BienalSorteioSorteio Dicas
23 agosto 2011

O que ler dos 2 aos 18 anos? Aos 7 anos

Um livro ao mês dos 2 aos 18 anos de idade, que transforma a criança e adolescente em um adulto leitor cheio de boas referências, Serão 17 postagens completas, uma para cada ano. Esta é a sexta.


2 anos | 3 anos | 4 anos | 5 anos | 6 anos | 7 anos | 8 anos | 9 anos | 10 anos | 11 anos | 12 anos | 13 anos



Os livros para o 2º ano do Ensino Fundamental foram indicados pela professora Lara Pecora Polazzo.


Janeiro
Um Lobo Instruído de Pascal Biet, Martins Editora:
Divertidíssimo, tem tudo a ver com a fase que as crianças de 7 anos estão vivendo: de alfabetização e introdução ao mundo dos livros. Ao contar a história de um lobo que vai para a escola aprender a ler, o autor aborda a importância da leitura. É um estímulo ao hábito de ler. 


Fevereiro
A Roupa Nova do Rei de Pedro Bandeira, Editora Moderna:
Baseada no tradicional conto de Andersen, esta é uma narrativa engraçada sobre um rei vaidoso que contrata um costureiro vigarista porque quer ser o mais bonito e bem vestido da região. É importante que as crianças leiam livros que trabalhem valores, mas é preciso lembrar que os adultos não podem fazer juízo. As crianças devem perceber sozinhas a mensagem.


Março
Pedro e O Lobo de Sergei Prokofiev, editora Martins Fontes:
Um clássico, cuja leitura é muito importante para enriquecer a bagagem cultural das crianças. Nessa idade, elas gostam de histórias que tenham ação, heróis e bem e mal bem definidos. E Pedro e o Lobo é muito completo nesse sentido, pois faz as crianças entrarem na história e torcerem pelo personagem.


Abril
O Grúfalo de Julia Donaldson, editora Brinque Book:
Este é um conto de repetição, ou seja, uma história em que as situações vão se repetindo com cada vez mais informações. Esse tipo de narrativa é ótimo para essa fase da infância. As crianças se envolvem com a história e repetem as frases conforme vão lendo.




Maio
O Gato de Botas de Charles Perrault, recontado por Tatiana Belinky, editora Martins:
Esse é um livro de fantasia que tem uma dinâmica incrível, além de ser excelente para ampliar o repertório cultural das crianças.



Junho
Urashima Taro - A História de Um Pescador de Lúcia Hiratsuka, editora Global:
Este conto popular do Japão traz elementos que as crianças dessa faixa etária apreciam muito, como a fantasia e o desconhecido. É um livro de aventura, mas não como a de Robinson Crusoé, que parece distante da realidade das crianças. Nessa idade, elas gostam de aventuras possíveis, que poderiam acontecer com elas, pois costumam se colocar no lugar das personagens. 


Julho
Orelha de Limão de Katja Reider, editora Brinque Book:
O livro desperta sentimentos e sensibiliza as crianças para as situações do dia a dia. A autora fala das diferenças e faz com que as crianças se penalizem e sofram com a história da ovelhinha que tem uma orelha de cada cor. 



Agosto
O Príncipe Sapo de Alix Berenzy, editora Rocco:
A autora recontou e transformou esse clássico conto dos irmãos Grimm, no qual a princesa beija um sapo e ele vira príncipe. As crianças adoram!



Setembro
Cacoete de Eva Furnari, editora Ática:
Esse livro é um pouco longo, mas a autora atrai o leitor com recursos como o texto integrado às ilustrações. E a história, cheia de fantasia e bastante divertida, conquista as crianças. 


Outubro
Bom Dia, Todas As Cores! de Ruth Rocha, editora Quinteto Editorial:
A Ruth é maravilhosa! E essa história também foi gravada em CD, com narração da própria Ruth e trilha sonora da dupla Palavra Cantada.


Novembro
A Bela Desadormecida de Frances Minters, editora Companhia das Letrinhas:
É muito interessante que as crianças conheçam várias versões da mesma história para que possam compará-las. Neste caso, o príncipe é um astro do rock! Depois, as próprias crianças podem criar a versão delas.


Dezembro:
O Casamentos da Emília de Monteiro Lobato, editora Brasiliense:
É muito importante que as crianças conheçam esse grande autor brasileiro e suas personagens. As histórias de Monteiro Lobato mexem com a imaginação e são repletas de personagens folclóricos, como a Cuca, o Saci, o Boitatá etc.


O que você gostava de ler aos 7 anos de idade? Tem alguma lembrança ou alguma sugestão para indicar?
Com 7 anos de idade, eu estava iniciando na minha escola a "Prova do Livro", que fazia parte da média final de Português. Minha escola dava uma lista de 4 livros "extraclasse", como a professora chamava e a cada bimestre fazíamos leituras e trabalhos em cima dos livros e do tema. Assim iniciava também as aulas de redação, e eu tinha de escrever uma a cada semana. Meu caderno de redação era muito divertido pois a cada página tinha um espaço para desenhar uma ilustração ao lado do texto, e eu amava, juntar as coisas que eu mais gostava de fazer: desenhar e escrever. Ainda me lembro dos livros lidos nesse ano escolar, pois ainda os tenho, fora que minha mãe sempre comprava alguns extras, além dos gibizinhos.

Eu recomendo
Uma Pipa Tão Pipa No Céu de Regina Siguemoto, ilustrado por Martinez, editora do Brasil. Pertence a coleção Alegria, Fantasia e Realidade - uma coleção diferente pois o projeto foi editado pelos ilustradores, que escolheram os escritores para complementar os desenhos!
O livro conta a história de Amarelinha, uma pipa lindona que é comprada por um menino que está ansioso para enfeitá-la e colocá-la no céu. Mas tem um "pequeno" probleminha: Amarelinha morre de medo de altura e não aguenta ficar um segundo no céu. Uma história muito legal para meninos e meninas entenderem que é normal ter seus medos e que podemos superá-los. Também ensina que devemos ajudar ao próximo com seus medos. As ilustrações são ótimas!!

Adoro esse livro, pois foi presente da minha professora desse ano. Foi a melhor professora que tive do "primário". Minha mãe estava meio dura para comprar o livro a tempo para a provinha, e quando saiu para comprá-loem cima do prazo, não o encontrou a venda em lugar algum do bairro aonde eu morava (Ilha do Governador) nem do centro do Rio. E eu, toda preocupada. Essa minha professora, que se chamava Elízia me deu o livro dela para eu ler, ainda mais que ela sabia como eu era estudiosa. Quando fui devolver, ganhei de presente e hoje ele é uma doce lembrança dessa querida professora.
Não encontrei uma imagem em boa resolução na internet.

Outras recomendações
Macaco Queco de Lúcia Pimentel Góes e ilustrações de Paulo Tenente, coleção hora da Fantasia, editora Moderna:
Uma história muito divertida que mostra o cotidiano do Macaco Queco e seu primo Mico Quico. Eles moram numa árvore em cima do lago, aonde vive a Foca Carlota. Os macacos implicam e aprontam muito com ela, até que ela os ajuda e assim, ganha a amizade desses arteiros.
Infelizmente a única imagem que encontrei é bem pequena.

Pequeno Pode Tudo de Pedro Bandeira, com ilustrações de Alberto Llinares Martin, da coleção Girassol, editora Moderna:
Um pardalzinho nasce na cidade e mesmo pequenininho aprende a se virar sozinha e a enfrentar todos os perigos urbanos. Ao fugir para a floresta, é menosprezado pelas outras exóticas aves. Ele sai em busca de criar seu próprio ninho e no meio do deserto, leva muitas sementes. O caçador o prende, mas ele consegue fugir e ao retonrar aodeserto, descobre que agora, é uma linda floresta plantada por ele. Uma história de superação e trabalho.

Monte Branco de Leda Maria de Souza, ilustrado por Cabrinde, editora Orientação Cultural:
Uma borboleta narra uma história poética sobre um dia que encontrou uma solitária margarina no alto de um monte. Ela polsa nela, elas conversam e a borboleta se vai. Um dia volta ao monte e descobre que a margarida não está mais sozinha, o monte tornou-se branco de tantas margaridas. Todas agradecem a borboleta, responsável pelo aparecimento delas. E assim, a borboleta percebe que tem a missão de colorir todos os montes, com as cores das flores.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante! Obrigada por participar.

© Copyright 2011 - 2014. | Todos os direitos reservados. | Tema: Way2themes. | Aministração: Tatiana Jiménez Inda. | Tecnologia: Blogger. | Atenção: Direitos autorais.