SorteioResenhaResenha Resenha
08 janeiro 2012

Não Sou Este Tipo de Garota, Siobhan Vivian, Novo Conceito

Não Sou Este Tipo de Garota (Not That Kind of Girl)
Siobhan Vivian - Editora Novo Conceito/Novo Conceito Jovem
Tradutor: Marsely de Marco Dantas
248 páginas - Ano: 2011 (2010 nos Estados Unidos) - R$24,90

Sinopse:
"Perversa ou inofensiva? Confiável ou hipócrita? Controlada ou insensata? A vida é sobre suas decisões e escolhas, e Natalie Sterling se orgulha de sempre fazer as melhores.
Ela ignora os caras populares e babacas da escola, sempre ganha medalhas de honra e está prestes a ser a primeira estudante jovem a ser presidente do conselho estudantil em anos. Se apenas todas as outras garotas fossem tão sensíveis e fortes. Como o grupo de novatas que querem ser brinquedos dos jogadores de futebol. Ou sua melhor amiga, que tomou uma decisão idiota que quase arruinou sua vida.
Mas ser sensível e forte não é fácil. Não quando uma brincadeira quase a faz ser expulsa. Não quando seus conselhos dóem mais do que ajudam. Não quando um cara que ela já deu um fora se torna o cara que ela não consegue parar de pensar.
A linha entre o certo e o errado foi distorcida, e cruzá-la poderá resultar em um desastre… ou se tornar a melhor escolha que ela já imaginou fazer."


Resenha:
Iniciando a leitura do livro, e ciente de que foi escrito para jovens, pensei que teria uma boa dose de diversão numa leitura simples e rápida. E foi assim, mas a leitura não se prendeu a apenas isso. O livro é muito mais que um chick-lit teen. Existem muitos sentimentos profundos e complexos nas entrelinhas.

Uma escola tipicamente americana, garotos idiotas do time de futebol, garotas fúteis desfilando pelos corredores, competição para alcançar (e se manter) no mais alto patamar da "cadeia alimentar" do ambiente estudantil. Sim, ser popular é uma luta selvagem e diária. Embora poucos cheguem lá, existem aqueles que apenas querem se manter vivos, mesmo estando no degrau mais baixo da hierarquia. Ninguém quer ser alvo de piadas grosseiras, algumas tão poderosas que podem acabar com uma vida social durante toda a permanência na escola. Fatos que podem decidir um futuro, uma vida.

É nesse cenário adolescente com os nervos à flor da pele que Siobhan Vivian escreveu seu romance. Escrita própria, diferente, com detalhes interessantes, narrativa ágil e sensivel. Ás vezes ela é sarcástica, possui um humor afiado, em outros momentos dramático. Sempre na medida certa, como cada cena necessita. O que mais gostei no livro, certamente foi a forma como a autora escreve. A premissa me pareceu tão comum de filmes dos Estados Unidos que não me chamou a atenção. Por isso sempre digo que nem sempre o mais importante de um livro seja o enredo; o essencial para mim é o talento do escritor, que pode transformar um tema batido ou comum em algo maravilhoso, como se fosse inédito.
A história é contada em primeira pessoa, sob a perspectiva da protagonista.

Através de três adolescentes diferentes mergulhamos no mundo da Academia Ross. Aonde manter uma boa fama pode ser complicado. Natalie Sterling, a protagonista, prefere não arriscar. Ela pensa em sua vida na faculdade, almeja um futuro profissional brilhante e essa é a sua verdadeira meta na vida: estudar. Uma garota que coleciona notas perfeitas e medalhas e é completamente dedicada a vida escolar. Não desperdiçará pensamentos com as típicas futilidades adolescentes. Ela não é do tipo de garota comum. Tanto que é a nona presidente do comitê estudantil mulher em toda a história da escola. Para que perder tempo em festas, garotos e diversões normais dessa idade? Afinal tudo vai passar e o que importa mesmo é a vida adulta, não é?
Ela é feminista e nem consegue se imaginar com algum desses rapazes infantis e sem futuro. Prefere nem arriscar. Ainda mais com o que ocorreu com sua única melhor amiga Autumn.

Autumn já foi alvo de fofocas pesadas pelos corredores da escola, o que a deixou abandonada e isolada dos outros estudantes. Uma mentira que arruinou sua vida. O culpado? Um garoto por quem Autumn era apaixonada.
Ela é doce e traumatizada com o ocorrido, e assim nasceu a amizade tão forte entre as duas: Natalie foi a única que a apoiou e a ajudou. As amigas se fecham num mundo particular, realizando passeios e programas sozinhas, estudando como ninguém mais na escola estuda.
A amizade das duas veteranas sofre abalos e provas. Será que as novas diferenças entre as amigas acabará com a amizade? Será que as mudanças bruscas sofridas por ambas influenciará suas vidas e relacionamentos?

Nesse conflito inicial existem outros detalhes. Spencer, a caloura dançarina super confiante e ciente da atração que provoca nos garotos chega para abalar o mundo de Natalie e de todas as meninas da escola. Ao contrário da protagonista, Spencer quer curtir muito sua adolescência, controlando os garotos, influenciando as meninas e vivendo intensamente todos os momentos. Spencer acha que as garotas não devem reprimir sua sexualidade. Devem ser provocantes e nada preconceituosas.
Spencer quer quebrar as regras impostas às alunas do colégio, e a cada ousadia choca a diretoria. Natalie, que foi babá da moça mais nova, se sente responsável e tenta de todas as formas dar bons conselhos e fazer Spencer compreender que seu futuro numa faculdade pode ser afetado pelas atitudes impensadas durante a escola.

Mas Natalie, tão controlada e certinha pode mesmo ser um exemplo para Spencer ou Autumn? Mesmo quando é ela quem mais precisa de ajuda? Quando ela é a mais errada de todas?
Natalie acaba passando dos limites, sendo possessiva, teimosa e controladora. Ela acha que pode controlar tudo a sua volta, que pode planejar cada passo. Inclusive seus relacionamentos.

O que Natalie não esperava seria que ela se apaixonaria, logo por um rapaz do tipo que ela tem aversão.
Connor, o garoto lindo que todas desejam. Ele joga futebol e não possui grandes expectativas na vida além de assumir os negócios do pai (que é lenhador) e da mãe (que é cozinheira) nos próximos dois anos: uma fazenda que vende pinheiros natalinos, legumes, geléias e doces caseiros. Não seria o par ideal para Natalie, nada como ela imaginou, ainda mais com os amigos bobalhões que ele possui.

Em vários momentos ela mantém seu autocontrole com tanta força que não percebe que está sendo infeliz e até mesmo preconceituosa. Ela se sente dividida entre seguir a razão ou a emoção. Se pergunta se está sendo hipócrita, por fazer algo que ela tanto critica nas garotas. Ela é muito culta e inteligente, porém abafa seus sentimentos e repreende suas vontades - que fujam dos planos de ir para a faculdade. Se apaixonar não faz parte dos planos!

Destaque do livro para a Srta. Bee. Em vários momentos eu a admirei por dar valor ao papel da mulher na sociedade e querer ensinar isso às estudantes; em outros a condenei por querer fazer de Natalie uma cópia do que a professora foi no passado, sem se preocupar com os sentimentos da moça.

Faltou alguma coisa? Talvez mostrar detalhadamente o relacionamento de Natalie com os pais, coisa que ficou em último plano.

Resumidamente, o livro é sobre: conflitos interiores; a capacidade de distinguir o certo do errado; a transformação de adolescente a adulto; o equilíbrio entre ser feminina e feminista; como aproveitar o presente sem comprometer o futuro; como escapar dos julgamentos duros que todos nós sofremos dia após dia.

Será que Natalie, Autumn e Spencer, que simbolizam diferentes tipos de meninas tão comuns, conseguirão alcançar o amadurecimento sem grandes sofrimentos? Mesmo seguindo caminhos diferentes, as adolescentes conquistarão o equilíbrio emocional e a satisfação pessoal? Natalie se permitirá amar o rapaz simples que tanto a atrai? Conseguirá deixar de se preocupar com o tipo de garota que ela é ou deveria ser?

Trechos:
"Quando a garota chegou na escola no dia seguinte, os sussurros a atingiram como flechas envenenadas em suas costas. Garotos que tinham sido gentis com ela em festas e veteranas que tinham acabado de aceitá-la no grupo agora pareciam distantes e reticentes."
"Momentos constrangedores tinham uma vida útil surpreendente na escola. Em um minuto você é uma garota normal, e no outro você será conhecida como 'bunda de fora' pelos próximos quatro anos." 
"– É aqui que o seu retrato vai ficar, Natalie. É um clube exclusivo, mas sei que você será um membro maravilhoso. E será conhecida para sempre como a número nove." 
"– A população feminina da Academia Ross obviamente está seguindo o caminho errado. Está mais interessada em obter a atenção da população masculina do que em suas próprias realizações. As garotas estão satisfeitas em serem rotuladas como objetos sexuais."
"Connor foi comigo até o carro. Não demos as mãos. Andei um pouco na frente para esconder o fato de ainda estava corando.Mas deixei que ele me desse um beijo de boa noite."
"– Não estaria aqui se não gostasse – respondi.Não era exatamente uma declaração de sentimentos, mas era tudo que podia dar a ele."
"Esse é o problema dos segredos, você não pode se explicar." 
"Eu sempre achei que soubesse que tipo de garota eu era, só que não sabia." 



Links: Skoob | Editora Novo Conceito | Facebook

Booktrailer:


Este livro está sendo sorteado aqui no blogue, num kit fofo cedido pela Editora Novo Conceito. Quer tentar a sorte? Então participe!

A Novo Conceito publicará futuramente dois livros da Siobhan Vivian: A Little Friendly Advice (Um Pequeno Conselho Amigável, tradução livre, ainda sem título oficial no Brasil) e Same Diference (Mesma Diferença, também ainda sem título oficial no Brasil):

Same Difference
Sinopse:

"Às vezes uma garota precisa mudar...
A última coisa que Emily quer é outro verão de bronzeamento e piscina em Cherry Grove. Agora que sua melhor amiga tem um namorado, ela sente que tudo está diferente de uma maneira que não entende muito bem. Então, quando oferecem um lugar em um programa de arte de prestígio, na Filadélfia, Emily agarra a chance de deixar sua cidade natal por algumas horas todo dia.
Mas é preciso mais do que uma mudança de cenário e um novo grupo de amigos para descobrir quem você realmente é. Como Emily pula entre um bairro onde todo mundo tenta se ajustar e uma cidade onde todo mundo quer ser único, ela luta para encontrar sua própria identidade.
E enquanto as regras podem mudar, as pressões continuam as mesmas. Amizades podem ser difíceis de navegar. Os meninos podem ser um tanto misteriosos e previsíveis. E a linha entre o certo e o errado pode estar um pouco embaçada."

A Little Friendly Advice
Sinopse:
"Se você não pode confiar em seus amigos, em quem vai confira então?
Ruby está fazendo dezesseis anos, mas o dia não foi tão bom quanto deveria ser. O pai de quem ela não tinha notícias há muito tempo aparece do nada e Ruby não quer ter nada a ver com ele.
Ela quer sair e comer bolo com suas melhores amigas: a leal Beth, a perigosa Katherine e a fofoqueira Maria. Elas sempre têm bons conselhos e têm muito a dizer sobre o retorno do pai dela.
Mas Ruby não tem certeza do que pensar ou sentir.
Especialmente quando um garoto novo chamado Charlie entra em cena e Ruby descobre que nem todas as suas amigas são tão confiáveis quanto dizem ser."



Estou ansiosa pelos lançamentos, já que amei a forma como Siobhan escreve.

A autora:
Siobhan Vivian nasceu na cidade de Nova Iorque em 1979, mas cresceu em Nova Jersey onde, constantemente, se envolveu em encrencas por ser uma aluna que sempre aprontava em sala de aula. Ela estudou na Universidade de Artes e é graduada em Escrita para Filmes e Televisão. Trabalhou como editora em muitos romances best-seller do New York Times, roteirista para o canal da Disney e, atualmente, é professora na Universidade de Pittsburgh.

website oficial da autora | Skoob da autora

2 comentários:

  1. Eu estava totalmente sem expectativas para esse livro. Que bom que me dei a oportunidade de ler sua resenha, aqui percebi que o objetivo dele é alcançado para o seu público alvo, mas parece que não há nada que impeça um adulto de se divertir com ele.
    Obrigada pela resenha Tati, tirou de mim umas rugas de preocupação rsrsrs
    Beijos
    Leitora Incomum

    ResponderExcluir
  2. Fer, tomara que você goste da leitura. O livro é leve, e nos faz retornar a adolescência.
    Depois lerei a sua resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir

Antes da publicação, os comentários passam por moderação, então aguarde, por favor.
Comentários considerados spams, agressivos ou preconceituosos, não serão publicados, assim como pedidos de e-Books ilegais.
Sua opinião é muito importante! Através dos comentários é que posso tentar fazer um blog mais interessante.
Se você tem um blog, retribuirei seu comentário assim que possível.
Obrigada por participar.

© Copyright 2011 - 2014. | Todos os direitos reservados. | Tema: Way2themes. | Aministração: Tatiana Jiménez Inda. | Tecnologia: Blogger. | Atenção: Direitos autorais.