publicidade

A Leitora Viciada na XV Bienal do Livro

Olá, Leitores Viciados!!



Estive ontem, em minha jornada literária. Por algumas horas estive perdida num mundo de sonhos e diversão para qualquer amante de literatura: a XV Bienal do Livro no Rio.

Durante toda a minha vida estive em diversas edições do evento. Nesse ano, tive um contratempo pessoal que quase me impediu de presenciar essa maravilha, e mesmo estando por tão pouco tempo no evento, me sinto realizada por ter estado lá.

Agradeço ao Roberto Laaf, meu amigo e parceiro do blog, que apoiou a minha ida. Também agradeço ao apoio do meu marido, que sempre me estimula em tudo que faço.

Gostaria de compartilhar minhas fotos do dia e dar algumas dicas de compras. Desculpem minhas fotos não serem muito boas, pois são de celular. Agradeço ao Laaf por ter sido o fotógrafo de todas as fotos eu que eu apareço.



Saí de casa às 6 da manhã e fui no ônibus intermunicipal que saiu de Cabo Frio, RJ às 6:20 e chegou a rodoviária do Rio de Janeiro, RJ umas 10 da manhã.

Cheguei ao Riocentro, aonde ocorre o evento, pouco mais das 11 da manhã. Tive uma surpresa! Eu pensava que por ser uma terça-feira, sem escritores internacionais agendados, nem muita programação cultural, de que seria um dia de visitação tranquila, mais vazio... engano total!! Era dia especial para excursão escolar, o Riocentro estava completamente lotado de crianças e adolescentes barulhentos.

Foi muito confuso para eu conseguir entrar, tem a bilheteria onde comprar o ingresso e depois outro lugar que é a entrada onde você apresenta-o. Na bilheteria estava uma confusão, filas bagunçadas e tudo mal organizado. Eu não sabia aonde os visitantes comuns faziam fila, os estudantes em grupos no meio, professores berrando, funcionários do evento muito mal educados! Depois de conseguir enfrentar a bilheteria foi muito mais fácil na entrada e os funcionários dessa parte foram educados.


Logo no início, vi o grande painel com o mapa do local, procurei alguns estandes que eu pretendia visitar. Porém, impossível não se perder!

No decorrer de minha primeira volta, reparei na molecada muito empolgada. Dá gosto de ver, como as crianças e adolescentes estavam animados com os livros e revistas. A rede pública então, tem direito a um vale trocas,  os estudantes ganham R$5,00 para trocarem ou complementarem as compras. E tinha muita variedade para eles escolherem.

Eu sou fã de livros infantis e juvenis, e dei uma boa olhada neles e também no que as crianças estavam comprando. Alguns grupos se sentavam no chão, aonde fosse, para abrirem as embalagens de kits e álbuns de figurinhas, numa felicidade total.




A Bienal está muito mais bonita que em 2009. O Café Literário, todo iluminado. Os estandes muito bem enfeitados e com design moderno.

Até os estandes menores e de autores independentes estavam bonitos, com banners, bonecos, etc... Não entrei no Maré de Livros, pois mais a fila parecia uma procissão de tanta criança, mas por fora, reparei como estava interessante aquela tecnologia brilhante.

Underworld


O primeiro estande que realmente entrei foi o da Editora Underworld, pois eu havia feito uma reserva. Uma promoção muito legal, a partir de 3 livros comprados, o leitor paga por cada um R$20,00! Comprei os que eu havia reservado: Rei do Ferro, A Filha do Ferro (ambos da série Os Encantados de Ferro) e Aprisionada (da trilogia Jardim Químico). Ganhei de brinde Passagem Para o Inverno (um conto da série Os Encantados de Ferro) por ter comprado o volume 2 dessa série e ganhei também vários marcadores.

Não resisti e comprei também A Floresta de Mãos e Dentes e o Sete Selos da brasileira Luiza Salazar, (indicação ao Codex de Ouro por melhor design de capa e melhor livro no gênero sobrenatural/terror). Esse livro possui uma das capas mais lindas que já vi.

Uma coisa tenho que dizer: A Underworld pode não ser uma editora grande, porém o estande possui um visual simples, clean e moderno, com as capas de livros arrasando na decoração. É certamente a editora com as capas mais detalhadas e belas de toda a Bienal. São lindíssimas e chamam a atenção. Fui muito bem atendida, e ao falar que eu tinha um blog literário, imediatamente ganhei o livro Passagem Para O Inverno para sortear aqui, com marcadores! Aguardem!!




Depois eu me encontrei com o Roberto Laaf e ele me deu um monte de marcadores lindos do livro Vocação. Ele me apresentou a várias escritoras maravilhosas, eu fui muito bem recebida por todas, até mesmo as mais ocupadas pararam para me dar atenção.Gostaria de apresentá-las e também mostrar seus livros. Se for a Bienal e ainda não sabe o que comprar, tem aqui ótimas dicas da literatura nacional:

Lycia Barros


Confirmei todas as suspeitas sobre ela: totalmente simpática e comunicativa, igualzinho aos seus videos de seu canal do Youtube. Impressionante como as meninas ficavam maravilhadas por ela, quando ela conversava sobre o livro Tortura Cor-de-rosa com as leitoras. Foi quase impossível eu conseguir um momento com ela, e quando chegou a minha vez, me senti da mesma forma que as adolescentes: especial. Adquiri seu livro A Bandeja, autografado (indicação ao Codex de Ouro por Design de capa) e ganhei marcadores, conversei, tratamento vip! Em breve, resenha.

A autora Lycia Barros reside com o marido e os filhos em sua cidade natal: Rio de Janeiro. Hoje, como sua função principal, atua apaixonadamente como escritora. Paixão herdada desde que cursou letras na UFRJ. O que pensa sobre livros: "A Biblia é o livro dos livros. Inspirada por Deus, escrita pelos homens, concebida no céu, nascida na terra, odiada pelo inferno, pregada pela igreja, perseguida pelo mundo e crida pelos fiéis.Se tiver que ler algo primeiro, leia ela."  Site da autora. Conheça seus livros:

A Bandeja - Qual Pecado Te Seduz?
"A Bandeja conta a história de Angelina, jovem de 19 anos, que ao entrar para a universidade, inicia um apaixonado envolvimento amoroso com um de seus professores, Alderico - mais conhecido por Rico. Por conta de toda a avassaladora e descontrolada paixão que envolve esse relacionamento, Angelina começa a viver somente para Rico, colocando seus estudos, seus amigos, sua família, sua religião e até mesmo a si própria em segundo plano. Angelina é evangélica por tradição familiar e não exatamente por convicção religiosa. Porém, inesperadamente, tem um estranho sonho, cujas revelações possuem um forte e marcante significado, que ela somente conseguirá compreenderá mais tarde. Quando a grande verdade é revelada para Angelina no momento certo, ela finalmente compreende o que significa o amor de Deus em sua vida."

Entre A Mente e O Coração
"Rico sempre foi um cara com muitas facilidades. Lindo, charmoso e inteligente, sempre conseguiu tudo que desejava até sofrer o seu primeiro grande baque amoroso. Ao perder Angelina, ele deseja recomeçar a sua vida do zero, com uma mudança completa, tanto de fé quanto na sua postura. Porém, sua trajetória não será tão fácil quanto ele imagina. Há algumas tentações e fraquezas que ainda o perseguem. Como Amália, sua ex. Rica, deslumbrante e poderosa, Amália não está nem um pouco disposta a desistir de tê-lo de volta. Mas Rico está decidido a retomar as rédeas da sua vida.O que ele não contava, é que iria se apaixonar novamente durante a sua jornada por uma missionária, e que iria ser lançado num desafio inimaginável por causa do segredo que Ana carrega. Será uma batalha entre a mente e o coração, que, se vencida, fará Rico transpor enormes barreiras e compreender finalmente o significado do amor e fé verdadeiros."


Tortura Cor-de-rosa - As Meninas Também Sabem Ser Cruéis
"Ao mudar-se para São Paulo com seus pais, Ava pensou que poderia ter uma vida normal, como a de todas as meninas da sua idade, que têm amigas com quem conversar, com quem sair e com quem divertir-se naquela cidade cosmopolita. O novo bairro é bonito e elegante, e o novo colégio parece-lhe uma promessa de novos dias por viver, repletos de bons acontecimentos. Porém, já no primeiro dia de aula, Ava descobre que nem mesmo ali a vida é perfeita. Sem que saiba direito como, torna-se alvo de uma garota cruel, que está sempre cercada por fiéis seguidoras, com as quais forma uma espécia de gang. É quando tem início o bullying, que tornará a vida de Ava um inimaginável e completo inferno. "Ava encarou-a por um momento, abalada, tentando disfarçar o pavor que se espalhava pelo seu corpo e as lágrimas que ameaçavam cair de seus olhos. Sentiu-se tomada por um ódio desconhecido. Queria asfixiar aquela garota. Jamais, em tempo algum, pensara que um dia fosse sofrer ameaças daquele tipo, de humilhação mórbida. Dois sentimentos fortes brotaram-lhe: a indignação e o desejo de vingança. Porém, o medo se espremeu entre eles. Se Jaque tinha mesmo feito aquilo com Yoshie, porque não faria com ela?"




Giulia Moon


Depois conheci a Giulia Moon, que conversou bastante comigo e além de ter sido atenciosa, demonstrou bastante interesse na conversa. Ela é uma graça de pessoa, simpática e muito, muito sorridente! Eu adorei toda a atenção que me foi dada, conversamos sobre várias coisas. Ela estava lá com a série Kaori, o volume 1  - Perfume de Vampira e o volume 2 - Coração de Vampira, que eu já havia divulgado aqui no blog.
Tenho de confessar: as capas de seus livros são muito mais lindas ao vivo que pela internet! São bonitas, ainda mais o volume 2, com aquele dourado fabuloso!

A Giulia Moon é a mais nova Escritora Amiga do blog!! Sim, ela me deu o Kaori 1 - Perfume de Vampira, com muito carinho! Eu fiquei muito feliz com a dedicatória e autógrafo no livro, ganhei botons fofíssimos e marcador. Em breve irei atualizar a página dos Escritores Amigos e em breve escreverei uma resenha caprichada. Tenho o pressentimento que rapidamente irei desejar o Kaori 2 - Coração de Vampira!

Giulia Moon é paulistana, já foi diretora de arte, ilustradora, diretora de criação e sócia de agência de propaganda. Tem três coletâneas de contos publicados: Luar de Vampiros (Scortecci, 2003), Vampiros no Espelho & Outros Seres Obscuros (Landy, 2004), e A Dama-Morcega (Landy, 2006). Em 2008 lançou com mais seis autores o livro de contos Amor Vampiro (Giz Editorial). Sempre na área da literatura fantástica, é coeditora do fanzine FicZine e da Scarium Magazine. Especialista em ficção de vampiros, tem carinho especial por seres obscuros e monstros de qualquer natureza.
Site da autora. Livros da série Kaori:

Kaori 1 - Perfume de Vampira
"Século XV: Kaori, uma bela garota com o perfume da sedução, trilha caminhos perigosos entre samurais, senhores feudais, prostitutas e criaturas mágicas do folclore japonês. No seu caminho, surge José Calixto, um artista sensível e apaixonado, capaz de tudo para dar vida a uma obra imortal.
Século XXI: na fervilhante Avenida Paulista, coração de São Paulo, Samuel Jouza tem uma profissão peculiar. Ele observa vampiros para um misterioso instituto de pesquisas. Mas o olheiro percebe que a sua profissão é muito mais perigosa do que imaginava, ao salvar um menino das garras dos sanguessugas.
De um lado, a magia das sagas heroicas de samurais, o mistério das antigas lendas do Japão. Do outro, uma aventura ágil e atual, que tem como cenário o Brasil. Dois universos se entrelaçam e se cruzam neste novo romance de vampiros escrita por Giulia Moon."


Kaori 2: Coração de Vampira
"Praia de Copacabana, Rio. Uma bela garota oriental passeia pelo calçadão. Seus olhos oblíquos seguem alguém: Yoshi, um garoto de programa meio-brasileiro e meio-japonês, com um raro talento para sedução. Ferida por um amor trágico do passado, Kaori enfrenta um dilema: dar vazão ao seu desejo pelo mestiço ou manter-se protegida, salvaguardando o seu coração? Enquanto isso, o mundo sofre a ameaça de uma praga virulenta. Mortos-vivos, ogros, demônios e criaturas fabulosas começam a enlouquecer. Em São Paulo, os especialistas do IBEFF entram em ação para controlar o surto. E Kaori será envolvida, a contragosto, em mais um perigoso confronto com a sua arqui-inimiga, Missora, uma cruel cortesã do Japão feudal."


Vermelho Marinho (Usina de Letras)
Depois, no estande do selo Vermelho Marinho da Usina de Letras, conheci três escritoras: Ana Flávia Abreu, Eliane Raye e Graciela Mayrink. A Ana Flávia bateu um papo comigo, com muita simpatia. Assim como a Ana Flávia, a Eliane também foi muito gentil e possui três indicações ao Codex de Ouro (melhor ficção/fantasia, melhor design de capa e melhor booktrailer). Ambas lindas e super receptivas e carinhosas. Adorei!

A Graciela, eu já estava com muita vontade em conhecê-la e realizei esse desejo. Ela parou o que estava fazendo para vir me dar a maior atenção, outra escritora muito carinhosa! O estande estava muito bonito, com elas três e seus livros enfeitando o ambiente. O livro da Graciela, Até Eu Te Encontrar, com aquela capa fofa cheia de fotinhos, já estava na minha lista de desejos e em breve espero adquirí-lo.

Os livros da Ana Flávia, da Kôra, tem capas chamativas, com aqueles olhos misteriosos. E o livro da Eliane, chama-se O Portal e é outro livro com capa digna de admiração, tanto que está indicada ao Codex, como já comentei. Agora vou mostrar um pouco sobre elas e seus livros, prepare para anotar essas dicas de leitura:

Ana Flávia Abreu


Ana Flávia Abreu cresceu lendo romances nacionais. Imaginava cada detalhe narrado pelo escritor. Se transportava para o mundo fictício em que acontecia cada história e se apaixonava por todas elas. Estudou em colégio militar, onde tomou gosto pela grafia. Se formou em Direito, mas o amor pela escrita foi maior. Suas melhores inspirações para escrever vieram durante as madrugadas, quase trocando o dia pela noite.
Site da série Kôra. A série Kôra:

Kôra - O Pressentimento do Dragão
"De uma forma estranha, sempre me achei diferente das outras pessoas, nem melhor, nem pior, mas intrinsecamente diferente. Porém, nem isso me fazia acreditar que coisas extraordinárias pudessem acontecer comigo, até a chegada do inverno. Com a ajuda da família e amigos, consegui aos poucos voltar a ter minha vida de antes. Mas isso, não durou muito. Podia prever que um furacão estava prestes a devastar minha vida, era só uma questão de tempo. Estranhamente, com a chegada do misterioso e atraente Herodes na cidade, eu estava certa de que algo errado estava acontecendo e de que estava aumentando cada vez mais. Eu não tinha certeza se queria saber a história dele. O medo de ser algo com que eu não soubesse lidar era maior do que qualquer curiosidade que pudesse existir. Mas assim que soube, segurei o choro por ter a certeza de que agora meu pesadelo estava prestes a começar."


Kôra e a Masmorra de Atro
"Kôra não pediu para ser diferente. Mesmo assim, aprendeu a conviver com o mundo maravilhoso e terrível que conheceu ao descobrir o seu dom de cura e ao namorar Herodes, um poderoso dragão de temperamento quente. Só não esperava ter que fazer que a escolha mais difícil de sua vida. Para proteger todos a quem amava, principalmente o seu querido e voluntarioso dragão, Kôra teria que se entregar ao sombrio Tálakos, o mesmo que já a cobiçara e ameaçara no passado. Nesta emocionante história, o amor de Kôra por Herodes será o bastante para aquecê-la na sombria Masmorra de Atro?"






Eliane Raye


Eliane Raye é uma escritora que como tantos outros escritores se divide com várias atividades. Eliane também é dentista e esposa, já foi cantora e hoje dedica parte da vida à inclusão social de crianças carentes na ONG Médicos Solidários. Nasceu em Volta Redonda, RJ, foi criada em Brasília e, atualmente, mora no Rio de Janeiro. É autora de Os primeiros socorros para os seus filhos e agora estreia na ficção com o romance O Portal, publicado pela Editora Vermelho Marinho. E sua estreia não podia ser melhor, pois traz um dos gêneros preferidos do grande público: o romance de suspense. Site da autora. Seu livro:

O Portal
"Os sinais escondem um mistério que poderá mudar o rumo da história." Elizabeth Macwood foi criada em Nova York. Filha de um grande empresário americano, Robert Macwood, decide acompanhá-lo em seu novo compromisso no Brasil. Após uma noite agitada, Elisabeth acorda com três sinais desconhecidos rasgados em suas costas e uma súbita amnésia que a faz se esquecer dos acontecimentos que geraram as marcas. Em uma busca incessante para desvendar o motivo dos sinais, Elizabeth se vê envolvida em histórias inacreditáveis, verdades, mentiras, símbolos, viagens no tempo, medos, supresas e paixões inesperadas. Ambientado nas cidades de Nova York e Rio de Janeiro, O Portal apresenta um enredo de enigmas, no qual a autora Eliane Raye nos conduz em suspense até o último momento, em reviravoltas inusitadas. Um romance com personagens marcantes em que todos apostam a própria vida para descobrir a verdade."

Graciela Mayrink


Graciela Mayrink Roldão nasceu em agosto de 1975 no Rio de Janeiro. É formada em agronomia pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), com mestrado em fitopatologia pela Universidade Federal de Lavras (UFLA). De 2002 a 2010 esteve à frente do site de automobilismo SuperLicença, além de trabalhar na assessoria do projeto social Ideia Fixa Para Um Sertão Sem Fome. Até Eu Te Encontrar é seu romance de estreia:

Até Eu Te Encontrar
"O quanto uma mudança de cidade pode afetar uma vida? Você acredita em alma gêmea? Como você se sentiria se não gostasse do grande amor da sua vida? É o que Flávia vai descobrir ao deixar Lavras, onde mora com os tios desde o acidente que matou seus pais, quando era criança. Aos dezoito anos, ela decide estudar Agronomia na Universidade Federal de Viçosa, trocando o sul de Minas pela Zona da Mata do mesmo Estado na esperança de uma "mudança de ares". Em sua nova vida, ela conhece Sônia, amiga de infância de sua mãe e agora sua vizinha, que lhe conta a história de sua família materna, até então desconhecida para Flávia. Embora o passado não seja sua maior preocupação, Flávia reluta em aceitar seu destino e ainda precisa superar uma paixão não correspondida pelo seu melhor amigo. Para se ver livre dessa rejeição, ela tenta atrair sua alma gêmea para Viçosa e descobre que o grande amor de sua vida é uma pessoa que ela não suporta."


Um livro que recomendo também da Usina de Letras é Raízes e Asas do Ronaldo Luiz Souza, que está a venda na Bienal e fi resenhado por mim aqui. Livro que emociona em qualquer idade.



Selo Brasileiro
Depois fui conhecer o estande da Above, aonde estão disponíveis os livros do grupo de autores Selo Brasileiro, que está sendo um verdadeiro sucesso durante a Bienal. Eu fui com a intenção de conhecer a escritora Bianca Carvalho, e seu livro da Trilogia das Cartas, o Jardim de Escuridão, livro já recomendado por mim aqui no blog. Infelizmente nossos horários não cruzaram.


O Laaf me apresentou então duas escritoras do Selo Brasileiro que estavam lá: a Carolina Estrella e a Mare Soares. A Carolina é uma gracinha! Estava com um laço rosa nos cabelos e atendendo a um mar de meninas, assim como acontecia com a Lycia Barros. O livro da Carolina, Garota Apaixonada em Apuros estava fazendo tanto sucesso que ela mal conseguiu falar comigo. Ela é uma simpatia, vale a pena esperar.

A Mare é também muito estilosa e ficou conversando comigo, nunca conversei tanto sobre o mundo literário num só dia! Seu livro de estreia é o Chantilly, publicado de forma independente e ela pretende lançar mais dois livros da série.

Os livros do Selo brasileiro são todos lindos, de todos os tipos, para todos os gostos literários e recomendo a todos que comprem os livros do grupo, para conhecerem a literatura brasileira atual. Dentre eles, os livros Cicatrizes de Um Segredo e Irresistielmente do Marcio Scheibler, parceiro do blog. Já os divulguei aqui e Irresistivelmente Fatal foi resenhado aqui. Cicatrizes de Um Segredo, quase comprei na Bienal, mas eu teria ficado sem dinheiro para voltar para casa!


Conheça todos os livros do Selo Brasileiro aqui. Muitos livros são indicados ao Codex de Ouro!

Mare Soares


Mare Soares nasceu no Rio de Janeiro em Setembro de 1991. É graduanda de Mídia na Universidade Federal Fluminense e ex-estudante de letras da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Amante de livros  iniciou a carreira como escritora em 2010, ao publicar seu primeiro título, de forma independente, Chantilly. Atualmente está trabalhando em Copenhague, segundo volume da trilogia Chantilly e possui vários outros projetos em mente.

Chantilly
"Um diário foi escrito. Catherine Aragon, numa atitude desesperada, escreve suas recordações em busca de socorro. Somente dez anos depois suas palavras foram ouvidas por um renomado cientista. Ethan Stuart, um homem com pouco carisma, toma as rédeas da situação para tentar ajudá-la. Ele contará com a ajuda de personagens suspeitos: o exótico Leon Saiter, um alcoólatra sem muita perspectiva, que arriscará a própria vida para obter êxito na resolução do caso, e a interessante Anabelle, que vive um dilema dentro de si onde questionará suas verdades e seus valores. A tríade investigadora conclui a soma dos catetos, tornando Chantilly um dos desafios mais intrigantes do seu viver. Mergulhe nesta aventura, em um ambiente noir, repleta de mistérios a serem desvendados numa cidade onde as pessoas perderam as lembranças."


Carolina Estrella
esquecemos de tirar foto com o Garota Apaixonada em Apuros nas mãos...
Desde pequena, Carolina Estrella escreve suas aventuras e desventuras. Aos 17 anos escolheu cursar Comunicação Social/Jornalismo. Foi na Faculdade que a vontade de escrever e criar começou a crescer. Sendo assim, em agosto de 2008, Carolina Estrella recebeu o 2º lugar do concurso universitário de Jornalismo da Rede americana CNN. Com uma matéria audiovisual sobre cadeirantes que encontraram na dança a alegria de viver. Junto com esse desejo de escrever e ao mesmo tempo se comunicar com o público através da palavra, veio a certeza de que seu lugar era dentro de um livro. Em Garota Apaixonada em Apuros, Carolina Estrella mergulhou nos seus antigos diários, voltou no tempo da primeira paixão avassaladora, e investiu na produção independente para colocar o seu livro no mercado.

Garota Apaixonada em Apuros
"Uma história de amor entre Gabi e Nelson que não dão o braço a torcer para ficarem juntos. Gabi tenta conquistar Nelson o tempo todo, mas ele, tímido como uma porta, recusa as investidas da Garota apaixonada. Entre confusões e apuros esta Gabriela conta a aventura mais emocionante de sua vida :A conquista de seu primeiro amor e os desafios que enfrentou com as amigas para fazer com que Nelson se tornasse seu namorado."












Outra dica que deixo para quem passar pela Bienal e quiser livros nacionais de qualidade é a série Horizontes que você pode adquirir no estande da Singular. O Roberto Laaf esteve autografando no estande e sou grande fã da série e dele. Foi graças a ele que estive na Bienal.

Roberto Laaf

O carioca Roberto Laaf graduou-se no curso de Licenciatura em Ciências; no entanto, sua vida sempre esteve intrinsecamente ligada à literatura. Ainda jovem, elaborou uma série de contos e poesias, além de escrever seu primeiro livro, uma autobiografia de sua infância, quando tinha apenas doze anos de idade. Autor de romances profundos como Virgo – A era dos homens, publicado em 2003, e Demetrius – Um coração grego, obra épica com a qual recebeu menção honrosa pela Fundação Gutenberg durante a XIII Bienal do Livro Rio; suas obras abordam os sentimentos humanos com bastante propriedade, garantindo aos leitores emoções fortes ao oferecer-lhes situações tão próximas à realidade. Fundador do Ponto do Autor e idealizador do Codex de Ouro. Site do autor.

A série Horizontes, você pode conhecê-la nesta postagem e a resenha de Revelações e a de Vocação. Em Outubro será lançado Processo Seletivo:


Como o mundo literário não é composto apenas por escritores, conheci também pessoas como eu. A Thaty ou Tatiane Carvalho do blog Eu Sou Assim... muitíssimo simpática, também me deu marcador do blog dela. Ela possui uma indicação ao Codex de Ouro como resenhista!

E conheci também o Alexandre Nunes do canal do Youtube Bookaholic Boy, que em breve estará com blog online. Outra simpatia, muito comunicativo! Eles estavam em plena maratona indo a todos os dias da Bienal, verdadeiros heróis.



Outras dicas que deixo para quem for comprar na Bienal:

Novo Século
O Voo de Icarus de Estevan Lutz e Uma Fênix em Praga. Ambos os escritores são parceiros do blog e estiveram autografando na Bienal, mas em dias diferentes do que eu fui, gostaria muito de tê-los encontrado. Se fosse possível eu iria a todos os dias do evento. Você pode encontrar os livros no estande da editora Novo Século. Saiba mais sobre O Voo de Icarus (primeiro na minha fila de leitura atual) e também Uma Fênix em Praga (segundo, logo atrás).


Também do Novo Século eu indico (gostaria de tê-los comprado) esta série da P.C. Cast:



Grupo Editorial Record


Eu queria ter comprado muitos outros livros. O Grupo Editorial Record tem muitos que indico (outros que eu queria ter adquirido):







Paula Pimenta
No estande da Gutenberg, você pode ganhar 20% de desconto nos livros da autora, levando este flyer e dizendo que o viu no blog Leitora Viciada. Paula autografará no dia 10!




Depois fui lanchar com o Laaf, escolhemos um lugar com a menor fila, que servia diversos sanduíches, alguns combos com batata frita. Num grande bate-papo literário, falamos também sobre a violência urbana das grandes cidades, um dos temas da série Horizontes.

Demos uma volta na Bienal e confesso que eu nem conseguia entrar em alguns estandes, como o da Panini e o da Comix, de tantos adolescentes loucos por quadrinhos.

A decoração mais legal, na minha opinião, é a da Panini. Num dos estandes, há um boneco do Lanterna Verde e outro do Homem de Ferro, eu adorei!! Nem estava conseguindo me aproximar para fotografá-los -  muita disputa por uma foto com os heróis do momento, mesmo que sendo apenas bonecos. O que o cinema fez com os quadrinhos foi popularizá-los, não é mais coisa de nerd.



Quem quer uma ideia de quadrinhos, leve para casa Daytripper, feito por dois brasileiros que ganharam o Eisner Awards, o "Oscar" dos quadrinhos.


Existem encadernados lindos a venda, com histórias completas, quadrinhos de todos os tipos! Sou mega fã de X-Men e Wolverine, e sou Marvete. Sem ser super heróis, curto Calvin & Haroldo, Peanuts e Charlie Brown, disney e a Turma da Mônica clássica. Não conheço muito bem os mangás - também havia muitas opções deles.

Tive de sair da Bienal umas 15 horas, pois meu ônibus saía da rodoviária ás 17:02 e o trânsito estava meio complicado. Demorei para chegar na rodoviária, pouco depois das 16:00 e lá estava um tumulto enorme. A empresa que faz essa rota do Rio para a minha região, estava com os ônibus atrasados quase meia hora, passagens esgotadas, uma loucura. Tudo por causa do feriado, o turismo é muito forte aqui em Cabo Frio, mesmo sem sol, a cidade lota.

Cheguei em casa 21:20, com a mochila pesada de comprinhas e com muitos marcadores legais, todas as escritoras me deram marcadores! Estava além de contente, muito cansada do ônibus. Fiquei mais horas indo e voltando do que no Riocentro, mas foi uma Bienal inesquecível. Nunca imaginei conhecer os autores e receber toda essa atenção deles. Me senti muito, muito importante.

Passeei entre livros, cada estande lindo. Apesar da confusão, sempre vale a pena ir à Bienal. Mesmo que você não possa comprar livros, nem esteja com tanta disposição, vá a Bienal e tente conhecer os escritores nacionais.

Espero que gostem das fotos, do meu depoimento e das dicas que deixei! Última dica: saibam o valor do livro, conheçam o preço de tabela. Cuidado com os livro mais caros que no cat´logo das editoras.

Minha reclamação: o serviço de táxi. Cuidado, o preço varia mais de 100%!! Pesquise entre todas as companhias de táxi que lá estão, e negocie!

5 comentários

  1. Bonita Parabéns pela ótima cobertura!
    Estou muito orgulhoso!

    Jairo

    ResponderExcluir
  2. Ei Tati, também amei te conhecer =) Fiquei muito feliz quando você apareceu lá no estande. Espero te encontrar mais vezes!!

    Mil beijinhos

    Graciela Mayrink
    www.gracielamayrink.com.br
    @gracielamayrink

    ResponderExcluir
  3. Graciela, Eu que amei conhecê-la! Muito obrigada por toda a atenção!

    ResponderExcluir

Os comentários são moderados, portanto, aguarde aprovação.
Comentários considerados spams, agressivos ou preconceituosos não serão publicados, assim como pedidos de ebooks ilegais.
Sua opinião é muito importante!
Se você tem um blog, retribuirei seu comentário assim que possível.

Parcerias