Editora Estronho divulga os selecionados para Sexo, Livros e Rock & Roll!

Sai a lista com os contos e seus respectivos autores selecionados para a antologia da Editora Estronho Sexo, Livros e Rock & Roll!

Confiram os detalhes, por M. D. Amado:


"Com 96 contos inscritos, chegamos ao final da seleção de Sexo, Livros e Rock & Roll. A princípio a ideia era reunir textos que levassem principalmente o bom humor do velho e bom rock and roll, aliados aos temas sexo e/ou livros. Mas não foi exatamente isso que aconteceu. Seja porque os autores não interpretam corretamente o regulamento (coisa que acontece com muita frequência), ou porque a ousadia da inspiração vinda do rock extrapolou o proposto pela organização, os textos chegaram com uma diversidade muito grande de sentimentos atrelados a eles. Os temas Sexo e Livros foram respeitados, e alguns textos trouxeram o bom humor. Porém, o que se viu no geral foram lembranças de amores perdidos, revoltas, reflexões... e até mesmo elementos fantásticos.

Normalmente com outras antologias, o que faríamos neste caso seria descartar aqueles que não obedeceram as regras ou sugestões propostas pela organização. No entanto, se pensarmos bem... o que é o Rock & Roll senão uma forma de extravasarmos nossos sentimentos, não nos importando como serão recebidos? Não seria a cara do Rock & Roll e de suas vertentes essa diversidade e liberdade de expressão que bate de frente até mesmo com quem dita as regras?


Sendo assim, apresento-lhes nossos rockers/escritores selecionados para essa antologia que não se prendeu acabou por não se prender a estilos literários ou de subgêneros do rock (se preferir, pode usar qualquer rótulo ridículo dado pelos críticos... a mim basta saber que é rock ou que veio do rock)."


  • Alfer Medeiros [autor convidado] ("O homem de preto na Prisão Folsom", inspirado em "Folsom Prison Blues", Johnny Cash)
  • Alastair Dias ("Na porta do céu", inspirado em "Knocking on heavens door", versão do Guns N'Roses)
  • Bruno R. R. Santos ("Ruídosomia", inspirado em "Cuckoo for Caca", Faith no More)
  • Carlos Henrique M. Abbud ("O livro do amor", inspirado em "Rock and Roll", Led Zeppelin)
  • Carolina Mancini ("A pensão do lago", inspirada em "Detroit Rock City", Kiss e "Perfect Strangers", Deep Purple)
  • Celly Borges e M. D. Amado ("E só restou a lua", inspirando em "Bad moon rising", Creedence Clearwater Revival)
  • Chico Pascoal ("Tres personae, una substantia", inspirado em "Metamorfose ambulante", Raul Seixas)
  • Dimitry Uziel ("Divina volúpia", inspirado em "When The Music´s Over" e toda obra de The Doors)
  • Fernanda Vilardi ("Rebel Queen", inspirado em "I love rock n' roll", Joan Jett & The Blackhearts)
  • Guilheme Sandi ("Lúcia se diviniza", inspirado em "Lucy in the sky with diamons", The Beatles)
  • Hélio C. Brauner ("Barata tonta", inspirado em "Uma barata chamada Kakfa", Inimigos do Rei)
  • João Manuel S. Rogaciano, de Portugal ("Um adorável lugar para pernoitar", inspirado em "Hotel California", Eagles)
  • Paulo Fodra ("Asfalto quente", inspirado em "Highway to Hell", AC/DC)
  • Ramon Bacelar ("Baby... Light my fire", inspirado em "Light my fire", The Doors)
  • Rochett Tavares ("Os tempos estão mudando", inspirado em "The times they are a-Changin'", Bob Dylan)
  • Valentina Silva Ferreira, de Portugal ("La Bamba, esposas e amantes", inspirado em "La Bamba" de Ritchie Valens)

Editora Estronho | Página do livro na Estronho

Nenhum comentário

Antes da publicação, os comentários passam por moderação.
Comentários considerados spams, agressivos ou preconceituosos não serão publicados, assim como pedidos de ebooks ilegais.
Sua opinião é muito importante!
Se você tem um blog, retribuirei seu comentário assim que possível.
Obrigada por participar.


Ganhe 30 % de desconto na 1ª caixa com o cupom TATFRDGK

Parcerias