[Resenha] Sessão da Meia-Noite com Rayne e Delilah, de Jeff Zentner e Editora Seguinte

Sessão da Meia-Noite com Rayne e Delilah (Rayne and Delila's Midnite Matinee)
Jeff Zentnert - Editora Seguinte (Grupo Companhia das Letras)
Tradução: Guilherme Miranda
408 páginas - R$ 49,90 (impresso) ou R$ 34,90 (ebook)
Comprar na Amazon

Sinopse:
"Toda sexta-feira, as melhores amigas Josie e Delia se transformam em Rayne Ravenscroft e Delilah Darkwood, apresentadoras de um programa de terror exibido em um canal da TV local. Com o final do ensino médio se aproximando, Josie precisa decidir se vai mudar de cidade para estudar em uma universidade grande e ir atrás de seu sonho de seguir carreira na televisão – mas isso significaria ficar longe de sua melhor amiga... Enquanto isso, Delia sonha que seu pai, um fã de filmes de terror que abandonou a família anos atrás, assista ao programa delas na TV e retome o contato.
Em um fim de semana, as duas resolvem fazer uma viagem para a Flórida, onde vai acontecer a ShiverCon, a maior convenção do universo do terror e o lugar perfeito para conseguir um contrato com uma grande emissora. Mas pode ser que um jovem lutador de MMA, um produtor de televisão excêntrico e um basset hound idoso acabem transformando a vida dessas melhores amigas de uma maneira inesperada."

Resenha:
Jeff Zentner é músico e escritor de livros Young Adult: Dias de Despedida, Juntos Somos Eternos e Sessão da Meia-Noite com Rayne e Delilah, todos publicados no Brasil pela Editora Seguinte, selo jovem do Grupo Companhia das Letras. São histórias comuns, com jovens comuns e temas universais como amizade, família e amor, temperadas com muita emoção e humor. O destaque é justamente o autor utilizar de temática cotidiana, focando geralmente na transição do final da adolescência para o início da vida adulta, atraindo, comovendo e fazendo com que qualquer pessoa se identifique.
Em Sessão da Meia-Noite com Rayne e Delilah o centro da trama são mudanças inevitáveis que ocorrem com duas melhores amigas recém-formadas no Ensino Médio. É uma trama equilibrada, tanto em drama como em comédia, que aborda a ansiedade e as dúvidas sobre como é complicado e assustador iniciar uma nova fase na vida, rumo ao desconhecido. Mudar pode ser positivo, quase sempre necessário, mas em muitas vezes, é doloroso, especialmente quando a insegurança predomina e a saudade será inevitável.


Josie e Delia são melhores amigas em uma sintonia tão grande que todos pensam, à primeira vista, que são irmãs. Elas se preparam para a formatura do Ensino Médio e planejam os primeiros passos para a vida adulta. Fora a escola, atuam como redatoras e apresentadoras de um programa semanal sobre filmes de terror transmitido por um canal da TV local. Elas se transformam nas vampiras em Rayne Ravenscroft e Delilah Darkwood, transmitem e comentam os filmes de terror da década de 1970 e 1980, entre uma esquete ou outra, com o suporte do esquisitão Arliss.
Delia é a idealizadora do programa, pois os filmes de terror antigos são a única ligação com o pai, que a abandonou há dez anos. Ele simplesmente foi embora, o que aumentou ainda mais a depressão de sua mãe e fez com que Delia também necessitasse de medicamentos semelhantes. A coleção enorme de fitas VHS velhas recheadas de filmes de terror, muitos deles raros e desconhecidos, é o que Delia tem do pai. No fundo, sua esperança é que um dia ele assista ao programa Sessão da Meia-Noite com Rayne e Delilah, se orgulhe de ver a filha trabalhando, mesmo que amadoramente, com a paixão que ambos cultivavam, e retome o contato.
Josie sempre sonhou em se ver na televisão. Desde pequena já demonstrava ótima desenvoltura para falar em frente às câmeras. Portanto, ela pode não entender nada de filmes de terror velhos, mas ela improvisa bem, possui ótimo discurso e tem ótimas ideias. Josie vive com a irmã mais nova, o cachorro idoso Buford e os pais, que andam cobrando que ela aceite uma proposta de estágio em uma emissora de médio porte, mesmo que seja longe de casa. O importante é dar o primeiro passo para uma carreira sólida, diferente do programa caseiro na TV local.
Além disso, Josie tem uma proposta para uma universidade que poderá sincronizar perfeitamente com o estágio. Infelizmente Delia não recebeu nenhum convite de faculdade, e Josie se preocupa com o futuro da amiga.


Na época em que Delia procurava por alguém para o programa, uma amiga em comum a apresentou a Josie. Rapidamente as duas adolescentes esquisitas, criativas e sarcásticas se tornaram mais que colegas apresentadoras, mas sim melhores amigas inseparáveis.
Delia planeja levar A Sessão da Meia-Noite ao estrelato, enquanto Josie adoraria fazer televisão profissional sem ter que abandonar a amiga. Por isso, quando a assistente de um grande produtor de TV da área do terror responde ao e-mail de Delia sobre a possibilidade de conversarem durante a ShiverCon, a maior convenção do gênero, elas se animam para a viagem e reunião. Será a forma ideal de continuarem juntas.
Paralelamente, Delia havia contratado uma detetive particular para descobrir alguma informação sobre o paradeiro do pai. Parece que ele mora também na Flórida, próximo ao local do evento. Talvez Delia possa ir até o endereço checar se é mesmo a residência do pai e... ela não sabe bem o que fazer. Não importa, Josie a apoia.
Junto a elas vai Lawson, um rapaz muito legal que elas conheceram durante uma das gravações do Sessão da Meia-Noite. Ele treina duro para ser lutador de MMA e já é invicto de três lutas oficiais, mas também ama panquecas, música country e livros de fantasia, e talvez esteja apaixonado por Josie.


A narrativa é em primeira pessoa e alternada entre as protagonistas. Ambas são interessantes e muito reais, com defeitos e qualidades que as tornam muito críveis. Certamente o que mais me encantou foi o humor divertido e sarcástico delas. As ideias malucas e pensamentos cômicos e absurdos delas me divertiram muito, me fazendo voltar à minha adolescência. O livro possui muitos diálogos, ótimos para deixar o texto dinâmico, mas também para dar mais vida às personagens. Também há muita troca de mensagens pelo celular..
A viagem citada na sinopse somente ocorre após a metade da trama, preparando tudo para o clímax. São duas questões principais, que podem definir o futuro das protagonistas: Josie vai aceitar as propostas de ir à universidade e ao estágio longe de casa? O tal do produtor de terror vai se interessar e investir no programa de Delia e Josie? E ainda: Delia vai encontrar o pai e fazer as pazes com ele? Josie e Lawson ficarão juntos? Embora não seja o ponto central da trama, torci muito para formarem um casal. foi um ship intenso, como raramente sinto!
O Sessão da Meia-Noite com Rayne e Delilah vai continuar? Josie e Delia vão se separar?


O relacionamento entre as amigas é incrível, verdadeiro, poderoso e inspirador. Quem teve uma amizade intensa e inseparável durante a adolescência sabe que, mesmo que não dure para sempre, ou ao menos não da mesma forma, é marcante para a vida toda. Com certeza a amizade e o amor entre elas é o ponto forte do livro.
Mesmo assim, em vários momentos não aprovei as atitudes da Delia. A achei possessiva em relação à Josie, beirando o egoísmo. Por ter sido abandonada pelo pai, ela tem receio de se separar da amiga, pois acha que todos, cedo ou tarde, a abandonam. Ponderei tudo isso, aliado ao fato de Delia sofrer de depressão e não ter tido uma família padrão como Josie, nem mesmo uma moradia decente (Delia e a mãe moram num trailer), e compreendi a personagem. Em relação à Delia, Josie é privilegiada e, consequentemente, mais centrada, de família sólida e com opções de futuro. Delia está muito perdida e o programa e Josie parecem ser as melhores coisas em sua vida. Como perder as duas ao mesmo tempo?
Refleti sobre isso, como algumas coisas que não aparentam importância num primeiro olhar podem sim influenciar vidas.
Outras e reflexões surgiam, como o quanto um relacionamento, embora intenso e cheio de sinceros sentimentos, pode ser nocivo. Até que ponto, me perguntava, a amizade delas atrapalharia as escolhas futuras de ambas?


Delia quer que ela e Josie continuem juntas, gravando mais episódios de Sessão da Meia-Noite, mas Josie não se sente da mesma forma. Ela ama a amiga e quer que continuem as melhores amigas para sempre juntas, mas será que precisa ser como Delia imagina? Para estarem juntas, será mesmo necessário trilharem toda a vida literalmente uma ao lado da outra? A distância pode afetar o relacionamento, por mais poderoso que seja?
Uma leitura que flui muito bem, com vários diálogos engraçados e inteligentes, narradoras cheias de personalidade, cenas cômicas e divertidas e uma amizade linda e realista. Não chega a ser um livro drasticamente dramático, mas é bastante melancólico, talvez mais para algumas pessoas que para outras. Quase chorei, especialmente com a beleza da amizade, mas também com a intensidade de Delia com a mãe. Mesmo sofrendo para criar a filha sozinha, passando necessidade e com uma saúde mental frágil, ela faz de tudo por Delia. As cenas entre mãe e filha me emocionaram muito, ainda mais que sinto muito a falta da minha mãe.
Se você busca por um Young Adult que faça rir e chorar e refletir sobre a força da amizade, vai adorar Sessão da Meia-Noite com Rayne e Delilah. A edição da Seguinte é linda, com capa feita por Simon Prades e lettering de Casey Moses, tradução de Guilherme Miranda e revisão perfeita. O exemplar possui orelhas, marcador destacável e miolo em papel amarelado. Este foi cedido pela editora para resenha.


O autor:
Jeff Zentner começou escrevendo músicas. Cantor e guitarrista, já gravou com Iggy Pop, Nick Cave e Debbie Harry. Passou a se interessar pela literatura jovem adulta depois de trabalhar como voluntário em acampamentos de rock no Tennessee. Morou no Brasil por dois anos, na região da Amazônia, e hoje vive em Nashville com a esposa e o filho.
Site | Twitter | Facebook | Instagram

Outros livros do autor:
Juntos Somos Eternos e Dias de Despedida


Nenhum comentário

Antes da publicação, os comentários passam por moderação.
Comentários considerados spams, agressivos ou preconceituosos não serão publicados, assim como pedidos de ebooks ilegais.
Sua opinião é muito importante!
Se você tem um blog, retribuirei seu comentário assim que possível.
Obrigada por participar.

Parcerias