nobel de literatura, analisa as linhas tênues que separam o estrangeiro, a mulher, o corpo negro e outros conceitos igualmente importantes para a sociedade contemporânea. Além disso, Morrison volta seu olhar crítico para o próprio trabalho — principalmente Amada — e o de outros importantes escritores negros.
Uma coletânea essencial para entender melhor o pensamento de uma das mulheres mais importantes do século XX, A fonte da autoestima brilha com a elegância literária e intelectual que fizeram de Toni Morrison a voz mais importante dos últimos anos.
"Se Toni Morrison fosse uma cantora, este livro seria sua principal música." — The New York Times.
"Mesmo sendo composto por textos escritos ao longo de quatro décadas, este livro fala diretamente à sociedade atual." — NPR.
"Neste livro, Toni Morrison revela os segredos de seus romances." — The Oprah Magazine.
"Textos poderosos e avassaladores de uma das maiores escritoras americanas." — Kirkus Review."

Três Irmãs: as Mulheres que Definiram a China Moderna
Jung Chang - Companhia das Letras
445 páginas - comprar

Sinopse:
""Uma amava dinheiro, uma amava o poder e uma amava a China." Nesta biografia épica, a autora de Cisnes selvagens narra a vida das irmãs que mudaram a história de um país em ebulição.
O mais conhecido conto de fadas chinês moderno é a história das irmãs Soong, cujas vidas se estenderam do fim do século XIX ao início do século XXI. A Irmã Mais Velha, Ei-ling, casou-se com o homem mais rico da China, H. H. Kung. A Irmã Vermelha, Ching-ling, foi a companheira de Sun Yat-sen, pai fundador da China moderna e seu primeiro presidente. E a Irmã Mais Nova, May-ling, se tornaria a ambiciosa Madame Chiang Kai-shek, esposa do líder da República da China.
Em cem anos de guerras e revoluções constantes, as irmãs Soong estiveram no centro das mudanças do país e deixaram uma marca indelével na história chinesa. Elas desfrutaram privilégios e glórias, mas também se envolveram em disputas perigosas — inclusive entre si. Neste épico de amor, guerra, exílio, intriga, glamour e traição, Jung Chang entrelaça os acontecimentos da China do século XX à vida de três mulheres inesquecíveis.
"Fruto de uma pesquisa meticulosa, Três irmãs é uma leitura fascinante." — The New York Times Book Review."

O Homem que Queria Salvar o Mundo: Uma Biografia de Sergio Vieira de Mello
Samantha Power - Companhia das Letras
941 páginas - comprar

Sinopse:
"Extremamente bem documentada e escrita, esta biografia de Sergio Vieira de Mello, alto funcionário da ONU morto no Iraque em 2003, não apenas relata a vida apaixonada de um homem fascinante, mas abre espaço para uma discussão vital sobre o futuro das relações internacionais.
Sergio Vieira de Mello foi um dos mais corajosos e carismáticos diplomatas de sua geração. Carioca, viu-se obrigado a viver fora do país a partir dos dezessete anos de idade, quando seu pai, também diplomata, foi punido pelo regime militar brasileiro.
Muito jovem, tornou-se funcionário da Organização das Nações Unidas, com cujos ideais sempre teve grande afinidade. Diferentemente da maioria de seus colegas com formação universitária e aspirações intelectuais, preferia ir ao campo de ação em vez de exercer cargos burocráticos em Nova York.
Esse fascinante personagem, já descrito como uma mistura de James Bond com Bobby Kennedy, é analisado a fundo nesta biografia de Samantha Power, outra jovem figura da mais alta relevância na teoria e prática da política internacional. Sem abandonar o espírito crítico, Power descreve a vida de Vieira de Mello em detalhes e com inegável simpatia, mostrando como a experiência do diplomata nos massacres da Bósnia e de Ruanda alteraram sua visão de mundo. A partir deles, ele, que achava possível transformar situações difíceis à base quase exclusivamente do poder das ideias, passou a considerar também essencial, no limite, o uso de força militar para impor a paz.
Foi dessa maneira que Vieira de Mello assumiu a difícil posição de chefe da missão da ONU no Iraque após a invasão americana, num momento em que o governo dos Estados Unidos e seus representantes em Bagdá ainda consideravam a ONU mais um empecilho do que um aliado (depois, com o fracasso incontestável das políticas de ocupação, essa atitude mudaria radicalmente).
Vieira de Mello não teve muito tempo para reverter a situação. Em 19 de agosto de 2003, um atentado suicida destruiu parte do quartel-general da ONU em Bagdá, e ele foi uma das suas vítimas fatais. Sua história, no entanto, permanece como ponto fundamental no debate sobre o futuro da ONU e das relações internacionais.
"O homem que queria salvar o mundo relata com engajamento, detalhismo, compaixão e empatia a vida de um brasileiro dedicada à humanidade." - Folha de S.Paulo.
"Uma biografia que reconstitui a admirável trajetória do diplomata Sergio Vieira de Mello, encarnação dos melhores ideais humanitários da ONU." - Veja.
"Certamente a vida e a morte de Vieira de Mello são um bom lugar para começar uma discussão séria sobre a melhor maneira de gerir a ordem mundial no futuro." - Francis Fukuyama, The New York Times.
"Samantha Power se propõe não apenas a escrever uma biografia de Vieira de Mello, mas também a colher de sua vida algumas lições importantes. Seu livro é um esforço ambicioso, uma narrativa longa e sinuosa que, ao final, resulta brilhante." - The Washington Post."

Condinome Villanelle: O Livro que Inspirou a série Killing Eve
Luke Jennings - Suma
239 páginas - comprar

Sinopse:
"O surpreendente thriller que deu origem à série de sucesso Killing Eve, um drama de espionagem diferente de tudo o que você já viu.
Villanelle (um codinome, é claro) é uma das assassinas mais habilidosas do mundo. Uma psicopata hedonista, que ama sua vida de luxo acima de quase qualquer coisa... menos a emoção da caçada. Especializada em matar as pessoas mais ricas e poderosas do mundo, Villanelle é encarregada de aniquilar um influente político russo, e acaba com uma inimiga determinada em seu encalço.
Eve Polastri é uma ex-funcionária do serviço secreto inglês, agora contratada pela agência de segurança nacional para uma tarefa peculiar: identificar e capturar a assassina responsável e aqueles que a contrataram. Apesar de levar uma vida tranquila e comum, Eve possui uma inteligência rápida e aguçada – e aceita a missão.
Assim começa uma perseguição através do globo, cruzando com governos corruptos e poderosas organizações criminosas, para culminar em um confronto do qual nenhuma das duas poderá sair ilesa. Codinome Villanelle é um thriller veloz, sensual e emocionante, que traz uma nova voz à ficção internacional."

Amor(es) Verdadeiro(s)
Taylor Jenkins Reid - Paralela
353 páginas - comprar

Sinopse:
"O que fazer quando a vida te dá dois amores verdadeiros? Quem é o seu verdadeiro amor? O que significa amar de verdade?
Emma Blair casou com seu namorado do colegial, Jesse, quando tinha vinte anos. Juntos, eles construíram uma vida diferente das expectativas de seus pais e das pessoas de sua cidade natal, Massachusetts. Sem perder nenhuma oportunidade de viver novas aventuras, eles viajam o mundo todo, curtindo a vida ao máximo.
Mas, em vez do tradicional "e viveram felizes para sempre", uma tragédia separa os dois, no dia do seu aniversário de um ano de casamento. O helicóptero com o qual Jesse sobrevoava o Pacífico desaparece e, simples assim, o amor da vida de Emma se vai para sempre.
Emma volta para sua cidade natal em uma tentativa de reconstruir a vida e, depois de anos de luto, reencontra um velho amigo, Sam, que lhe mostra ser, sim, possível se apaixonar novamente. E quando os dois ficam noivos? Emma sente que a vida lhe deu uma segunda chance de ser feliz.
Pelo menos é o que parece — até que Jesse é encontrado. Ele está vivo e tentou voltar para casa, para Emma, todos esses anos que passou desaparecido. Agora, com um marido e um noivo, Emma precisa descobrir quem ela é e o que quer, enquanto tenta proteger todos que ama
Emma sabe que precisa escutar seu coração, ela só não tem certeza se sabe o que ele está querendo dizer."

Para Ler Com seus Filhos
Paulo Coelho - Paralela
39 páginas - baixe o e-book gratuitamente no site da Companhia das Letras

Sinopse:
"Neste momento de medo e incertezas quanto ao futuro, Paulo Coelho apresenta duas histórias repletas de suas características mais marcantes: sabedoria, espiritualidade e habilidade de conversar com todos os leitores.
Com ilustrações sensíveis e mensagens poderosas, O significado da paz e ABCD conectam pais e filhos e são capazes de unir famílias das mais diferentes origens. Ao falar de temas como confiança, empatia, fé e esperança, estas duas histórias incentivam crianças e adultos a procurar o lado bom dos momentos mais difíceis e a acreditar que, apesar do que a distância possa fazer parecer, nunca estamos sozinhos."

Todo Wood & Stock
Angeli - Quadrinhos na Cia.
249 páginas - comprar

Sinopse:
"Pela primeira vez reunidas num álbum de luxo, e restauradas digitalmente a partir dos originais do autor, todas as tiras e histórias dos dois velhos hippies mais queridos do quadrinho nacional.
Calças boca de sino, óculos em forma de flor, sandálias de couro nos pés. Dois caras supercabeludos na estrada para o festival Woodstock, com os polegares estendidos em busca de uma carona, tomaram um ácido e estão por lá, viajando, até hoje. Os anos 1970 ficaram para trás, mas Wood e seu amigo Stock jamais saíram da década que revolucionou tudo. Assim como Rê Bordosa, Bob Cuspe, Benevides Paixão e Mara Tara, Wood & Stock fizeram história na revista  Chiclete com Banana , marco do quadrinho independente brasileiro. Com tiragens que chegavam a mais de 100 mil exemplares mensais, a  Chiclete  foi um dos símbolos da redemocratização. Se Rê Bordosa apontava mudanças nos costumes e na vida social do paulistano e Bob Cuspe encarnava a frustração e a revolta dos desfavorecidos, Wood & Stock colocaram em cena o que restou do sonho hippie e dos ideais da contracultura. Fumando orégano e escutando Jimi Hendrix e Janis Joplin, a dupla é uma das criações mais amadas de Angeli, e agora está de volta numa edição completa e definitiva."


A Tecelã do Céu
Iskari - livro 3
Kristen Ciccarelli - Seguinte
384 páginas - comprar

Sinopse:
"No último volume da série Iskari, uma guerreira e uma ladra não vão medir esforços para encontrar Asha ― mas enquanto uma quer protegê-la, a outra quer matá-la.
O reino de Firgaard passou por tempos turbulentos desde que Dax assumiu a coroa ao lado de Roa, uma garota nascida em território inimigo. Agora, cabe a Safire, prima de Dax e comandante do Exército real, manter a ordem na cidade.
Quando Eris, uma ladra capaz de se deslocar por mundos diferentes, invade o palácio e passa a cometer roubos impunemente, Safire vê diante de si um desafio quase impossível: capturar alguém que consegue desaparecer num piscar de olhos.
O que nenhuma das duas esperava era compartilhar o mesmo objetivo: encontrar Asha, irmã de Dax e namsara do reino. A diferença é que Safire quer garantir sua segurança, enquanto Eris pretende entregá-la a seus inimigos. Em uma corrida contra o tempo, uma vai tentar derrotar a outra a qualquer custo ― mas um sentimento surpreendente entre elas pode mudar tudo."

Capotar É Preciso: Gestão de Projetos com Amyr Klink
Armando Oliveira - Portfolio-Penguin
443 páginas - comprar

Sinopse:
"Usando como pano de fundo três grandes viagens de Amyr Klink, Capotar é preciso apresenta os principais conceitos de gerenciamento de projetos — baseados em padrões reconhecidos internacionalmente — de forma simples e objetiva.
Quando Armando Oliveira leu pela primeira vez um livro de Amyr Klink, o Paratii: entre dois pólos, ficou intrigado. As situações narradas por Amyr lhe remeteram imediatamente à gestão de projetos. O que era para ser uma leitura despretensiosa se transformou em uma deliciosa — e minuciosa — análise técnica sobre semelhanças e diferenças entre os projetos de Amyr Klink e aqueles que vivenciamos no cotidiano. Em pouco tempo, Armando passou a dividir as histórias do navegador e suas próprias reflexões com equipes de projeto e seus alunos de MBA. As analogias e reflexões conferiam um brilho especial às explicações, e os conceitos eram rapidamente aprendidos.
Capotar é preciso explora três viagens de Amyr Klink — a travessia a remo do Atlântico Sul, a invernagem antártica e a circum-navegação polar — pela perspectiva da gestão de projetos, passando por sua concepção até seu encerramento. De forma lúdica e bastante objetiva, este livro ajudará você a entender mais facilmente algumas das melhores práticas de gerenciamento de projetos e como aplicá-las em sua vida profissional e pessoal."
Violência e a História da Desigualdade: Da Idade da Pedra ao Século XXI
Walter Scheidel - Zahar
616 páginas - comprar

Sinopse:
"A desigualdade nunca diminui de forma pacífica: da Idade da Pedra aos dias de hoje, violência em massa e catástrofes parecem ser as únicas forças capazes de realmente reduzi-la. A perturbadora tese de Walter Scheidel traz elementos inovadores e urgentes para uma das discussões centrais de hoje.
Das primeiras sociedades humanas até hoje, a desigualdade econômica só diminuiu de forma significativa com rupturas violentas de larga escala. Sem guerras em massa, revoluções transformadoras, falência do Estado ou epidemias catastróficas nunca houve nivelamento real de renda ou riqueza — os ricos continuaram ricos ou, como nas últimas décadas, ficaram ainda mais ricos, uma vez que sempre resistiram a mudanças profundas alcançadas pacificamente.
Com argumentos sólidos, fundamentados por pesquisa detalhada e apresentada com fartura de dados, Walter Scheidel, historiador da Universidade Stanford, chega a uma
conclusão ainda mais perturbadora: se atualmente os eventos de violência cataclísmica não parecem ser tão ameaçadores quanto antes, por outro lado as propostas econômicas para reduzir a desigualdade não estão surtindo efeito, e o desequilíbrio econômico e social só tende a aumentar.
Entre os melhores livros do ano de 2017: Financial Times, Wall Street Journal e New York Times."

Nenhum comentário

Antes da publicação, os comentários passam por moderação.
Comentários considerados spams, agressivos ou preconceituosos não serão publicados, assim como pedidos de ebooks ilegais.
Sua opinião é muito importante!
Se você tem um blog, retribuirei seu comentário assim que possível.
Obrigada por participar.

Parcerias