Pesquise no Leitora Viciada

13 de dezembro de 2011

Jardim de Escuridão, volume 1 da Trilogia das Cartas, Bianca Carvalho, Literata + entrevista



Fui convidada a participar da campanha "Dezembro Literário 2011 - deSintetizando" proposta pela Revista Innovative, a revista literária parceira do blog. Nessa campanha, cada blog literário deve escrever uma postagem sobre um autor nacional. Eu incluí uma resenha e uma pequena entrevista. A autora escolhida por mim foi a Bianca Carvalho com o seu livro Jardim de Escuridão, volume um da Trilogia das Cartas. Os próximos volumes serão: Versos Sombrios e Sabores Mortais. Espero que os Leitores Viciados apreciem essa postagem super especial!

O livro:
Jardim de Escuridão
Trilogia das Cartas - volume 1
Bianca Carvalho - Editora Literata
282 páginas - Lançamento: 2011

Sinopse:
"Todo dom pode ser uma bênção ou uma maldição..." Para Lolla DeWitt, em seus últimos dias, o dom da clarividência, que sempre a acompanhara, serviria para guiar suas netas para seus próprios destinos através de três desejos. A cética Faith se tornou a primeira. Ela tinha o dom de compreender e sentir as flores. Sabia que cada uma tinha o seu significado, uma ligação com as pessoas, como premonições. Porém, ao se tornar viúva, caiu em uma depressão profunda, perdendo completamente a vontade de viver, deixando de acreditar em magia. A princípio, ela não acreditava que um simples pedido poderia lhe trazer de volta a felicidade, mas, mesmo assim, atendeu ao último desejo de sua avó e levou um tipo de flor especial para seu túmulo. Lá, de uma maneira inusitada, conheceu Rowan Allers, cuja irmã gêmea foi brutalmente assassinada por um serial killer. Sentindo uma estranha ligação, quase sobrenatural, com aquela história, Faith resolveu ajudar Rowan a descobrir toda a trama por trás daquele mistério, sem nem saber que suas vidas estavam mais ligadas do que ela mesmo imaginava. Uma ligação perigosa e talvez fatal." 




Booktrailer:





Trechos:
"Faith, querida, não pense que suas flores não são parte de alguma magia. Você tem realmente o dom de compreendê-las, de ver além de suas pétalas e suas belezas. Eu tinha o dom de ver através das barreiras do tempo e o que vi para você, virá para compensar todo o seu sofrimento, que sem dúvida não foi em vão." 
"- Qual o significado dessa flor? – indagou, tendo a certeza que ela o teria na ponta da língua. 
- Significa “encontro”, como se algo que estava sendo procurado tivesse sido achado. – explicou, mas nem ela mesma compreendia o que aquilo tinha a ver com Rowan.
- Hum... – murmurou. – Faz sentido!
- Não entendi.
- Eu encontrei você, Faith! – ele disse passando a mão pelo rosto dela. – E isso pode ser uma grande coisa." 
"- Há algo em você que me faz ter vontade de decifrá-la, de compreendê-la, como se houvesse um mistério ao seu redor... – havia um desejo genuíno em sua voz, e ela sentiu as pernas ficarem bambas. 
- Mistério?
- Não algo que você queira esconder, mas talvez, uma parte de sua alma que ainda não tenha se revelado, que talvez nem mesmo você conheça."
"Finalmente terminei meu trabalho. Foi uma missão árdua, porém gratificante.
Entretanto, a morte agora faz parte de mim. E não quero, não consigo parar."


Resenha:
Este é um livro tão prazeroso de ser lido que não me arrependi em tê-lo adquirido. Foi amor à primeira vista. Me lembro de ler a sinopse, ver a capa e desejar imediatamente o livro. A capa é uma das mais lindas de livros nacionais, a sinopse é completamente instigante e a autora tem a minha faixa etária. Fiquei curiosa e ao iniciar a leitura, me apaixonei.

A leitura é leve e agradável, mas há uma complexidade por detrás de tudo. A história é uma mistura de gêneros, indo do romântico ao sobrenatural, passando pelo policial. Ou seja, a autora teve uma visão fenomenal, navegando por estilos diferentes, sem perder o foco! Essa variedade corre naturalmente, nas diversas situações e personagens.

Existe aquele romance arrebatador, de tirar o fôlego e fazer suspirar. Temos assassinatos em série mergulhados em violência e mistério. Somos presenteados ainda com uma magia muito especial, uma aura sobrenatural circulando pelas páginas. Existe também o drama, o suspense e a ação. Sim, acreditem: um pouco de tudo. Tudo muito sutil e equilibrado.

Encontramos um pouco de clichês em algumas cenas, que nos lembram filmes norte-americanos, porém é muito pouco notado. E não vejo problema algum nisso, pois para mim, o que realmente importa é a capacidade do autor em escrever as cenas, ambientes e personagens. De forma que te faça imaginar, sentir os cheiros, os gostos, se emocionar... como se estivéssemos dentro do livro. Bianca consegue nos transportar.

Alguns temas bastante delicados são abordados e bem desenvolvidos, com sensibilidade e muito realismo, como a perda de um ente querido, medo dos perigos tipicamente urbanos, violência sexual, a depressão e caminhos negativos que ela pode nos levar e a dificuldade de enfrentar traumas e recomeçar algo na vida. Através de situações cotidianas e especiais presenciamos problemas e dores que podem ocorrer conosco ou com algum conhecido.
Outros destaques ficam com exemplos de amizade e amor verdadeiro, companheirismo, amor-próprio, forças misteriosas do destino. Com uma pitada de fantasia, claro.

Cada uma das mulheres da família DeWitt tem um dom e neste livro o foco principal permanece em Faith. Seu dom é compreender e sentir as flores, de uma forma fantástica. Ela sabe o significado de cada flor e através de premonições, consegue ligar as flores ás pessoas. Uma benção e uma maldição.
Numa época em que o sobrenatural está na moda, e personagens poderosas pulam dos quadrinhos e livros para o cinema, é difícil encontrar originalidade no dom ou poder que os escritores andam escolhendo para suas criações. Muitos escritores andam copiando descaradamente os quadrinhos e fingindo originalidade. Bianca foi muito criativa: as três moças do livro tem poderes diferentes e, pelo menos para mim, inéditos.

As outras personagens são: Cailey, a irmã mais jovem de Faith; Tatianna, a prima delas. Ambas possuem seus mistérios, dons e personalidades. Elas serão as protagonistas dos próximos dois livros da Trilogia das Cartas, pelo que compreendi. O próximo volume será Versos Sombrios e acredito que será a vez de Cailey.
Desejaria ainda uma história com a avó das meninas, a doce Lolla, numa aventura ou momento importante em sua vida.
Todas as personagens são bem construídas, percebemos nitidamente os defeitos e as qualidades. Rowan é apaixonante, único. Faith é uma mocinha moderna, do tipo que não precisa ser protegida e se perde na dúvida de querer ou não uma proteção - dilema vivido pelas mulheres atualmente. Tatianna e Cailey complementam a trama e Steve tem nossa atenção sempre que surge.

Pessoas verdadeiras, destinos cruzados. Para o bem e para o mal. As três moças são fortemente ligadas e assim sempre serão.
Até mesmo as personagens secundárias se destacam em algum momento, como a dupla de detetives Debra e Jayce, este ganha destaque ao longo do livro. E Lolla, que deixa uma forte curiosidade em conhecê-la melhor.

O final do livro é impressionante. Confesso que sempre fico tentando imaginar o que acontecerá com as personagens, quem é o culpado disso ou daquilo e... não imaginava um final assim! Fiquei surpresa e contente! Um final digno! Só tenho uma pequena reclamação: foi muito corrido. Uma revelação chocante atrás da outra e diálogos apressados. Mas é um dos melhores finais que li este ano!

Outro charme: as flores e seus significados que aparecem aos poucos na trama, tudo se encaixando. Juro que roí as unhas do meio do livro ao final. Espero que os próximos livros sigam o mesmo nível. Se for assim, a Trilogia das Cartas será uma obra-prima. Como andam comentando: Bianca Carvalho é a "Nora Roberts brasileira".

O nome da floricultura da Faith é Jardins e Sentimentos - um belo nome que representa muito bem a vida da proprietária. Recomendo o livro!

Gostaram das flores na resenha? Todas elas (e muitas outras) estão no livro, possuem significados e são importantes ao enredo. Para saber como, leia o livro!


A autora:
Bianca Carvalho é formada em marketing, mas sua paixão são os livros.
Por isso, finalizou sua primeira obra aos 14 anos de idade num estilo completamente diferente dos que escreve atualmente.
Hoje, uma jovem mulher, publicou seu primeiro livro: Jardim de Escuridão.
Ela possui um blog, o Amor, Mistério e Sangue.
Seu maior sonho é poder colocar no papel todas as histórias que vivem em sua imaginação.

Sentimentos da autora sobre o livro:
"Quando eu comecei a escrever Jardim de Escuridão, a única certeza que eu tinha era que queria escrever um Suspense Romântico com leves toques Sobrenaturais.
Queria escrever uma história que além de ter pitadas de violência (afinal temos um serial killer), tivesse uma grande lição de amizade e de amor pela família. Daí surgiu a idéia de uma trilogia; três mulheres, ligadas por laços familiares, que se amam profundamente.
Acabou que quando me vi escrevendo, percebi que a história, apesar de contar com assassinatos e maldade, pode ser resumida em uma palavra: sutil.
Talvez seja a participação mais do que especial das flores e a magia de todas elas. Não carreguei em nada, nem no drama, nem no sangue, nem na fantasia.
Falando sobre os personagens, eu os criei, exatamente para se encaixarem nessa atmosfera "soft". Faith e Rowan são compatíveis. Ambos elegantes, maduros, com muitas responsabilidades as costas e feridos pela morte de pessoas queridas. O destino os quis juntos, por isso o amor deles nasce de uma maneira simples e fácil. E intensa.
O cenário principal do livro, embora os personagens se movimentem bastante, é a floricultura de Faith. É lá que ela cultiva suas Rosas, Frésias, Lírios, Orquídeas, Helicônias... e conversa com elas. E elas respondem. Falam coisas que irão acontecer e sobre os sentimentos das pessoas que as escolhem. E falam também de morte. Há um segredo no livro... mas dele não vou falar muito. Só posso dizer que é por causa dele que quase tudo acontece.
Esse livro é especial para mim. Espero que se torne especial para vocês também."


Entrevista especial com a autora:
Leitora Viciada: Quando foi que você pensou em escrever um livro e publicá-lo? Conte um pouco da trajetória até ter Jardim de Escuridão nas mãos:
Bianca Carvalho: Eu escrevo desde os 14 anos. Naquela época eu cheguei a mandar o livro para as editoras, mas as propostas foram todas muito caras, e eu achei que ainda não era a hora certa de investir. Nunca parei de escrever, tanto que tenho várias obras inacabadas, e outras finalizadas, mas foi com Jardim de Escuridão que eu falei: "Chegou a hora". Por isso, contei com o incentivo enorme da minha mãe e do meu noivo, André Siqueira. Eles me fizeram acreditar no meu trabalho e lutar pelo meu sonho. Por isso estou aqui ^^.

Leitora Viciada: Você realizou muitas pesquisas para compor o enredo? O trabalho dos policiais e os assassinatos são bem convincentes.  Pesquisou os significados das flores? Da onde surgiu essa ideia?
Bianca Carvalho: Fiz muitas pesquisas sim. A parte das flores foi curioso porque a pesquisa veio antes da ideia. Estava observando aqueles sites de floriculturas online e aproveitei para ler o significado de algumas flores. Com isso a ideia surgiu. Claro que para compor o enredo e encaixar as plantas na história, pesquisei mais a fundo. Já a questão do trabalho dos policiais e assassino, foi assistindo a seriados e filmes com esse tema, observando diálogos e comportamentos. Para Versos Sombrios a pesquisa para essa parte foi mais profunda, cheguei até a consultar um profissional da área.

Leitora Viciada: Você tem outro emprego no momento? Como concilia suas tarefas com a vida de escritora, como é seu esquema de criação?
Bianca Carvalho: Tenho sim. Trabalho em horário integral em uma empresa de petróleo e sou formada em marketing. Eu confesso que não sou muito organizada com meu tempo. Escrevo em qualquer lugar quando aparece uma brecha. Queria poder chegar em casa e pensar: Hoje vou escrever tantas palavras ou páginas, mas não tenho toda essa disciplina. Tem dias que escrevo trinta páginas e outros que não produzo nada. Mas acho que estou numa média boa, consegui escrever três livros em dois anos!!! Mas claro que pretendo aumentar essa estatística!

Leitora Viciada: O que você acha do momento atual da literatura nacional, da recepção dos leitores, relacionamento com editoras e trabalho dos blogs literários?
Bianca Carvalho: Acho que a literatura nacional está em um ótimo momento. Os leitores estão acreditando mais nas obras da casa e comprando livros brasileiros. Vejo vários autores daqui em vitrines de livrarias, mas acho que isso ainda pode ser mais e mais trabalhado. Temos livros muito bons, que precisam apenas de mais espaço e marketing. Fico feliz também que editoras grandes como a Record, Novo Conceito, Pensamento-Cultrix e Underworld estejam abrindo espaço para avaliar trabalhos nacionais, e acho sim que isso tem muita ajuda dos blogs literários. Alguns deles, é claro! Vejo muitos por ai que gastam fortunas em livros internacionais e esquecem de prestigiar os amigos escritores. Fica ai a dica. Eu já me decidi, só comprarei livros nacionais a partir de agora, ainda mais que ganho alguns de editora e outros troco no skoob.

Leitora Viciada: Quais são seus livros e escritores(as) preferidos?
Bianca Carvalho: (momento tiete mode on) Bem, Nora Roberts para mim é a diva-mór-perfeita-maravilhosa (momento tiete mode off). Adoro Sidney Sheldon, Cassandra Clare, Linda Howard, Erica Spindler, dentre outros. Meus livros de cabeceira são: Se houver amanhã (Sidney Sheldon), Julieta (da Anne Fortier) e O Testamento (Nora Roberts).

Leitora Viciada: O que podemos esperar dos próximos dois volumes da Trilogia das Cartas? Fale um pouquinho de seus futuros projetos...
Bianca Carvalho: Os dois próximos volumes da trilogia já estão prontos. Vocês podem esperar deles o mesmo clima tenso de suspense acompanhado do romance e da paranormalidade. Posso adiantar que Versos Sombrios é o meu preferido e que Sabores Mortais é completamente diferente dos outros dois, mais ousado. Sinto uma responsabilidade maior com esses dois porque o pessoal tem elogiado Jardim, então, tenho que agradar com os outros também. 
Posso garantir que nesse momento minha cabeça está fervilhando de ideias e já estou pronta para iniciar um novo trabalho, mas estou dando uma descansada para não soar repetitiva em alguma história. Mas estou seguindo um caminho delicioso e é isso que quero para mim, para o resto da vida.

Parabéns a Bianca pelo livro incrível, que continue mesmo a escrever para nós. E obrigada a ela pela entrevista e atenção.

Curiosidade: esta capa linda (digna de concorrer ao Codex de Ouro 2012, fica a dica) foi feita pelo André Siqueira. Visitem seu site! Ai, que capa bonita...

Links:
Site oficialTwitter Bianca Carvalho | Twitter Trilogia das Cartas | Trilogia das Cartas no FacebookJardim de Escuridão no Skoob | Bianca Carvalho no Skoob | Blog da autora | Degustação do capítulo 1 de Jardim de Escuridão | Comprar Jardim de Escuridão com a autora | Comprar Jardim de Escuridão na Livraria Cultura | Site do designer da capa | e-mail para contato: contatos@biancacarvalho.com.br


O projeto deSintetizando

deSintetizando é o nome do projeto que visa divulgar autores nacionais e suas respectivas obras. Cada blog e site literário participante fará uma matéria sobre um autor pré-selecionado. A idéia é, literalmente, não sintetizar a obra que de cada autor. Falar de sua trajetória, seu livro publicado, resenhá-lo e mostrar que literatura brasileira tem sim muito a acrescentar. E pode ser, como muitas vezes é, de qualidade.

Primeira Edição
A primeira edição acontece durante o "Dezembro Literário 2011". Foram selecionados 9 blogs para participarem, e, portanto, 9 escritores e escritoras nacionais.

Blogs e Sites Participantes
Revista Innovative, por Camille Labanca, com Graciela Mayrink
Tagarelando, por Mayara Mello, com Janaína Calaça
Eu Sou Assim, por Tathy Santos, com Tammy Luciano
Books Journal, por Kaká Rodrigues, com Enderson Rafael
Leitora Viciada, por Tatiana Jiménez, com Bianca Carvalho
Babi Lorentz, por Bárbara Lorentz, com Vanessa Bosso
Loucas por Leitura, por Naiare de Oliveira, com Paula Pimenta
Bookaholic Boy, por Alexandre Nunes, com Babi Dewet
Equalize da Leitura, por Raphaela, com Janaína Rico

Não deixe de apreciar os blogs e os autores, acesse, informe-se mais sobre a literatura nacional e... divirta-se!!

Obrigada Camille da Innovative pelo convite!

Instagram @leitoraviciada

Skoob

Online

Siga por e-mail